domingo, 24 de julho de 2016

JANAÚBA: NATURAFRUTI INICIARÁ SUAS ATIVIDADES EMPRESÁRIAS NO SEGUNDO SEMESTRE DE 2016



A fábrica de doces NATURAFRUTI instalada no Distrito Industrial de Janaúba, vai iniciar suas atividades empresárias no início do segundo semestre deste ano.

O empreendimento encontra-se pronto. Os empresários afirmam que a inauguração será de suma importância para o desenvolvimento sócio-econômico de Janaúba.


sábado, 23 de julho de 2016

Bonito de Minas tem pior índice de competitividade dentre os 853 municípios mineiros


(Por Fábio Oliva) Bonito de Minas está entre os municípios do Norte de Minas que menos investem em saneamento básico. De 2013 a 2015, apenas R$ 63.378,60 foram investidos nesse setor. O valor corresponde a 0,124% do orçamento de R$ 51,2 milhões do triênio. O investimento em saneamento só não foi menor do que o em desporto e lazer, que ficou na ordem de R$ 62.254,20 (0,122%). As conclusões são baseadas em análises de relatórios e informações fornecidas pela Prefeitura de Bonito de Minas ao Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG) através de uma inovadora ferramenta gerencial, denominada Diagnóstico Público, disponível no site http://www.diagnosticopublico.com.

Desenvolvida por dois ex-prestadores de serviços ao TCE-MG, a nova ferramenta facilita o controle social dos gastos públicos. Possibilita ainda que os cidadãos avaliem a qualidade das escolhas feitas pelos gestores ao decidirem onde investir o dinheiro da população. A nova ferramenta é uma versão mais avançada do “Fiscalize Agora”, disponível no site http://fiscalizeagora.org/fiscalize.php.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, o nível dos investimentos em saneamento básico reflete diretamente na redução da capacidade do município em atrair negócios, alavancar empresas, gerar empregos e estimular a economia local.
Segundo o IBGE, quando o assunto é infraestrutura, cidades como Bonito de Minas ficam muito menos competitivas.

Um estudo feito anualmente pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais (Sebrae Minas) aponta o peso da falta de saneamento básico, de estradas asfaltadas e de estruturas financeiras na vida dos empresários locais, que lutam diariamente com dificuldade para manter as portas abertas.

O Índice de Competitividade, calculado anualmente pelo Sebrae Minas revela que Bonito de Minas foi a cidade que apresentou o pior índice de competitividade dentre os 853 municípios mineiros, um exemplo de lugar sem a infraestrutura adequada para se investir na abertura de novos negócios.

Com uma população de 9.812 habitantes, o município de Bonito de Minas possui uma renda média mensal por habitante de R$ 270,83, conforme informações do Censo 2010. Para se ter uma ideia, 36,2% das casas nem sequer possuem água encanada, segundo estimativas do IBGE.

"Para fazer a pesquisa, nós nos baseamos na capacidade que a cidade tem para atrair investimentos e reter empresas. Vários fatores são importantes, desde a presença de instituições financeiras e de pesquisa, até a infraestrutura local", explicou a analista de inteligência empresarial do Sebrae-Minas, responsável pela pesquisa de competitividade dos municípios, Venússia Santos.

Segundo a especialista, dificilmente os resultados de competitividade de Bonito de Minas sofrerão alterações em um curto prazo. Isso porque as condições dos municípios são determinantes para a abertura de empresas, que, por sua vez, estimulam investimentos públicos em melhoria da área”.

Enquanto isso, cidades com o baixo índice de competitividade convivem com o estigma de um perfil econômico voltado apenas para o agronegócio e para o comércio de subsistência. E assim, permanecem sem grandes aportes durante vários anos e "espantam" indústrias e empresas de grande porte, que poderiam alterar um pouco esse quadro, com a realização de aportes e geração de empregos.

Ao lado de Bonito de Minas, com uma avaliação negativa, ficaram municípios como Frei Lagonegro, no Vale do Rio Doce; Monte Formoso, no Vale do Jequitinhonha; Santo Antônio do Retiro e São João das Missões, no Norte. Todas as cinco cidades tiveram o nível de competitividade classificado como muito baixo. Já dentre as que se destacaram positivamente ficaram Uberlândia, no Triângulo Mineiro; Nova Lima, na RMBH; e Juiz de Fora, na Zona da Mata.

Enquanto isso, cidades com o baixo índice de competitividade convivem com o estigma de um perfil econômico voltado apenas para o agronegócio e para o comércio de subsistência. E assim, permanecem sem grandes aportes durante vários anos e "espantam" indústrias e empresas de grande porte, que poderiam alterar um pouco esse quadro, com a realização de aportes e geração de empregos.

A pesquisa, realizada pelo Sebrae Minas desde 2010, aponta características locais que podem gerar vantagens competitivas ou criar obstáculos para o desenvolvimento das empresas. O Índice de Competitividade é baseado em cinco características: performance econômica, suporte aos negócios, capacidade de alavancagem do governo, quadro social e infraestrutura. Os indicadores são baseados no Índice de Competitividade das Nações, que é calculado pelo International Institute for Management Development (IMD), que mede a capacidade do país de criar e manter um ambiente competitivo para as empresas.

O Índice de Competitividade dos Municípios Mineiros, do Sebrae Minas, tem como objetivo entender as características das cidades de Minas Gerais no que se refere à performance econômica, à capacidade de alavancagem do governo, ao quadro social, ao suporte aos negócios, à infraestrutura e a esse conjunto total de fatores (índice geral). A partir dessas informações o Sebrae Minas avalia em quais aspectos os municípios estão melhores e em quais apresentam resultados mais desfavoráveis.

OUTRO LADO

O Blog não conseguiu contato com a secretária municipal de Saúde de Bonito de Minas, Suelen Ferreira, nem com o secretário municipal de Transportes e Obras Públicas, Almir. Os números de telefone fornecidos pela Prefeitura (9 9907-83XX e 9 9742-4887) não atenderam as ligações.

A POLÍTICA E AS PROMESSAS


(Por Alex Otaviano Gatinho) Ano eleitoral é sempre a mesma coisa, independente da cidade. Prometer faz parte das propostas eleitorais dos candidatos, mas como avaliar quais promessas são viáveis à execução e quais são apenas formas de encantar o eleitor?

Não é novidade que o povo está cansado de ouvir promessas. Porém, é de suma importância que nós, eleitores, tenhamos a mínima noção do que está sendo proposto e do que realmente é permitido a um candidato realizar, afinal só poderemos cobrar aquilo que é possível ser feito.

“Trocando em miúdos”, durante as campanhas, inúmeros candidatos prometem que irão fazer coisas, que se cada um deles conhecesse um pouco das suas futuras atribuições, existiria a possibilidade de não iludir os eleitores com promessas impossíveis de cumprir. Entretanto, essas atribuições são tema para um outro texto.

Desde 2010, é obrigatoriedade dos candidatos aos cargos do executivo apresentar programas de governo no ato do registro de suas candidaturas na Justiça Eleitoral.

Entre as promessas mais comuns estão à redução dos impostos, talvez porque o peso da carga tributária sempre foi – e ainda é – uma das principais reclamações dos brasileiros; melhorias na saúde, que é precária tanto pela falta de profissionais quanto pelas condições estruturais dos hospitais; melhorias no trânsito, superfaturado pela quantidade de veículos inversamente proporcional ao número de vias; e a garantia da segurança publica de qualidade, que dispensa comentários.

E quando questionamos o porquê os políticos brasileiros não cumprem suas promessas de campanha, a resposta é simples: por mais boa vontade que os eleitos tenham, prometem coisas impossíveis de cumprir, ou seja, é inviável, prometer aquilo que não podem acontecer num curto espaço de tempo, por exemplo, a construção de 10 hospitais públicos em 4 anos.

Para finalizar, temos que ter consciência de que a política partidária não deve ser uma ponte para conseguir emprego e nem de interesses pessoais. Os políticos são representantes do povo – nossos representantes – e devem trabalhar em prol destes. Não podemos pactuar com a falta de bom senso e o despreparo evidente de muitos candidatos. Que prevaleça o bom senso.

Homens levam R$10 mil em roupas de loja de Cristália

Roupas furtadas de loja de Cristália foram encontradas em matagal
Dois homens foram presos, neste sábado (23), por furtarem uma loja de roupas na Avenida Boa Vista, no Centro da cidade de Cristália. Segundo informações da Polícia Militar, uma denúncia anônima indicou a localização dos autores, que foram vistos quebrando o vidro da loja por testemunhas. A dupla levou várias sacolas de roupa do local. Segundo os donos do estabelecimento, o material levado equivale ao valor de R$10 mil.

Ainda segundo a PM, a maior parte dos produtos foi encontrada dentro de um matagal. Um dos autores confessou o crime e contou onde as sacolas estariam. A polícia investiga, ainda, o envolvimento de mais duas pessoas no crime, que são suspeitas de assoviarem nas proximidades da loja para avisar aos assaltantes caso alguém se aproximasse.

Todo o material foi recolhido e devolvido à loja furtada. Os homens foram encaminhados à delegacia da cidade.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: G1

Homem reduz velocidade em avenida e tem moto roubada em Salinas

Moto foi recuperada perto do Bairro Progresso 
Um homem teve a moto roubada ao reduzir a velocidade enquanto andava pela Avenida Passarela da Alegria, em Salinas (MG), nessa quinta-feira (21). Ele contou para a Polícia Militar que trafegava por uma parte deserta e pouco iluminada da via quando foi abordado por dois assaltantes.

Ainda de acordo com a vítima, os criminosos usavam toucas ninja e um deles estava armado. A PM identificou um dos suspeitos, que tem 17 anos, e já foi apreendido por tráfico de drogas, furto e roubo.

Durante as buscas pelos assaltantes, no Bairro Canaã, os policiais viram uma moto com as mesmas características da roubada, o condutor não obedeceu a ordem de parada e fugiu em alta velocidade. Os militares perseguiram o motociclista até a BR-251 e conseguiu fugir.

Ainda durante o rastreamento, a PM recebeu informações de que a moto roubada estava às margens do Rio Salinas, perto do Bairro Progresso. O veículo foi recuperado.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Número de explosões de caixas eletrônicos assustam o Norte de MG

Equipamento do aeroporto de Montes Claros ainda está interditado
(G1) O número de ocorrências de arrombamentos de caixas eletrônicos desperta a atenção dos órgãos de segurança de Minas Gerais. De acordo com a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), somente no primeiro trimestre deste ano foram registrados 45 casos em todo o estado. Em 2015, foram 173 ocorrências.

De acordo com a polícia, desde o ano passado, 17 ocorrências foram registradas somente no Norte de Minas. Em Montes Claros, a Polícia Civil investiga dois casos recentes. O primeiro foi o arrombamento de um equipamento instalado em uma loja de celulares, no Bairro Major Prates, em junho. Já no mês de julho, o alvo foi um caixa eletrônico no aeroporto da cidade.

“Na ocorrência do Major Prates nós já temos seis indivíduos identificados que estão foragidos com mandado de prisão preventiva decretada. Em relação ao caixa eletrônico do aeroporto, a PC troca informações com agências de inteligências de outras instituições para identificar estes autores, mas não podemos afirmar inicialmente se são da mesma quadrilha. Mas, a polícia tem trabalhado com rapidez para identificar e prender estes autores”, explica o delegado Bruno Resende.

Outra ocorrência investigada na cidade é a apreensão de 200 bananas de dinamites em uma casa no Bairro Jaraguá. A Polícia Militar recebeu uma denúncia sobre tráfico de drogas em uma residência do bairro e encontrou os explosivos, na noite da quarta-feira (20). De acordo com o delegado Bruno Resende, ainda não é possível ligar a apreensão aos dois casos registrados recentemente na cidade, mas ele afirma “que certamente os explosivos seriam usados para praticar algum crime na região”.

Diante do número de ocorrências de explosões de caixas eletrônicos, o Exército afirma ter aumentado as fiscalizações nas empresas que trabalham ou estocam este tipo de material na cidade. “Para que a empresa trabalhe com explosivos é necessário que ela consiga um certificado de registro com o Exército. Para isso são exigidos vários documentos, inclusive a qualificação do funcionário que irá manusear os explosivos. A empresa deve também registrar em vídeo todo o processo de manipulação, desde a estocagem à detonação destes explosivos”, explica o capitão Ailon Filho.

O capitão afirmou ainda que as empresas que trabalham com explosivos na cidade são vistoriadas periodicamente. Em caso de alguma infração, elas podem ser penalizadas até mesmo com a interdição.

Etapa do 'Viola dos Gerais' seleciona três músicas em Brasília de Minas

A quarta seletiva do Festival Viola dos Gerais foi realizada na noite dessa sexta-feira (22), em Brasília de Minas. O Festival, que é uma realização da Fundação Cultural Roda de Viola em parceria com a Inter TV, selecionou mais três músicas finalistas.

A Praça da Matriz ficou lotada, centenas de pessoas foram conferir de pertinho as músicas de raiz que concorrem ao festival. Em Brasília de Minas, doze canções foram inscritas, mas houve uma desistência. A primeira a se apresentar na noite foi ‘Convite de um Caipira’.

Em clima de muita emoção, os vencedores da etapa foram anunciados. O terceiro lugar ficou com ‘Não tem pacto, não tem nada’ do intérprete José Ferreira; a segunda posição foi ocupada por ‘Fruto do mato’ interpretada por Wilsom e Warley. Já a música ‘Dupla covardia’ dos interpretes Délcio e Delson ficaram no primeiro lugar.

A próxima seletiva será neste sábado (23), em Patis. Intérpretes de mais doze canções vão subir ao palco. Todas as músicas classificadas vão para a grande final que será realizada em Salinas nos dias 6 e 7 de agosto.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: G1

Em São João do Paraíso, 7 veículos são apreendidos em operação da PM

Seis motos foram apreendidas

A Polícia Militar prendeu um jovem de 18 anos com maconha em uma operação de combate à criminalidade em São João do Paraíso (MG), nessa sexta-feira (22). Policiais de Taiobeiras e Ninheira também participaram da ação preventiva.

O rapaz, que não tinha passagens pela polícia, foi detido com droga em uma rua da cidade. De acordo com a Polícia Militar, durante a operação seis motos e um carro foram apreendidos. Eles apresentavam diversas infrações de trânsito, como licenciamento atrasado. Os veículos foram encaminhados ao pátio credenciado ao Detran de São João do Paraíso.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: InterTV

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Veja o limite de gastos para as campanhas de Janaúba e cidades vizinhas

Segundo tabela divulgada pelo TSE, Portaria TSE nº 704, de 1º de julho de 2016, publicada dia 19 de julho de 2016, no Norte de Minas os limites para gastos de campanhas eleitorais são:

JANAÚBA - 51.111 eleitores
Gastos campanha prefeito - R$ 464.392,81
Gastos campanha vereador - R$ 18.516,73

NOVA PORTEIRINHA - 5.089 eleitores
Gastos campanha prefeito - R$ 108.039,06
Gastos campanha vereador - R$ 10.803,91

VERDELÂNDIA - 6.754 Eleitores
Gastos campanha prefeito - R$ 155.790,51
Gastos campanha vereador - R$ 10.803,91

JAÍBA - 23.463 Eleitores
Gastos campanha prefeito - R$ 108.039,06
Gastos campanha vereador - R$ 10.803,91

PORTEIRINHA - 31.269 Eleitores
Gastos campanha prefeito - R$ 257.864,91
Gastos campanha vereador - R$ 10.803,91

MONTES CLAROS - 262.496 Eleitores
Gastos campanha prefeito - R$ 2.670.380,34
Gastos campanha vereador - R$ 93.290,54


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Deputado Luís Tibé destina mais de R$ 3 milhões para Janaúba

Luis Tibé.

A cidade de Janaúba apesar de está vivendo umas das suas piores administrações, ainda tem a sorte de poder contar com políticos que honram os votos confiados a eles pelos munícipes. E nessa confiança depositada que foi correspondida a altura, é que queremos destacar um dos mais atuantes deputados, o jovem Luís Tibé. Esse promissor politico de Belo Horizonte tem dado uma atenção especialíssima para Janaúba. Só para vocês nobres leitores terem uma ideia, o Deputado Federal pelo PTdoB Luis Tibé obteve cerca de 500 votos em Janaúba na última eleição (2014), e já destinou até o momento para a capital da Serra Geral mais de R$ 3 milhões em emendas parlamentares, que estão sendo aplicadas em asfalto, construção de UBS e campos de futebol. Em um comparativo com outros deputados que obtiveram uma votação expressiva em Janaúba, Luís Tibé foi o deputado federal que mais destinou recursos para Janaúba.

Apesar da lentidão e frouxura da atual administração japonesa, as emendas de Tibé pouco a pouco estão chegando à população. Um bom exemplo é o início das obras da UBS do bairro Ribeirão do Ouro, uma obra da casa de R$ 1 milhão, que será uma das mais modernas unidades de saúde do Norte de Minas.

Outro bairro contemplado pelas emendas de Tibé foi o Planalto. Neste foi construído um campo de Futebol Society. No quesito asfalto, serão contempladas 13 ruas, destaque para a Rua Bandeirantes que já foi toda pavimentada e recebeu rede pluvial.

Auxiliado pelos seus companheiros Almir Ferreira Júnior (presidente do PTdoB em Janaúba), Américo Soares e demais lideranças que o apoiaram, Luís Tibé continuará investindo em Janaúba. E Tibé confirma que o PTdoB terá nesta eleição seus candidatos a vereador, e se for para o bem do grupo também terá candidato a prefeito.

Quem é Luís Tibé

Sua lida diária com a população do bairro Concórdia em Belo Horizonte e entorno fez com que Tibé participasse, ainda antes de entrar para a vida política, como voluntário em trabalhos sociais. Atento às necessidades das comunidades mais carentes, fundou no ano de 2007 a Organização Não Governamental (ONG) Valorizar, que oferta mais de 40 cursos gratuitos, como cuidador de idosos, esteticista facial, secretariado, culinária, informática, línguas estrangeiras, música, teatro, dentre outros. As atividades nas áreas cultural, artística e profissional são uma forma de priorizar educação e emprego para as famílias da região e, principalmente, contribuir para a qualificação e entrada dos jovens no mercado de trabalho.

Trajetória política - Em 2008, Luis Tibé foi eleito vereador de Belo Horizonte e presidiu a Comissão de Administração Pública, uma das mais importantes da Casa, pois cuida da apreciação e aprovação dos projetos enviados pela prefeitura. Antes de concluir o mandato de vereador, foi eleito Deputado Federal, em 2010, com mais de 58 mil votos e reeleito, em 2014, com a marca de 114.948 votos.

O trabalho realizado na Câmara Municipal de Belo Horizonte (CMBH) continuou rendendo bons frutos, como, por exemplo, a Lei 10.113, aprovada em 2011, que é originária do projeto de lei de autoria do então vereador, Luis Tibé. A Lei propôs que as lan houses e cyber cafés disponibilizem computadores adaptados para pessoas com deficiência visual.

Atuação - Luís Tibé é titular das comissões de Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul (RBPM), Desenvolvimento Econômico Indústria e Comércio (CDEIC) e da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC). Participou da Comissão Especial da Copa do Mundo e das Confederações e do grupo de trabalho Nova lei Eleitoral.

Projetos de Lei: Conheça os projetos apresentados desde 2011 pelo parlamentar na Câmara dos Deputados, em Brasília:
http://www.camara.gov.br/internet/sileg/Prop_lista.asp?Pagina=1&Autor=5310737&Limite=N


O partido – Em 2006, ano em que Luís Tibé assumiu a presidência nacional do PTdoB, a sigla havia eleito um deputado federal, pelo estado do Rio de Janeiro, com cerca de 311 mil votos. Já nas eleições de 2010, ampliou sua bancada na Câmara dos Deputados, com a eleição de Tibé e outros três deputados federais pelos Estados do Maranhão, Alagoas e Rio de Janeiro, totalizando mais de 642 mil votos.

Atualmente, o PTdoB tem eleitos 19 deputados estaduais e representação nas Assembleias Legislativas em diversos estados como Acre, Alagoas, Amapá, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Rondônia, Sergipe e no Distrito Federal. Em 2008, o partido havia eleito quatro prefeitos,12 vice-prefeitos e 328 vereadores. Já em 2012, o número de representatividade saltou para 26 prefeitos, 36 vice-prefeitos e 536 vereadores.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Brasília de Minas e Patis recebem etapas do Festival Viola dos Gerais

4º Festival Viola dos Gerais chega a Brasília de Minas e Patis
(Foto: Renato Sandes / Arte Inter TV MG)

(G1) A 4ª edição do Festival Viola dos Gerais desembarca nas cidades de Brasília de Minas e Patis, nesta sexta-feira (22) e sábado (23), respectivamente. O concurso que é uma realização da Fundação Cultural Roda de Viola em parceria com a Inter TV, vai selecionar mais três músicas em cada cidade para disputarem a grande final.

Na etapa de Brasília de Minas concorrem as canções “Convite de um Caipira”; “Fruto do Mato”; “Vaquinha Mimosa”; “No Braço da Viola”; “Estrada da Saudade”; “Carta Pra Mamãe”; “Não tem Pacto não tem nada”; “Minha Escola meu sertão”; “História de Violeiro”; “Dupla Covardia”; “Lembrança do meu Sertão” e “Minas vale Ouro”. Dessas doze, três vão ser classificadas para a final.

No dia seguinte é a vez da cidade de Patis abrir espaço para a música de viola. Para representar o município, sobem ao palco intérpretes de mais doze canções. “Canoeira sem destino”; “O sistema do Matuto”; “Saudade Cabocla”; “Minha Infância em Minas Gerais”; “Combate a Seca do Norte de Minas”; “Viola que me lembra”; “A Parábola”; “Voltar pra Roça”; “Recanto Pau Jau”; “Fruta Poderosa”; “Sertão Viola” e “O Pequi” vão disputar o voto dos jurados para conseguirem chegar à grande final.

As selecionadas nestas duas etapas vão se juntar às nove já classificadas. São elas: "Na Roça eu vou morar", "As Duas Faces da Moeda", "Meu Sertão Mineiro", "Pagode Novo", "Recanto de um Caipira", "Amanhecer no Campo", "Lembrança do Velho Chico", "Pescador Luxento", "A viola tem seu lugar".

Mudança do local da final

A etapa de Montes Claros prevista para o dia 29 de julho, foi transferida para a cidade de Salinas, onde também será realizada a grande final. Com a mudança, o Festival Viola dos Gerais chega à terra da cachaça nos dias 5, 6 e 7 de agosto.

De acordo com o organizador do Festival, Ney Barbosa, todos os concorrentes de Montes Claros foram avisados da mudança e vão ter o auxílio dos organizadores para seguirem para Salinas. "Fizemos uma reunião com todos os participantes desta etapa e eles já confirmaram a presença", diz.

A última seletiva vai ser no dia 5 de agosto, e a final será dividida entre os dias 6 e 7.

Prefeitura de Janaúba retifica edital de novo Concurso

A Prefeitura de Janaúba, em Minas Gerais informa a todos que houve retificação no Concurso Público.
Fica alterado o salário dos cargos de Fiscal de Meio Ambiente e Fiscal Sanitário, para R$ 1.268,37.
O objetivo deste Concurso é contratar 99 profissionais para assumirem cargos efetivos de nível fundamental, médio e superior no quadro de pessoal.

São contempladas as funções de Gari (70), Motorista de Veículo Leve (1), Motorista de Veículo Pesado (1), Operador de Máquina Pesada (4), Bombeiro (2), Eletricista (2), Atendente de Farmácia (3), Fiscal de Meio Ambiente (4), Fiscal Sanitário (7), Desenhista Técnico (1), Arquiteto (1), Assistente Social (1), e Psicólogo (2).
A jornada de trabalho varia de 20h a 40h semanais, bem como o salário que pode ser de R$ 880,00 a R$ 4.000,00, por mês.

Sob organização da Cotec, as inscrições devem ser realizadas a partir das 8h do dia 1º de agosto de 2016 até às 18h do dia 31 de agosto de 2016, no site www.cotec.unimontes.br. Não se esqueça de pagar o boleto bancário referente a taxa de inscrição.
Estão previstas para serem realizadas em outubro, as Provas de múltipla escolha que vão classificar os profissionais inscritos. Haverá também Prova de Títulos.

Com validade de dois anos, este Concurso pode ser prorrogado por igual período.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: PCI

Diretor do hospital em São Francisco morre em acidente na MG-402

Morreu nesta quarta-feira (20) o enfermeiro Maurílio Neves Araujo em um acidente na rodovia MG-402, que liga Brasília de Minas a São Francisco, no Norte do estado. Araújo era diretor do Hospital Doutor Brício de Castro Dourado, em São Francisco, e seguia em uma motocicleta para o trabalho.

De acordo com a Polícia Militar, o corpo do enfermeiro foi encontrado às margens da rodovia, próximo a São Francisco. A polícia informou ainda que os motivos que provocaram o acidente ainda são desconhecidos. O corpo do enfermeiro foi levado para o hospital em São Francisco.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

PM prende envolvidos em assaltos em Jaíba, Montes Claros e Pirapora

A Polícia Militar prendeu nesta terça-feira (19) vários envolvidos em assaltos ocorridos em Jaíba, Montes Claros e Pirapora, no Norte de Minas Gerais.

Na primeira cidade, dois homens de 21 e 26 anos foram detidos depois de roubar um salão de beleza na Vila NS2, um adolescente de 15 também foi detido. As vítimas contaram que os três criminosos chegaram de carro, desceram armados e anunciaram o assalto. Eles fugiram levando R$ 250, uma máquina de cortar cabelo e duas motos.

Durante as buscas, os policiais viram o menor pilotando uma das motos roubadas, com ele foi aprendida uma pistola de pressão. Em seguida, os PMs encontraram os outros dois suspeitos no Povoado de Gado Bravo, eles estavam no carro usado para cometer o crime e confessaram ter participado do assalto.

Em Montes Claros, dois homens de 22 e 27 anos foram presos com uma moto roubada na Avenida Deputado Plínio Ribeiro, no Bairro Doutor João Alves. A vítima disse que ao voltar do supermercado, percebeu que o veículo não estava no local onde havia deixado.

Durante o rastreamento, os PMs localizaram os dois homens e encontraram a moto, que estava escondida em uma construção abandonada. Ambos já têm passagens pela polícia.

Já em Pirapora, a polícia prendeu dois homens de 24 e 29 anos depois de assaltar um comércio na Rua Felipe Sampaio, no Centro. De acordo com a PM, eles estavam armados e levaram funcionários e clientes para o escritório do estabelecimento. Os assaltantes fugiram com R$ 110. Durante as buscas, a os militares conseguiram recuperar o dinheiro.

Um dos criminosos foi reconhecido por uma testemunha do crime como participante de outro assalto ao comércio, ocorrido em junho, no qual foram levados R$ 2 mil.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: PM e InterTV

Janaúba: Consultório na Rua será readequado para melhor atendimento


O Consultório na Rua circulava pela cidade em pontos de possível freqüência por usuários de drogas, para aproximação e criação de vínculo com esses usuários, busca ativa dos mesmos e encaminhamento para os demais serviços, porém com maior vínculo somente com os serviços da Saúde Mental.

Após avaliação das atividades concluiu-se que os objetivos não estavam sendo alcançados plenamente. Para melhorar o trabalho e conforme a Portaria 122 de 25 de janeiro de 2011, do Ministério da Saúde, que define as diretrizes de organização e funcionamento da equipe do Consultório na Rua, a Secretaria Municipal de Saúde fez ajustes neste serviço, que será um elo de ligação integrando a equipe da Atenção Básica da Rede com Assistência Psicossocial. A equipe do CONSULTÓRIO NA RUA, composta por 01 enfermeiro, 01 técnico de enfermagem, 01 agente social, 01 psicólogo e 01 motorista lida com diferentes problemas e necessidades de saúde da população em situação de rua incluindo cuidados aos usuários de álcool, crack e outras drogas. O serviço, que atua de forma itinerante desenvolverá ações compartilhadas e integradas ás Unidades Básicas de Saúde e quando necessário com as equipes dos CAPS, dos serviços de Urgência e Emergência e de outros, de acordo com a necessidade do usuário. O trabalho visa a redução de danos, com encaminhamento para a rede de saúde, cuidados com as pessoas em situação de rua, dispensação de insumo de proteção a saúde, realização de atividades educativas e preventivas, dentre outras.

O veículo recebeu plotagem para identificação. O horário, que sempre foi de 17:00 às 21:00 já foi alterado e atende na segunda-feira de 16:00 às 20:00 e de terça a sexta-feira de 08:00 ás 14:00 possibilitando maior interação entre os serviços. As atividades de conscientização serão reforçadas nas escolas, em parceria com outros órgãos, visando a prevenção ao uso de álcool e outras drogas. Assim espera-se que a equipe do Consultório na Rua, possa realizar o trabalho com apoio das equipes da Estratégia de Saúde da Família e da Saúde Mental, bem como de outros serviços objetivando maior e melhor acesso dos usuários a toda Rede de Atenção a Saúde.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Em Janaúba cinco pessoas ficam feridas em acidente na MG-401

Vítimas tiveram ferimentos leves, segundo bombeiros

Cinco pessoas ficaram feridas em um acidente na manhã desta quarta-feira (20) na rodovia MG-401, próximo a Janaúba. De acordo com a Polícia Militar, o condutor do veículo afirmou que bateu em outro automóvel que tentava fazer uma ultrapassagem.

Ainda segundo as informações das vítimas, o motorista do carro, que tentava a ultrapassagem, voltou rapidamente para a pista de origem provocando a batida. Em seguida, o veículo em que as vítimas estavam saiu da pista e capotou.

A polícia afirmou ainda que o carro que capotou estava com excesso de passageiros; viajava com seis pessoas. O condutor foi notificado. O Corpo de Bombeiros e o Samu foram acionados e socorreram as cinco vítimas ao hospital de Janaúba com ferimentos leves. Um dos passageiros não ficou ferido e não precisou de atendimento médico.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: PM e InterTV

terça-feira, 19 de julho de 2016

Adianta votar nulo?

É um saco. Você liga a TV e as mesmas palavras aparecem: desvio de dinheiro público, improbidade administrativa, caixa 2. Sem falar nos deslizes que os governos cometem mesmo quando são bem-intencionados. Diante de tanta desilusão com a política no Brasil, muita gente decide chutar o balde, recusar todos os candidatos de uma vez e votar nulo. Outros se perguntam se, afinal de contas, o ato de anular tem algum valor para melhorar o país. No orkut, o site de relacionamentos, há 55 comunidades que tratam explicitamente do voto nulo: 44 são a favor; 8, contra; 3 registram prós e contras, sem posição firmada. O assunto também está na TV. A MTV, em agosto, foi acusada de fazer propaganda do voto nulo em uma vinheta que sugeria ao público jogar ovos e tomates nos políticos. No ano de 2002, a última eleição presidencial, 7 milhões de brasileiros escolheram votar nulo. Será que esses votos são resultado de uma atitude digna? Ou significaram simplesmente tomar uma decisão alienada de jogar um direito no lixo?

Na história, o voto nulo já foi uma bandeira ideológica. Era uma idéia básica dos anarquistas, um dos movimentos utópicos que nasceram no século 19 e fizeram sucesso no começo do século 20. Para eles, votar nulo era uma condição para manter a própria liberdade, se recusando a entregá-la na mão de um líder. Anarquistas como o filósofo francês Pierre-Josef Proudhon não viam grande diferença entre reis tiranos que oprimiam seus súditos e presidentes eleitos pela maioria. "Não mais partidos, não mais autoridade, liberdade absoluta do homem e do cidadão", pregava Proudhon. O sonho dos anarquistas era uma sociedade organizada pelas próprias pessoas, sem funcionários, sem autoridades e sem líderes.

Hoje, esse discurso utópico está empoeirado. Parece coisa do passado. Mas há quem se pergunte se um pouco da utopia da década de 1930 não serviria como uma opção coerente diante de tantos problemas e absurdos da democracia. A favor ou contra o voto nulo, todos concordam que o atual sistema político do Brasil tem problemas muito mais profundos que a escolha de um ou outro candidato. Segundo o IBGE, mais de 30% dos brasileiros não sabem quem é o governador de seu estado. Dois em cada 10 brasileiros não conseguem dizer quem é o presidente da República, e só 18% praticaram alguma ação política, como fazer uma reclamação ou preencher um abaixo-assinado. "A democracia virou um espetáculo de televisão que emerge apenas durante a época de eleições", afirma o sociólogo Edson Passetti, pesquisador do Departamento de Política da PUC-SP. "O cidadão renunciou a sua consciência crítica e migrou para uma posição de opinião pública, que é forjada pela televisão." Para Passetti, votar nulo não serve para eliminar corruptos da política, mas pode funcionar como uma crítica generalizada. "Optar pelo voto nulo é saudável como protesto contra todo um sistema."

Anular também parece uma boa para quem não se contenta ou não vê diferença entre os candidatos. "Política é escolha. E o voto nulo é uma escolha como qualquer outra", afirma Francisco de Oliveira, professor de Sociologia da Universidade de São Paulo (USP). Não se trata de um acadêmico que enxerga a política apenas teoricamente. Hoje com 71 anos, Francisco participou do governo do presidente João Goulart até 1964. Com o golpe militar, teve que sair do Brasil para não ser perseguido pela ditadura. Na década de 1980, se uniu a um grupo de amigos e ajudou a fundar o PT, partido com a maior bancada na Câmara dos Deputados. Mas, na próxima eleição, se o segundo turno se confirmar entre os dois candidatos a presidente líderes nas pesquisas, Francisco pretende anular. "Como os candidatos já abdicaram da política para seguir a ordem financeira internacional, parecem todos iguais", afirma.

A campanha da MTV sobre as eleições, apesar de a emissora afirmar que não pretendeu incentivar o voto nulo, também colocou todos os candidatos no mesmo saco. Com zurros de burro ao fundo, a vinheta recomendou: "Cuidado. De um lado, o governo sujo pela corrupção e pela hipocrisia. De outro, a oposição que pensa que todo mundo é idiota e não se lembra do que fizeram quando estavam no governo". E o que aconteceria se a maior parte dos eleitores tomasse uma decisão coletiva de recusar todos os candidatos e votasse nulo?

Nulo na prática

Ninguém sabe, nem mesmo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Um passeio pela internet e pelo orkut propicia uma festa de aberrações na forma de campanhas pela anulação. Afirma-se, por exemplo, que os pleitos (para cargos majoritários ou proporcionais) seriam cancelados caso houvesse mais de 50% de votos nulos. Isso é conversa fiada, avisa o TSE. No caso da eleição para deputados federais, estaduais e senadores, pode haver maioria folgada de votos nulos, que, ainda assim, os deputados tomarão posse. Mesmo se tiverem meia dúzia de votos. A Constituição garante que servem somente os votos válidos (excluindo-se os nulos e brancos) e ponto final. Já no caso de presidente e governador, nem o TSE tem certeza do que aconteceria. É que existem duas leis conflitantes sobre o tema. A Constituição, de 1988, reza que valem só os votos válidos. Mas o Código Eleitoral, de 1965, prevê a anulação em caso de mais de 50% de votos nulos numa eleição majoritária. Se isso ocorrer, o impasse deve seguir para julgamento do TSE e depois do Supremo Tribunal Federal (STF), que decidiria ao sabor da pressão política. A democracia no Brasil provavelmente ficaria abalada. A insegurança política resvalaria na economia, com os investidores estrangeiros retirando seus dólares do país.

Mas enquanto o voto nulo ficar como quarta ou quinta preferência do eleitor, por volta dos 10% dos votos, é difícil que vire pressão política. Isso porque, para muitos especialistas, os políticos brasileiros pouco se importam com o que o eleitor está pensando. "Poucos vão se impressionar, tal o nível de desapreço à opinião do eleitor, que se mede pelo cinismo com que políticos trataram os recentes episódios de corrupção", diz Claudio Weber Abramo, diretor-executivo da organização Transparência Brasil, entidade que reúne organizações não-governamentais de combate à corrupção. "O voto de protesto chegou a fazer sentido na ditadura. Hoje, não."

Quando o país votava escrevendo em cédulas de papel, era comum aparecerem entre os vencedores personagens esquisitos, como o rinoceronte Cacareco, campeão de votos a vereador de São Paulo em 1958, ou o bode Cheiroso, eleito vereador em Pernambuco (veja outros casos na página a seguir). Hoje, sem a cédula de papel, os bichos estão fora da votação. Para protestar na urna eletrônica, ou se digita um número inexistente ou se escolhe um candidato pitoresco. Mas, aí, o risco é grande. Em 2002, por exemplo, 1,6 milhão de eleitores votaram no excêntrico Enéas Carneiro, do Prona, para deputado federal. Ninguém pode dizer se os votos foram por convicção ou deboche. O fato é que a expressiva votação de Enéas garantiu, pelo critério de representação proporcional, que outros 5 candidatos de seu partido chegassem ao Congresso com ele. Alguns tinham menos votos que o bode Cheiroso que conquistou os pernambucanos.

Sem se valer de bichos ou candidatos diferentões, o voto nulo perde efeito. "Os corruptos não darão a mínima. Estão blindados por seus partidos", afirma o cientista político Bolívar Lamounier. Para ele, outro problema da anulação seria como identificar o voto de protesto entre os que vêm de erros durante a votação. Lamounier fez estudos sobre o pleito de 1970, quando houve uma chamada dos estudantes em favor do voto nulo para desafiar a ditadura, e o de 1974, quando as lideranças políticas já punham em dúvida esse expediente. "Conseguimos identificar o protesto em apenas um terço dos votos inutilizados na cédula de papel. O restante era decorrente de erro ou desinformação", diz. "Hoje, com a urna eletrônica, é impossível saber o que é voto de protesto."

É por isso que a maioria dos intelectuais e especialistas em política considera o voto nulo uma bobagem. "Dar uma de avestruz, enfiando a cabeça na areia e deixar o vendaval passar, é a melhor forma de comprometer negativamente o futuro do país", disse à Super o presidente do TSE, ministro Marco Aurélio Mello. Para ele, já é suficiente fazer uma escolha responsável, que diminua o poder dos corruptos. "O voto nulo só beneficia os que cometeram desvios de conduta no exercício do poder."

Para o deputado federal Fernando Gabeira (PV-RJ), se os sujeitos informados optarem por não fazer escolhas, a eleição será decidida por cidadãos menos esclarecidos. "O voto nulo vai favorecer patrimonialistas ou, melhor dizendo, ladrões. Eles têm muito dinheiro para gastar nas campanhas políticas e contam com a desinformação do eleitor", afirma.

Mas e se quem votasse nulo fossem os menos informados, e não os eleitores conscientes? É o que pergunta o jornalista Guilherme Fiúza. "O que é pior: o voto nulo ou o voto entediado? Um eleitorado entediado é capaz, por exemplo, de eleger uma Rosinha Garotinho em primeiro turno", escreveu ele em agosto no site No Mínimo. Desse ponto de vista, o voto nulo não serve como protesto, mas como exercício de consciência: se o eleitor não conhece os candidatos bem o suficiente para votar neles, é melhor ficar quieto e não votar em ninguém. "O tédio pode ser mais anárquico que a própria anarquia", afirma Fiúza. Como você vê, há argumentos suficientes para escolher um dos candidatos registrados no TSE ou anular. O voto nulo pode ser um direito jogado fora, mas também uma escolha consciente de quem não se sente apto para tomar uma decisão. Votando nulo ou não, o que não vale é o eleitor não pensar no que faz.

VOTE NULO

• Votar é um ato de renunciar à própria liberdade. Não precisamos de líderes para nos impor leis e criar regras que limitam nossos direitos.

• A democracia se tornou um espetáculo de televisão. O eleitor escolhe candidatos como produtos. É preciso negar esse sistema.

• Não é possível mudar o sistema político por dentro dele. A política muda as pessoas, levando qualquer um à corrupção.

• Os candidatos são cada vez mais parecidos. A briga entre eles é falsa e serve para que ainda haja esperança na democracia e para que continuem no poder.

• Se o eleitor não está contente com nenhum candidato, tem o direito de anular. É uma escolha legítima como qualquer outra.

• Política não é só voto, também é pressão e participação pública. As eleições sugerem que não há outra atitude política além do voto.

• Se o eleitor não conhece os candidatos, corre o risco de votar em corruptos. Portanto, sua melhor opção é anular.

NÃO VOTE NULO

• É claro que precisamos de líderes e representantes de nossas opiniões e desejos. Uma sociedade sem líderes seria anárquica e acabaria em barbárie.

• O voto nulo tem pouco valor como protesto, já que os políticos brasileiros não se importam com a opinião do eleitor.

• Mesmo se a maioria da população anulasse o voto, não haveria efeito nenhum, já que a Constituição considera apenas os votos válidos.

• A corrupção no Brasil está concentrada em alguns grupos. Basta evitá-los e conhecer bem os candidatos, para a política melhorar.

• Anular é uma atitude alienada, de quem não se importa com o rumo do país. Retirar-se da discussão é fácil, porém perigoso.

• A política não é só voto, mas ele é uma peça importante para decidir os rumos do país e não exclui outras formas de ação política.

• Se as pessoas conscientes anularem o voto, a eleição será decidida apenas pelos menos capacitados.

Revista SUPER INTERESSANTE N° 230

Idoso é estuprado durante assalto em Salinas porque tinha pouco dinheiro

Dois menores foram detidos nesta terça-feira (19) por envolvimento em um assalto na zona rural de Salinas, no Norte de Minas. Segundo a Polícia Militar, três adolescentes abordaram um idoso, de 61 anos, quando ele chegava à sua casa, na comunidade de Montes Clarinhos, na noite dessa segunda-feira (18).

A vítima foi amarrada e ameaçada pelos adolescentes para que entregasse o dinheiro. Como ele tinha apenas R$ 9, os três envolvidos se revoltaram, estupraram e espancaram o idoso. Por causa dos ferimentos, a vítima só conseguiu pedir ajuda na manhã desta terça-feira. O idoso foi socorrido ao Pronto Socorro municipal, onde constatou várias escoriações pelo corpo.

Moradores da comunidade indicaram à PM os possíveis envolvidos no crime, adolescentes que estão em constantes ocorrências de furto e roubo na região. Militares localizaram dois dos menores, de 15 e 16 anos, apontados pelos moradores. Um deles confessou a participação no assalto, mas negou ter violentado a vítima.

Os dois menores apreendidos foram encaminhados à delegacia da cidade. O outro envolvido não foi encontrado.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: InterTV

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Clientes da TIM em Janaúba vivem sem fronteiras e sem sinal

Uma das maiores empresas de telefonia celular do país se tornou motivo de frustração e indignação por parte de clientes e usuários. A Telecom Itália Mobile, ou “simples mente” TIM, tem gerado revolta na população de Janaúba e região que não conseguem sequer fazer uma ligação local. A TIM sempre teve problemas em seu sinal, mas recentemente a situação tem ficado insustentável. Negócios que deixam de acontecer, informações que não podem ser repassadas, tudo por conta da empresa de telefonia móvel que se tornou líder no mercado local, porém não se estruturou para atender a demanda. O problema no sinal da TIM é tão absurdo, que para se fazer uma ligação são necessárias várias tentativas, podendo chegar até vinte vezes.

Várias soluções são apontadas, desde denúncias no Procon e Ministério Público, a abaixo-assinado e mudança de operadora. Atitudes que para alguns podem ser radicais, mas para a população que paga caro por um serviço péssimo seria a única solução.


Abaixo está o link de um abaixo-assinado, onde você poderá colaborar de forma concreta no combate ao abuso de operadoras como a TIM:
https://www.change.org/p/minist%C3%A9rio-p%C3%BAblico-de-minas-gerais-contra-o-p%C3%A9ssimo-sinal-da-tim?recruiter=575842571&utm_source=petitions_show_components_action_panel_wrapper&utm_medium=copylink


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Em Janaúba, mulher fica ferida durante tentativa de assalto

Uma mulher de 26 anos ficou ferida durante uma tentativa de assalto na tarde desta segunda-feira (18) em Janaúba, no Norte de Minas. A vítima saía de casa com o esposo para depositar um dinheiro quando foi surpreendida por dois criminosos, que saíram de um matagal no Bairro Santa Cruz.

De acordo com a Polícia Militar, o esposo da vítima tentou acelerar a motocicleta para fugir, mas os criminosos efetuaram três disparos. Um dos tiros atingiu a perna da mulher, que foi socorrida ao hospital da cidade.

A polícia realiza buscas na cidade, mas, até o início da noite desta segunda-feira, ninguém foi preso por envolvimento no crime.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: PM e InterTV