sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Mulher é assassinada em Porteirinha

(ASCOM PM) Na noite desta quinta-feira (23), segundo denúncia anônima, uma mulher teria sido alvo de disparos de arma de fogo na Rua Bela Vista, bairro Cidade Alta cidade de Porteirinha, no local onde funciona uma boca de fumo a vítima Luciana de Cássia Teixeira Santos, 31 anos, estava caída no chão sem os sinais vitais aparentes. 
Foi acionada a perícia, comparecendo o perito Wanderlino. Após os trabalhos de praxe, foram constatadas três perfurações de entrada e uma perfuração de saída. O corpo foi liberado para a família. A polícia busca informações para elucidar o CRIME. 

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Em MG, caminhões batem, explodem e motorista morre carbonizado

Caminhões pegaram fogo após acidente
Um motorista de uma carreta que transportava material de construção morreu carbonizado em um acidente na noite desta terça-feira (21), na BR-251, em Francisco Sá, no Norte de Minas Gerais. O veículo em que ele estava bateu em outro caminhão.  Após a colisão, houve uma explosão. Os dois veículos ficaram destruídos, algumas peças foram arremessadas a metros de distância.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o acidente aconteceu quando o trânsito na via estava parcialmente parado após outra ocorrência. O motorista da carreta, que descia a serra, não conseguiu frear e bateu de frente com o caminhão carregado de alimentos. O condutor conseguiu escapar do fogo saltando do veículo. Ele foi socorrido pelo Samu com escoriações no rosto e, após receber atendimento em um hospital, foi liberado. 
O trânsito no local ficou interrompido nos dois sentidos e foi liberado após cinco horas. O Corpo de Bombeiros esteve no local para apagar as chamas. Cerca de 20 mil litros foram utilizados, além do caminhão de combate a incêndio e de uma viatura, dois carros-pipa da Prefeitura de Francisco Sá deram apoio. 10 militares foram deslocados para atender a ocorrência.

Outra ocorrência
A poucos quilômetros deste acidente, outro foi registrado. De acordo com as informações da PRF, o motorista de um caminhão teve que reduzir a velocidade para não bater em dois outros caminhões, que estavam tentando ultrapassá-lo. O condutor de um carro que seguia atrás não conseguiu frear e acabou batendo. O veículo foi parar debaixo da carreta.
O motorista do carro foi socorrido pelo Samu e levado para um hospital da cidade, já o do caminhão não teve ferimentos.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Em Catuti irmãos escapam da morte após carro ser cravado de balas

Três irmãos, entre eles duas mulheres, foram vítimas de uma tentativa de homicídio, nessa quarta-feira (22), em Catuti, no Norte de Minas. O carro em que eles estavam foi atingido por cinco disparos de arma de fogo.
De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o homem de 21 anos contou que seguia com as irmãs de 32 e 19 pela rua Francisco Fernando, no centro da cidade, quando eles  passaram em frente ao imóvel do autor.
Sem dizer nada, o criminoso abriu fogo contra o Ford Fiesta. O motorista fugiu em alta velocidade e conseguiu pedir ajuda em um quartel. Por sorte, ninguém ficou ferido.
Segundo ele, o crime pode ter sido um acerto de conta entre o jovem e o bandido. Em data anterior, eles teriam participado de uma tentativa de homicídio e, desde então, começaram a se desentender.
Militares fizeram rastreamento na região, mas o suspeito não foi localizado.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Dois são vítimas de tentativas de homicídio em Unaí e Janaúba

(G1) Um rapaz de 21 anos foi alvo de uma tentativa de homicídio no Bairro Itapuã, em Unaí, Noroeste de Minas Gerais, nesta terça-feira (21).
Segundo a Polícia Militar, a  vítima estava com um amiga, em uma calçada na Rua Niterói, quando um homem chegou e o chamou pelo nome. Quando o rapaz se levantou, o criminoso sacou uma arma e atirou quatro vezes, mas não conseguiu atingi-lo.
O rapaz disse que a tentativa de homicídio havia sido cometida por um colega de trabalho dele, por causa de brincadeiras durante o serviço. O suspeito do crime não foi localizado.
Já no Norte de Minas Gerais, um homem foi baleado, em Janaúba, enquanto estava sentado na porta de casa.
De acordo com a PM, a vítima disse que o motivo do crime seria uma briga, ocorrida horas antes, em um bar. O homem foi socorrido e levado para um hospital. Ninguém foi preso. 

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Em Porteirinha assaltantes ameaçam rapaz pela janela e obrigam mãe a abrir porta

(G1) Uma fazenda foi assaltada nesse domingo (19), em Porteirinha, Norte de Minas Gerais. Um rapaz estava mexendo no computador, quando foi surpreendido por dois criminosos, que apontaram armas para ele e obrigaram a mãe dele a abrir a porta.
Além da mulher e do rapaz também estavam no local o outro filho e o marido dela. Ao perceber que estava acontecendo um assalto, o esposo da vítima se escondeu embaixo de uma cama.
As vítimas contaram a Polícia Militar que os assaltantes fizeram ameaças e começaram a vasculhar a casa. Eles trancaram a família em um banheiro, com exceção do dono da fazenda, que estava escondido.
De acordo com a PM, ele é proprietário de um bar, que fica a 100 metros da residência. Todo o dinheiro arrecadado durante um evento que havia sido realizado no estabelecimento durante o dia foi roubado. Vários celulares, um computador, documentos pessoais, uma arma e joias folheadas a ouro também foram levadas.  
A polícia faz buscas para tentar prender os criminosos.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Norte de Minas tem prejuízos de R$ 1 bi

Há uma regra elementar que se aplica em períodos de secas severas: se a água escassear, a prioridade é o consumo humano. Isso significa que, antes de as torneiras de casa secarem, a água falta na agropecuária, nas indústrias e nos serviços. É o que ocorre hoje em várias partes do Brasil. A estiagem que compromete importantes bacias hidrográficas pode prejudicar a já combalida economia nacional, simplesmente porque o país não está preparado para lidar com ela.
Segundo cálculos da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) de Montes Claros, o Norte de Minas Gerais contabiliza cerca de R$ 1 bilhão de perdas com a seca nos últimos anos. Cabeças de gado, no total de um milhão, morreram ou foram vendidas a outras regiões para não morrerem de sede. Cerca de 80% das safras de arroz e feijão se perderam por causa da estiagem prolongada.
“Diferentemente de outros países, o Brasil não tem mecanismos para aliviar perdas econômicas com a falta de água”, diz Jerson Kelman, especialista no tema, que dirigiu as agências nacionais de água e de energia.
A seca começou espalhando prejuízos no Nordeste do país. Segundo a Organização Meteorológica Mundial (WMO, na sigla em inglês), entidade que monitora eventos climáticos extremos, a região sofreu perdas de R$ 20 bilhões entre 2010 e 2013.
Neste ano, a estiagem espalha-se pela região Sudeste. Segundo levantamento da consultoria MB Agro, os produtores de cana-de-açúcar, que é o carro-chefe da agricultura paulista, amargam uma perda de 18% na receita. “O problema é sério e vai afetar a economia de várias cidades”, diz José Carlos Hausknecht, sócio da MB. No Centro-Oeste do país, o produtor ainda aguarda a chuva, que atrasou, para semear.
Energia. No setor de energia, a conta é maior. Somente para manter as térmicas ligadas – que produzem uma energia muito mais cara– e compensar a falta de água nas hidrelétricas, de 1º de janeiro de 2011 até 14 de outubro deste ano foram gastos R$ 49,4 bilhões. O cálculo é da consultoria PSR, com dados do Operador Nacional do Sistema.

Velho Chico
2,8 mil m³ de água por segundo é a vazão normal do rio
49 m³ de água por segundo é o que corre hoje no leito do rio
80% das safras de arroz e feijão do Norte de MG se perderam


Desolação
‘Nunca vi’. A empresária Janice Fiúza, 80, que nasceu e mora até hoje na cidade de São Francisco, diz que “nunca viu” uma situação tão desoladora do rio. “A água está indo embora”, completa.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: O Tempo

Na cidade de Francisco Sá fogos de artifício podem ter causado incêndio em delegacia

Fogo atingiu sucata que estava no pátio da delegacia
(G1) O Corpo de Bombeiros de Montes Claros (MG) foi acionado na noite deste domingo (19) para apagar um incêndio na delegacia da Polícia Civil em Francisco Sá (MG).
Há uma suspeita de que o incêndio tenha começado por causa de fogos de artifício que estavam sendo lançados durante uma festa religiosa, realizada perto da delegacia. Mas somente a perícia, que deve chegar ao local na manhã desta segunda (20), pode confirmar essa hipótese.
Segundo as informações da Polícia Militar, o prédio não foi atingido pelas chamas, somente o pátio. Dois carros antigos, sucata e material apreendido foram queimados. As duas viaturas que estavam estacionadas no local foram retiradas rapidamente.
Apesar do incidente, a delegacia está com o funcionamento normal.

Filho é morto a tiros e mãe fica ferida no Bairro Algodões em Janaúba

(G1) Mãe e filho foram alvo de tiros neste domingo (19), no Bairro Algodões, em Janaúba (MG). O rapaz de 20 anos morreu com dois disparos, um na altura do rim e outro na axila. Já a mulher, de 36 anos, foi ferida na perna.
A mãe do rapaz contou para a Polícia Militar que dois homens chegaram ao local, na Rua João Pereira, e chamaram o filho dela para usar cocaína. Ele saiu e poucos minutos depois voltou correndo para dentro de casa, já ferido pelos disparos.
A vítima foi encontrada caída perto da cozinha, sem vida. O morte foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros. Já a mulher foi socorrida e levada para um hospital.
Após o crime os dois homens fugiram e ainda não foram encontrados.  A polícia não tem suspeitos e não sabe a motivação do crime.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Pimentel afirma que Copasa precisa melhorar relação com os municípios

Governador afirmou que a Copasa precisa de uma
atenção melhor.
(G1) O governador eleito de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), esteve em Montes Claros na tarde desta sexta-feira (17). Durante coletiva, Pimentel afirmou que ouviu reclamações quanto aos serviços prestados pela Companha de Saneamento Básico de Minas Gerais (Copasa) em outras cidades do estado.
“Quanto à situação em Montes Claros acompanhei mesmo apenas por jornais, mas agora acho que a Copasa merece uma atenção especial, porque as queixas que escutei em relação a Companhia de Saneamento não foram só aqui no norte de Minas, foi no estado inteiro”, afirmou Pimentel.
Pimentel disse ainda que as reclamações sobre a Companhia revelam que existe um distanciamento entre Copasa e municípios. “De maneira que teremos que realizar uma reformulação profunda da relação dela com os municípios, talvez seja ocaso de começar por Montes Claros”, disse.
Na terça-feira (14), a prefeitura de Montes Claros confirmou que o município invalidou a concessão de prestação de serviços com a Copasa. A decisão havia sido publicada no dia 19 de setembro.
A empresa entrou com recurso, mas os argumentos não foram aceitos pela prefeitura, que confirmou o encerramento da concessão.
Desde então, os serviços são operados em “vigência extraordinária”, onde a Companhia continua realizando os serviços e acompanhada por uma comissão de fiscalização do município. Neste período, segundo o governo municipal, a prefeitura irá organizar um processo licitatório para prestação dos serviços na cidade.
Em nota enviada à imprensa, nessa quarta-feira (15) a Copasa informa que "considera questionável a validade do processo administrativo. Tal situação leva a crer que o município tem a intenção de retomar a concessão da Copasa de forma truculenta, arbitrária e unilateral".

Norte-mineiros sofrem com os efeitos da 'bolha de calor'

(G1) O calor intenso tem modificado o cotidiano das cinco maiores cidades do Norte de Minas Gerais, Montes Claros, Janaúba, Pirapora, São Francisco e Januária. E os termômetros podem subir mais ainda até o próximo domingo (19). Nesta sexta-feira (17), as cidades registram máxima de 39º e mínima de 14º, de acordo com o Instituto Nacional de Metereologia.
Além de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, Espírito Santo, Distrito Federal, Mato Grosso, Rio de Janeiro e parte do Paraná estão sobre os efeitos de uma "bolha de calor", como define o meteorologista Vitor Kratz.
A universitária Ana Carolina Palma, da cidade de Pirapora, conta que o forte calor tem atrapalhado o desempenho profissional. "O calor está demais! Assim, pelo que a gente percebe aqui na empresa onde eu trabalho, os ventiladores já não dão mais conta de refrescar. Tem atrapalhado muito no serviço, sem contar que a noite não refresca", comenta.
A sensação de incomodo, proporcionada pelos efeitos do calor, também são compartilhados pelo carteiro Santiago Gomes, que trabalha em Montes Claros. Santiago, que sente dores de cabeça por causa do calor, percorre seis quilômetros para entregar as correspondências todos os dias.
"A gente acaba acostumado, porque trabalhamos debaixo do sol todos os dias aqui na cidade. O calor obriga a gente tomar mais água, meu consumo dobrou, e usar muito protetor solar", diz.
Em Januária, a situação não é diferente para os moradores e comerciantes, relata Patrícia Campos, empresária do ramo alimentício.
"Com o calor, tem aumentado o consumo de energia, uma dimensão maior deste consumo. Antes, deixamos as portas sempre abertas, agora, mantemos as portas fechadas por causa do ar-condicionado. E essa medida tem inibido a entrada dos clientes na loja", relata a comerciante.
Patrícia comenta que os rios e cachoeiras que sobrevivem à forte estiagem têm se tornado 'points' para refrescar. "Além dos rios, os clubes também estão sempre lotados", completa.

Alimentação
Frutas e água: Essa a recomendação básica da nutricionista montes-clarense, Gabrielle Alcântara, para evitar os efeitos da desidratação.
"É interessante a variação de água e água de coco no decorrer do dia para que aja a hidratação correta. Nos lanches é recomendado frutas e sucos naturais sem adição de açúcar", recomenda a especialista.
Outra sugestão da nutricionista é evitar frituras e comidas gordas, principalmente nas grandes refeições. "Carne brancas, cozidas, assadas ou grelhadas acompanhadas de muita verdura. Frutas podem ser servidas como sobremesa".

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Menina desaparecida em Mateus Leme pode estar no Norte de MG

Keyla Kelly desapareceu no dia 13 de setembro
(Por CAROLINA CAETANO) Policiais militares de uma cidade do Norte de Minas realizam intenso rastreamento, na manhã desta quinta-feira (16), em busca de pistas da menina Keyla Kelly Gonçalves Neves, de 7 anos, que desapareceu em Mateus Leme, na região metropolitana de Belo Horizonte, há mais de um mês. De acordo com uma mensagem enviada para um familiar da criança, ela estaria no interior do Estado.
O avô de Keyla, José Aparecido, informou à reportagem de O TEMPO que, há alguns dias, recebeu essa pista pelo telefone celular. “Me mandaram uma mensagem, mas não sei se é verdade. Já surgiram vários boatos”, explicou o homem.
A cidade indicada na mensagem, que não será divulgada para não atrapalhar as investigações da polícia, fica próxima a Montes Claros.
“Recebemos a informação que ela teria embarcado em um ônibus em Montes Claros com um casal. Ela teria passado por Brasília de Minas, e depois veio para o nosso município”, explicou o sargento Charles Mendes Almeida.
A busca pela menina na cidade começou nessa quarta-feira (15). Além de procurar em postos de saúde e hospitais, policiais também estão em diligências em cidades vizinhas.
“Estamos com fotos e cartazes. Temos que frisar que, por enquanto, é apenas um boato. O rosto da criança é muito comum e pode confundir”, afirmou o militar.
A reportagem procurou o delegado que está à frente das investigações, Fábio Moraes Neto, mas, por meio da assessoria de Polícia Civil, ele disse que não vai comentar o caso.

Relembre
No dia 13 de setembro, Keyla Kelly estava na casa da avó, no bairro Jardim Alah, em Mateus Leme, quando disse que ia à casa da tia, localizada na mesma rua, a cerca de 50 metros de distância. Depois disso, ela não foi mais vista. Ela usava uma blusa cor-de-rosa estampada com uma boneca, calça de ginástica preta e cinza e um chinelo cor de rosa. 
Qualquer informação sobre o desaparecimento de Keyla Kelly pode ser passada por meio do Disque-Denúncia 181. Não é necessário se identificar.

Processo Seletivo do Instituto Federal tem vagas para primeiros cursos técnicos em Janaúba e Teófilo Otoni

(Por Juliana Silveira Paiva) O 1º Processo Seletivo 2015 do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG), que está com inscrições abertas até 31 deste mês, inclui a oferta de vagas para os primeiros cursos técnicos presenciais, e gratuitos, dos novos câmpus nas cidades de Teófilo Otoni e Janaúba.
Em Teófilo Otoni, haverá os cursos técnicos em Informática (noturno), Administração (noturno) e Meio Ambiente (vespertino); em Janaúba, técnicos em Administração e Informática, ambos no período noturno. Em todos os casos, os cursos são ofertados nas modalidades concomitante (para quem está cursando o segundo ou terceiro ano do ensino médio em outra instituição de ensino) e subsequente (para quem já concluiu o ensino médio), com duração de três semestres. São 40 vagas para cada curso.
A escolha desses primeiros cursos que serão implantados pelo IFNMG em cada cidade visou atender a demanda das comunidades, em conformidade com os resultados apontados pelas pesquisas de opinião e audiências públicas realizadas este ano.
Por enquanto, as duas unidades funcionam em sedes provisórias, enquanto aguardam o término das obras das sedes definitivas, que devem ficar prontas antes do início das aulas, no primeiro semestre de 2015.

Inscrições
Para buscar as vagas ofertadas para os cursos técnicos em Janaúba e Teófilo Otoni e para os demais cursos técnicos do IFNMG, também na modalidade integrado ao ensino médio, os interessados devem inscrever-se para o Processo Seletivo por meio do portal eletrônico www.ifnmg.edu.br. No mesmo endereço eletrônico e também até 31 de outubro, é possível fazer a inscrição para o 1º Vestibular do IFNMG para cursos superiores.
No total, são 1.880 vagas para cursos superiores e técnicos gratuitos, nas cidades de Almenara, Araçuaí, Arinos, Janaúba, Januária, Montes Claros, Pirapora, Salinas e Teófilo Otoni.
Mais informações: www.ifnmg.edu.br.

Suspeito de matar mulher em Jaíba é preso após 15 anos

Homem estava morando em Uberlândia, no Bairro Shopping Park
(G1) Um homem de 43 anos foi preso nesta quinta-feira (16) no Bairro Shopping Park, em Uberlândia. Segundo a Polícia Civil, ele é suspeito de matar a mulher em 1999 em Jaíba. Ele estava foragido desde o crime e foi detido após denúncia anônima. O suspeito foi apresentado durante coletiva com a imprensa.
De acordo com o delegado Bernardo Pena Sales, o homem deu várias facadas na vítima na frente dos dois filhos do casal, ambos menores de idade na época.
Ainda segundo o delegado, depois do crime o suspeito não retornou para Jaíba e já estava foragido há 15 anos.
O suspeito do homicídio disse, durante a coletiva, que deu apenas uma facada na barriga da esposa, garantiu que não matou a mulher na frente dos filhos e que o motivo que o levou a cometer o crime foi traição.
O homem morava em Uberlândia há três anos, trabalhava como ajudante de pedreiro e morava com a mãe no Bairro Shopping Park.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Ciclista morre em Jaíba ao ser atingida por madeira levada em caminhão

Uma mulher morreu após ser atingida por uma tora de madeira, na LMG-633, em Jaíba, nesta quarta-feira (15).
Segundo as informações da Polícia Militar, a madeira estava sendo transportada em um caminhão. O motorista disse para a PM que ele e a mulher, que andava pela rodovia de bicicleta, seguiam no mesmo sentido. Ao tentar ultrapassá-la, uma das toras de madeira acabou atingindo-a. Uma equipe do Samu esteve no local e confirmou o óbito.
O caminhoneiro foi levado para a Polícia Civil em Janaúba (MG).



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Em Janaúba rapaz acerta vaso na cabeça de ladrão e impede assalto

A Polícia Militar de Janaúba, procura por um homem suspeito de tentar assaltar uma casa nesta quinta-feira (16).
De acordo com as primeiras informações da PM, o suspeito armado invadiu uma casa no bairro Cerâmica e colocou os moradores dentro de um banheiro. Mas, um rapaz, que não foi visto pelo assaltante, percebeu a movimentação na casa e acertou um vaso de cerâmica na cabeça do bandido, que reagiu com um tiro contra o morador.
O tiro acertou a cabeça da vítima de raspão. Ela foi socorrida por vizinhos e encaminhada consciente a um hospital da cidade.
O criminoso fugiu e ainda não foi encontrado pela polícia.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Professores


Em Janaúba jovens são assaltados

(ASCOM PM) Na madrugada desta segunda-feira (13) na Rua Inhumas, cidade de Janaúba, a PM através da equipe do Sargento Gleisson, esteve à procura de um cidadão infrator negro, rosto fino, baixo e magro, usava um capacete preto na cabeça, armado com um revolver.
Este infrator abordou três jovens quando se dirigiam para um veículo que estava estacionado próximo ao local. O meliante roubou os pertences das vítimas duas pulseiras e um relógio das vítimas. Após a ação criminosa fugiu não sendo localizado.

Em Janaúba passageiro de táxi que iria para Jaíba com drogas é preso

(ASCOM PM) Na noite desta segunda-feira (13), a Polícia Militar realizou a prisão de um homem e a apreensão de drogas que estavam dentro de um táxi com destino à cidade de Jaíba.
Durante patrulhamento pelo bairro Cerâmica, cidade de Janaúba, a guarnição comandada pelo Sargento Ronivon deparou com um veículo Fiat Uno, com dois ocupantes em atitudes suspeitas. Os militares solicitaram então, apoio para o cerco e bloqueio.
Os policiais abordaram os suspeitos e realizaram buscas pessoais e no interior do veículo, localizaram encima do tapete uma porção de aproximadamente 86 gramas de maconha e dois tabletes pesando 22 gramas de crack. Questionado a respeito das drogas, o acusado Demerson Ferreira Barbosa, 19 anos, afirmou ser o proprietário da droga e que estaria levando-as para a cidade de Jaíba.
Assim o infrator foi preso em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Ele foi apresentado à autoridade judiciária local, juntamente com as substâncias apreendidas. Ressalta-se que o autor encontra-se em prisão domiciliar.

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Racionamento à vista no Jaíba

No limite. Em setembro, as bombas do projeto de irrigação do Jaíba
já tinham dificuldade para alcançar o São Francisco e captar águas
Esta semana será determinante para o destino do projeto de irrigação do Jaíba, no Norte de Minas. Na última quinta-feira, a Agência Nacional das Águas (Ana) determinou a redução da vazão da represa de Três Marias – que abastece o rio São Francisco, de onde sai água para irrigar 27 mil hectares de água plantada. Quanto menos água sair do reservatório, menos água chegará no Norte e as bombas do sistema de irrigação, que já enfrentavam dificuldade com a vazão de 150 m³/s, agora, com os 140 m³, pode não conseguir mais captar.
“Por enquanto, o Jaíba continua, mas como ainda demora uns dias para avaliarmos o impacto da redução da vazão, vamos esperar. Se for preciso, vai ter racionamento”, explica o presidente da Ruralminas, Luiz Afonso Vaz de Oliveira, que administra um dos dois distritos do projeto de irrigação. O outro distrito é gerenciado pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).
O gerente da área de produção pela Codevasf, Paulo Roberto Carvalho, afirma que já está tudo pronto para iniciar o racionamento, caso seja mesmo necessário. “Mesmo com a redução da vazão de Três Marias, temos conseguido manter a captação de 15 m³/s, pois fizemos uma limpeza no canal de chamada que melhorou a captação. Enquanto permanecer nesse nível, dá para continuar. Mas, se esse nível cair, o racionamento pode começar”, explica Carvalho.
Se realmente for necessário, o plano é alternar os dias da irrigação. São mais de 2.000 produtores, que recebem água todos os dias. Com o racionamento, a água seria liberada um dia para o Distrito 1 e, no outro dia, para o Distrito 2.

Medo. “Se isso acontecer mesmo vai ser um desastre. Sem água suficiente, o desenvolvimento das plantas fica comprometido e isso afeta a qualidade das frutas não só agora, mas para os anos seguintes. E também vai interferir no preço”, avalia o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba, José Aparecido Mendes.
Segundo ele, o pior será para os pequenos produtores. “Os grandes têm condições de furar poços e sobreviver, mas os pequenos não têm condições”, afirma.
Hoje, o Projeto Jaíba produz 1,3 milhão de toneladas de frutas por ano. É de lá que sai metade da banana de Minas Gerais.

Janaúba
Corte. O que o Jaíba teme, já está acontecendo em Janaúba, Norte de Minas. Desde o ano passado, os projetos de irrigação estão em racionamento, com apenas metade da água,

Três Marias e Jaíba
O reservatório de Três Marias, na região Central de Minas, funciona como uma caixa d’água, que libera aos poucos e alimenta o rio São Francisco, de onde sai água para irrigar o Projeto Jaíba, no Norte de Minas.
A usina que a Cemig tem em Três Marias, usa a água para gerar energia.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: O Tempo

Pai e filho tiram romeiros de ônibus que pegou fogo após acidente em Porteirinha

Ônibus ficou totalmente destruído
(G1) A rapidez com que pai e filho agiram conseguiu salvar a vida de mais de 40 romeiros que estavam em um ônibus que se envolveu em um acidente na MGC-122, perto de Porteirinha, no Norte de Minas Gerais, nesta segunda-feira (13). O veículo pegou fogo e ficou completamente destruído. Eles conseguiram retirar os passageiros pelas janelas, e um   homem de 41 anos que estava desacordado e preso às ferragens, acabou morrendo. O ônibus saiu de Bom Jesus da Lapa (BA) e voltava para São João da Ponte, no Norte de Minas.
Tiago Djavan e o pai, Renato, ouviram o barulho do acidente e saíram correndo para ver o que estava acontecendo. Enquanto um quebrou as janelas com um machado o outro começou a retirar as pessoas.  As portas travaram e não permitiam a saída dos romeiros.
"Eu vi a carreta descendo e em seguida vi o ônibus desgovernado caindo na ribanceira. Pedi para que os passageiros tivessem calma e ajudei eles a sair. Vi que a instalação elétrica estava começando a pegar fogo, tentei puxar os fios e desligar o motor, mas não consegui e o fogo começou", conta Tiago.
O operador de máquinas, diz que usou da experiência adquirida com a profissão para agir com tranquilidade. "Eu não fiquei com medo, porque sabia que não haveria uma explosão, só pensei nas pessoas, que estavam desesperadas e apavoradas", complementa. Tiago conta que após a chegada dele e do pai, o ônibus começou a pegar fogo em poucos minutos.
Maria Cardoso Neto Silva mora em uma casa que fica em frente ao local do acidente, ela varria a porta quando viu tudo acontecer. Idosa e com problemas de saúde, ela diz que ficou desesperada ao ver tantas pessoas pedindo por socorro. "Ouvi um barulho e deu aquele pretão, uma fumaça negra. Eles gritavam e eu desci a pirambeira já chorando, vendo crianças as gritando, sem poder ajudar no socorro delas."
O veículo estava com 48 passageiros e seguia de Bom Jesus da Lapa (BA) para São João da Ponte (MG). O tenente Hudson Sales, da Polícia Militar, conta que testemunhas afirmaram que o ônibus seguia atrás de uma carreta, ambos no mesmo sentido da via, quando outro caminhão, que vinha na pista contrária, tentou fazer uma ultrapassagem. O motorista da carreta freou para evitar a batida, mas teve a traseira atingida pelo condutor do ônibus, que saiu da pista e foi parar em um canavial.  
O motorista da carreta, Adailton de Oliveira, que trabalha na estrada há 20 anos,  confirmou a versão, disse que estava na velocidade permitida e que o acidente foi causado por um caminhão pipa, que tentava fazer ultrapassagens. Ao perceber que o ônibus pegava fogo, desceu e tentou ajudar com o extintor de incêndio. Ele seguia do Nordeste para Montes Claros (MG).
Já Donizete Pereira, que dirigia o veículo no qual os romeiros estavam, disse que também estava na velocidade permitida, que já fez o trajeto da Bahia até Minas Gerais em outras ocasiões e que o ônibus e ele estão em situação regular.
O estudante Ramon de Jesus, um dos romeiros, conta que "estava sentado quando viu o ônibus em cima da carreta, segurei na cadeira, o motorista estava correndo porque queria passar a carreta, mas não teve jeito e ele acabou voltando."
Verlane Cordeiro, outro romeiro, diz que faz a viagem todo os anos e que eles saíram de MG para a BA na sexta (10) e retornaram nesta segunda, por volta das 5h. "Só pode ser a fé, foi ela que nos livrou de uma tragédia", destaca.
A maioria dos romeiros teve ferimentos leves, um foi encaminhado em estado grave para Janaúba (MG). Os demais ficaram em Porteirinha (MG) e Mato Verde (MG).