Blog com notícias de Janaúba e região!

sábado, 27 de abril de 2013

Show com Oscar Filho do CQC em Janaúba


População de Espinosa apreensiva com julgamento da cassação do atual prefeito


(Por Alberto Bouchardet) No dia 14 de janeiro a Juíza Gicélia Milena Santos, titular da 109ª Zona Eleitoral de Espinosa cassou a diplomação do prefeito de Espinosa, Lúcio Baileiro, e do vice-prefeito Roberto Rodrigues Muniz acusados de compra de votos nas eleições municipais do ano passado. Além da cassação a juíza proferiu decisão, acompanhando o parecer do Ministério Público Eleitoral, de perda dos direitos políticos pelo período de 8 (oito) anos, fixando ainda uma multa de 25 mil UFIRs, correspondente a R$ 25 mil.
Diante a sentença o, prefeito Lucio Balieiro entrou com recurso com efeito suspensivo, o que permitiu que Lucio Balieiro permanecesse no cargo de prefeito até julgamento pelo TRE-MG.
O julgamento do Processo Eleitoral n° 32/2013, deu inicio com parecer da Procuradoria eleitoral pela manutenção da decisão da Juíza de Espinosa por abuso de poder econômico, uso indevido de meio de comunicação social e compra de votos.
Hoje, 25/04, aconteceu mais uma seção de julgamento do processo em Belo Horizonte e a Juiza Alice Birchal que tinha pedido vistas ao processo não compareceu no TER-MG, e os juízes deram votos favoráveis a cassação de Lúcio Balieiro, mantendo a decisão da juíza e promotoria de Espinosa.
Na próxima terça feira, 30/04, se dará prosseguimento ao processo com o voto da juíza Alice Birchal e os outros três juizes. Lembrando que os três juízes que votaram se posicionaram pela cassação, mas podem rever seus votos na próxima seção. A proclamação do resultado no TRE MG, portanto, se dará ainda nesse mês.
A previsão é que o perdedor recorrerá ao Supremo, em Brasília. Se mantiver o atual resultado no TSE o presidente da Câmara deverá assumir a prefeitura até a próxima eleição extemporânea a ser marcada.

Em Jaíba, moradores querem construir centro para menores

Cansados da violência que tem mudado a rotina da cidade de Jaíba, no Norte de Minas, os moradores do município resolveram se organizar para construir um centro de tratamento para adolescentes envolvidos com drogas. Nos últimos dois meses, os índices de criminalidade na cidade estão sendo até cinco vezes maiores do que os de Belo Horizonte.
O projeto é encabeçado pela Congregação Irmãs Servas da Visitação, com o apoio da Polícia Militar (PM), e tenta suprir a falta de apoio para combater o crime – a cidade de 33 mil habitantes conta com 25 policiais, duas motos e apenas uma viatura. Além disso, nos últimos dois meses, Jaíba registrou média de 2,08 assassinatos para cada 10 mil habitantes. No mesmo período, Belo Horizonte, que possui 2,4 milhões de habitantes, teve média bem inferior: 0,45 morte para cada 10 mil moradores.
“Queremos acabar com a violência. Só tratando jovens que se envolveram ou podem se envolver com as drogas, é que vamos conseguir isso. Temos propostas de algumas empresas interessadas em ceder terrenos para construirmos o centro, vamos elaborar o projeto para concretizar isso”, disse a irmã Sueli Gomes Nunes. Inicialmente, a ideia é que o centro de recuperação para menores possa atender a cem adolescentes e oferecer abrigo e atividades culturais.
Procurada pela reportagem, a Subsecretaria de Polícia Antidrogas não se manifestou sobre a possibilidade de implementação de centros de recuperação para menores na cidade.
Manifestação. Cerca de 1.300 moradores fizeram uma passeata em Jaíba, ontem, para protestar contra a violência. Eles caminharam cerca de 4 km, da igreja matriz até o Cemitério Recanto da Paz, para lembrar jovens mortos após se envolverem com o tráfico. Além disso, os manifestantes organizaram um abaixo-assinado, que deverá ser encaminhado ao Ministério Público na semana que vem pedindo apoio ao órgão estadual.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Mulher morre e 5 pessoas ficam feridas em acidente, entre elas um bebê de um mês, em Bonito de Minas

Condutor de 34 anos não era habilitado e foi preso em flagrante. Veículo foi apreendido
Uma mulher de 31 anos, identificada como  Maria Elizete Teixeira dos Santos, morreu e outras cinco pessoas, entre elas um bebê de um mês, ficaram feridas em um acidente na zona rural de Bonito de Minas, no Norte do Estado. Segundo a polícia, as vítimas estavam em uma caminhonete C15, quando o motorista perdeu o controle da direção e o veículo tombou.
De acordo com a polícia, algumas das vítimas estavam na carroceria do veículo e, a maioria, teve ferimentos leves. Inicialmente, a polícia havia informada que as pessoas feridas eram crianças e adolescentes, mas, de acordo como o Corpo de Bombeiros, as vítimas são Zumira Teixeira dos Santos, de 40 anos, Fabiana Barbosa Viana, de 18 anos, A.T.B., de 9 anos, Camila Teixeira Dos Santos, de 43 anos, e F.S.V., de um mês.
Ainda de acordo com a polícia, o motorista, identificado como Valcir Viana dos Santos, de 34 anos, foi preso em flagrante. Além de transportar passageiros de forma ilegal, ele era inabilitado. A mulher que morreu era casada com ele.
As circunstâncias do acidente devem ser apuradas. O fato ocorreu na sexta-feira (26). O veículo foi apreendido.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Audiência pública discute impactos de mineradora no Norte de Minas

Mais de 600 pessoas estiveram na audiência pública em Janaúba (Foto: Michelly Oda / G1)
O Norte de Minas Gerais, conhecida por ter raízes na agricultura e pecuária, está se tornando foco de uma nova atividade econômica, a mineração. Empresas nacionais e multinacionais têm a intenção de extrair as jazidas da região, algumas já iniciaram as obras para se instalarem.
Por se tratar de uma situação recente, os moradores temem aos impactos que podem ser gerados, principalmente em relação ao solo e a água. Com o objetivo de discutir as questões relacionadas à mineração, foi realizada uma audiência pública em Janaúba (MG), nesta quinta-feira (25), promovida pelo Ministério Público e com a participação da população e de membros da empresa que vai se instalar na região, a Mineradora Riacho dos Machados.
"A demanda surgiu da sociedade. Com a audiência objetivamos esclarecer à população sobre os possíveis reflexos da mineração. Vamos discutir sobre eventuais riscos e maneiras de abrandá-los, para evitar problemas", explicou o promotor o Fabrício Lopo.
O Ministério Público disse que está acompanhando as atividades da empresa desde o início. O órgão elaborou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que estabelece algumas condições que devem ser cumpridas. O documento deve ser assinado na segunda quinzena de maio e vai ser remetido para o Canadá, onde fica a sede da mineradora.
"Estamos acompanhando o licenciamento e promovendo discussões com a empresa. No TAC há uma cláusula que prevê a contratação de uma empresa de auditoria interna para verificar o projeto e a execução da obra", diz a promotora Ana Eloisa Marcondes da Silveira, que coordena as Promotorias de Justiça do Meio Ambiente do Norte de Minas.
Agricultor perto de um canal de irrigação da barragem
Bico da Pedra (Foto: Michelly Oda / G1)

População receosa

O fato da mineradora ser instalada em Riacho dos Machados,  não diminuiu o receio dos moradores de Janaúba. Eles apontam que os rejeitos da extração serão despejados em um reservatório que ficará próximo ao ribeirão Curral Novo, que deságua no rio Gorutuba, cujas águas vão para a  barragem do Bico da Pedra, utilizada para a irrigação na região.
"A água é tudo para nós. Vivemos em um região em que ela é pouca, se ainda ocorrer poluição, nossa produção ficará comprometida e teremos que deixar o campo", diz Antonino dos Anjos, produtor rural de banana desde 1986.
O medo dos agriculturores está relacionado principalmente à banana, que é a principal cultura produzida em Janaúba e que depende diretamente da irrigação, feita por meio da barragem Bico da Pedra.
Para a vice-coordenadora do pólo norte-mineiro da Federação dos Trabalhadores Rurais de Minas Gerais (Fetaemg), Maria de Lurdes Nascimento, o empreendimento de mineração é prejudicial à natureza.
"Estou aqui em defesa da vida. A pouca água do semiárido está correndo o risco de ser contaminada pela mineração. Toda a explicação é dada com palavras muito técnicas, que nós agricultores nem conseguimos decifrar", diz.

Manifestantes utilizaram máscaras em forma de
protesto (Foto: Michelly Oda / G1)

Participação popular
No início da audiência os dois promotores presentes se disseram surpresos e felizes com a participação popular, mais de 600 pessoas estiveram no Sindicato Rural de Janaúba para participarem da reunião.
O técnico de meio ambiente e segruança do trabalho, Júlio Moreira, foi um dos participantes. "Estou aqui para ver o que vai ser dito, é uma causa que envolve a população e quero estar informado", afirma.
No auditório algumas pessoas utilizaram máscaras em protesto a instalação, o sindicalista Everaldo Rodrigues foi um deles. "O problema está no modelo de desenvolvimento proposto, o aspecto econômico se sobrepõe à realidade. Há riscos de contaminação para a barragem, depois que a extração acabar, ficaremos com um reservatório de rejeitos e uma cratera."

Representante da mineração disse que não vai haver
danos (Foto: Michelly Oda / G1)

Situação atual

Atualmente a Mineração Riacho dos Machados, está em fase de instalação e pretende começar a operar no segundo semestre de 2013. Serão extraídas 3,25 toneladas de ouro por ano. A mina foi desativada pela Vale em 1997, depois de oito anos de exploração. Em maio de 2009, o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) autorizou a exploração.
O superintendente da Superintendência Regional de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Supram), pólo Norte de Minas, Gislando Rocha de Souza, explica o processo burocrático para que a mineradora comece as atividades.
"A Supram tem o papel de assessorar tecnicamente e juridicamente o Conselho Estadual de Política Ambiental, para a concessão das licenças prévia, de instalação e de operação. A mineradora está na segunda fase, para operar é preciso que ela atenda todos os quesitos estipulados nas licenças anteriores."
Gislando Rocha diz ainda que "a mineração é uma atividade impactante principalmente para o solo, água e ar, analisamos se todos os impactos gerados pela empresa têm também alternativas para mitigá-los."
Apesar da população estar apreensiva com a mineração, o gerente de meio ambiente da Riacho dos Machados, Marco Antônio Fernandes, disse que "podem ficar tranquilos, jamais colocaríamos em risco a vida das pessoas". 
Marco Antônio disse também que as discussões são importantes para prestar esclarecimentos à população. " É impossível conduzirmos um projeto como o nosso, sem nos cercamos de todos os cuidados, dispomos de vasta gama de tecnologia e temos um histórico em matéria de conservação e preservação."
Sobre a liberação de produtos nocivos à saúde, o cianeto e o arsênio, o gerente de meio ambiente afirmou que a empresa age de forma consciente e ressaltou que a mineradora domina as formas de manipulação, transporte, descarte e armazenamento dos elementos, por isso não oferecem riscos.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

TRE cassa prefeito eleito de Rio Pardo de Minas


Por unanimidade, na sessão desta quinta-feira (25), o TRE-MG cassou o prefeito eleito de Rio Pardo de Minas (Norte do Estado), Jovelino Pinheiro da Costa (PP), e seu vice, Geraldo Cantídio de Freitas (PHS), por abuso de poder político. O Tribunal ainda determinou a realização de nova eleição no município, aplicou multa de R$ 10 mil a Jovelino e Geraldo e os declarou inelegíveis por oito anos, conforme o voto condutor do relator do processo (RE 65407), juiz Maurício Soares (foto).
Também foram multados em R$ 10 mil e declarados inelegíveis por oito anos o ex-prefeito Antônio Pinheiro da Cruz (PRTB) e o vereador eleito Juscelino Miranda da Costa (PP). A data das novas eleições ainda será definida pela Justiça Eleitoral.
Apesar de a ação de investigação judicial eleitoral proposta pelo Ministério Público Eleitoral ter sido julgada improcedente em primeira instância, o relator do processo, juiz Maurício Soares, em seu voto considerou configurado o abuso de poder político no caso, ao levar em conta a alegação de que houve aumento de remuneração de profissionais da educação, que representam mais de 50% dos funcionários públicos municipais. Isso, segundo o magistrado, caracteriza a conduta vedada do art. 73, VIII, da Lei 9.504, de 30/9/1997, motivo para a aplicação das penalidades.
Sobre as outras alegações para cassação – ocorrência de abuso de poder econômico e político em almoço; festividade em inauguração de obra em escola municipal, convocação de prestadores de serviço de transporte em reunião em que foram feitas promessas de campanha, concessão ampla de férias prêmio e contratação de servidores públicos e distribuição de combustível para participação em carreata –, o relator avaliou que esses fatos não caracterizariam o abuso de poder.
Jovelino Pinheiro da Costa obteve 8.912 votos (57,82%) na eleição de 2012. Essa porcentagem, de acordo com o artigo 224 do Código Eleitoral, é motivo para a realização de nova eleição. A execução da decisão só ocorrerá após o julgamento de eventuais embargos declaratórios.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Onda de criminalidade leva medo a moradores de Jaíba

Rural. Situação em Jaíba é pior, segundo a Polícia Militar, na zona rural, onde acontece maior parte dos crimes ligados ao tráfico de drogas
A combinação entre a escalada da criminalidade e a precariedade do serviço público traz medo aos moradores de Jaíba, no Norte de Minas. Nos últimos dois meses, o número de assassinatos cometidos na região foi, proporcionalmente, quase cinco vezes maior do que o registrado no mesmo período em Belo Horizonte. Enquanto na capital, que tem 2,4 milhões de habitantes, foram 112 homicídios entre fevereiro e março - um índice de 0,45 mortes para cada 10 mil habitantes - , um levantamento da Polícia Militar de Jaíba aponta que sete pessoas morreram na cidade, que tem 33.587 habitantes - um índice de 2,08 assassinatos. 
A violência e a ousadia do criminosos, que agem à luz do dia e em locais movimentados, como no centro do município, alteraram a rotina dos moradores. "Antes, as crianças daqui brincavam na rua, e os vizinhos colocavam cadeiras nos passeios para conversar. Agora, ninguém fica mais assim. Depois das 20h então, não se vê uma pessoa na rua", contou a comerciante Ana Lúcia Lima, 25, que na última semana teve sua farmácia assaltada por bandidos armados. Segundo a Polícia Militar, além de Ana Lúcia, outros sete comerciantes registraram ocorrências de assalto à mão armada em apenas dois dias.
Com medo de sair de casa, muitos moradores já afirmam que neste ano deixarão de comparecer aos tradicionais shows que celebram o aniversário da cidade, que ocorrem entre hoje e domingo. "Nós temos medo de ir para a festa e deixar nossas casas fechadas, correndo o risco de ser invadidas. Além, claro, de temer pela minha vida", desabafou a operadora de caixa Yara Cardoso, 25.
Para garantir a segurança da população durante o evento, a prefeitura informou que já contratou cerca de cem seguranças particulares, além de ter solicitado reforço de 50 policiais militares dos batalhões de Montes Claros e Janaúba. 
Motivações. Para a Polícia Militar, a motivação para a onda de crimes é o tráfico de drogas. "Nós temos aqui disputas entre duas gangues rivais, principalmente na zona rural. Lá é onde ocorre a maior parte dos homicídios, apesar de as últimas ocorrências terem sido registradas dentro da cidade", declarou o comandante do batalhão da cidade, tenente Ricardo Rondineli. 
O militar disse ainda que, no caso dos assaltos, grupos distintos já foram identificados. "E os envolvidos nesses crimes também têm passagem pela polícia pela mesma razão (tráfico)", disse.

Projeto gerou empregos, mas atraiu bandidos
Para a Prefeitura de Jaíba, o aumento da criminalidade nos últimos dois anos está relacionado à expansão econômica, estimulada pelo Projeto Jaíba – que prevê irrigação para a produção de alimentos no Norte de Minas. 
"É o maior projeto de irrigação da América Latina. Com ele, muitas empresas se instalaram aqui, gerando emprego e renda. A cidade ficou muito visada", alegou o prefeito Jimmy Murça. A expectativa é que o projeto ainda atraia cerca de 60 mil pessoas para a cidade nos próximos cinco anos.

SEGURANÇA

Estrutura deficiente é apontada como entrave
Para tentar frear o avanço da criminalidade, a Prefeitura de Jaíba e as forças policiais da cidade firmaram, anteontem, um convênio para reforçar o policiamento. Entre as ações previstas estão operações conjuntas das polícias civil e militar de combate ao tráfico a cada 15 dias. No entanto, a administração municipal e a PM reconhecem que o efetivo não é suficiente para atender a toda a demanda.
"Nós temos 18 policiais militares, quando precisaríamos de, pelo menos, 60. O ideal também seria ter 25 policiais civis, e não sete como temos hoje", disse o prefeito Jimmy Murça. 
A Polícia Militar reclama da falta de infraestrutura. "A maior parte das viaturas está estragada, e só temos um carro e duas motos para patrulhar toda a cidade", reclamou o comandante Ricardo Rondineli. 
Ainda segundo ele, a segurança dos moradores fica ainda mais vulnerável à noite, quando a única viatura sem defeito tem que se deslocar até a delegacia de Manga, a 73,4 km de distância, para levar detidos – a delegacia de Jaíba funciona apenas até às 18h. O delegado responsável não foi localizado pela reportagem.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Espinosa, está sem prefeito há 40 dias

Prefeito Lúcio Balieiro Gomes (DEM) é acusado de compra de votos nas eleições de 2012
Espinosa, a cidade natal da presidente do Tribunal SuperiorEleitoral, ministra Carmem Lúcia, está sem comando. O prefeito, Lúcio Balieiro Gomes (DEM), foi cassado em primeira instância em janeiro deste ano. Depois de recorrer da decisão no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), Gomes “desapareceu”.  
Vereadores afirmam que tem 40 dias que o prefeito não aparece na prefeitura. Com isso, o único hospital do município está fechado, a varrição de ruas e a coleta de lixo não estão sendo realizadas.  
Gomes foi o primeiro prefeito cassado no estado este ano, em janeiro, junto ao vice-prefeito Roberto Rodrigues Muniz (DEM). Ambos foram acusados de abuso de poder e uso indevido e abusivo dos meios de comunicação e compra de votos.  
Além da perda do mandato, a juíza eleitoral Gicélia Milene Santos determinou multa de R$ 65 mil para Gomes e a inelegibilidade por oito anos.  
A magistrada também determinou que o presidente da Câmara Municipal assumisse o cargo e fosse realizada nova eleição na cidade. O prefeito recorreu da decisão e permaneceu no cargo até que fosse julgado o recurso. Na última terça-feira, o juiz Maurício Soares, relator do processo no TRE, negou provimento aos recursos do prefeito e manteve a cassação. O juiz Carlos Alberto Simões pediu vistas e o julgamento foi adiado para a sessão de quinta-feira à noite.  
“Tem mais de quarenta dias que a cidade está abandonada. O único hospital da cidade, o Risoleta Neves, está fechado. As pessoas estão indo na cidade de Urandi, na Bahia para serem atendidas”, denuncia o vereador Gilberto Rocha (PMDB).  
Segundo o parlamentar, a coleta de lixo e a varrição das ruas também foram deixadas de lado.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

MPF abre vagas para Janaúba

O Ministério Público Federal (MPF) abriu inscrições para concurso para procurador da República. O processo seletivo oferecerá 48 vagas inicialmente, para ocupar postos em 21 estados e também no Distrito Federal. Do total, três são para Minas Gerais, para as cidades de Janaúba, Poços de Caldas e Ituiutaba. Um dos principais atrativos para o cargo são os vencimentos iniciais de R$ 24 mil.  
No entanto, só podem participar do concurso profissionais com bacharelado em Direito, ou por aqueles que tenham exercido atividades jurídicas comprovadas, como aponta a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR).  
As inscrições podem ser feitas até o dia 22 de maio. Para tanto, é necessário acessar o site da Procuradoria da República (www.mpf.gov.br), onde é possível preencher a ficha cadastral e imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU) no valor de R$ 190. A taxa de inscrição pode ser paga no Banco do Brasil.  
Para concorrer, ainda é preciso apresentar original do pagamento da taxa, assim como carteira de identidade e CPF, ambos com cópia, e duas fotos 3x4 recentes na Procuradoria da República mais próxima.  
Um salário tão atraente e uma rigidez tão grande só para poder se inscrever no processo seletivo são uma mostra de que o cargo de procurador da República exige muita responsabilidade do servidor público.  
De acordo com a ANPR, o procurador da República atua diante da Justiça Federal, em primeira instância, e junto aos Tribunais Regionais Federais, Superior Tribunal de Justiça (STJ) e Supremo Tribunal Federal (STF). O procurador é qualificado para mover ações que defendam o interesse da coletividade, assim como também fiscaliza o cumprimento das leis e zela pelo Estado de Direito. O procurador da República adquire direito vitalício ao cargo após dois anos.

Carreira
 
O cargo de procurador da República é o primeiro degrau dentro do Ministério Público Federal. O segundo passo é o cargo de procurador regional da República.  
Para ter acesso à promoção, é necessário prestar concurso interno. E o terceiro e último estágio é o cargo de sub-procurador geral da República.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Bombeiros resgatam cachorro que ficou preso entre paredes em Januária

Após o resgate, cachorro fugiu
Os bombeiros resgataram nesta quarta-feira (24), um cachorro que ficou preso entre as paredes uma casa no centro de Januária, no Norte do Estado.
Parte do muro foi quebrada e, depois de algumas horas, o animal foi retirado do local sem ferimentos. Assustado com a movimentação, ele saiu correndo assim que foi resgatado. Moradores da região não souberam dizer aos militares como o cachorro caiu e ficou preso entre as paredes, já que o espaço é muito estreito.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Quatro meses após morte de menina, ponte entre Pirapora e Buritizeiro será restaurada

Madeirame em ruínas contribuiu para a queda de uma criança nas águas do São Francisco em 24 de dezembro
Em situação precária há décadas, uma das atrações históricas mais importantes do Vale do Rio São Francisco, a Ponte Marechal Hermes, que liga Pirapora a Buritizeiro, no Norte de Minas, vai passar por uma restauração completa, envolvendo vários órgãos – municipais, estaduais e federais. Após a interferência do Ministério Público estadual, por meio da Promotoria Especializada de Defesa do Patrimônio Histórico, Cultural e Turístico de Minas Gerais, será formada uma força-tarefa para recuperar o equipamento, inaugurado em 1922. Os dois municípios norte-mineiros também firmaram um termo de ajustamento de condutas (TAC) perante o MPE, no qual foram estabelecidos prazos e medidas para a interdição e recuperação do patrimônio histórico. A execução dos trabalhos foi acertada em reunião, anteontem, entre a promotoria especializada e os representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Secretaria do Patrimônio da União (SPU), Instituto Estadual do Patrimônio Histórico de Artístico (Iepha) e da Ferrovia Centro Atlântica (FCA/Vale), concessionária do trecho ferroviário de Pirapora, que vão fazer parte da força-tarefa com representantes dos municípios de Pirapora e Buritizeiro.  
Há mais de três décadas a ponte deixou de ser usada para o transporte ferroviário e passou a enfrentar um processo de deterioração. Nos últimos seis anos, por ela só é permitida a passagem de pessoas a pé, de bicicletas e motocicletas, usando as passarelas laterais. Devido à sua precariedade, em 24 de dezembro, uma menina de 8 anos – Vanessa Oliveira Alves – que fazia a travessia em companhia da mãe, Apoliene Gomes de Oliveira, caiu no Rio São Francisco, passando por um buraco entre as tábuas da ponte. O corpo da criança foi resgatado pelos bombeiros sete dias depois, em Ibiaí, a 50 quilômetros de Pirapora.
De acordo com o promotor Marcos Paulo de Souza Miranda, coordenador da Promotoria de Defesa do Patrimônio Histórico, Cultural e Turístico, no TAC firmado, anteontem, ficou determinada interdição da passarela do lado direito da ponte (sentido Pirapora-Buritizeiro) dentro de 48 horas. Foi fixado o prazo de 30 dias para que os dois municípios promovam a reforma emergencial da passarela esquerda da Marechal Hermes, estando vetada a passagem de motocicletas. A FCA vai fornecer a madeira para a recuperação do piso. Outra providência, a ser tomada dentro de 10 dias, é a substituição, pela Cemig, das lâmpadas queimadas, para garantir mais segurança dos pedestres à noite. Em caso de descumprimento dos termos acordados, as duas prefeituras estarão sujeitas à multa diária de um salário mínimo ao Iepha. 
O coordenador da promotoria especializada disse que os custos para reforma completa da ponte ainda serão levantados. “Dentro de 30 dias, o Iepha vai elaborar um diagnóstico para recuperação integral da ponte, verificando os aspectos da deterioração e a oxidação da estrutura, pintura e iluminação cênica. Somente depois de tomarmos conhecimento do montante de recursos necessários é que vamos iniciar uma nova rodada de negociações com os órgãos envolvidos na força-tarefa para viabilizarmos as verbas para a restauração completa do equipamento”, explica Marcos Paulo, que assinou o TAC com as promotoras Graciele de Rezende Almeida, da Comarca de Pirapora, e Ana Eloísa Marcondes da Silveira, da Promotoria Especializada de Defesa do Meio Ambiente na Bacia do Rio São Francisco.

SAIBA MAIS: Material da Bélgica
Nas primeiras viagens dos trens da Central do Brasil, em 1910, os vagões de carga levaram um considerável volume de material para a construção de uma ponte sobre o Rio São Francisco. Sua construção estava vinculada ao antigo projeto de ligar por ferrovia o Rio de Janeiro a Belém do Pará. Mas o tempo passou e o governo mudou de planos. Se construída, serviria tão somente para ligar Pirapora a Buritizeiro, e isso foi conseguido da União pelo coronel Ramos, uma liderança política local. A ponte foi construída entre 1920 e 1922 em frente ao porto, acima das corredeiras, com material importado: partes metálicas da Bélgica e o cimento, em tambores, dos Estados Unidos. Foi inaugurada em 7 de outubro de 1922 pelo então presidente da República, Epitácio Pessoa. Tem 694m de comprimento, em 14 vãos, sendo os 10 centrais de 55m e os quatro marginais de 36m cada, e 8m de largura, com dois passeios laterais de 2m de largura. A ponte pesa 723ton. Desde 2007 está interditada para veículos.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Oscar Filho do CQC em Janaúba


Ingressos a venda na Água de Cheiro.
Informações: (38) 9135-2053.

Advogado ajuda cliente que transportava 80 m³ de carvão vegetal a fugir da polícia em Francisco Sá

A Polícia Federal Rodoviária (PRF) apreendeu um caminhão que transportava 80 m³ de carvão vegetal sem documentação fiscal ou ambiental (23), em Francisco Sá, no Norte de Minas.
Segundo a corporação, o motorista estava trafegando em um caminhão Mercedes Benz/ L1620 pela BR-251. Quando ele avistou os agentes, no km 471, o suspeito abandonou o veículo e fugiu. Mais tarde, V.M.D, de 41 anos, suposto dono do veículo, se apresentou para a PRF. Ele foi levado, então, para a delegacia de Montes Claros, também no Norte de Minas.
Durante a inspeção do veículo, foram encontradas duas notas fiscais e duas Guias de Controle Ambiental falsificadas, conforme laudos emitidos pela Receita Estadual e pelo IBAMA, inclusive confirmando que o carvão hora transportado era nativo.
V.M.D chamou seu advogado, N.J.B, de 55 anos. Em determinado momento, o defensor pediu a chave do veículo de passeio do suspeito para pegar um celular. Nesse momento, o advogado fugiu com seu cliente.
A polícia informou que o advogado foi qualificado no boletim de ocorrência por abusar das prerrogativas adquiridas por meio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e dar fuga ao preso. O veículo e a carga foram apreendidos e estão à disposição do IBAMA e da Polícia Civil.
As notas fiscais e guias falsificadas, habilitação do condutor o cartão de visita do advogado foram entregues na Delegacia de Polícia de Montes Claros. O fato será comunicado à OAB , seção Montes Claros.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Aeroportos do Norte de Minas são revitalizados

O Aeroporto de Janaúba também esta incluído no programa de reformas do Governo (Foto: Google)
A Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), por meio do Programa Aeroportuário do Estado de Minas Gerais (ProAero), iniciou as obras de reforma e melhoramentos nos aeroportos de Januária e Pirapora, na região Norte do Estado, dando prosseguimento ao objetivo do Programa de promover a adequação da infraestrutura aeroportuária, dotando o território mineiro de uma malha de aeroportos capaz de atender a demanda de passageiros e incrementando as demandas de turismo, negócios, segurança e saúde e o desenvolvimento econômico regional.
As intervenções em Pirapora e Januária somam investimentos de R$ 16,1 milhões e estão sendo executadas pelo Departamento de Obras Públicas do Estado de Minas Gerais (DEOP-MG). A previsão de conclusão das obras é de 240 dias a partir da ordem de início.
Em Pirapora serão executadas a reforma e melhoramentos da pista de 1.480 metros,  melhoramentos e dimensionamento do pavimento para aumento da capacidade das aeronaves para até 50 passageiros, implantação de balizamento noturno, construção do terminal de passageiros,  construção da seção de contra-incêndio e cercamento da área patrimonial com alambrado.
Em Januária serão realizadas obras de ampliação da pista de 1.200 metros para 1.460 metros,  melhoramentos e dimensionamento do pavimento para aumento da capacidade das aeronaves para até 50 passageiros, implantação de balizamento noturno, construção do terminal de passageiros,  construção da seção de contra-incêndio e cercamento da área patrimonial com alambrado.
Estes investimentos dão continuidade à implantação da segunda etapa do Programa Aeroportuário do Estado de Minas Gerais (ProAero), cujo objetivo é promover a melhoria, ampliação e revitalização  da malha aeroportuária em todo o Estado. Na região Norte, por meio do Programa, estão previstos investimentos nos aeroportos de Jaíba, Janaúba, Salinas e Montes Claros, que fazem parte dos investimentos anunciados pelo Governo Federal para 33 aeroportos no Estado.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Jovem de 15 anos morre por tiro acidental em Jaíba

Um jovem  de 15 anos morreu depois de ser atingido por um tiro acidental, na manhã desta terça-feira (23), na zona rural de Jaíba.
Segundo a PM, ele brincava com um adolescente de 14 anos, que disparou a arma que eles utilizavam.
O adolescente  de 14 anos, contou para mãe o que aconteceu e, logo após, fugiu.
A Policia Militar  está procura do menino.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

PM procura por suspeitos de assalto em Mirabela e Porteirinha

A Polícia Militar procura por dois homens que assaltaram uma casa lotérica no Centro de Mirabela, no Norte de Minas Gerais. Segundo informações da PM, um dos suspeitos estava armado, e após levarem R$9 mil eles fugiram de motocicleta por uma estrada vicinal. No momento da fuga, os criminosos caíram e seguiram a pé.
Foi feito o levantamento da situação da moto, mas nenhuma pendência foi constatada. O dono da motocicleta foi encontrado e levado para a  delegacia, mas disse que desconhecia a ação dos assaltantes.
A PM do Norte de Minas também procura por três homens que assaltaram uma fazenda em Porteirinha (MG). Um dos suspeitos já foi preso. De acordo com a PM, eles teriam assaltado o local na noite desta terça-feira (23), e levaram um moto, joias e dinheiro. Todos os produtos foram recuperados e os rastreamentos continuam.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

segunda-feira, 22 de abril de 2013

FATURAMENTO INDUSTRIAL: NORTE DE MINAS APRESENTA A MAIOR QUEDA

Enquanto o faturamento da indústria mineira em geral apresentou leve crescimento no primeiro bimestre de 2013 frente aos dois primeiros meses de 2012, quase todas as regiões do Estado apresentaram recuo nos indicadores no mesmo período. O Triângulo foi a única região em que o setor registrou desempenho positivo. Neste caso, houve aumento de 8,37% na receita real, que foi atribuído às vendas efetuadas para o mercado interno. Nas demais regiões houve queda. A maior delas foi observada no Norte de Minas, onde o faturamento do parque produtivo retraiu em 21,86% entre janeiro e fevereiro deste ano contra a mesma época de 2012.
Logo em seguida veio a região Leste, cuja queda foi de 17,33% no mesmo tipo de comparação. No Sul o resultado foi negativo em 8,96% e na Zona da Mata o desempenho recuou 2,88%. Os dados fazem parte da Pesquisa Indicadores Industriais Regionais (Index-Regionais), divulgada pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) ao longo da semana. Na anterior, a entidade havia divulgado os números relativos ao desempenho da indústria do Estado. Conforme o balanço, o setor cresceu 1,9% no faturamento dos dois primeiros meses deste ano em relação 2012.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Batida entre três veículos mata um na BR-251, no norte de Minas

Um homem de 49 anos morreu em um acidente envolvendo uma carreta bitrem, uma cegonheira e um caminhão tanque na BR-251, em Grão Mogol, no norte de Minas. Segundo o Corpo de Bombeiros de Montes Claros, a batida aconteceu no final da tarde de ontem (21).
Carlos Flávio de Vargas morreu no local. Os militares desligaram os cabos das baterias dos veículos para evitar incêndios e, após liberação da perícia técnica, eliminaram o perigo de derrapagem causado por derramamento de óleo.
A Polícia Rodoviária Federal ficou responsável por acionar a empresa responsável para fazer o transbordo da carga do caminhão tanque.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

domingo, 21 de abril de 2013

Patis vai receber caminhão do ‘Cozinha Brasil’

A cidade de Patis, vai receber o caminhão do programa Cozinha Brasil no dias 23 e 24 de abril. O programa leva aos municípios orientações sobre uma alimentação saudável, com receitas fáceis, nutritivas e de baixo custo. Isso é oferecido à população e às cantineiras das escolas municipais e estaduais, por meio de cursos de educação alimentar que ensinam o preparo dos alimentos de forma inteligente e sem desperdício.
Aproveitando todas as partes dos alimentos, inclusive o que normalmente é descartado como caule, talos, cascas, folhas e sementes, os profissionais do SESI ensinam receitas saborosas, respeitando as diversidades de cada local. Além disso, o curso oferece ainda noções de higiene alimentar, economia doméstica, elaboração de cardápios equilibrados, entre outros temas.
Os cursos, de ‘Educação Alimentar Básico’ e ‘Agente Multiplicador’ são ministrados por nutricionistas e instrutores de dentro de uma unidade móvel, equipada com uma cozinha didática completa para o preparo das mais de 200 receitas do programa.
O caminhão Cozinha Brasil volta ao Norte de Minas nos meses de julho e agosto para atender os municípios de Salinas, Manga, Padre Carvalho e Riacho dos Machados.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Montes Claros registra o quinto tremor de terra do ano

Os montes-clarenses foram surpreendidos com um pequeno tremor de terra, registrado no sábado (20), às 15h58min, e sentido pelos moradores dos bairros Panorama e Vila Atlântica, onde passa a Serra do Mel, conhecida como Serra do Ibituruna. O abalo sísmico sequer foi notado pela Defesa Civil de Montes Claros, que tomou conhecimento apenas pelos depoimentos. O coordenador municipal Mattson Malveira explicou que nenhum registro foi realizado deste tremor.
O novo tremor é o quinto deste ano em Montes Claros e o 193º oficialmente desde quando foram instalados os nove sismógrafos pelas Universidades de Brasilia e São Paulo. Nesta semana, a equipe do Observatório Sismológico de Brasilia deverá estar em Montes Claros para instalar a Estação Sismográfica de Montes Claros, vinculada a Universidade Estadual de Montes Claros, com os equipamentos comprados pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil  Desde o final de dezembro que os dois sismógrafos estão no almoxarifado da Unimontes.
Na última quinta-feira (18) os montes-clarenses foram surpreendidos com o tremor de terra de 3,7 graus na Escala Ritcher, registrado ontem às 7h11min e que levou muitas pessoas para as ruas. O curioso é que no dia 11 de março uma equipe da Universidade de Brasília tinha antecipado que um tremor de alto índice poderia ocorrer na cidade, pois é comum no prazo de um ano ocorrer repique de um abalo forte. No dia 19 de maio de 2012 ocorreu o maior tremor de 4,2 graus.
O ambientalista José Ponciano Neto tem uma tese: na terça-feira passada ele antecipou que ocorreria um tremor de terra em Montes Claros, pois como ocorreu chuvas fortes, a pressão das águas no subsolo promoveria deslocamento da placa tectônica, que tinha se baixado por causa da seca. Na sua concepção, os tremores que tem ocorrido são a acomodação do solo, por causa da água. Os sismólogos identificaram uma falha geográfica de três quilômetros em Montes Claros, na Serra do Mel.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Homem fica ferido após tombamento de carreta em Janaúba

Um homem ficou ferido após a carreta que conduzia cair em uma ribanceira, na BR-122, em Janaúba, no Norte de Minas, na sexta-feira (19).
De acordo com informações do Corpo de Bombeiros da cidade, o motorista dirigia a carreta carregada com madeira do tipo eucalipto quando perdeu o controle da direção, saiu da pista, tombou em uma curva e desceu em um trecho de grande declividade.
Com a utilização de equipamentos e técnicas de salvamento, a equipe do 1º Pelotão dos Bombeiros da cidade conseguiu resgatar o condutor, Antônio do Nascimento Filho, de 53 anos, com vida das ferragens. Ele foi conduzido ao Hospital Regional de Janaúba.
Com o acidente, a carga ficou espalhada pela pista, causando a interdição parcial da pista durante três horas naquele dia.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Médica é presa por desobedecer ordem judicial em Montes Claros

Uma médica psiquiatra foi presa neste sábado em Montes Claros, no Norte de Minas, depois de se recusar a internar um adolescente de 16 anos, dependente químico. Havia uma ordem judicial determinando a internação do rapaz no Hospital Universitário Clemente de Faria. Ele estaria sofrendo crises convulsivas em decorrência da abstinência do uso de drogas, especificamente do crack. 
A ordem da Justiça foi emitida nessa sexta-feira e desde então a família do adolescente procurou o hospital, tendo negada a internação. Os pais do garoto procuraram o plantão do Ministério Público, que acionou a polícia. “A lei é clara e determina que não se pode descumprir uma ordem judicial”, esclarece o promotor Paulo Márcio Dias, que atendeu ao pedido de socorro da família e pediu intervenção policial.
Segundo o promotor, o policial que compareceu ao hospital e deu a ordem de prisão à médica disse que a profissional afirmou não poder internar o menor devido à inexistência de leito vago na unidade. “Não seria essa a postura correta. Eles (o hospital) tinham que encontrar uma maneira de fazer isso (a informação sobre a falta de leitos) chegar ao Poder Judiciário para que uma solução fosse dada ao caso”, afirmou Paulo.
A médica foi conduzida à Delegacia, onde prestou esclarecimentos. Ela deverá responder processo por desobediência e má conduta administrativa. O adolescente foi internado logo após a prisão. Um funcionário do hospital, que pediu para não ser identificado, contou que um leito foi improvisado para receber o menor. “Há seis leitos na ala masculina e seis na feminina. Tiraram uma cama da ala das mulheres para colocar na dos homens e acomodar ele”, contou. Nenhum responsável pela unidade médica foi localizado para comentar o caso.

Polêmica na capital

Conforme revelou o Estado de Minas em reportagem publicada na quinta-feira, na contramão de cidades como Rio de Janeiro e São Paulo, que adotam uma política de internação compulsória de dependentes de crack, a Prefeitura de Belo Horizonte, põe em prática o modelo de redução de danos preconizado pelo Ministério da Saúde, que incentiva a substituição do crack por drogas mais leves, como opiáceos, álcool, tabaco e remédios controlados, até que o usuário consiga atingir a abstinência. A prática gera polêmica entre especialistas e surpreendeu até mesmo o prefeito de BH, Marcio Lacerda, que disse desconhecer a execução de tal programa na capital.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Piloto fica ferido em queda de monomotor em Jaíba

O piloto de um monomotor ficou ferido na queda da aeronave que pilotava em Mocambinho, na cidade de Jaíba. A aeronave, usada para pulverizar fertilizante em plantações, apresentou falhas mecânicas logo após a decolagem e o piloto conseguiu acionar socorro antes do acidente. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ele sofreu ferimentos leves e não corre risco de morrer.
Segundo os Bombeiros, o acidente ocorreu na manhã desse sábado (20). Logo após reportar as falhas no avião, Cauê Marque, de 29 anos, tentou retornar à pista de decolagem, para um pouso forçado, mas não teve êxito. O monomotor caiu próximo ao aeroporto de Mocambinho no projeto Jaíba.
A aeronave pegou fogo após a queda. Quando os bombeiros chegaram no local do acidente, as chamas já haviam sido controladas. O piloto sofreu ferimentos leves e queimaduras nos braços, sendo socorrido em um hospital de Jaíba.
O monomotor, modelo Pawnee prefixo PT- OPU, ficou sob responsabilidade do proprietário. A perícia foi acionada para investigar as causas do acidente.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Três pessoas são presas por tráfico de drogas em Janaúba

Foram presos em Janaúba (MG) na noite desse Sábado (20), três pessoas por envolvimento com tráfico de drogas.
Após uma denúncia anônima, a polícia foi até uma residência no bairro Novo Paraíso. Ao perceber uma movimentação suspeita no local, os policiais entraram e prenderam Alex Fabiano Santos, de 24 anos e Adriana Lopes de Melo, de 23.
Inconformada com a prisão do filho, a mãe dele, Sueli Barbosa desacatou os policiais e também foi presa.
Com os acusados de tráfico foram encontrados 24 pedras de crack.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com