terça-feira, 2 de abril de 2013

Inconformado com o fim do relacionamento, jovem tenta matar a namorada a tiros, em Pirapora

Suspeito atirou na cabeça e no peito da vítima que está internada em estado grave no hospital de Montes Claros
A polícia está à procura de um jovem de 26 anos que tentou matar a ex-mulher de 20 anos a tiros nessa terça-feira em Pirapora, na Região Norte de Minas Gerais. O casal já vinha brigando há um tempo devido ao fim do relacionamento. Segundo a Polícia Militar (PM), Florisvaldo Santos Barbosa estava inconformado com a separação. Raiane Botelho da Silva foi atingida na cabeça e no peito.
De acordo com a PM, a tentativa de homicídio aconteceu por volta das 8h no Bairro Sagrada Família. Raiane, que há duas semanas saiu de casa por causa das constantes brigas com o suspeito, deixou o filho na creche e seguiria para o trabalho. Quando a jovem subia na moto, o ex apareceu querendo reatar a relação. Uma testemunha que passou pelo casal contou à polícia que os dois conversavam normalmente até ela escutar o barulho de três tiros.
Raine foi atingida duas vezes e perdeu a consciência. O suspeito deixou o local em uma bicicleta levando a arma do crime. Rastreamentos foram feitos em vários pontos da cidade, mas ele não foi localizado. O sargento Edilson Amarante, do 55º Batalhão, informou ainda que as saídas de Pirapora foram monitoradas, já que Florisvaldo poderia deixar o município e buscar abrigo na parentes na capital e em Uberlândia, no Triângulo.
Premeditado
No dia anterior ao crime, Florisvaldo foi até o trabalho da vítima, um supermercado da cidade, tentar convencê-la a voltar para ele. Como não aceitou, Raine foi agredida e ainda teve o celular destruído pelo ex- companheiro com quem viveu por três anos. No mesmo dia, à noite, o suspeito ligou para a vítima prometendo que iria deixá-la em paz e que aceitaria a separação. Disse ainda à ex que iria viajar, conta Rosana Botelho da Silva, 44, mãe da jovem baleada.
“Ele fez isso de caso pensado. Depois da agressão no supermercado, ele insistiu para que minha filha fosse até a casa dele à noite, mas ela ficou com medo. No dia seguinte ele foi atrás dela. Estava orando para que ele não fizesse nada, mas infelizmente aconteceu”, desabafou Rosana.
Ainda segundo a mulher, durante todo o tempo em que estiveram juntos, Florisvaldo agrediu várias vezes a companheira. O motivo seria ciúmes. “Eles estavam morando juntos desde que Raiane ficou grávida, há dois anos. Antes do menino nascer, ele bateu na minha filha e apertou o pescoço dela.  Desde o início do relacionamento ele é agressivo. e sabia que ele era perigoso, não imaginava o risco que minha filha estava passando”
A família da vítima acredita que o suspeito possa tentar se esconder em Belo Horizonte na casa de uma irmã.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário