Blog com notícias de Janaúba e região!

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Motorista é preso com mercadoria ilegal do Paraguai na BR-365

PRF apreendeu perfumes e produtos eletroeletrônicos

Um homem de 41 anos foi preso com produtos contrabandeados do Paraguai na BR-365, em Claro dos Poções, na noite dessa sexta-feira (17). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, foram apreendidos perfumes importados, vídeo games, roteadores e conversores. Os produtos avaliados em R$ 30 mil eram transportados em um carro de passeio, que foi abordado durante fiscalização de rotina.

"As mercadorias estavam todas embaladas com plásticos para ocupar menos espaço. Ele tirou o banco e o estepe do veículo para colocar os produtos. Até debaixo do banco do motorista tinha mercadoria", contou a inspetora da PRF, Heloísa Menezes.

O motorista disse à polícia que tinha saído de Sergipe, entrado no Paraguai por Foz do Iguaçu e estava retornando para vender os produtos. Ele relatou ainda que fazia o trajeto em torno de 10 anos.

De acordo com a PRF, o condutor foi encaminhado à delegacia da Polícia Federal, juntamente com o material e o veículo apreendido. Ele pode responder por Contrabando e descaminho.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: G1

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Carros roubados em MG eram usados para pagar drogas no Paraguai

Quadrilha revendia entorpecentes a traficantes da região
 (Foto: Valdivan Veloso/G1)

(G1) A Polícia Civil apresentou na tarde desta sexta-feira (17) quatro homens que foram presos durante a operação Vaccari, deflagrada nesta madrugada em Montes Claros, no Norte de Minas. Na manhã desta terça-feira, a PC divulgou ao G1 que a apreensão era de 300 quilos de drogas, mas retificou a informação durante a coletiva para 200 quilos, entre maconha e crack.

O grupo também está envolvido, segundo a PC, em roubos de carros em várias cidades em Minas Gerais, que eram usados como moedas de troca com traficantes no Paraguai. “Este grupo não era violento, mas incitavam a violência ao encomendarem o roubo de veículos, geralmente caminhonetes. Eles levavam os carros para o Paraguai e retornavam trazendo os entorpecentes”, explica o delegado Herivelton Ruas, responsável pela Delegacia Antidrogas.

Os trabalhos de investigação começaram há cerca de um ano. A PC descobriu que o grupo criminoso comprava os entorpecentes no Paraguai para poder revender a traficantes da cidade e também da região. Esta já é considerada a maior apreensão de drogas realizada pela PC no Norte de Minas.

“Durante a investigação descobrimos que eles mantinham em um sítio, em Campos Elísio, um laboratório para processar esta droga. Ao abordar este local, nos deparamos com dois indivíduos manipulando a droga. Então, eles aumentavam a proporção desta droga neste laboratório”, explica.

Na operação a polícia apreendeu nove carros e um jet-ski. Parte destes veículos estava em lojas revendedoras de carros usados em Montes Claros, o que para a polícia era uma foram de lavagem de dinheiro.

A esposa de um dos envolvidos também foi detida por suspeita de envolvimento nos crimes. Ela, que não teve o nome divulgado, foi abordada em um veículo de luxo na cidade de Jaíba, mas foi levada para a delegacia em Montes Claros para prestar esclarecimentos.

Vida de luxo
O líder do grupo, de 31 anos, mantinha uma vida de luxo, de acordo com a PC. Ele ficou preso por cerca de um ano, também por envolvimento em tráfico de drogas, e foi solto há três meses.

Na noite desta quinta-feira (16) ele estava sendo monitorado pelos policiais e foi preso enquanto comemorava o aniversário na casa de um amigo, no Bairro Morada Nova. “Ele não possui residência fixa em Montes Claros, mas há muito tempo que está por aqui. A cada dia ele se hospedava em algum hotel de luxo da cidade e ontem conseguimos localizá-lo quando comemorava esse aniversário”.

A PC afirma que ele é um dos articuladores de um homicídio ocorrido em Montes Claros, em fevereiro de 2016.

Redução de crimes
Para a PC, a prisão desta quadrilha irá influenciar na redução de outros crimes na cidade e região. “Os usuários de drogas são criminosos em potencial, pois podem roubar, furtar, para manter o vício. Então esta apreensão vai influenciar diretamente nestes crimes violentos”, afirma o delegado chefe do 11º Departamento da Polícia Civil, Renato Nunes.

Além desta operação, o delegado afirma que outros núcleos estão trabalhando em investigações para coibir a prática de crimes violentos na região. “A Polícia Civil tem fortalecido suas delegacias especializadas, principalmente dedicando ao combate de organizações criminosas e agora a delegacia antidrogas conseguiu, além de prender seus integrantes, retirar seu patrimônio em cerca de R$ 1 milhão. Daí, uma apreensão histórica”, afirma o delegado regional, Jurandir César Rodrigues.

Em Verdelândia, Polícia apreende pássaros silvestres e homem é detido

Gaiolas e aves apreendidas pela polícia

Um homem de 46 anos foi detido na manhã desta sexta-feira (17) após a Polícia de Meio Ambiente encontrar em sua casa, na comunidade Vista Alegre, zona rural do município de Verdelândia, pássaros da fauna silvestre em cativeiro e armas de fogo.

A polícia chegou até o autor após uma denúncia informar sobre a prática criminosa. No local, foram localizadas nove aves, das raças sofrês, papagaio, maritacas, azulão-da-mata, trica-ferro, cardeal e canários-da-terra, presas em gaiolas.

O homem detido afirmou não possuir nenhum documento que autorizasse a criação dos pássaros. Na residência os militares ainda encontraram duas espingardas polveira, de fabricação artesanal. O autor foi conduzido à policial de Janaúba. As aves, juntamente com sete gaiolas encontradas, foram entregues ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), em Montes Claros.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: G1 e PM

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Loja de Janaúba é investigada por rombo de R$ 4 milhões em ICMS


Sete mandados de busca e apreensão foram cumpridos nesta quinta-feira (16) em lojas de Montes Claros e Janaúba na Operação Sulanca, de combate à sonegação de impostos. A ação, realizada pela Receita Estadual, Ministério Público e Polícia Militar, investiga um rombo de R$ 4 milhões em sonegação de impostos cometido durante três anos por uma rede empresarial de uma mesma família, com várias lojas de confecção na região.

De acordo com a Receita Estadual, o esquema de sonegação ocorria através da compra e venda de produtos trazidos do Nordeste sem emissão do cupom fiscal. As investigações começaram há três meses após denúncias de consumidores e lojistas concorrentes.

“Recebemos denúncias de consumidores que compraram produtos, solicitaram a nota, mas não tiveram acesso ao cupom fiscal. Na hora da troca, o cliente tinha problemas para fazê-la. Cruzamos essas informações, fizemos o monitoramento de várias lojas deste segmento e identificamos sonegação de ICMS em algumas delas”, explica o delegado fiscal Gilmar Barbosa.


Além da compra e venda de mercadorias sem documentos fiscais, de acordo com a Receita Estadual, o grupo realizava abertura de diversos estabelecimentos em nome de “laranjas”, para que as lojas se enquadrassem em um regime tributário mais vantajoso. “As empresas eram cadastradas em nome de filhos, de funcionários e de parentes dos proprietários para que não fossem ligadas às mesmas pessoas e pudessem se enquadrar no Simples Nacional. Com as empresas em nome de laranjas, eles buscavam pagar um valor tributário menor”, diz Gilmar Barbosa.

Foram apreendidos computadores e documentos nas lojas em Montes Claros e Janaúba. O material foi encaminhado para a sede da Receita em Montes Claros.

Os proprietários das empresas Bom Preço informaram que, por enquanto, não será dada nenhuma declaração sobre a operação, mas que estão à disposição da Receita Estadual para quaisquer esclarecimentos. Já a proprietária das Lojas 23 negou que foram recolhidos documentos na empresa. Ela afirmou que os fiscais entraram no local e saíram sem levar nada.

Sulanca

O nome escolhido pela Receita Estadual para batizar a operação de combate à sonegação fiscal tem relação com o Nordeste, local de compra de produtos da rede de lojas. Sulanca, na região, significa roupas tecidas com panos populares e vendidas a baixo custo.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Em Janaúba, homem é assassinado a pedradas

Um homem de 49 anos foi morto a pedradas, em Janaúba. A Polícia Militar (PM) encontrou o corpo de Marcos Moreira dos Anjos, na madrugada desta quinta-feira (16).

Segundo a assessoria da corporação, a vítima estava caída na rua Campina Grande, no bairro Gameleira, em um lote vago. Foram encontradas marcas de violência no corpo e, segundo a análise preliminar da perícia, o homem teve um traumatismo craniano provocado por pedradas.

Também, parte da roupa e do corpo da vítima estavam queimados. Até o momento, não se sabe quem cometeu o crime e por qual motivo. Com mais esse assassinato registrado em Janaúba, a cidade chega ao 11º homicídio em 2017.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: PM

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Em Janaúba carroceiro suspeito de furto é assassinado a tiros

Crime foi em um lote vago, no Bairro Padre Eustáquio
 (Foto: Luiz Augusto Almeida/Arquivo Pessoal)

Um homem foi assassinado a tiros na tarde desta quarta-feira (15) em Janaúba, no Norte de Minas. De acordo com as primeiras informações da Polícia Militar, o crime foi em um lote vago, no Bairro Padre Eustáquio.

A vítima é um carroceiro que foi abordado por dois homens em uma motocicleta; o passageiro atirou e logo após os dois fugiram. Os motivos do crime ainda são desconhecidos.

Segundo a PM, a vítima tem passagens por furto e é suspeita de envolvimento em um crime na Escola Estadual Barão de Gorutuba, ocorrido entre a noite desta terça-feira (14) e a madrugada desta quarta (15). Alguns objetos furtados na escola foram encontrados na carroça da vítima durante o registro da ocorrência.

Na noite desta terça-feira a PM também registrou outro homicídio na cidade Janaúba; um rapaz de 21 anos foi assassinado enquanto andava de bicicleta no Bairro Algodões. Ele foi atingido por três tiros nas costas, chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Nenhum suspeito dos crimes foi preso até a publicação desta matéria.
Com esses dois assassinatos, Janaúba chega a 10 homicídios só neste ano de 2017.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: PM e G1

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Herança indesejada: Januária tem dívida de 130 milhões

(Foto: José Maria Guedes)

(Por Ricardo Soares) Uma das maiores preocupações dos novos gestores, ao assumirem este mandato 2017/2020, é com a saúde fiscal e financeira dos seus municípios. O município de Januária encomendou uma ampla auditoria nas contas públicas para verificar a real situação encontrada pelo novo governo municipal.

O resultado desta auditoria foi apresentado a toda população da cidade na quarta-feira (08), às 14 horas, no Auditório da OAB, um diagnóstico fiscal e administrativo da real situação do município. Dados preliminares encontrados em 30 dias de governo municipal apontam uma dívida aproximada de 130 milhões de reais.

Segundo a Secretaria Municipal de Finanças são 58 milhões da Previdência Municipal (Prevjan), 30 milhões do INSS, 10 milhões de Restos a pagar de 2016, a aproximadamente cinco mil credores, 18 milhões de precatórios, 7 milhões de dívidas Flutuantes (débito tesouraria), 4 milhões de outras dívidas (Copasa, Cemig, Pasep e etc), a soma chega a cerca de 130 milhões. O valor da dívida pode aumentar significativamente com o avançar da auditoria que será realizada.

O evento teve a participação de autoridades, vereadores, veículos de comunicação, imprensa, representantes da sociedade organizada, religioso, militar, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), movimentos sociais, conselhos municipais, servidores e a população de Januária.

O prefeito, Doutor Marcelo Felix (PSB), falou durante a apresentação dos resultados financeiros, disse que “será um desafio para todos nós superarmos esta situação. Encontramos uma dívida exorbitante de quase 130 milhões de reais nestes 30 dias de governo. É com muita garra que nós vamos à luta, com o apoio e compreensão de todos, vamos sacudir a poeira e dar a volta por cima. A nossa iniciativa é mostra a população a real situação de Januária e dar mais transparência a gestão pública municipal”, finalizou.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Em Janaúba, quadrilha que clona cartão atrai vítimas com vendas de panelas

Com a quadrilha, os militares apreenderam máquinas de cartões de créditos,
celulares e extratos. (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Uma quadrilha suspeita de clonar cartões de crédito foi presa em Janaúba, no Norte de Minas, nesse domingo (12). De acordo com a PM, o grupo vendia panelas de qualidade com valores mais baixos aos de mercado para atrair clientes e, no momento do pagamento, clonava os dados dos cartões.

A Polícia Militar chegou ao grupo depois de informações levantadas pelo Setor de Inteligência. Eles foram abordados no estacionamento de um supermercado, no Bairro São Gonçalo. Segundo a PM, na hora do pagamento das panelas a quadrilha passava o cartão em uma máquina de clonar dados, que dava erro, e eles diziam aos clientes que teriam que usar outro equipamento; a primeira clonava os dados e a segunda realizava o pagamento normalmente.

Cinco homens, de 21, 27, 30, 34 e 42 anos, e duas mulheres, de 24 e 38 anos foram presos em flagrante por associação criminosa; uma pessoa está sendo procurada. Com eles, os militares apreenderam diversos extratos de movimentação de pagamento, inclusive com data de recibo deste domingo. Os valores das transações não foram informados.

Também foram apreendidos celulares, notas fiscais, quatro máquinas de cartões e um dos carros utilizado pela quadrilha, com placa de São José do Rio Preto (SP), por não estar devidamente licenciado. Segundo a polícia, parte do grupo já foi presa em outro Estado, suspeita de praticar o mesmo crime.

Os presos foram encaminhados à delegacia de Janaúba, juntamente com o material apreendido. A Polícia Civil investiga o caso.

Vítimas
Enquanto os militares registravam a ocorrência, um mulher, de 52 anos, compareceu ao quartel da polícia e disse ter sido vítima da quadrilha. Ela contou que comprou as panelas e, ao fazer o pagamento, a primeira máquina acusou erro. Somente na segunda máquina, ela conseguiu realizar a transação.
Um homem, de 55 anos, também procurou os militares para dar queixa do golpe. Ele confirmou que a realização do pagamento só deu certo na segunda máquina.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: PM e G1

Filho mata mãe, de 73 anos, com golpes de foice em Varzelândia

Um homem de 40 anos foi preso em flagrante após matar a própria mãe, de 73, com golpes de foice em Varzelândia, no Norte de Minas. O crime foi na noite desse domingo (12), no Bairro Sapé. Ele confessou o homicídio para a PM e disse que há muito tempo se desentendia com a mãe e, por isso, a matou.

De acordo com a Polícia Militar, a idosa era viúva e o homem filho único; ele é solteiro e morava com a mãe. A PM foi acionada por vizinhos depois que o autor contou para eles sobre o homicídio.

No local, a polícia apreendeu uma foice e um canivete, sujos de sangue. O autor contou para os militares que não usou o canivete no crime e afirmou ter problemas com bebidas alcoólicas. Segundo a PM, no momento da prisão, ele não apresentava sinais de embriaguez.

A perícia compareceu ao local e liberou o corpo da mulher para a funerária. O homem foi entregue na Delegacia de Januária, juntamente com o material apreendido.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: PM e G1

Fundajan: Paciente recebe indenização após ter perna amputada

Uma mulher teve a perna amputa após atendimento médico falho quando era criança e será indenizada em R$ 100 mil por danos morais e estéticos. Ela também receberá pensão mensal no valor de um salário mínimo, pagos pelo hospital Fundação de Assistência Social de Janaúba (Fundajan) e pelo médico que a assistiu. A decisão foi dada nesta sexta-feira pela Comarca de Janaúba, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

A vítima e seus pais contaram nos autos que, após sofrer uma queda, a menina foi atendida pelo médico plantonista, que constatou fratura exposta da tíbia e do perônio esquerdos. Após a realização do raio X, o médico usou duas talas e enfaixou a perna, sem uso de gesso. Ele também aplicou uma injeção para dor e deixou que os pais levassem a criança para casa.

Porém, dois dias depois, ela teve de retornar ao hospital devido a uma febre alta e foi internada. No dia seguinte, foi avaliada por outros médicos, que constataram a necessidade de amputação da perna por complicações causadas por bactérias.

O médico alegou que a fratura não era grave e não necessitava de internação no primeiro atendimento. A direção do hospital disse que não tem responsabilidade sobre o ocorrido. A Justificativa é que não havia vínculo empregatício entre a entidade e o médico.


Em primeira instância, a juíza Solange Procópio Xavier concluiu que ficaram demonstradas “a imperícia e a negligência do médico quando da concessão de alta hospitalar, porque, além de se tratar de uma criança, apresentava uma fratura grave, sendo possível e previsível o surgimento de algum problema, bem como a ocorrência de infecção”.

Sentença
O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) determinou que o hospital e o médico pagassem solidariamente R$ 50mil por danos morais, R$ 50 mil por danos materiais e pensão mensal.

O médico e a direção do hospital recorreram, mas o relator do recurso, desembargador Marcos Lincoln, manteve a sentença. Para o desembargador, o médico não agiu com a cautela necessária. “Não há a menor dúvida quanto à configuração de danos morais diante do imenso sofrimento e abalo da paz interior da autora, que teve sua perna amputada”, afirmou.

O desembargador destacou ainda que a estudante reclama do preconceito que sofre na escola por conta de sua situação e concluiu pela procedência do dano estético. Quanto ao pensionamento mensal, o relator avaliou que a amputação reduziu a capacidade laborativa da estudante, que já se encontra na idade adulta.

Fonte: EM

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Em Verdelândia, homem é preso por tentativa de homicídio

Um homem foi preso na madrugada deste domingo (12) em Verdelândia, após tentar matar uma pessoa na cidade. Segundo informações da Polícia Militar, a vítima estava parada em um carro com a família, quando o suspeito chegou e efetuou vários disparos contra o veículo.

Um dos disparos acertou o antebraço do motorista, que conseguiu dirigir até o hospital regional de Janaúba, onde foi socorrido. Ainda segundo a polícia, o homem atingido com o tiro reconheceu o atirador e indicou para a polícia. Ele foi preso em casa, juntamente com a arma do crime e várias munições.
A vítima não relatou à polícia se sabe a motivação do crime.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

IFNMG Janaúba abre seletivo para professor substituto

Com o intuito de contratar profissional de nível superior, o IFNMG – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais lançou edital de processo seletivo simplificado, cujas inscrições iniciam no dia 13 de fevereiro de 2017.

Regido pelo edital n. 39/2017, o seletivo dispõe de uma vaga para o cargo de Professor Substituto de Administração, sendo que para concorrer à oportunidade o candidato precisa ter Graduação em Administração.
Vale ressaltar que as inscrições iniciarão no dia 13 de fevereiro de 2017 e seguirão aberta até o dia 17 do mesmo mês.

A inscrição deverá ser efetuada no Setor de Protocolo, que fica na Av. Brasil, n. 334, Centro, Janaúba – MG, em horário de expediente, das das 8:00 às 11:00 e das 14:00 às 17:00.

Comece a estudar agora mesmo, apostilas a partir de R$ 10,00: Apostila de Língua Portuguesa, Apostila de Matemática, Apostila de Raciocínio Lógico, Apostila Informática, Apostila de Direito Administrativo e Apostila de Direito Constitucional.

O seletivo será realizado em duas etapas: Prova de Didática; Prova de Títulos.

Para mais informações sobre as provas, datas, locais e horários de aplicação dos exames, é necessário acessar o edital, que está disponível em: https://goo.gl/8niYqq

O resultado do processo seletivo do IFNMG será disponibilizado no endereço eletrônico: http://www.ifnmg.edu.br/professor-substituto.

O candidato aprovado irá atuar no campus Avançado em Janaúba, onde desenvolverá jornadas de trabalho semanal de 40 horas. O salário poderá ser de R$ 3.117,22 a R$ 5.697,61.

O prazo de validade do presente processo seletivo será de um ano, contado a partir da data de homologação do resultado final, podendo, a critério do Instituto, ser renovado uma vez, pelo mesmo período.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com