Blog com notícias de Janaúba e região!

sábado, 5 de novembro de 2016

Em Capitão Enéas jovem de 15 anos morre afogado em barragem

Jovem se afagou em barragem dentro de condomínio

(G1) Um adolescente de 15 anos morreu afogado no fim da tarde desta sexta-feira (4), quando nadava em uma barragem, em Capitão Enéas (MG). Segundo as primeiras informações de testemunhas, amigos do jovem que também estavam no local, o rapaz passou mal e não conseguiu nadar.

A barragem fica em uma propriedade particular, dentro de um condomínio, no Centro da cidade. O jovem estava no local com outros cinco amigos. A barragem tem profundidade de aproximadamente 12 metros e não é cercada ou sinalizada. O corpo do rapaz foi retirado pelo Corpo de Bombeiros e entregue à perícia.

A Polícia Militar esteve na ocorrência e confirmou que o local não tem sinalização de segurança. O G1 tentou contato, mas o proprietário do empreendimento não foi encontrado. Segundo a PM, um boletim de ocorrência será feito e entregue à Polícia Civil para investigar o incidente.

Em Porteirinha PM recupera materiais eletrônicos roubados de escola

Materiais recuperados pela PM na manhã desta sexta-feira.

Um jovem de 17 anos foi detido nesta sexta-feira (4) em Paciência, distrito de Porteirinha (MG), após confessar participação em um furto a uma escola da região. Através dele, a Polícia Militar recuperou um televisor, três monitores, teclados de computador e ainda três caixas de som. Uma moto, usada para fazer o transporte dos materiais furtados, também foi apreendida.

Segundo a PM, o adolescente teve ajuda de outro rapaz, também de 17 anos, que segue foragido, para invadir a escola do distrito na noite desta quinta-feira (3); eles teriam quebrado um dos vidros de acesso à instituição. De acordo com a polícia, um dos menores é ex-estudante da escola e sabia quais objetos estavam no prédio da instituição.

Após invadir a escola e pegar os objetos, os dois adolescentes furtaram uma moto; o veículo foi usado para fazer o transporte dos materiais. Segundo a PM, os jovens saíram escondendo os objetos furtados em várias casas e lotes vagos da cidade de Porteirinha e do distrito de Paciência.

Funcionários da escola perceberam o roubo e acionaram a polícia na manhã desta sexta-feira.

Durante rastreamento pelo distrito, um dos menores foi encontrado em atitude suspeita. Com ele a PM encontrou grande quantidade de chaves, pertencentes à escola. Ele confessou o crime e foi encaminhado à delegacia. O outro adolescente que participou da ação segue foragido.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: InterTV e PM

Em Verdelândia grupo tenta roubar Correios e troca tiros com segurança

Quatro homens armados invadiram uma agência dos Correios, nesta sexta-feira (4), durante uma tentativa de assalto frustrada em Verdelândia (MG). O grupo chegou ao local, que fica na Rua Ursino Cardoso, no Centro da cidade, usando duas motos e revólveres. Ao renderem funcionários e três clientes, realizaram doze disparos e foram surpreendidos por um segurança armado, que também atirou por três vezes. Durante a troca de tiros, um rapaz de 19 anos que passava pela rua foi baleado na perna.

De acordo com informações da Polícia Militar, nenhum funcionário ou cliente ficou ferido; eles se esconderam no cômodo onde fica o cofre dos Correios. A vítima, de 19 anos, foi socorrida e encaminhada ao Hospital Regional. Os criminosos não conseguiram roubar nada.

A PM tentou rastrear os autores, mas, até a publicação desta matéria, ninguém foi preso. Pelas câmeras de circuito interno dos Correios, um dos homens foi identificado. Ele teria roubado um açougue na Rua Mato Grosso, em Janaúba, na última quinta-feira (3). A polícia não informou a identidade do autor e disse que ele está sendo procurado.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: InterTV e PM

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Janaúba sedia Jornada de Tecnologia e Inovação

(Por Cida Santana) O Sebrae Minas realizará, de 23 a 25 de novembro, a Jornada de Tecnologia e Inovação em Janaúba. Promovido em parceria com a Associação Comercial de Janaúba (ACIJAN) e Agência de Desenvolvimento da Serra Geral (ADESEG), o evento tem apoio da Faculdade Vale do Gorutuba (Favag), Banco do Nordeste, Prefeitura de Janaúba, empresas Zavaz, Supritec e Construjan. A programação será em dois locais diferentes. Dias 23 e 24 as atividades serão no Salão Soberano, e dia 25 no Campus da UFVJM.

As inscrições estão abertas e podem ser feitas na sede do Sebrae Minas de Janaúba (38 3821 3000), na ACIJAN e pelo site www.adeseg.org.br. Para a programação diurna, as inscrições são gratuitas e, para participar das palestras durante a noite, o valor do investimento é de R$60,00.
O evento tem como objetivo disseminar o comportamento empreendedor e inovador nos participantes por meio de palestras e oficinas, que irão debater novidades na área de empreendedorismo, inovação e tecnologia.
A Jornada de Tecnologia e Inovação irá abordar temas como e-commerce, segurança na internet, computação em nuvem, robótica, geotecnologias e uso de drones no agronegócio, energias renováveis, inovação em atendimento e vendas.
Uma das atrações da programação é a palestra “Inovação em Vendas e Atendimento – As atitudes do vendedor campeão”, ministrada por William Caldas: eleito em 2009 pela editora 3C do Rio de Janeiro, como um dos 30 maiores especialistas em motivação do Brasil.
De acordo com o analista técnico do Sebrae Minas Jadilson Borges, a jornada é de fundamental importância para o aprimoramento empresarial pois, além do comportamento empreendedor, todo empresário precisa ter como foco a inovação nas suas práticas gerenciais.
Serviço
Jornada de Tecnologia e Inovação em Janaúba
Locais: dias 23 e 24, Salão Soberano – Av. Edilson Brandão Guimarães, 3191, Bairro Santa Cruz; e dia 24, Campus UFVJM - Av. Manoel Bandeiras, 460, Bairro Veredas.

Programação

Dia 23/11
7h às 8h: Credenciamento.
8h às 9h: Palestra: Promoção do desenvolvimento econômico regional | Palestrante: Fernando Passalio de Avelar.
9h às 11h: Oficina: Comércio, serviços e tecnologia, e-commerce, segurança e computação em nuvem.
14h às 17h: Oficina: Educação – Janaúba: Polo de educação; lixo eletrônico e robótica.
20h: Palestras Mágicas - Profissionais que dão Show | Palestrante: Bianko

Dia 24/11
7h30min: credenciamento.
8h: Palestra - Ecossistema de Tecnologia da Serra Geral. É possível? | Palestrante: Leonardo Dias, Subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo de Minas.
9h: Oficina: Agronegócios – Geotecnologias / Internet das Coisas / Drones.
13h30 min: Credenciamento
14:00 às 17:00: Oficina: Energias Renováveis – Regulamentação / Cases de sucesso local / Fontes de Recursos.
20h: Palestra: Inovação em Vendas e Atendimento - As Atitudes do vendedor Campeão | Palestrante: William Caldas

Dia 25/11
8h ás 16h: Oficinas com apresentação prática de geotecnologias e drones.

Janaúba recebeu mais de R$ 15 milhões de IPVA, IPI e ICMS


Uma cidade que tem ouvido constantemente do seu chefe do executivo: “Não há dinheiro”. Causa estranheza, quando temos a oportunidade de verificarmos os dados do Portal da Transparência de Minas Gerais e do Governo Federal, onde milhões mensalmente têm sido depositados nas contas gorutubanas.

Só em 2016, de janeiro a setembro, Janaúba recebeu do Governo de Minas Gerais mais de R$ 15 milhões referentes à IPVA, IPI e ICMS. Esse valor que tem origem nos nossos impostos deixa dúvidas em relação à capacidade de gerenciamento do atual executivo municipal, que claramente não tem condições de governar.

Uma administração que gastou só neste ano mais de R$ 1 milhão com manutenção, aluguel e combustível de carros, naturalmente tem que reclamar sim sobre a falta de dinheiro, um recurso como este que em boa parte foi gasto com aluguéis de veículos poderia comprar uma frota nova de carros que consumiria menos combustível e precisaria de menos manutenção, e consequentemente geraria para os cofres do município uma economia fantástica.

Outro número que chama a atenção, é o repasse do Governo Federal para Janaúba neste ano, somente de janeiro a setembro Janaúba recebeu quase R$ 65 milhões. Deste montante há o chamado Recurso Pago Direto ao Cidadão, que inclui o Bolsa Família que abocanha R$ 11 milhões, em seguida vem o Garantia-Safra com R$ 671 mil e por fim o PETI com R$ 4.320,00. Estes são os únicos recursos do Governo Federal pagos diretamente ao cidadão janaubense, sendo todo o restante depositado diretamente na conta da Prefeitura de Janaúba.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Jovem é estuprada após marcar encontro em rede social em MG

(G1) A Polícia Civil investiga um caso de estupro de uma jovem, de 19 anos, em Montes Claros, no Norte de Minas. Nesta quinta-feira (3) o delegado regional de Montes Claros, Jurandir Rodrigues, afirmou que dois adolescentes estão apreendidos por envolvimento no crime, ocorrido na tarde desta quarta-feira (2).

De acordo com o delegado, a vítima relatou ter marcado um encontro por um aplicativo de mensagens com um dos envolvidos. O rapaz a convidou para irem até uma construção, no Bairro Guarujá. “Lá na construção estava outro adolescente. Ela afirma que não consentiu o ato sexual, mas eles a forçaram. Os dois fugiram ainda levando o celular da vítima”, explica o delegado.

Segundo a Polícia Militar, durante rastreamento, os dois adolescentes foram encontrados no Bairro Delfino Magalhães. Eles estavam com o celular da jovem e foram levados para a delegacia. “Eles negam que tenham forçado. Durante o depoimento eles dizem que um deles conhecia a vítima e por isso teria marcado o encontro com ela. Mas ela nega e reafirma que foi forçada”, diz Jurandir.

A vítima foi encaminhada a um hospital da cidade, onde, segundo o delegado foram colhidos materiais para exames que possam comprovar a conjunção carnal. Na tarde desta quinta-feira os adolescentes foram encaminhados ao Centro Socioeducativo Nossa Senhora Aparecida (Csensa).

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Janaubenses doaram alimentos para Fundação Sara

A entrega dos alimentos (Foto: Marcela Alencar)

(Por AMBRÓSIO PRATES) Os alunos da escola Sejan, de Janaúba, doaram aproximadamente 800 quilos de alimentos para a Fundação Sara, de Montes Claros, em evento realizado na semana passada. O material foi coletado junto aos alunos da escola, através de gincana e em pleno mês que se comemorou o Câncer Feminino, através do Outubro Rosa. É mais um exemplo de solidariedade de Janaúba. Mais de 30 alunos da escola foram até a Fundação Sara, em Montes Claros, fazer a entrega e ainda conhecer a unidade, que é a única em todo Norte de Minas a dar abrigo a crianças com câncer.

A Fundação Sara nasceu da convivência que os pais, parentes e amigos da pequena Sara Albuquerque, tiveram com a dor e a esperança durante a sua doença, 1996/1997. O transplante muito caro fez com que amigos e colegas, empregados da Cemig, se unissem e promovessem a Campanha “Ajude a Salvar a Vida da Sara”. Formou-se uma corrente de amor numa demonstração de solidariedade jamais igualável.

Apesar de todo o apoio, a pequena Sara acabou partindo para a casa do Senhor em 22/11/1997.

Imediatamente após o falecimento da filha, os pais resolveram colocar em prática o sonho idealizado durante o tratamento da pequena Sara, pois passaram pela difícil experiência do tratamento fora de seu domicílio. Mas tiveram a bênção de contar com o apoio de amigos, tanto em Belo Horizonte como em São Paulo.

Munidos de fé e boa-vontade, Álvaro e Marlene sentiram que Deus colocava em suas mãos a missão de investir o que restou da Campanha em algo duradouro, que pudesse levar a outras crianças, como Sara, e outros pais, como eles, o apoio que tanto tiveram durante a árdua experiência de sofrimento da própria filha. Assim, em junho/1998 foi instituída, em Montes Claros – MG, a Fundação Sara Albuquerque Costa para receber e assistir crianças e adolescentes com câncer e seus acompanhantes.

Em Janaúba, ventania derruba muros e destelha casas

(Foto: Ambrósio Prates)

(Foto: Ambrósio Prates)
(Por AMBRÓSIO PRATES) Um forte temporal e uma forte ventania provocaram o destelhamento de diversas casas do Residencial Clarita, em Janaúba, sábado, aproximadamente às 17h. A chuva, que foi registrada em várias cidades do Norte de Minas, se transformou em uma tempestade em Janaúba e junto vieram as fortes rajadas de vento. A ventania foi tão violenta que os muros de várias casas vieram ao chão. Também foram danificados diversos telhados. Em uma das casas a força do vento derrubou uma área inteira. Parte do madeiramento caiu sobre uma motocicleta que ficou danificada.

A tempestade durou apenas alguns minutos, mas foi o suficiente para provocar estragos em dezenas de residências. Também houve registro de danos no bairro São Lucas e na região rural de Pedra Preta, onde também foram relatados casos de desabamento e destelhamento de casas. 

Os moradores passaram o fim de semana consertando parte dos estragos provocados pela chuva. No ano passado, uma tempestade similar também provocou estragos nas casas do mesmo residencial.

A forte ventania é facilitada pela topografia da cidade de Janaúba, que, por ser uma cidade plana, permite maior circulação dos ventos. As chuvas, esperadas com expectativas pelo produtor rural, para permitir que inicie o plantio da safra agrícola 2017/2018, acabaram provocando essa situação de danos nas residências dos moradores de Janaúba.

Codevasf anuncia retomada das obras no canal do Gorutuba

A reunião realizada em Brasília (Foto: Divulgação)

(Por AMBRÓSIO PRATES) As obras de recuperação do canal do Projeto Irrigado Gorutuba, em Janaúba e Porteirinha, deverão ser retomadas em janeiro de 2017, para desespero dos irrigantes, e com o agravante de ser em plena época de chuva. O superintendente estadual da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Rodrigo Alves Rodrigues, anunciou que esteve em Brasília, na última quarta-feira, e discutiu o assunto com a direção da empresa responsável pelas obras de recuperação do canal principal do perímetro de Irrigação Gorutuba.

Ficou definido que, além da retomada das obras, serão realizados os serviços de recuperação, reforma, e aperfeiçoamento dos canais. Até janeiro, a empresa contratada para realizar as intervenções se dedicará a adequar projetos. Participaram da reunião, que definiu esse cronograma de trabalho, além do superintendente Rodrigo Rodrigues, a presidente da Codevasf, Kênia Marcelino, o diretor de Empreendimentos de Irrigação, Luís Napoleão Casado, o gerente de Empreendimentos de Irrigação, Carlos Alberto Santos Pinheiro e representantes da empresa responsável pelas obras.

O contrato prevê a execução de obras e serviços voltados à recuperação do canal principal do perímetro e à transformação dos canais abertos em sistema de tubulação, e, ainda, a automação de tarefas de medição, monitoramento e controle. “Essas obras vão restabelecer aos irrigantes os 100% da capacidade de irrigação, que atualmente está reduzida. Vão também reduzir a perda de água em 40%. Tendo em vista que a região hoje sofre muito com a falta de chuvas, a execução dessas obras é muito importante”, afirma Rodrigo Rodrigues. Justificando, assim, o seu empenho em buscar uma solução para concluir essas obras, que, hoje, são um dos maiores problemas, vividos pelos irrigantes gorutubanos.


Quando as intervenções estiverem concluídas, os produtores do Gorutuba observarão significativa melhora na condução e na distribuição da água. A minimização da perda de água permitirá a expansão da área irrigável dos atuais 4.800 hectares para 7.800 hectares, o que viabilizará o aumento da produção e o surgimento de novos empregos diretos e indiretos. Entre os fatores que beneficiarão produtores também está a redução dos custos de operação e manutenção da infraestrutura de uso comum. O perímetro Gorutuba possui atualmente 393 lotes de produção familiar e 65 lotes empresariais. As principais culturas são banana, uva e pastagem.

YouTuber é detido durante gravação de “pegadinha” em Montes Claros

Suspeitos foram detidos pela PM (Foto: Divulgação/PMMG)

Material usado para simular droga
 (Foto: Divulgação/PMMG)
Quatro homens foram detidos depois de inventarem uma história para filmar a reação de dois adolescentes que seriam apreendidos com sacos contendo cocaína e maconha, que na verdade, eram bicarbonato de sódio e coentro. A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar no Centro de Montes Claros, nessa segunda-feira (31), como constrangimento ilegal.

Militares que faziam patrulhamento foram acionados por um pedestre que passava pelo Centro e estranhou ao ver os menores sendo revistados. Os policiais foram até o local indicado e constataram que se tratava de uma “pegadinha”.

Segundo a PM, os dois adolescentes de 16 e 17 anos foram abordados por um rapaz de 20. Ele pediu para que segurassem a mochila dele enquanto amarrava os cadarços do tênis. Em seguida, dois homens de 24 e 27 anos se aproximaram, afirmando que eram policiais militares do Setor de Inteligência, e abordaram os menores. Dentro da mochila, foram encontrados os sacos plásticos com bicarbonato e coentro. Durante a abordagem, os PMs ainda verificaram que toda a ação era filmada por um jovem de 22 anos.

Os quatro detidos foram levados para a delegacia junto com os sacos plásticos apreendidos e com a câmera. As vítimas também foram conduzidas.

Segundo a assessoria da Polícia Civil, os quatro homens foram liberados depois de assinarem dois Termos Circunstanciados de Ocorrência por constrangimento mediante violência ao praticar ato ilegal e por se passarem por policiais militares. O caso foi encaminhado para o Juizado Especial Criminal e continua sendo investigado.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: PM e InterTV

Parceria garante fraldas para UTI Neonatal da Fundajan

O Hospital da Fundajan (Foto: Divulgação)

(Por AMBRÓSIO PRATES) As crianças internadas na UTI Neonatal do Hospital da Fundajan, em Janaúba, contarão com fraldas descartáveis que serão viabilizadas pela Fundação Credivag, conforme parceria firmada na última terça feira, em evento realizado no prédio do hospital. Com a assinatura da parceria, ficaram assegurados os recursos através da entidade financeira para a compra de fraldas que irão servir aos bebês recém nascidos na unidade. A assinatura da parceria contou com as presenças do diretor da Fundação CREDIVAG, Adilson Pessoa Lopes e do presidente da Fundajan, Luciano Sartori, além dos vice-presidentes das duas entidades, Armando Nascimento e Willian Oliveira.

A Fundação CREDIVAG vem desempenhando um importante papel social na comunidade de Janaúba. A instituição mantém uma banda formada por crianças e adolescentes do Projeto Adolescente Cidadão, além de socorrer diversas entidades com promoções de ações de apoio e ajuda financeira. No ano de 2015 a CREDIVAG que é ligada ao sistema SICOOB, foi eleita como a melhor cooperativa em todos os âmbitos em todo o país. Atualmente a instituição conta com cinco unidades em três cidades do Norte de minas.

Por sinal, a Fundação Credivag está exportando seu modelo de atuação. No sábado, em Montes Claros, durante o Seminário de Capacitação do Terceiro Setor, realizado pela Fundação Credinor, de Montes Claros, um dos destaques foi o “Case de Sucesso” da Fundação CREDIVAG, de Janaúba, apresentado por Nilde Antunes, fundadora e diretora presidente da Fundação Credivag e vice-presidente do Conselho de Administração do Sicoob Credivag e diretora do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba, que salientou como o trabalho da Fundação Credivag pode inspirar pessoas e organizações a atuarem socialmente e de forma continuada nas suas respectivas comunidades.

A Fundação CREDIVAG foi instituída no ano de 2008 e houve um período de aprendizados, começos e recomeços, onde várias estratégias de atuação na formação cidadã foram testadas. Os trabalhos se encorparam a partir de 2011, quando encontrou um modelo de atuação que atende aos objetivos e valores institucionais, através da consolidação de parcerias e projetos. Nilde alerta para os maiores gargalos enfrentados na região de abrangência da Credivag é a baixa qualidade de gestão de parte das entidades operadoras que buscam parcerias; abordagem excessiva por uma atuação meramente assistencialista; deficiência orçamentária para atender às demandas sociais; e a dificuldades de celebrar parcerias com entidades públicas, como as prefeituras, por exemplo.

Prefeito Yuji Yamada desiste de receber três meses de salário

Yuji Yamada

(Por AMBRÓSIO PRATES) O prefeito Yuji Yamada, de Janaúba, desistiu de receber os seus salários de outubro, novembro e dezembro, como forma de ajudar a Prefeitura a superar as dificuldades financeiras atuais, por causa da crise financeira. Ele tomou a decisão na última quinta-feira, e surpreendeu o mundo político, pois é raro um fato como esse. Desde o mês de junho ele articulou para os prefeitos do Norte de Minas adotarem outra medida inédita, mas sem efeito prático: decretarem Situação de Emergência Financeira, de reconhecimento da falta de recursos para pagar as dívidas. Yamada é um dos maiores fruticultores do Brasil e não depende de verba pública para sobreviver.

Na entrevista ao Jornal Serra Geral, o prefeito janaubense, nascido no Japão e que veio morar no Brasil, salienta que diante da crise econômica brasileira, os planos de ajustes fiscais federais e estaduais, que refletem diretamente nos municípios, com quedas de receitas, ele foi obrigado a adotar algumas medidas de redução de despesas, para cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, que impede deixar dívidas para o ano seguinte ou novo mandato, se não tiver a verba especifica para cobrir essa despesa. Por isso, ele tomou a iniciativa de dar seu exemplo e desistiu de receber os salários dos últimos três meses. Nenhum secretário ou assessor seguiu o seu gesto.

Yamada anunciou que também está prevista a exoneração de assessores que ocupam cargos comissionados e pessoal contratado. “Deixo a Prefeitura com a sensação do dever cumprido e garanto não ter problema algum em nossa gestão”, disse o prefeito janaubense na entrevista. O prefeito Yuji Yamada passou por um susto recentemente, pois sofreu acidente em sua casa e bateu a cabeça no chão. Ele recebeu atendimento por parte de uma equipe de saúde tendo, inclusive, submetido a procedimento cirúrgico. “Foi só um susto mesmo”, completou Yuji Yamada.

Produtores do Jaíba exportam frutas e consolidam mercado internacional

Regiões de plantação do Projeto de Irrigação do Jaíba,
onde o limão é produzido em larga escala

Minas Gerais sustenta a segunda colocação no ranking nacional, atrás de São Paulo, na produção do limão. O fruto é cultivado em diferentes regiões do estado, mas o Norte de Minas vem sustentando a primeira colocação entre as principais regiões produtoras mineiras. O bom desempenho vem dos produtores do Projeto de Irrigação do Jaíba.

O projeto, localizado nos municípios de Jaíba e Matias Cardoso, uma parceria entre Codevasf e Ruralminas, é responsável por cerca de 70% da produção estadual, ultrapassando 90 mil toneladas da fruta e está conquistando cada vez mais o mercado externo. O Jaíba cumpre o objetivo de promover o desenvolvimento regional integrado com base na agricultura irrigada, agroindústria e agropecuária.

O maior projeto de agricultura irrigada da América Latina ocupa uma área total irrigável de 107,6 mil hectares. Na etapa I do Jaíba, a área irrigável é de 24.752 hectares e a área ocupada é 23.061.

Mais da metade da área do perímetro é destinada à fruticultura, com destaque para a produção de limão.

Hoje, cerca de 40% da produção da fruta cítrica é direcionada à exportação, sendo que 4.000 toneladas foram exportadas em 2016, e os produtores têm meta de aumentar a venda externa em 25% ainda este ano.

A irrigação do Jaíba é um dos mais importantes empreendimentos agrícolas do Brasil e uma nova fronteira do agronegócio. Além do limão, a manga é uma realidade na exportação na região . Cerca de 15% da produção ou 2.300 toneladas são enviadas ao exterior.

A meta é diversificar a pauta. "O objetivo é aumentar a exportação. Vamos iniciar o planejamento do manejo da banana prata. Estamos trabalhando para melhorar a qualidade do limão trabalhando no processo da cultura, investindo em adubação, condução da lavoura, em tecnologias de modo geral", completa o produtor.
A área do Jaíba II tem 19.276 hectares, dos quais 14 mil hectares estão em produção. Nela atuam médios e grandes produtores, contemplando 55 empresários, com 684 lotes.

Emater
A Emater-MG atua no Projeto Jaíba com muita intensidade na cultura do limão, pois Minas Gerais é responsável por uma produção que ultrapassa 90 mil toneladas anuais. A boa produção é representada pelo bom desempenho dos municípios de Jaíba, com 39,5%, e Matias Cardoso, com 31,3% da produção mineira, respectivamente.

Com um público atendido de 561 agricultores familiares, em uma área plantada de 1.146 hectares, a assistência técnica no sistema de produção e comercialização dos produtos oferecida pela Emater é fundamental para a dinamização do Projeto Jaíba. Os produtores assistidos comercializam a fruticultura em entrepostos como Ceanorte, Ceasa-MG, supermercados e sacolões, bem como em mercados institucionais como PAA e PNAE.

IMA
As atividades do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) no Projeto de Irrigação do Jaíba englobam ações defesa sanitária vegetal relacionadas com fiscalização da Certificação Fitossanitária de Origem, fiscalização do trânsito de vegetais, levantamentos fitossanitários, coleta de amostras de vegetais para análise laboratorial a fim de verificar a presença de pragas.

Também é realizada a fiscalização do vazio sanitário de algodão, fiscalização da comercialização e utilização de agrotóxicos e afins. A coleta de amostra de produtos agrícolas para verificar ocorrência de resíduos de agrotóxicos é feita regularmente.

A fiscalização do comércio de sementes e mudas e coleta de amostras de sementes para análise laboratorial para verificar a qualidade desses produtos disponibilizados aos produtores rurais também são executadas pelo IMA.

Com o incremento dessas ações os produtos agrícolas produzidos na região alcançam maior qualidade e têm possibilidade de abertura de novos mercados, tanto o nacional como internacional.

De acordo com o IMA, o trabalho é todo realizado pelos fiscais agropecuários, engenheiros agrônomos e fiscais assistentes lotados na Coordenadoria Regional, localizada em Janaúba, e por servidores do escritório seccional de Jaíba.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: Governo de Minas Gerais

Em Porteirinha, PM prende homens e apreende armas e colete após assalto

Materiais apreendidos pela PM em Porteirinha

Dois homens de 27 e 29 anos foram presos depois de um assalto a uma farmácia em Porteirinha (MG) nessa terça-feira (1º). Com eles foram apreendidas uma espingarda, um revólver, uma réplica de arma, um colete a prova de balas, munições, dinheiro e um rádio.

Segundo a Polícia Militar, enquanto um deles entrou na farmácia o outro permaneceu do lado de fora dando cobertura. Eles fugiram de moto levando dinheiro.

Ainda de acordo com a PM, no momento em que foram abordados, perto do trevo de Riacho dos Machados (MG), os assaltantes estavam em uma moto e com a chave de um carro. Ao serem questionados, apontaram onde o automóvel estava escondido. Todo o material apreendido estava no veículo. Um deles usava a mesma roupa que vestia no momento do crime.

Os homens foram reconhecidos pelas testemunhas e confessaram o crime. Eles foram levados para a delegacia.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: PM e InterTV

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Escolas do Norte e Noroeste de Minas têm provas do Enem adiadas

(G1) O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou na tarde desta terça-feira (1º) a lista com o nome de escolas que terão as provas do Enem adiadas por causa das ocupações das instituições educacionais.

As ocupações em diversos estados são motivadas pela rejeição à medida provisória que trata da reforma do ensino médio e também contra a PEC (241) do teto de gastos públicos. Nas regiões Norte e Noroeste de Minas, 11 escolas tiveram o exame adiado.

Ainda segundo o Inep, as provas adiadas serão realizadas nos dias 3 e 4 de dezembro. Em todo o país, de acordo com o Inep, as provas foram adiadas para 191,4 mil participantes.

A divulgação das notas do Enem 2016 estava prevista e foi mantida para 19 de janeiro. Segundo o Inep, não houve alteração nessa data e, por isso, não vai haver interferência no cronograma das instituições que usam o Enem como processo seletivo.


Veja a lista com a relação das cidades e escolas:

Espinosa
Escola estadual Betânia Tolentino Vieira

Januária
Escola Estadual Olegário Maciel

Monte Azul

Escola Estadual de Monte Azul
Escola Estadual Tancredo Neves


Montes Claros
Escola Estadual Monsenhor Gustavo

Unaí
Escola Estadual Delvito Alves da Silva
Escola Estadual Manoela Faria Soares
Escola Estadual Tancredo de Almeida Neves
Escola Estadual Teófilo Martins Ferreira
Escola Estadual Vigário Torres

Porteirinha: Professora morre em acidente na MG-122

Carmem Edilene Silveira. Foto: Facebook.

Uma professora morreu na manhã desta terça-feira em um acidente na MG-122, no Norte de Minas. De acordo com a Polícia Militar, Carmem Edilene Silveira, 37 anos, seguia em uma motocicleta sentido Porteirinha a Nova Porteirinha quando foi atingida por um carro.

Ainda segundo a PM, o motorista do carro relatou que seguia no sentido contrário à professora, mas, ao desviar de um animal na pista, invadiu a contramão de direção e bateu de frente com a motocicleta conduzida pela professora. A polícia afirmou que a vítima morreu no local do acidente.
Carmem iria completar 38 anos no próximo dia 19 de novembro.


Pablo de Melo 
pablo-labs@hotmail.com

Em Janaúba Polícia Civil apreende drogas no Bairro Santa Cruz

Três tabletes de maconha foram encontrados em
outra casa, nesta terça

Drogas e arma foram
apreendidas nesta segunda-feira (31)
A Polícia Civil de Janaúba realizou duas operações para desarticular pontos de tráfico de drogas na cidade. As ações foram no Bairro Santa Cruz, nessa segunda-feira (31) e nesta terça-feira (1º).

De acordo com informações da PC, várias denúncias informavam a existência do tráfico de drogas no bairro. Nesta segunda, policiais foram em uma casa, na Rua Felicidade Antunes, apontada nas denúncias, e encontraram 43 buchas de maconha, nove papelotes de cocaína, um revólver .38 e dinheiro.

Já nesta terça-feira, os investigadores foram em outra casa, na Rua Zim Batista, no mesmo bairro, e localizaram barras de maconha, que pesavam quase dois quilos. Uma mulher que estava na residência informou aos policiais que apenas guardava as drogas para um rapaz.

Ainda segundo a PC, os responsáveis pelos entorpecentes são dois jovens, de 19 e 21 anos, que pertencem a uma mesma facção criminosa. Apesar das buscas, eles não foram localizados. O material apreendido foi levado para a delegacia da cidade.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: InterTV e PC

Mais de 100 escolas estaduais estão ocupadas em Minas Gerais

Estudantes ocupam Estadual Central contra reforma do ensino médio

(G1) O número de escolas estaduais ocupadas por estudantes em Minas Gerais chega a 103 nesta segunda-feira (31), de acordo com a Secretaria de Estado de Educação (SEE). Eles protestam contra a reforma do ensino médio e a proposta de emenda constitucional (PEC) 241, que impõe um teto ao crescimento dos gastos públicos.

Uma das mais tradicionais da capital, a Escola Estadual Milton Campos, conhecida como Estadual Central, na Região Centro-Sul, foi uma das primeiras a ser ocupadas. Desde o dia 6 de outubro, os alunos estão mobilizados no pátio. O colégio e outras seis instituições de Belo Horizonte foram locais de votação neste domingo de eleições. Nenhum incidente foi registrado. Em relação à realização do Exame Nacional do Ensino Médio nos locais ocupados, a SEE informou que aguarda posicionamento do Ministério da Educação (MEC), responsável pela realização do exame.

UFMG
A ocupação no campus da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) começou no dia 19 de outubro com o prédio do Centro de Arividades Didáticas (CAD) 1. De acordo com o Diretório Central dos Estudantes UFMG (DCE-UFMG), são oito os prédios ocupados até esta segunda-feira.

São eles: dois do Centro de Atividades Didáticas (CAD) - desde 21/10; a Faculdade de Educação (FAE) - desde 21/10; o Instituto de Geociências (IGC) - desde 24/10; a Faculdade de Arquitetura - desde 24/10; o Instituto de Ciências Agrárias, em Montes Claros, na Região Norte do estado - desde 25/10, a Escola de Belas Artes - desde 27/10, e a Faculdade De Letras - desde 27/10.

A universidade não vai se pronunciar sobre as ocupações.

UFVJM
Prédios da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), em Diamantina e em Janaúba, estão ocupada desde o dia 13 de outubro. O campus Unaí começou a se mobilizar no dia 21. O DCE da instituição informou que a luz chegou a ser cortado na sexta-feira (28) e no sábado (29). A UFVJM confirmou que faltou energia nestes dias, mas não soube dizer se foi um problema técnico. Parte do corpo docente da universidade entrou em greve também contra a PEC 241. Segundo a instituição, as aulas estão sendo realizadas normalmente.

De acordo com o reitor, professor Gilciano Saraiva Nogueira, a equipe gestora mostrou-se desde o início da ocupação ser solidária ao movimento e em favor da universidade e da educação pública, mantendo atenção à situação da UFVJM, especialmente no que diz respeito à manutenção dos campi Unaí e Janaúba, bem como a dos cursos de medicina.

UEMG
A Escola Guignard, na Região Centro-Sul, de Belo Horizonte, começou a ser ocupada no dia 25 de outubro. Segundo a Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), as aulas acontecem normalmente no local.

UFOP
Quatro prédios da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) estão ocupados desde o dia 27 de outubro, segundo a instituição.

PEC 241
A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou no dia 9 de agosto, por 33 votos a favor e 18 contra, a admissibilidade da proposta de emenda constitucional (PEC) encaminhada pelo governo e que institui um teto para os gastos públicos por até 20 anos.

A PEC 241 impõe um teto ao crescimento dos gastos públicos, que impacta diretamente nos recursos destinados à educação pública; a Medida Provisória 746, que reestrutura o Ensino Médio no Brasil; o Projeto de Lei 257, que retira direitos dos trabalhadores; o quadro orçamentário e financeiro de 2016 e a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2017.

Reforma do ensino médio

As mudanças afetam conteúdo e formato das aulas, e também a elaboração dos vestibulares e do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A primeira mudança importante determinada pela medida provisória é que o conteúdo obrigatório será diminuído para privilegiar cinco áreas de concentração: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e formação técnica e profissional. Artes, educação física, filosofia e sociologia, deixam de ser obrigatórias.

O segundo destaque da reforma será o aumento da carga horária. Ela deve ser ampliada progressivamente até atingir 1,4 mil horas anuais. Atualmente, o total é de 800, de acordo com o Ministério da Educação (MEC). Com a medida, a intenção do ministério é incentivar o ensino em tempo integral e, para isso, prevê programa específico com R$ 1,5 bilhão para incentivar que escolas adotem o ensino em tempo integral.

A previsão do MEC é que turmas iniciadas em 2018 já possam utilizar as mudanças. Até lá, as redes estaduais poderão fazer adaptações preliminares, já que o Ministério da Educação condiciona a implementação de pontos da reforma à conclusão da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Ato em protesto aos crimes contra mulheres e impunidade é realizado em Porteirinha


O Coletivo de Mulheres Organizadas do Norte de Minas realizou nesta segunda-feira, 31, uma grande marcha em Porteirinha para denunciar a impunidade aos crimes contra as mulheres e cobrar das autoridades competentes maior agilidade na solução dos casos. A caminhada, que reuniu mulheres de toda a região, partiu do Centro Cultural e seguiu pelas ruas da cidade em direção às sedes da Delegacia de Polícia Civil, Ministério Público e Fórum, onde foi feita a entrega de uma carta que continha todas as reivindicações direcionada às autoridades.

De acordo com o Coletivo de Mulheres, a violência contra as mulheres nas comunidades rurais é tão ou mais acentuada do que na área urbana. “O fato é que, por estarem localizadas em comunidades rurais, os atos de violência e crimes sofridos por essas mulheres têm pouca visibilidade e, por não serem devidamente apurados, os responsáveis não são punidos. Além disso, muitas vezes, esses crimes nem aparecem nas pesquisas realizadas” explica a presidente do Coletivo, Maria de Lourdes Nascimento.

Em documento enviado à imprensa, a presidente ainda destaca que, na região do Norte de Minas, em especial nos municípios próximos ao local da Marcha, vários crimes aconteceram nos últimos tempos:

– Um estupro coletivo de uma jovem na comunidade rural de Tocandira;

– Dois estupros de menores de idade e um assassinato na comunidade rural de Amargoso;

– Um estupro em Pai Pedro;

– Tentativa de duplo assassinato de mãe e filha, em que o padrasto deixou a menor, sua enteada, cega com uma facada no olho, e a companheira, esfaqueada, com duas perfurações. O crime ocorreu na comunidade de Furado das Lajes, há três anos e ainda não teve nenhum esclarecimento;

– Uma idosa encontrada morta em seus aposentos com sinais de agressão, em Porteirinha;

– Uma tentativa de assassinato em que a mulher teve parte do corpo queimado, em Serranópolis de Minas.

Segundo Maria de Lourdes, a situação é preocupantes e é preciso mobilizar a todos nesta causa. “Estamos preocupadas e inconformadas com tal situação, o Coletivo de Mulheres promoveu este ato público, envolvendo inúmeras mulheres, numa tentativa de cobrar das autoridades locais, informações e celeridade na apuração e condenação desses crimes, bem como a condenação dos criminosos”, destacou.

SOBRE O COLETIVO DE MULHERES: A Associação do Coletivo de Mulheres Organizadas do Norte de Minas – ACMONM foi criada em 2010 com o objetivo de organizar as mulheres das comunidades rurais para que, juntas, possam lutar pelos seus direitos, combatendo a violência doméstica, criando autonomia financeira, gerando renda para melhorar a qualidade de vida das famílias rurais, soberania alimentar, fortalecimento nos debates relativos às questões ambientais e ocupação dos espaços políticos e sociais que lhes são de direitos nas instituições e entidades as quais representam ou possam vir a representar.

A Associação é formada por 55 mulheres, sendo 95% trabalhadoras rurais das microrregiões da Serra Geral, Alto do Rio Pardo e Montes Claros, envolvendo, ao todo, 37 municípios. O processo de mobilização e envolvimento deste grupo com outros desta região tem tomado proporções consideráveis. Já foram realizadas várias atividades, dentre elas, cinco marchas entre o período de 2010 a 2015, tendo sido a primeira com um grupo de 1.000 mulheres, e a última, já alcançando um movimento composto por, aproximadamente, 6.000 mulheres.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: Site Porteirinha Notícias

domingo, 30 de outubro de 2016

Caixa é condenada a pagar R$ 10 mil de indenização a concurseiro de Januária-MG


(Fábio Oliva) A Caixa Econômica Federal foi condenada a pagar R$ 10 mil de indenização por danos morais a um estudante de Januária, no Norte de Minas. O estudante foi impedido de fazer a prova de um concurso público, porque o banco não repassou à instituição organizadora o valor da sua taxa de inscrição.

Em suas alegações, o estudante Paulo Victor Francisco de Jesus, disse que é "concurseiro" e há anos se preparava para prestar concurso público. Em 2014, ele se inscreveu para disputar uma das 19 vagas para o cargo auxiliar de biblioteca ofertadas pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais – IFNM, de Januária, com remuneração inicial de R$ 1.562,23.

Segundo o estudante, após verificar que preenchia todos os requisitos exigidos pelo edital, pagou taxa de inscrição no valor de R$ 50,00. No dia 30 de março de 2014, ele se dirigiu ao local de aplicação das provas do concurso e, lá chegando, foi impedido de fazê-las, porque o pagamento de sua taxa de inscrição não havia sido confirmado pela Caixa Econômica Federal à instituição organizadora.

O demandante sustentou que se sentiu “frustrado e impotente”, porque cumpriu com todos os requisitos exigidos pelo edital, havia se preparado, tinha a certeza de que pelo seu preparo e dedicação seria aprovado para ocupar uma das 19 vagas ofertadas pelo edital, porém, não pode fazê-la devido ao erro bancário.

No dia seguinte à realização do concurso, Paulo Victor procurou a agência da CEF em Januária com o comprovante de pagamento da taxa de inscrição em mãos, onde foi informado pelo gerente que o valor estava à sua disposição, mas que para recebe-lo teria que assinar diversos documentos, não podendo ficar com nenhuma cópia.

Segundo o estudante, o gerente da CEF ainda teria dito que se ele não assinasse os documentos não teria seu dinheiro de volta e deveria procurar seus direitos, advertindo-o de que, judicialmente, não teria êxito, porque estaria demandando contra um grande banco e contra um Instituto Federal.

Na sentença de oito laudas, o juiz federal Jefferson Ferreira Rodrigues, da 2ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Montes Claros, reconheceu que “o numerário recolhido não foi repassado à entidade pública que realizou o certame, fazendo com que a inscrição fosse cancelada”, causando “os dissabores experimentados pelo autor”.

Em sua defesa, a CEF disse que “apesar de não ter realizado a prova, o autor nada perdeu; ao contrário, o tempo despendido para os estudos reverteram em seu proveito”, concluindo que "nem toda perda de oportunidade traz como consequência um prejuízo". O magistrado considerou o argumento um “sarcasmo desnecessário”.

O juiz reconheceu que houve “um autêntico caso de má prestação de serviços que demanda pronta reparação dos danos suportados pela parte autora” e condenou a CEF a indenizar o estudante em R$ 10 mil por danos morais.
Atuaram pelo estudante os advogados Rodrigo Lagoeiro Rocha e Fábio Henrique Carvalho Oliva. Pela CEF, os advogados Daniel Loures Sá e Márcia Caldeira Gonçalves.

Processo nº. 0000275-8 1.2015.4.0 1.3807

Consep de Capitão Enéas mobiliza população para recolher sacolas plásticas

Sacolinhas se acumulam e causam impacto na
natureza (Foto: Divulgação)

(Por VICENTE ALBERTO) Uma das piores pragas ambientais, as sacolas plásticas estão na mira do Conselho Comunitário de Segurança Publica (Consep) de Capitão Enéas. Após a realização de diversos debates, foi programado para o dia 15 de novembro um mutirão, com participação de segmentos da comunidade, para recolhimento das sacolas nas proximidades do depósito de lixo.

As sacolas são levadas pelo caminhão de lixo juntamente com os resíduos sólidos, diariamente. Porém, muitas são levadas pelo vento durante o transporte e se acumulam nas proximidades, degradando o meio-ambiente, além de resultar num cenário desagradável.

O mutirão terá início na parte da manhã, com uma palestra sobre Meio-Ambiente e lanche, na Casa da Amizade (Rotary Club). O Consep contará com a participação dos jovens do EAC Encontro de Adolescentes com Cristo (EAC) da Igreja Católica, jovens da Ordem DeMolay (Maçonaria) e os interactianos (Rotary).

As sacolinhas plásticas, produzidas a partir de petróleo ou gás natural (recursos naturais não-renováveis), descartadas incorretamente na natureza levam cerca de 450 anos para se decompor. Nas zonas rurais são um perigo para animais domésticos, que morrem sufocados ao tentar comê-las.

Aterro sanitário particular em Francisco Sá deve se adequar para ser usado pela Prefeitura

(Foto: Vicente Alberto)

(Por VICENTE ALBERTO) No dia 26 de outubro do ano passado, o prefeito Denilson Silveira (PMDB) assinou acordo com o promotor de Justiça da Comarca, Daniel Piovanelli Ardisson, se comprometendo, no prazo de 180 dias, a encerrar as atividades do lixão a céu aberto localizado às margens da estrada para o Distrito de Cana Brava, dando destinação adequada aos resíduos sólidos do município através da contratação de uma empresa especializada ou mesmo adotando outro meio apropriado.

O prazo do acordo venceu no dia 26 de abril. No dia 12/05, foi realizada nova reunião entre o prefeito e o promotor para tratar do assunto, ocasião em que Denilson alegou que a empresa vencedora da licitação é de Montes Claros e o transporte do lixo acarretaria uma despesa mensal em torno de R$30.000,00 para o Município. O prefeito informou ainda que um empresário estava construindo um aterro sanitário a cerca de oito quilômetros da cidade e pediu prazo de mais 60 dias para analisar a possibilidade de firmar contrato com esta empresa, para destinação do lixo, tendo em vista que os custos com transporte seriam mais baixos.

O promotor concordou com a proposta, mas informou que solicitaria uma perícia no aterro sanitário particular, a fim de verificar sua regularidade quanto à legislação ambiental.
A perícia foi realizada através de agente especializado, a serviço das Promotorias de Defesa do Meio Ambiente das Bacias dos Rios Verde Grande e Pardo. De acordo com o laudo, o novo empreendimento, cujas obras se encontram na fase inicial, ainda não apresenta os requisitos mínimos para funcionamento, necessitando de adequações para ser utilizado pela Prefeitura. Dentre as deficiências, segundo o laudo, não foram verificadas no local medidas para impermeabilização do solo, drenagem das águas superficiais, drenagem do percolado (chorume) e drenagem dos gases, além de medidas para minimizar os impactos ambientais.

O aterro tem uma área total de três hectares, com projeto para utilização de um hectare para depósito do lixo, com previsão para receber 15 toneladas/dia.

Lixão
Também foi realizada perícia no atual lixão, que ocupa uma área de 10 hectares. Conforme previsto, o técnico concluiu que o local não oferece condições ambientalmente seguras para descarte dos resíduos sólidos e representa fator de risco, com a contaminação do ar, do solo e de águas subterrâneas, além da proliferação de insetos vetores de doenças. Opera também sem as licenças ambientais e foi constatada a presença de pessoas na atividade de catação, sem equipamentos de proteção individual. O laudo aconselha a paralisação imediata da deposição de lixo no local.

O promotor Daniel explica que acompanhará o cumprimento das condicionantes, visando, na maior brevidade possível a transferência da destinação do lixo para o novo aterro e fechamento do lixão.

Aterro e Unidade de Triagem de Capitão Enéas estão em fase de conclusão

Unidade de captação, reciclagem e destinação de resíduos é inédita
em cidades de pequeno porte da região (Foto: Netto Rodriguez)

(Por VICENTE ALBERTO) Mesmo em processo de transição, a Administração Municipal de Capitão Enéas tem intensificado os trabalhos para entregar as obras iniciadas nessa gestão. O Aterro Sanitário e a Unidade de Triagem são dois exemplos. Os projetos foram iniciados em agosto deste ano e em pouco mais de dois meses já estão com mais de 95% dos serviços concluídos. A previsão é que a inauguração aconteça no próximo mês de novembro.

De acordo com o prefeito Cesar Emílio, a entrega dessas obras faz parte de um compromisso firmado com toda a população eneapolitana. “A destinação e o armazenamento correto do lixo se tornou uma grande preocupação em todo o país, e é exatamente por isso que quero deixar mais um legado no meu governo. Com esse projeto o município de Capitão Enéas vai poder descartar os resíduos de forma correta”, explica.
Na unidade vai funcionar um galpão de triagem e prensa de materiais secos reciclados, em um espaço de 501.540 m². O espaço será utilizado para a compactação, armazenamento e incineração do lixo. Os resíduos molhados e de construção civil serão depositados em 32 trincheiras no aterro sanitário, localizado na região da Malhada Real, distante seis quilômetros da cidade. Nesse espaço a Prefeitura construiu uma borracharia externa para a queima de resíduos.
No município, com pouco mais de 15 mil habitantes, são recolhidos diariamente 8,4 toneladas de lixo; desse total, 90% são de materiais recicláveis. O secretário de Meio Ambiente Fabrício Gonçalves explica que, além do projeto proporcionar alternativas para a destinação correta do lixo, a iniciativa vai gerar renda para 30 famílias eneapolitanas que agora compõem a recém-criada Associação de Catadores de Lixo de Capitão Enéas. Os associados foram treinados e serão eles os responsáveis pela coleta seletiva e beneficiamento do lixo reciclado no galpão de triagem.