Blog com notícias de Janaúba e região!

sábado, 16 de julho de 2016

RUY MUNIZ COM OS NERVOS À FLOR DA PELE

Início do período das convenções partidárias e prisão domiciliar minam a confiança do prefeito afastado

(Por Luís Cláudio Guedes) Quem visitou a mansão Ruy Muniz (PSB), no Bairro Ibituruna, nas ultimas semanas percebeu que o empresário e prefeito afastado de Montes Claros anda tenso e dispersivo na maior parte do tempo. Interlocutores relatam que o prefeito afastado demonstra algumas variações de humor e muda o rumo da prosa sem aviso prévio. Muniz não esconde o inconformismo com a sua situação de preso domiciliar há quase dois meses, condição que dificulta as articulações políticas para a própria sucessão – hipótese que ele ainda alimenta.

O nervosismo de Ruy só cresce à medida que se aproxima o prazo final para a definição das candidaturas para a sucessão municipal. As convenções estarão liberadas a partir da próxima quarta-feira e o prazo para registro dos nomes dos candidatos termina em menos de um mês. Ruy Muniz tem recebido políticos para falar sobre a situação política local e regional, mas a prioridade de sua agenda são mesmo os advogados e a elaboração do rascunho do que pode vir a ser seu plano de governo para eventual retorno à sucessão municipal. Alguns dos seus interlocutores relatam que a eloquência natural de Muniz às vezes cede espaço para alguns apagões no raciocínio.

Não escapa aos visitantes da ‘Gaiola de Ouro’, apelido que os adversários deram à mansão de Ruy, o detalhe de que o prefeito afastado não perde de vistas o aparelho celular com o qual supostamente manteria contato com seus advogados aqui em Brasília, onde corre o processo que pode ou não liberá-lo da prisão domiciliar.

Ele já interrompeu conversas com lideranças políticas da região para atender seus advogados, profissionais que ganharam o status de prioridade máxima da sua rotina e agenda. O prefeito tem enfrentado sucessivos reveses desde que foi preso pela Polícia Federal, no dia 18 de abril, durante a segunda fase da operação “Máscaras da Sanidade II – Sabotadores da Saúde”, que investiga suposto uso do cargo numa espécie de concorrência desleal para favorecimento de hospital de sua propriedade, em prejuízo das unidades sem fins lucrativos cadastradas no SUS.

Os dias mais sensíveis para o prefeito afastados são as quartas-feiras, quando o Tribunal Regional Federal da 1ª Região, aqui em Brasília, avalia e procrastina o assunto – que deve voltar à pauta no próximo dia 27. Muniz enfrenta, há quase dois meses, a ansiosa expectativa para que a Justiça o libere da prisão domiciliar para, finalmente, voltar ao jogo político.

A prisão mudou radicalmente os planos do empresário Muniz, que tinha, até o início deste ano, boas chances de garantir um segundo mandato à frente da Prefeitura de Montes Claros.
Sem recursos para as inaugurações grandiosas que prometeu durante a primeira campanha, ele investiu em obras estratégicas e pontuais. Em lugar dos trens padrão europeu que ligariam o centro às periferias de Montes Claros, sua gestão apostou em pequenas intervenções de interligação entre os bairros, e dali para o centro. Pavimentação de ruas na periferia e construção de acessos entre os bairros resumem a marca da atual administração.
Apesar de ter comprado brigas políticas – algumas até desnecessárias – com empresários do setor da saúde, o governo estadual e até mesmo com o Ministério Público e a Polícia Federal, Ruy Muniz tinha, até antes da prisão, capital político que poderia lhe garantir a reeleição. O ex-deputado federal Humberto Souto (PPS) é o nome que mais perigo representava aos seus planos de continuidade, mas dificilmente conseguiria barrar Muniz no decorrer da campanha eleitoral. Pelo menos não com o discurso de que é o único ético em meio à deterioração geral da política.

Detido na mansão do Ibitiruna, Muniz rói as unhas enquanto assiste ao seu vice e agora prefeito interino, José Vicente Medeiros (PMDB), tomar gosto pelo cargo. Os antigos aliados Jairo Ataíde (DEM) e a mulher Ana Maria Resende (PSDB) têm dados sinais de que pretendem surfar no vácuo deixado pela saída de cena de Ruy. Nem mesmo a profissão de fé dos articulistas do Jornal ‘O Norte’, que gastam tinta e papel para elevar o moral do ‘chefe’ parece ajudar.
Neste sábado, por exemplo, o jornal trz em manchete que o PSB confirma Ruy como candidato - o que não quer dizer nada se ele não resolver suas pendências judiciais. Para além disso, o colunista Artur Leite mandou ver em seu espaço no jornal do prefeito afastado:

“Caro Ruy,

Sinceramente, eu nunca havia captado um sentimento de tanta solidariedade como em seu caso, que vai servir de exemplo por todo o Brasil, ou seja, queria que alguém explicasse juridicamente como é que conseguem colocar um empresário educacional e também prefeito de uma grande cidade na cadeia, tendo como argumento que o personagem teria ameaçado de morte figuras representantes de hospitais denunciados, sem nenhuma prova nos autos, segundo juristas que tiveram acesso ao processo”.

Não se deve esperar razão e discernimento da cortesania, porque servir de exemplo para o Brasil é tudo que Ruy procura evitar depois que a mulher e deputada federal, Raquel Muniz, pronunciou aquele ‘sim, sim, sim’ no dia da votação do impeachment contra a também afastada presidente Dilma Rousseff, quando citou a administração de Montes Claros como referência para o país a poucas horas da prisão do prefeito.

Porteirinha: Tradicional Festa do Divino de Paciência é registrada como patrimônio imaterial

A tradicional Festa do Divino Espírito Santo de Paciência em Porteirinha, se encerrou na última segunda-feira, dia 11 de julho, com muita devoção e alegria. Este ano, além da fé e religiosidade, a comunidade também comemorou o reconhecimento da festa como Patrimônio Imaterial de Porteirinha, uma espécie de “tombamento” desta que é conhecida como a “mais bela festa religiosa da região”.

Segundo o site do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), “os bens culturais de natureza imaterial dizem respeito àquelas práticas e domínios da vida social que se manifestam em saberes, ofícios e modos de fazer; celebrações; formas de expressão cênicas, plásticas, musicais ou lúdicas patrimônio imaterial”. Ainda conforme a página, “o patrimônio imaterial é transmitido de geração a geração, constantemente recriado pelas comunidades e grupos em função de seu ambiente, de sua interação com a natureza e de sua história, gerando um sentimento de identidade e continuidade, contribuindo para promover o respeito à diversidade cultural e à criatividade humana”.

De acordo com a Diretoria Municipal de Cultura, o registro da Festa do Divino de Paciência tem grande representatividade cultural, pois é uma das celebrações religiosas mais antigas e pioneiras do território que é hoje o município de Porteirinha. Segundo a Diretoria, o trabalho foi realizado por uma consultoria especializada, que fez o levantamento a pedido da Prefeitura, por meio da Diretoria Municipal de Cultura e do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural de Porteirinha. A 48ª Festa do Divino de Paciência aconteceu entre os dias 1º e 11 de julho e teve como festeiros Onofre Odilon e família. Os imperadores foram Onofre José Odilon e Maria Mendes Santos e os Mordomos, Marizete e família.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: Porteirinha Notícias

Em Porteirinha, PM prende rapaz que participou de roubo a uma moto

Arma foi encontrada com o rapaz após a prisão

Moto foi recuperada após perseguição
A Polícia Militar de Porteirinha, no Norte de Minas, prendeu na manhã deste sábado (16) um rapaz de 19 anos que participou de um roubo em Pajeú, zona rural da cidade de Monte Azul. O crime ocorreu na noite desta sexta-feira (15). Ele e um outro homem, que segue foragido, roubaram uma moto e fugiram sentido Montes Claros.

Segundo a PM, após o roubo, os autores passaram por Porteirinha e abasteceram em um posto de combustíveis; eles saíram sem pagar. A polícia foi acionada e iniciou rastreamento pela estrada que liga a cidade à Janaúba. Próximo à comunidade de Bom Jesus, na entrada de Janaúba, o rapaz, que era garupa na moto, pulou do veículo, e seguiu fuga por um matagal. A moto estava em alta velocidade, quando o criminoso pulou.

A PM seguiu atrás da moto, ainda pilotada por um dos autores do roubo. O veículo foi encontrado abandonado e o homem já havia fugido novamente. As buscas foram feitas durante toda a noite, mas nenhum dos criminosos foi encontrado.

Já na manhã deste sábado, os militares foram acionados, após denúncia que relatava que um homem, com o braço quebrado, procurava meios de chegar até Janaúba. Os militares encontraram o rapaz de 19 anos, que confessou a participação no roubo da moto e relatou ter sido ele quem pulou do veículo durante a perseguição policial.

Com o rapaz, a PM encontrou uma pistola 9 milímetros, de fabricação israelense, municiada. Nos registros policiais, os militares confirmaram que o rapaz preso é de Montes Claros, do Bairro Santos Reis. Ele tem passagens por homicídio, tráfico de drogas e roubo.

O rapaz teve fratura exposta no punho direito. Ele seria levado ainda nesta manhã para o hospital da cidade e, em seguida, entregue à delegacia de plantão de Janaúba. O segundo autor do roubo também seria de Montes Claros. Até a publicação desta matéria, ele seguia foragido.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: PM e InterTV

sexta-feira, 15 de julho de 2016

DIMAS COM OS PÉS EM DUAS CANOAS

Dimas Rodrigues
Ex-prefeito de Janaúba emplaca filho no comando da regional da Codevasf em Minas

(Por Luís Cláudio Guedes) O velho PMDB não dorme no ponto, muito menos agora que chegou à Presidência da República. O superintendente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf) em Minas Gerais Aldimar Dimas Rodrigues, o Dimas, conseguiu emplacar o filho e atual vice-prefeito de Janaúba, Aldimar Rodrigues Filho, para o cargo de superintendente da autarquia, que tem sede em Montes Claros. Dimas, que ocupou o mesmo cargo até março passado, além de ter sido deputado estadual e prefeito em Janaúba (1989/1992), planeja disputar as eleições municipais no município em outubro próximo.
O novo superintendente da Codevasf é dentista de formação, mas gosta mesmo é do mundo agribusiness: ele é criador de cavalos na região de Janaúba, onde estreou na política nas últimas eleições municipais, ao fazer parte da aliança com a chapa vencedora do empresário e atual prefeito Yuji Yamada (PRB). Rodrigo tinha veleidades de disputar a vaga do ‘Rei da Bananas’, como o dono da Brasnica é conhecido, mas desistiu depois que Dimas Rodrigues decidiu disputar o cargo.
A indicação de Rodrigo Filho é do deputado federal Saraiva Felipe, que deixa a ver navios o engenheiro agrônomo Fernando Brito, superintendente interino da autarquia em Minas nos últimos 90 dias. Brito contava com a efetivação no cargo como uma espécie de bônus antes da aposentadoria, mas foi obrigado a ceder a cadeira para o retorno para o ex-chefe Aldimar Rodrigues.
Dimas Rodrigues não deixou por menos e mostra que a Codevasf em Minas é uma espécie de capitania hereditária da família. O vice-prefeito de Janaúba ocupa o lugar que até o mês março deste ano era ocupado pelo Dimas Rodrigues, que sobreviveu no cargo até mesmo ante o apetite do petismo por cargos federais. O apetite do clã Rodrigues por cargos do quarto ou quinto escalão não parece ser pequeno.
Na semana passada, outro filho de Dimas, Raniere Alves Rodrigues, assumiu a subsecretaria de estado de Indústria, Comércio e Serviço, no governo mineiro. Dimas continua a passar incólume e acima do ódio que agora separam os interesses do PMDB e do PT em Minas e aqui em Brasília. A Codevasf é dele, e ninguém tasca.

Justiça acata Ação de Improbidade contra "bando" de Manga-MG

Anastácio Guedes Saraiva
(Por Fábio Oliva) Afirmando que “há indícios razoáveis da prática de ato de improbidade por parte dos requeridos”, a juíza Roberta Sousa Alcântara Dayrell, da 1ª Vara Cível da Comarca de Manga-MG, acolheu Ação Civil Pública (ACP) ajuizada pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG) contra o prefeito Anastácio Guedes Saraiva (PT), o pregoeiro Valfrido Morais Ribeiro e um primo do prefeito, José Carlos Rocha, o “Zé Graia”. Eles são acusados de participarem de esquema para fraudar licitação que teria permitido ao primo do prefeito embolsar R$ 115.437,00 mil em supostos serviços de serralheria.
Para a juíza, as manifestações iniciais, justificações e documentos apresentados pelos réus não foram suficientes para se contrapor às alegações iniciais do MPMG, “o que torna imprescindível o prosseguimento do feito”.
Desde o início da semana, os Oficiais de Justiça estão fazendo diligências para intimar os réus a apresentarem defesa, no prazo de 15 dias uteis, sob pena de serem considerados revéis e de presumirem-se verdadeiras as alegações do MPMG.
Valfrido Morais Ribeiro está afastado de suas funções por ordem judicial. Todos os pagamentos à serralheria fraudulentamente aberta em nome de Silvano Ferreira de Souza foram suspensos pela justiça.
Os promotores de justiça Leandro Pereira Barboza, Gerciluce de Sales Costa e Paulo Márcio da Silva, frisam na ACP que “para além da extrema gravidade dos fatos e da reiteração das condutas ilícitas, os réus têm buscado pôr em prática ações de intimidação, objetivando dificultar ou mesmo impedir a cabal investigação dos fatos”.
Segundo os promotores, impressiona “o destemor e a audácia com que os réus atuam na defesa de interesses escusos”. Por esta razão, de acordo com o MPMG, “somente o afastamento” dos réus “dos cargos públicos que hoje ocupam é que poderá se revelar suficientemente eficiente no sentido de se permitir a cabal investigação dos fatos, além de possibilitar a interrupção das atividades ilícitas desenvolvidas pelos administradores públicos, evitando-se a perpetuação das práticas ímprobas e a completa desmoralização da Administração Pública Municipal”.
Para o MPMG, apenas a partir de providências como o afastamento dos réus de seus cargos “é que será possível promover-se a extinção definitiva desse bando, culminando com a interrupção das práticas lesivas impostas a sociedade e impor justa e eficaz punição aos envolvidos”.
Os promotores de justiça salientam ainda que “o sucesso do combate a organizações criminosas dessa jaez – que para além do fato de deixarem raízes no interior da própria Administração Pública, estendendo para seu interior seus numerosos tentáculos, valem-se de sofisticados métodos fraudulentos e contam com a imprescindível colaboração de servidores públicos por eles cooptados – depende de métodos investigativos igualmente sofisticados e eficientes”.
Sobre o pedido de afastamento de Anastácio Guedes Saraiva, do procurador jurídico Reginaldo Rodrigues Santos Júnior e de Rosária Carlos Rocha, prima do prefeito e irmã de “Zé Graia”, que atua na Comissão Permanente de Licitação, a juíza não se pronunciou.

Arlen Santiago quer apurar irregularidades no Samu Macro Norte

(Por CRISTINA FONSECA) Após receber várias denúncias de funcionários do Samu Macro Norte, o deputado estadual Arlen Santiago (foto), atual presidente da Comissão de Saúde, apresentará requerimento na Assembleia Legislativa de Minas Gerais – ALMG solicitando a realização de uma Audiência Pública para averiguar as irregularidades e buscar possíveis e urgentes soluções para os problemas apresentados.
Segundo o deputado, entre as queixas dos funcionários, a forma com que o Samu vem sendo administrado pela atual gestão e pelas gestões anteriores é a maior reclamação. Perseguição, nepotismo, prioridade às questões políticas, quantidade enorme de contratos e privilégios para um grupo restrito, são alguns dos pontos levantados.
Arlen Santiago afirma que solicitará a presença do Ministério Público, da Controladoria Geral do Estado e, caso seja necessário, até da Controladoria Geral da União e do Tribunal de Contas da União. “O que está acontecendo é gravíssimo e nós vamos pedir ao Ministério Público que apure todas as situações relatadas. Não podemos deixar que essa situação dramática prejudique ainda mais os funcionários do Samu. Vamos nos unir a eles e tentar de todas as formas que o trabalho seja mantido e realizado da melhor forma possível para os prestadores de serviço e para os usuários” relatou o parlamentar.
O deputado concluiu dizendo que, “a população confia no trabalho do Samu porque tem a certeza de que o serviço vai chegar e vai ser prestado com respeito, eficácia e amor ao próximo. Não podemos deixar que esse grande trabalho corra o risco de acabar”.

JANAÚBA 2017

(Por Alex Otaviano Gatinho) Estamos as vésperas do período eleitoral, para a eleição dos cargos de vereador e prefeito na cidade de Janaúba. Contudo o cidadão eleitor não deve permitir a se iludir, com campanhas bonitas, e cheias de promessas.
A situação atual da Prefeitura de Janaúba é lamentável, inexiste dinheiro e previsões de verbas para a próxima administração.
O próximo gestor municipal terá um grande trabalho, para "organizar a casa", e principalmente buscar convênios com os governos Federal e Estadual, emendas parlamentares, e projetos para revitalizar a cidade.
Este árduo trabalho, não será uma tarefa fácil, e muito provavelmente nos dois primeiros anos de administração poucas coisas serão realizadas.
Na administração inexiste milagres. Afirmar que em 2017 / 2018 um candidato especifico, ou partido político vai solucionar todos os problemas, é utopia e balela.
O cidadão eleitor tem que ter o senso crítico, e sempre questionar: Essas propostas são viáveis? Esse candidato tem condições de realizar este projeto?
Não podemos permitir, que nossa amada cidade de Janaúba sofra mais quatro anos desmandos por um gestor sonhador, sem qualquer talento com coisa pública.
A administração pública e a administração privada são completamente diferentes, ou seja, não significa que um grande empreendedor ou administrador da coisa privada, terá o mesmo mérito na coisa pública.
Também não podemos fechar nossos olhos para a grave crise política nacional, e consequentemente a crise econômica. Esse fator externo a nossa cidade influencia diretamente na administração pública.
O atual prefeito transferirá uma prefeitura basicamente "falida", onde tudo deverá ser revisto. O Município de Janaúba não suporta essa quantidade de cargos comissionados, alugueis de imóveis e carros, e principalmente acordos.
Nenhum candidato gasta milhões em um campanha por amor ao povo. Esse dinheiro, muito provavelmente será de uma forma ou outra, ressarcido ao candidato.

Secretaria Municipal de Saúde promove Arraiá da saúde mental


A Saúde Mental composta pelo CAPS, CAPSi, UAI, Consultório na Rua e CAPS AD, promoveu na tarde desta sexta-feira, 15 de julho de 2016 um grande arraiá.
Recheado de muita alegria e descontração, o arraiá contou com desfile de reis e rainhas, quadrilha super animada e comidas típicas. O Prefeito Yuji Yamada, acompanhado da Secretária Municipal de Saúde Dayane Cristina Souza Rocha marcaram presença neste evento.
Momentos como esse são indispensáveis no tratamento de pacientes com transtorno mental, pois proporcionam a socialização, a elevação da auto estima e a interação dos usuários dos serviços, familiares e profissionais.




Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Em Janaúba criminosos fazem reféns e assaltam propriedade rural

A polícia procura por três homens que assaltaram um sítio na comunidade de Poção de Santa Cruz, zona rural de Janaúba (MG). De acordo com a Polícia Militar, os três envolvidos chegaram ao sítio em duas motocicletas, nesta quinta-feira (14), e fingiram precisar de informações. Eles anunciaram o assalto quando um dos moradores foi atendê-los.
Um dos envolvidos estava armado e trancou os moradores dentro da residência enquanto reviravam o local. Eles fugiram levando um carro, dinheiro, celulares, ferramentas e documentos. Os moradores relataram que só conseguiram sair após um morador escutar os gritos de socorro. A PM fez buscas, mas até o início da tarde desta sexta-feira (15), nenhum suspeito foi localizado.

Assassinato de agricultor
Também na manhã desta quinta-feira, o corpo de um homem, de 59 anos, foi encontrado com várias marcas de tiros nas costas e na testa. De acordo com a PM, após o assassinato, os criminosos fugiram levando um carro da vítima.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: InterTV e PM

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Latrocínio em Janaúba: Produtor rural é assassinado

Ariston Gonçalves Dias. Foto: Divulgação.
Um homem, de 59 anos, foi assassinado a tiros na comunidade Pedra Preta, zona rural de Janaúba, crime que foi classificado como latrocínio, roubo seguido de morte. De acordo com a Polícia Militar, o corpo do produtor rural Ariston Gonçalves Dias foi encontrado na manhã desta quinta-feira (14) por uma testemunha que percebeu a cancela da fazenda de Ariston aberta e acionou a PM. A vítima foi alvejada por vários tiros nas costas e um na testa.
Na fazenda, os militares perceberam que os autores do crime arrombaram uma das portas da casa, que tinha móveis revirados. Um carro da vítima também foi levado, mas foi localizado ainda na manhã desta quinta, próximo ao local do crime.
Ariston foi visto pela última vez na noite desta quarta-feira (13), quando participava de um campeonato de team penning na zona rural do município. O horário em que o crime foi cometido ainda não foi confirmado. O corpo do produtor rural foi liberado para o IML da cidade. Os motivos e autores dos disparos ainda não foram identificados.
De acordo com o Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba, Ariston Gonçalves é irmão do produtor rural Isaías Gonçalves Dias, ex-presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba e também ex-vice-prefeito de Janaúba, no período de janeiro de 1973 a janeiro de 1977, durante a gestão do ex-prefeito Adelino Pereira Dias.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

quarta-feira, 13 de julho de 2016

PREFEITO DE JAÍBA DECLARA PRÉ-CANDIDATURA AO CARGO DO EXECUTIVO

Jimmy Diogo Silva Murça.
Prefeito quer reeleição: “Jimmy, diz ter sido interrompido e quer resgatar projetos em Jaíba".

(Por Júnior Oliveira-Big Júnior) O atual Prefeito da cidade de Jaíba, Jimmy Diogo Silva Murça (PC do B - anunciou sua pré-candidatura a Prefeito da cidade neste pleito de 2016. A notícia, foi dada durante reunião com lideranças e correligionários na noite desta última terça-feira, dia 12 em Jaíba. No local, o prefeito, e agora pré-candidato a reeleição, apresentou projetos políticos no intuito de dar continuidade as ações à frente do governo municipal.
Jimmy, iniciou com mais afinco sua trajetória política com militâncias em 2010. Apoiou candidatos a deputados na região da Serra Geral.
De candidato a vice, e após conduzido a prefeito diante articulações partidárias ,foi eleito em 2012 com 9.164 votos (51,47%) dos votos. Após vencer nas urnas, Murça foi cassado pela câmara de vereadores 9 meses após assumir o cargo, num processo administrativo. Somente após três anos, o prefeito retomou as rédeas do município há pelo menos 70 dias, após uma decisão judicial, em desfavor do decreto legislativo-0026-. Os vereadores são acusados pelo MP-Ministério Público, de corrupção e influência financeira na compra de votos na cassação do prefeito em 2013.
Jimmy ,afirma ter sido interrompido na gestão de forma ardilosa; Pretende, caso seja candidato novamente, dar continuidade aos projetos elencados durante seu retorno ao chefe do Executivo para reerguer a cidade. “Tive meus projetos interrompidos nessa gestão. Estou tentando de forma coerente, mas muito rápida, reerguer o nosso sofrido município. Estamos reativando diversos convênios com o Estado e União , no sentido de não perder tantos recursos que são de suma importância pra Jaíba na área da saúde e educação. Estamos retomando obras inacabadas“.

ALIANÇAS
Perguntado sobre as alianças políticas e o possível vice, o Prefeito, afirmou que ainda é prematuro dizer, mas que quer firmar parcerias sólidas , com uma ideologia progressista para a cidade “Vou buscar alianças comprometidas com nossa comunidade. Jaíba precisa crescer, já passou da hora!” Concluiu.
Já somam três pré-candidatos ao cargo de Prefeito da cidade. Reginaldo Antônio da Silva, o “Reginaldo da Jaíba Fértil”(PSD), foi o primeiro a manifestar sua pretensão. Reginaldo, foi derrotado por Jimmy nas últimas eleições em 2012. O petista, Lindomar Correia da Silva ”Correinha”(PT), também já se coloca preparado para a disputa . E por fim, o atual prefeito.
A corrida eleitoral na cidade, promete ser muito disputada. Os três pré-candidatos colocaram o nome na rua, e portanto, buscam comandar a partir de janeiro de 2017 os rumos do jovem município que conta com mais de 50 mil habitantes, entre os dados do IBGE e demais flutuantes. Segundo o TER-MG, O município tem 23.463 eleitores. As convenções partidárias iniciarão a partir do dia 20/07.

Em Espinosa, homem é preso por estuprar a própria filha de 13 anos

A Polícia Civil cumpriu na manhã desta terça-feira (12) mandado de prisão contra um homem, de 35 anos, que confessou ter estuprado a própria filha, de 13 anos, em Espinosa, no Norte de Minas.
O caso foi denunciado pela própria vítima ao Conselho Tutelar da cidade, segundo a PC, no início deste mês. Durante a investigação, o homem foi ouvido e confessou que os abusos aconteciam desde 2014.
Na manhã desta terça, ele foi preso no Bairro João Paulo II. O homem já foi encaminhado para a Cadeia Pública da cidade.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: InterTV

Em Janaúba Sargento da PM ajuda mãe no resgate de bebê engasgada

Sargento River é técnico de enfermagem há 15 anos
(G1) A Polícia Militar atendeu uma ligação diferente na tarde desta terça-feira (12) no Centro de Operações em Janaúba, no Norte de Minas. Do outro lado da linha estava uma mãe aflita com a filha, de apenas dois meses, engasgada com o leite da mamadeira.
Joelma Cristina Oliveira conta que segurava a criança no colo quando percebeu que a filha estava assustada. “Ela está meio gripada e começou a tossir. Neste momento ela engasgou e ficou avermelhada. Por alguns segundos ela ficou sem conseguir respirar. Foi uma sensação terrível”, afirma.
Diante do susto, Joelma ligou e pediu ajuda, mas acabou ligando para a polícia. “No momento fiquei muito aflita e não sabia o que fazer. Achei que estava ligando para o Samu, mas liguei foi para a Polícia Militar”, explica.
Quem atendeu o chamado foi o sargento River Ramos Madureira, que se dedica ao serviço de segurança pública há 24 anos. “A mãe estava muito assustada ao telefone. Ela explicou o que havia ocorrido e logo passei as orientações de como ela deveria agir. Em poucos segundos eu pude ouvir a criança chorando novamente”, explica o sargento.
Outro ponto que ajudou no atendimento é a experiência que o militar possui como técnico em enfermagem. “Sou formado em técnico de enfermagem desde o ano de 2001. Com este atendimento me sinto muito gratificado, pois estamos acostumados a atender ocorrências que são geralmente ruins”.

terça-feira, 12 de julho de 2016

Promoção

Atenção professores e seus filhos, para vocês que fizerem as suas inscrições para a Palestra Show no Instituto Nova Cidadania o desconto será de R$20,00, ou seja, ao invés de pagar R$50,00 você só paga R$30,00. Mas esta promoção só será válida para professores e seus filhos. As inscrições a preço promocional poderão ser feitas na Rua Dom Aristides Nº 70 no Centro de Janaúba. Informações pelo celular (38) 9 9131-7667.

Após um mês, taxista de Janaúba continua desaparecido

José Antônio desapareceu após levar suposto
passageiro à Rio Pardo
(G1) O desaparecimento do taxista José Antônio Mendes, de 21 anos, de Janaúba (MG), completou um mês nesta segunda-feira (11). De acordo com a família, mesmo após tanto tempo, pouco se sabe sobre o sumiço do jovem.
“A polícia fala que está trabalhando, investigando o caso, mas afirmam que não podem dar detalhes para não atrapalhar as investigações. Enquanto isso, estamos na angústia, aguardando”, lamenta a irmã de José Antônio, Cíntia Mendes.
O taxista desapareceu no dia 11 de junho, por volta das 11h, quando foi contratado para fazer uma viagem de Janaúba até a cidade de Rio Pardo de Minas. No mesmo dia, o carro de José Antônio foi usado para sequestrar o feirante Gersino da Silva Brito, em Rio Pardo. Quatro dias depois, o corpo do feirante foi encontrado na zona rural do município, próximo ao carro do taxista; o veículo estava queimado.
No fim do mês de junho, a Polícia Civil confirmou que incluiu no inquérito o retrato falado do homem que contratou o taxista. Nesta segunda-feira, o G1 tentou falar com a delegada responsável pela investigação, mas até o início da noite não houve respostas sobre o caso.

segunda-feira, 11 de julho de 2016

A CULPA É DO PREFEITO? OU A CULPA É DO ELEITOR?

(Por Alex Otaviano Gatinho) O Eleitor nas eleições municipais, que são realizadas de quatro em quatro anos, escolhe o chefe do Poder executivo, votando no candidato ao cargo de Prefeito, e não nos secretários ou outros subordinados, escolhidos e nomeados pelo prefeito eleito.
O eleitor passa durante toda a campanha eleitoral, escutando as propostas dos Prefeitos candidatos. Os candidatos prometem ao eleitor que tudo vão resolver, afirmam que o prefeito que está no cargo, é incompetente, não sabe administrar, e que tem dinheiro no caixa da Prefeitura. Declarando ao eleitor que a é ausente de uma administração séria, com vontade de fazer as “coisas” pelo povo.
O eleitor, mesmo desconfiado, tem aquela esperança, e às vezes ilude-se, acreditando, que se o prefeito que está no cargo não fez, esse que está em campanha, dizendo que tudo é fácil vai fazer.
Esta esperança é espelhada no sucesso profissional do candidato, esquecendo muito das vezes que administrar o patrimônio público é bem diferente de administrar o patrimônio privado.
Depois que o Prefeito vai eleito e toma posse, começam as cobranças, nomeia “secretários sem experiência”, através dos “acordos realizados”, e a administração fica sem rumo.
Os Secretários nomeados não são políticos, e não necessitam e nem precisam ser reeleitos.
Quando as cobranças da população começam a “esquentar”, o Prefeito eleito, que não conseguiu cumprir as promessas de campanha, começa colocar a culpa de tudo em seus secretários, diretores, que ele mesmo os nomeou.
O povo na época da eleição nem conhecia, e muito menos votou nestes secretários nomeados pelo prefeito eleito.
O Prefeito a fim de justificar suas próprias falhas, e falta de simpatia com a administração pública, começa a demitir aqueles secretários que ele mesmo os nomeou, nomeando outros, através de novos acordos, e começa tudo de novo.
A culpa de tudo que acontece na incapacidade administrativa, em não atender os anseios do povo, é do Prefeito?
Não é o próprio Prefeito que não tem pulso de exigir dos secretários, que os anseios do povo sejam atendidos!?!
Ai vem mais quatro anos, e o povo fica na mesma esperança. Esperança que vai, e esperança que vem!… A culpa é do eleitor que acreditou nas promessas? Ou a culpa é do Prefeito?

Palestra Show em Janaúba


domingo, 10 de julho de 2016

Decisão do TJMG abre a “caixa-preta” de Itacarambi-MG

(Por Fábio Oliva) Uma das administrações mais herméticas do Norte de Minas, considerada por alguns vereadores como verdadeira caixa-preta, terá que fornecer informações e documentos a um cidadão que precisou recorrer ao Poder Judiciário para pode exercer o controle social e fiscalizar os gastos públicos.
Mantendo integralmente a sentença que havia sido prolatada em 27 de maio de 2015 pela juíza Karen Castro dos Montes, então da 2ª Vara Cível da Comarca de Januária, um acórdão da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) considerou que a negativa do prefeito Ramon Campos Cardoso (foto), de Itacarambi-MG, de fornecer informações e documentos requeridos pelo cidadão “configura desrespeito a um direito líquido e certo”, além de caracterizar “ilegalidade e abuso de poder”. A decisão foi publicada sexta-feira, dia 1 de julho de 2016.
Por força da decisão, o prefeito Ramon Campos Cardoso terá de entregar ao cidadão “as fotocópias de todos os contratos celebrados em 2013 e 2014 com enfermeiros e médicos atuantes no município de Itacarambi e dos comprovantes de pagamentos efetuados aos mesmos; fotocópia dos quadros de plantões de médicos e enfermeiros referentes a 2013 e 2014; e fotocópia da relação contendo o nome de todas as pessoas às quais a Prefeitura prestou serviços de próteses odontológicas durante o exercício de 2013”.
Se não cumprir integralmente a decisão, o prefeito terá que pagar do próprio bolso multa diária de R$ 1 mil, até o limite de R$ 50 mil.
Para o desembargador-relator Geraldo Augusto de Almeida, “a documentação solicitada” pelo cidadão “está relacionada à transparência dos atos administrativos e princípios que regulam a administração pública, pelo que a eles pode e deve ter acesso o cidadão”.
Itacarambi está entre as dezenas de municípios do Norte de Minas que não cumprem a Lei de Acesso à Informação nem disponibilizam em seu site na internet dados sobre o que é feito com o dinheiro dos contribuintes.

R$ 4,20 POR FOTOCÓPIA
O desembargador-relator frisou em seu voto que o prefeito Ramon Campos Cardoso não negou diretamente o fornecimento dos documentos, “entretanto, impôs o pagamento de quantia exorbitante (R$ 4,20 por fotocópia), fora dos padrões comerciais vigentes, por cada página copiada, o que geraria um custo elevado que equivale à própria negativa de acesso às informações”.
Segundo ele, há várias formas de impedir aos cidadãos que exerçam o direito de acesso às informações de interesse geral ou coletivo, o que não se dá apenas pela negativa, mas também “quando lhe é dificultado o acesso aos documentos e informações solicitadas”.
De acordo com o magistrado, “é direito da pessoa física ou jurídica obter informações perante repartições públicas, constituindo a negativa, em regra geral, desrespeito a um direito constitucionalmente assegurado”.


Processo em 1º grau: 0033247-58.2014.8.13.0352
Processo em 2º grau: 1.0352.14.003324-7/001

Acidentes na BR-135 deixa duas pessoas mortas no Norte de MG

Motociclista foi atropelado por carreta após outro caminhão derrubá-lo 
Duas pessoas morreram em acidentes na noite deste sábado (9) na BR-135, no Norte de Minas. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, uma das vítimas foi o condutor de uma motocicleta que seguia no sentido Montes Claros a Bocaiuva.
No km 459, segundo a PRF, uma motocicleta foi atingida na traseira por um caminhão, que seguia logo atrás. O condutor, de 46 anos, perdeu o controle da motocicleta e bateu na traseira de uma carreta e caiu. O condutor do caminhão que provocou a batida não prestou socorro e seguiu.
A PRF explica que outra carreta seguia no mesmo sentido não conseguiu desviar e atropelou o motociclista, que morreu no local. Na motocicleta estava também uma filha da vítima que também ficou ferida.
A outra vítima foi o condutor de um carro de passeio que seguia sentido Belo Horizonte a Bocaiuva. Próximo ao trevo de Engenheiro Dolabela, segundo o Corpo de Bombeiros, o motorista, de 21 anos, perdeu o controle da direção, saiu da pista e bateu em uma árvore.
Ele ficou preso às ferragens com ferimentos graves. Segundo a PRF, o Samu prestou socorro à vítima e a encaminhou a um hospital, mas a vítima morreu momentos depois. No carro seguia também uma mulher, de 19 anos, ela teve foi socorrida com um fratura na face, segundo os bombeiros.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: InterTV