Blog com notícias de Janaúba e região!

sábado, 7 de novembro de 2015

PM encontra 27 tabletes de maconha dentro de mala em Brasília de Minas

PM apreende drogas em Brasília de Minas
(G1) A Polícia Militar apreendeu na tarde deste sábado (07) 27 tabletes de maconha e 525 gramas de cocaína próximo a um córrego em Brasília de Minas.
De acordo com a PM, a droga, que pesa cerca de 20,5kg, estava com sendo carregada em uma mala por dois homens. Com eles também foram apreendidos dois celulares e dinheiro.
Ainda segundo os militares, os dois suspeitos, de 20 e 38 anos, possuem passagens pela polícia. Eles foram levados para à delegacia de Januária.

Janaúba em alerta: Rompimento da barragem de rejeitos em Mariana reacende o alerta sobre mineradora de Riacho dos Machados

(Por Ivo Júnior) O rompimento de uma barragem de rejeitos em Mariana, na quinta-feira (05), é mais um acidente em uma trágica história de desastres deste tipo em Minas Gerais. Nos últimos anos foram muitos os eventos com danos ambientais sérios e mortes no estado. O mais recente foi no dia 10 de setembro de 2014, quando o talude da barragem B1, na Mina Retiro do Sapecado, da Herculano Mineração, se rompeu e deixou três mortos e um ferido. O acidente aconteceu quando seis funcionários trabalhavam na manutenção da barragem e foram surpreendidos pela onda de lama e rejeitos de minério. Na época, o jornal Estado de Minas destacou um estudo da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam) que indicava que mais de 40 barragens no estado não tinham garantia de estabilidade.
Antes disso, em janeiro de 2007, uma barragem com rejeitos da mineradora Rio Pomba Cataguases rompeu e inundou as cidades de Miraí e Muriaé com mais de 2 milhões de litros de lama de bauxita. Mais de 4 mil pessoas ficaram desalojadas e 1.200 casas foram atingidas. A mesma barragem já tinha causado problemas em março de 2006, quando um vazamento contaminou córregos e rios, matando centenas de peixes e interrompendo o fornecimento de água. Pior que a tragédia ambiental de 2006, em 29 de março de 2003 uma barragem de rejeitos industriais se rompeu em Cataguases. Foi um dos piores acidentes ambientais do país: Em 2001, cinco pessoas morreram em um acidente grave em Macacos. Outro rompimento que causou transtornos em Nova Lima aconteceu em 1997: a barragem do Rio das Pedras, que ficava em Rio Acima, estourou na madrugada e provocou 82 quilômetros de destruição ao longo do Rio das Velhas.
Com essa tragédia reacende a discussão que já foi motivo de audiência pública em Janaúba, sobre a barragem de rejeitos da Mineradora Carpathian Gold em Riacho dos Machados. A barragem de rejeitos da mineradora fica a poucos metros do “Ribeirão do Ouro” que deságua no Rio Gorutuba e na barragem do Bico da Pedra, em caso de um acidente as conseqüências para Janaúba e Nova Porteirinha seriam catastróficas. Uma possível ruptura, impossibilitaria toda a irrigação e também o consumo humano nas duas cidades, causando um impacto ambiental, social e financeiro nunca imaginado para essa região.

INSTITUTO FEDERAL DO NORTE DE MINAS ABRE INSCRIÇÕES PARA 160 VAGAS EM JANAÚBA

Nove cursos inéditos no IFNMG, seis técnicos e três superiores, são as novidades do 1º Processo Seletivo e Vestibular 2016, que oferecem um total de 1.993 vagas para ingresso no primeiro semestre do próximo ano, em onze cidades, para cursos presenciais inteiramente gratuitos. As inscrições iniciaram nesta quinta feira, 5, e seguem até 20 de dezembro, somente por meio deste portal eletrônico.
Os candidatos do Processo Seletivo deverão pagar taxa de inscrição no valor de R$ 15,00 e os do Vestibular, de R$ 35,00. Pessoas oriundas de famílias de baixa renda, de escolas da rede pública ou bolsistas integrais em escolas da rede privada poderão pleitear a isenção da taxa, desde que façam a solicitação até o dia 2 de dezembro.
O candidato que não dispuser de computador e/ou acesso à Internet poderá realizar sua inscrição no próprio IFNMG, nos endereços, datas e locais informados nos editais dos dois processos de seleção.

Vagas
Serão selecionados alunos para cursos nas seguintes cidades: Almenara, Araçuaí, Arinos, Diamantina, Janaúba, Januária, Montes Claros, Pirapora, Porteirinha, Salinas e Teófilo Otoni.
Há 1.575 vagas para cursos técnicos, nas modalidades integrado ao ensino médio; concomitante ao ensino médio, para quem está cursando o segundo ou terceiro ano em outra escola; e subsequente ao ensino médio, ou seja, para quem já concluiu este etapa de formação. As novidades são os seguintes cursos técnicos: Agrimensura, no Campus Araçuaí; Meio Ambiente, no Campus Diamantina; Agente Comunitário de Saúde, no Campus Janaúba; e Informática para Internet, nos Campi Janaúba, Porteirinha e Teófilo Otoni.
Em relação ao Vestibular, são 418 oportunidades, que correspondem a parte das vagas para cursos superiores do IFNMG no primeiro semestre de 2016. As novidades são Tecnologia em Processos Gerenciais, no Campus Almenara; Sistemas de Informação, no Campus Arinos; e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, no Campus Araçuaí. No total, são 21 opções de cursos superiores.
A outra parte das vagas em cursos superiores do Instituto será preenchida por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), realizado pelo Ministério da Educação (MEC) com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio. O calendário do Sisu ainda não foi divulgado pelo MEC.


Cotas
Tanto para o Processo Seletivo quanto para o Vestibular, vale o sistema de reserva de vagas, conhecido como sistema de cotas. O IFNMG reserva 50% das vagas para estudantes vindos de escolas públicas, parte delas para candidatos de baixa renda e autodeclarados pretos, pardos e indígenas. Além disso, 5% das vagas serão reservadas para pessoas com deficiência.

Provas

As provas do Vestibular acontecerão no dia 10 de janeiro, Os candidatos farão provas objetivas de Língua Estrangeira, Língua Portuguesa, Literatura Brasileira e de matérias específicas, que variam de acordo com o curso pretendido, além de Redação.
No dia 17 de janeiro acontecerão as provas do Processo Seletivo. Os candidatos aos cursos das modalidades concomitante e subsequente ao ensino médio farão provas objetivas de Língua Portuguesa e Matemática. No caso dos candidatos aos cursos técnicos na modalidade integrado ao ensino médio, as provas também serão objetivas, versando sobre quatro grandes áreas de conhecimento: Língua Portuguesa, Matemática, Ciências Naturais e Ciências Humanas.
Os conteúdos programáticos das provas estão anexos aos editais do Vestibular e Processo Seletivo.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Deputado Norte Mineiro lidera grupo que defende mudanças no estatuto do desarmamento

Deputado Laudívio Carvalho
A Comissão Especial da Câmara dos Deputados que analisou mudanças no Estatuto do Desarmamento aprovou na última terça-feira (3) a criação do Estatuto de Controle de Armas de Fogo, revogando o estatuto vigente. O texto aprovado, que segue para a análise do Plenário, é um substitutivo do relator, deputado Laudívio Carvalho, para o Projeto de Lei 3.722/12 e outros 47 projetos apensados. O parlamentar, que é natural de Bocaiuva, mas foi criado e iniciou a vida profissional em Montes Claros, ganha projeção em nível nacional ao relatar o projeto e aprovar mudanças substanciais.
O novo estatuto assegura a todos os cidadãos que cumprirem os requisitos mínimos exigidos em lei o direito de possuir e portar armas de fogo para legítima defesa ou proteção do próprio patrimônio. Atualmente, ao requerer o registro, o interessado precisa declarar a efetiva necessidade da arma, o que permite que a licença venha a ser negada pelo órgão expedidor.
O texto aprovado também reduz de 25 para 21 anos a idade mínima para a compra de armas no País; estende o porte para outras autoridades, como deputados, senadores e agentes de segurança sócio-educativos; e retira os impedimentos para que pessoas que respondam a inquérito policial ou a processo criminal sem ainda ter sido julgado, possam comprar ou portar arma de fogo.
Para o relator, as mudanças atendem à vontade da maioria dos brasileiros, que, segundo ele, teve os direitos sequestrados com a edição do Estatuto do Desarmamento, em 2003. “O que queremos é devolver ao cidadão de bem seu direito de defender a própria vida, da sua família e a sua propriedade, já que o Estado é ineficiente”, defende Laudívio Carvalho.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: Jornal de Notícias

Desligamento automático de rede causou apagão em Janaúba

(G1) A Cemig (Centrais Elétricas de Minas Gerais) informou que os piques de energia seguidos de um apagão que aconteceram na noite dessa sexta-feira, 6, por volta das 22h em Janaúba e várias cidades do Norte de Minas, foram ocasionados por um desligamento automático de uma rede de transmissão localizada em Montes Claros.
Além do Norte de Minas, o apagão atingiu também grande parte do Noroeste de Minas, em cidades como como Unaí e Paracatu. Segundo a Cemig a causa do desligamento na rede ainda é desconhecida e profissionais da concessionária de energia trabalham para levantar maiores informações sobre os motivos do ocorrido.
A empresa ainda não divulgou quantos municípios foram atingidos.

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Fazenda e Ministério Público combatem fraude na venda de álcool etílico no Norte de Minas

Empresários investigados sonegavam impostos simulando a saída do produto para empresas de fachada

A Secretaria de Estado de Fazenda (SEF/MG) e o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) desencadearam, nesta sexta-feira (6/11), operação de combate à sonegação fiscal na comercialização de álcool etílico. Os alvos da operação foram três empresários, dois deles estabelecidos no Espírito Santo e um em São Paulo.
Foram cumpridos mandados de busca e apreensão de documentos e equipamentos de informática nos escritórios dos suspeitos - localizados nos seus estados de origem -, que subsidiarão a comprovação das fraudes fiscais envolvendo 15 empresas de fachada. Para isso, a operação contou com apoio de promotores públicos dos estados de São Paulo e Espírito Santo, além do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do MPMG. Neste primeiro momento da ação, não foi pedida a prisão dos suspeitos.
Segundo investigação da Receita Estadual em Montes Claros, no Norte de Minas, o álcool era retirado de uma usina sediada em Jaíba, na mesma região, e era simulada a remessa, por meio de notas fiscais tendo como destinatárias diversas empresas de fachada, abertas nos estados da região Nordeste do país, com preponderância no município de Caxias, no Maranhão.
Os investigados obtinham inscrições estaduais como indústrias químicas, mediante o uso de documentos falsos (alvarás, comprovantes de endereço etc). Dessa forma, o álcool adquirido na usina norte-mineira era faturado para outros fins, cuja tributação de ICMS é inferior, mas desviado para uso automotivo em Minas Gerais, sendo entregue ilegalmente em postos de combustíveis.
A investigação da Receita Estadual começou há cerca de seis meses, quando houve a suspeita em função dos grandes volumes de álcool enviados para as supostas empresas do Nordeste brasileiro. Além das buscas de documentos, o Juízo da Comarca de Manga (MG) determinou o bloqueio de bens e valores correspondentes a R$ 12.222.038,12, equivalentes aos danos tributários. O montante de álcool envolvido na fraude é de 61.750.866 litros, que representam R$ 82 milhões.

Fonte: Governo de Minas Gerais

Agência dos Correios é assaltada em Jaíba

(G1) A Polícia Militar continua a procura por dois homens suspeitos de assaltarem uma agência dos Correios nesta sexta-feira (06) em Jaíba, no Norte de Minas.
Segundo a polícia, os homens estavam em uma motocicleta. Um deles, armado, desceu do veículo e anunciou o assalto. Na hora do assalto, havia clientes no local, mas ninguém ficou ferido. Os homens fugiram sentido ao Bairro Veredas.
Também em Jaíba, quase no mesmo horário do assalto aos Correios, ocorreu outro assalto a um posto de combustíveis. Outros dois homens em uma moto chegaram, anunciaram assalto ao frentista e fugiram levando dinheiro.
A polícia continua as buscas; ninguém foi preso.

Assaltantes fogem com malote dos Correios de Brasília de Minas

(G1) A polícia procura por três homens que assaltaram uma agência dos Correios na madrugada desta sexta-feira (6), em Brasília de Minas (MG). O gerente e a família dele foram feitos de reféns.
Segundo as informações da Polícia Militar, os criminosos foram até a casa do gerente, onde trancaram os familiares dele em um banheiro. Em seguida, os assaltantes foram até a agência e pegaram um malote. O valor roubado não divulgado.
Os assaltantes fugiram no carro da família.

Rapaz de 20 anos é morto com 12 facadas no Centro de Buritis

(G1) Um rapaz de 20 anos foi morto com 12 facadas nesta sexta-feira (6), no Centro de Buritis (MG). A maioria dos golpes atingiu o tórax da vítima, que não resistiu e morreu no local.
Segundo a Polícia Militar, o jovem foi surpreendido enquanto passava pelo local. Há suspeitas de que o crime esteja relacionado com o tráfico de drogas. Os dois já haviam se desentendido anteriormente.
Um suspeito já foi identificado e está sendo procurado. Ele saiu da cadeia na semana passada. O suspeito e a vítima já foram presos por tráfico e por assalto.

Mato Verde e Catuti: Estiagem obriga Copasa a implantar rodízio em cidades de Minas

Falta de chuva e baixa nos reservatórios
levaram a essa medida emergencial
A Copasa dá início, nesta sexta-feira (6), a um rodízio em cinco cidades de Minas Gerais. A falta de chuva levou a companhia a tomar essa medida emergencial para garantir o fornecimento de água durante o período mais crítico.
Podem ocorrer ainda a perfuração de poços profundos e o uso de caminhões−pipa.

Veja as cidades:
Medina, Vale do Jequitinhonha: Houve a diminuição do nível do Rio São Pedro e da Barragem do Ribeirão.

Neste sexta (06/11/2015), serão fechados os registros que abastecem os bairros:
REGIÃO 1: De 07h do dia 05/11 às 19h do dia 09/11.
(Cidade Jardim, Beira Rio, Parte do Centro)

REGIÃO 2: De 07h do dia 01/11 às 19h do dia 05/11.
(Serra Azul, Bela Vista, Parte do São Geraldo)

REGIÃO 3: De 07h do dia 02/11 às 19h do dia 06/11.
(Aliança, Várzea Grande, Saudade, Parte do Santa Maura)
REGIÃO 4: De 07h do dia 03/11 às 19h do dia 07/11..
São Geraldo, Parte do Santa Maura, Parte do Bonfim)
REGIÃO 5: De 07h do dia 04/11 às 19h do dia 08/11.
(Parte do Centro, Santo Antonio, Parte do Bonfim)

Mato Verde, distrito São João do Bonito e Catuti, Norte de Minas: Houve diminuição do nível da Barragem do Rio Viamão.
Neste sexta (6) serão fechados os registros que abastecem os bairros:

MATO VERDE:
Centro: De 09:00 do dia 07/11 às 09:00 do dia 09/11;
Santo Antônio: De 09:00 do dia 06/11 às 09:00 do dia 07/11;
Vila Nova: De 09:00 do dia 06/11 às 09:00 do dia 08/11;
São Cristóvão , São Jose , São Miguel : De 20:00 as 06:00 Diariamente;

SÃO JOÃO DO BONITO:
Centro: De 04:00 as 16:00 Diariamente;

CATUTI:
Lado Gameleira: De 08:00 do dia 08/11 às 08:00 do dia 10/11;
Lado Mato Verde: De 08:00 do dia 06/11 às 08:00 do dia 08/11.

Peçanha, Vale do Rio Doce: A diminuição do nível do Córrego da Divisa, tem prejudicado o abastecimento.
Neste sexta 06/11/2015, serão fechados os registros que abastecem os bairros:

REGIÃO 1: De 07:00h do dia 05/11 às 07:00h do dia 07/11.
(Sagrado Coração de Jesus e Cachoeirinha)

REGIÃO 2: De 07:00h do dia 05/11 às 07:00h do dia 07/11.
(Vista Alegre, Taquaral de Baixo)

REGIÃO 3: De 07:00h do dia 06/11 às 07:00h do dia 08/11.
(Taquaral de Cima, Alvorada, Novo Alvorada, Alto Copasa)

O abastecimento nestas cidades será restabelecido de forma gradativa. Para outras informações, dúvidas ou solicitação de serviços, ligue 115, cuja chamada é gratuita, ou vá até a agência de atendimento ao cliente mais próxima de sua residência.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: O Tempo

Janaúba: PM recupera material roubado com ajuda das câmeras "Olho Vivo"

Material recuperado.
(ASCOM PM) Na tarde de ontem, quinta-feira (05), o sistema de monitoramento “Olho Vivo”, visualizou dois adolescentes em atitude suspeita, transitando próximo às lojas da rua Francisco Sá, no Centro da cidade de Janaúba. De imediato, os militares se deslocaram ao local, onde encontraram os menores, ambos de 15 anos.
Durante a abordagem, os policiais perceberam que as características dos suspeitos eram as mesmas dos autores de um furto ocorrido na noite anterior. A vítima foi chamada e não teve dúvidas ao reconhecê-los. Os adolescentes então, confessaram a autoria do ato infracional e informaram que haviam repassado todos os objetos a um homem, de 21 anos, este já conhecido nos meios policiais.
Diante do exposto, os policiais se deslocaram até a residência do autor, de onde foram recuperados todos os produtos, sendo eles: uma corrente, um pingente, uma aliança e três anéis, todos em ouro, e ainda uma bolsa e um aparelho celular. Enquanto os militares realizavam o rastreamento pelo bairro Novo Paraíso, avistaram o terceiro autor do furto, de 23 anos, sendo este também reconhecido por fotografia pela vítima. Sendo assim, os menores e o autor foram apreendidos/preso e encaminhados à Delegacia juntamente com o material e dinheiro recuperados.

Agência dos Correios é assaltada em Catuti

(ASCOM PM) Na manhã de ontem, quinta-feira (05), a Polícia Militar foi informada de que estaria ocorrendo um assalto à agência dos Correios, localizada no Centro da cidade de Catuti. De imediato os militares se deslocaram ao local, onde fizeram contato com a vítima, gerente da agência. Esta relatou que havia aproximadamente 15 clientes aguardando para serem atendidos, quando entrou um indivíduo com capacete fechado, já anunciando o assalto. Ele mandou que todos os clientes colocassem as mãos para cima, enquanto saltou o balcão da agência e obrigou o gerente a colocar todo o dinheiro do caixa em uma bolsa. Em seguida, levou a vítima até o cofre, que estava fechado. Após digitar a senha, o gerente informou ao autor que o cofre possui retardamento de abertura e que demoraria a abrir completamente. O autor então, desistiu e saiu. Foi relatado que do lado de fora havia outro autor em uma motocicleta alta, provavelmente uma Broz, cor vermelha, esperando o autor. Conforme o registro de ocorrências, esta motocicleta foi tomada de assalto, no dia 04/11/2015 e estaria sendo usada na prática de assaltos. Durante a ação, que durou apenas 02 minutos, nenhum outro objeto de clientes ou da agência foi roubado, somente o dinheiro do caixa.

MONTES CLAROS: Padre faz sucesso na internet com campanha contra desperdício de água

Cantada pela dupla Kaio Marques e Nataly, de Montes Claros,
a música foi postado nas redes sociais e viralizou no Whatsapp
(Por QUEILA ARIADNE) Acostumado a usar sua Belina 1975 para espalhar campanhas de combate à dengue pelo Norte de Minas Gerais, o padre Bessa resolveu levantar a bandeira contra o desperdício de água. Mas, ao invés do seu velho carro, adotou um veículo mais rápido: a internet.
Com base em um sucesso do sertanejo Gusttavo Lima, o padre escreveu uma paródia com alertas divertidos como “Esse banho demorado é coisa de louco, essa lavagem de calçada prejudica o povo”.
Cantada pela dupla Kaio Marques e Nataly, de Montes Claros, a música foi postado nas redes sociais e viralizou no Whatsapp. “Ainda tem muita gente que não tomou consciência da situação da seca. Com música e internet, é possível romper os limites e entrar em casas onde não conseguiríamos chegar”, destaca padre Bessa. No video, gravado em uma barragem praticamente seca, na divisa de Montes.
Claros e Pirapora, o padre aparece em cenas do cotidiano, criticando ações como lavar o carro e a calçada com mangueira. “É a nossa contribuição para despertar a consciência. Temos que lembrar que os grandes têm culpa, mas nós, os pequenos, também temos responsabilidade e precisamos fazer nossa parte”, afirma.
Segundo Padre Bessa, da paróquia São Sebastião, de Montes Claros, o video já teve 20 mil acessos entre Youtube, Facebook e Whastapp, além do site www.padrebessa.com.br. Ele explica que pediu autorização ao cantor Gusttavo Lima, para usar a melodia da música Cor de Ouro. E não foi a primeira paródia. O religioso também já escreveu paródia com o hit Lepo Lepo, com letra voltada para o combate á dengue.

Rompimento de barragens em Minas Gerais tem repercussão internacional

A barragem que rompeu na região de Mariana pertence
à empresa de minério Samarco.
RFI
O rompimento nesta quinta-feira (5) da barragem de rejeitos da empresa de mineração Samarco, em Minas Gerais, teve repercussão quase imediata na imprensa internacional. O acidente, que provocou uma enxurrada de lama e inundou várias casas na região de Mariana, foi destaque em vários jornais do mundo.
A imprensa norte-americana foi uma das primeiras a noticiar a catástrofe. “As esquipes de socorro estão em busca de sobreviventes e corpos”, relata o jornal New York Times, lembrando que cerca de 400 pessoas viviam na pequena cidade de Bento Rodrigues, situada a cerca de 7 km da barragem.
Para o jornal argentino El Clarín, “o desastre causado pela mineradora ameaça com inundações de lama tóxica a cidade histórica de Mariana”. O diário explica que uma delegação de peritos já foi enviada ao local para investigar as causas do acidente e as consequências que o rompimento da barreira poderá ter para a população.
Citando fontes da imprensa brasileira, o site do jornal francês Le Monde relatou, poucas horas após o acidente, que o rompimento de uma das duas barragens teria deixado pelo menos 15 mortos. O vespertino explica que o estado de Minas Gerais é o coração do minério no Brasil desde o século 16 e lembra que a exploração do ouro, que fez a riqueza inicial da região, foi substituída pela extração de minerais e pedras semipreciosas.
Já o jornal suíço Tribune de Genève frisa que o acidente, registrado por volta das 16h no horário local, ocorreu entre as cidades históricas coloniais de Ouro Preto e Mariana. O diário traz declarações do prefeito de Ouro Preto e diz que as autoridades pediram aos moradores da região de Bento Rodrigues para deixar o local com urgência.
O site da revista francesa L’Express lembra que a Samarco, responsável pelas barragens, é uma empresa que pertence à gigante brasileira do minério Vale e à australiana BHP Billiton. O consórcio indicou que "está mobilizando todos os esforços possíveis para ajudar as pessoas e minimizar os danos ao meio ambiente”, acrescenta o texto.

ELEIÇÃO DA DIRETORIA DO SINDICATO RURAL DE JANAÚBA SERÁ AMANHÃ, SÁBADO

Amanhã, sábado, entre oito horas da manhã e três horas da tarde, haverá a eleição da nova diretoria do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba.
Houve o registro de apenas uma chapa. Os associados convenceram o presidente José Aparecido Mendes Santos a permanecer na direção da entidade.
O administrador Júlio César Aguiar Diniz é candidato a vice-presidente e irá substituir Huarrisson Antunes Cangussu, o Bionicão, que também já foi presidente do sindicato rural.
A posse da nova diretoria do Sindicato Rural de Janaúba será amanhã, sábado, à noite.



Pablo de melo

pablo-labs@hotmail.com

Fonte: Assessoria de Imprensa do Sindicato Rural de Janaúba

DIRETORIA DO SINDICATO RURAL DE JANAÚBA FARÁ INAUGURAÇÃO DE OBRAS NESTE FIM DE SEMANA

O presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba, José Aparecido Mendes Santos, fará amanhã, sábado, a inauguração de mais obras no parque de exposições aumentando assim o investimento em melhorias que a diretoria tem possibilitado.
Apontado como uma referência em Minas Gerais e no país como um dos melhores sindicatos rurais, a entidade que representa os produtores de Janaúba e região registra crescimento de 380% no número de associados nos últimos anos.
Amanhã, sábado, às sete e meia da noite, o presidente José Aparecido e os diretores estarão entregando aos associados do Sindicato Rural de Janaúba e à comunidade investimentos realizados neste semestre de mais de 4 mil metros quadrados de pavimentação em ladrilhos da área em frente ao Centro de Eventos e Tattersal.
Também será inaugurado amanhã mais um espaço de eventos no parque de exposições com 10 mil metros quadrados de pavimentação asfáltica, banheiros, iluminação e demais infraestrutura.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: Assessoria de Imprensa do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba

Criminosos explodem caixas do banco Sicoob em Buritis

Agência ficou danificada com a explosão
(G1) A polícia procura pelos criminosos que arrombaram uma agência do banco Sicoob, em Buritis, no Noroeste de Minas Gerais, na madrugada desta sexta-feira (6). Não há informações se alguma quantia em dinheiro foi levada.
Segundo as primeiras informações da Polícia Militar, quatro pessoas chegaram em um carro, arrombaram a porta do banco e colocaram explosivos em dois caixas eletrônicos. Eles fugiram levando as gavetas, onde o dinheiro ficava armazenado.
Ainda de acordo com a PM, duas pessoas passavam pelo local no momento do crime, uma delas conseguiu correr e fugiu, a outra foi rendida pelos assaltantes e liberada após a explosão.
Os criminosos fugiram em direção a Vila São Vicente, que dá acesso a Goiás.

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Incêndio destrói parcialmente fábrica de calçados em Capitão Enéas

Chamas começaram por volta das 2h, segundo os bombeiros
(G1) Uma fábrica de calçados ficou parcialmente destruída após ser atingida por um incêndio na madrugada desta quinta-feira (5) em Capitão Enéas, Norte de Minas. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo iniciou durante a madrugada, por volta das 2h, e se alastrou atingindo vários equipamentos.
O trabalho de combate às chamas foi iniciado pelos próprios funcionários da empresa, que trabalham na fabricação de calçados. Ainda segundo os bombeiros, ninguém ficou ferido. A perícia foi acionada para fazer vistoria no local.

Janaúba: Maconha e crack são apreendidos no Gameleira

Material apreendido.
(ASCOM PM) Durante levantamentos realizados pela Polícia Militar, ficou constatado que estaria ocorrendo trafico de drogas na Rua Santa Helena, Bairro Gameleira, cidade de Janaúba. A equipe se deslocou ao local, onde se deparou com um adolescente saindo de uma casa, ele estava com alguns objetos na mão e, ao ser abordado pelos policiais, este arremessou os materiais ao solo, sendo: uma balança de precisão, vinte e dois papelotes de cocaína e uma bucha de maconha, com aproximadamente 08 gramas. Foram feitas buscas na casa, onde foram encontrados dinheiro, diversas embalagens plásticas, um saco plástico contendo 86 pedras de crack e uma bucha de maconha, com aproximadamente 18 gramas. Diante do exposto, os autores e os menores em conflito com a lei foram presos/apreendidos em flagrante delito e entregues na Delegacia, juntamente com os materiais apreendidos.

Janaúba: Estiagem leva à perda de produtividade nos plantios de hortaliças e frutas

Inconformado, o produtor Gustavo Lage mostra a área de 40 hectares
onde se viu obrigado a queimar os restos da plantação de banana,
com perda de R$ 800 milhões por ano (foto: Solon Queiroz/ Esp.EM )
(Por Luiz Ribeiro) Janaúba, Nova Porteirinha, Francisco Sá – A prosperidade deu lugar a um cenário de apreensão no polo de irrigação do Gorutuba, que concentrada boa parte da grande produção de frutas, especialmente de banana, dos municípios de Janaúba e Nova Porteirinha, no Norte de Minas Gerais. O projeto viabilizado pelas águas retiradas da barragem do Bico da Pedra e levadas às plantações por um sistema de canais sofreu um revés com o racionamento do insumo e os prejuízos acumulados com a estiagem prolongada. De acordo com a Associação Central dos Fruticultores do Norte de Minas (Abanorte), a produção na área e seu entorno caiu 50%. Antes ocupados pelos bananais, 4 mil hectares de lavouras foram paralisados, gerando perdas de R$ 96 milhões por ano. A situação impôs o desemprego de cerca de 12 mil pessoas.
Segundo estudo do técnico Reinaldo Nunes de Oliveira, da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG) em Montes Claros, as severas estiagens dos últimos três anos provocaram prejuízo da ordem de R$ 2 bilhões, considerando-se a perda de 1,6 milhão de cabeças do rebanho bovino (de 3,3 milhões em 2010 para 1,7 milhão hoje), a devastação das pastagens e a destruição de lavouras de sequeiro de milho e feijão – que foi de 90% neste ano. Não é outro o quadro na Região Central de Minas, e na Grande Belo Horizonte, que abastecem o estado de hortaliças e frutas. Este é o tema desta quarta e última reportagem da série Seca + Crise, que o Estado de Minas publica desde domingo.
A atividade leiteira também é duramente afetada. Dos 730 rios e córregos da região, em torno de 90% (660) pararam de correr, entre eles rios de maior porte como o Verde Grande e o Pacuí, que secou totalmente pela primeira na história. Com a falta de chuvas, a barragem do Bico da Pedra, construída no Rio Gorutuba, teve o seu nível de vazão reduzido para 19%, com a captação atingindo o chamado “volume morto”. Como consequência, os 485 irrigantes instalados no Projeto Gorutuba (sendo 70% deles pequenos agricultores, 20% médios e 10% grandes produtores) passaram a enfrentar o racionamento.
O fornecimento, hoje, está limitado em 65%. Ou seja, os produtores recebem 35% da cota de água que tinham antes. Além disso, foi adotado um sistema de rodízio. O racionamento fez com que muitos produtores se vissem obrigados a suspender a irrigação de partes dos seus plantios, abandonando os bananais, que praticamente deixam de produzir quando não são irrigados.
Grande produtor na região do Gorutuba, Gustavo Lage administra uma empresa familiar, que contava com 330 hectares de plantios irrigados no Gorutuba e, diante da escassez hídrica, teve de reduzir a atividade a 200 hectares, interrompendo o plantio de banana em 130 deles. Além de deixar de produzir, o empresário relata que ele e seus filhos tiveram prejuízo da ordem de R$ 3,25 milhões. O dinheiro foi usado no preparo do solo (R$ 25 mil hectares).
Gustavo Lage mostrou à reportagem do EM uma área de 40 hectares, onde cultivava banana. A plantação teve de ser derrubada e, agora, a família iniciou o preparo para plantar capim na área. “Eu não queria fazer isso, mas fui obrigado devido ao racionamento de água. Quando a barragem (Bico da Pedra) voltar ao seu nivel normal, vou plantar banana na mesma área novamente”, afirmou o produtor, acresentando que com a interrupção do plantio irrigado nos 40 hectares, o prejuizo é de R$ 800 mil por ano.
Os pequenos produtores do Gorutuba também reclamam das dificuldades enfrentadas. “Tive uma queda na produção de 60%”, revela José dos Reis Batista, que trabalha em um lote de seis hectares. Ele disse que colhia, em média, 250 caixas de banana por mês. Com o rodízio no fornecimento de água, a produção caiu para 75 caixas por mês. “A minha esperança é que Deus mande chuva”, afirma Batista.

CAOS ANUNCIADO 
O presidente da Abanorte, Saulo Brezinski Lage, lembra que, se o nível do reservatório reduzir abaixo do nível mínimo de 12%, a retirada de água da barragem terá como prioridade o abastecimento da população, conforme determinação da Agência Nacional de Águas (ANA). A represa garante o insumo às cidades de Janaúba e Nova Porteirinha, além de fornecer água para os caminhões-pipas que atendem centenas de comunidades rurais dos municípios da região castigados pela seca.
“Se o fornecimento de água da barragem do Bico da Pedra para o Projeto Gorutuba for interrompido, será um caos econômico e social para a nossa região”, alerta. Para evitar o quadro caótico, os produtores da região esperam a retomada das obras, orçadas em R$ 55 milhões, de substituição dos antigos canais de irrigação, feitos de concreto, por tubulação, que visa a eliminar desperdícios e garantir a economia de de água da ordem de 40%. Segundo a Abanorte, os serviços foram iniciados em janeiro e interrompidos em maio deste ano, devido à falta da liberação de recursos por parte do Governo Federal.

Baixo retorno e fraca procura

Contagem e Abaeté – O calor reduz a produtividade de legumes e hortaliças e a estiagem que seca as nascentes limita a irrigação. Além disso o consumidor está mais cauteloso no momento de fazer a feira. A combinação de seca e demanda menor tem feito os produtores postergaram planos de aumentar as áreas de cultivo e muitos já cortam pela metade o tempo de irrigação. “Com a seca, minha produção caiu 50% e para piorar quem antes comprava seis caixas de morangos, agora leva duas”, reclama Marcelo Sebastião, 38, produtor da fruta em Barbacena, na Região Central, que diante dos desafios do mercado não pensa em ampliar a lavoura.
Minas Gerais deve produzir, neste ano, 2,75 milhões de toneladas de hortaliças, o que inclui, 32 espécies de verduras e legumes. Segundo a Emater-MG, o volume é 5% menor ante o do ano passado. “Principalmente na Região Metropolitana de Belo Horizonte existe uma grande preocupação com o uso da água que não pode competir com o consumo humano. O produtor está mais pressionado pela alta da energia elétrica, do petróleo e do dólar que afetam diretamente os preços dos insumos”, avalia Georgeton Silveira, coordenador técnico estadual de olericultura da Emater.
Os principais componentes que formam o adubo são importados. Ao mesmo tempo, Georgeton lembra que o produtor está sujeito às oscilações do mercado que define os preços, segundo a velha lei da oferta e demanda. “Não há uma política de preço mínimo, que protegeria o produtor de grandes depreciações no valor do alimento”, observa o especialista. Na ponta do lápis, Marta Gonçalves, produtora de hortaliças no Centro-Oeste do estado diz que o custo de produção avançou 30% em 12 meses. Sua horta é uma profusão de temperos e folhas de qualidade e perfumes variados, algumas em caráter experimental, outras que já conquistaram o freguês.
Andando rápido entre a plantação, ela aponta o incremento de cada item e não tem dúvidas. Vendeu 10% menos neste ano. “As famílias estão enfrentando dificuldades e estão, sim, reduzindo o consumo”, garante. Para driblar a seca, e oferecer alimentos verdes, exigência para encher os olhos do cliente, Marta está irrigando sua horta uma vez ao dia. Antes, repetia o processo duas vezes. “Tenho receio de que falte água.”
Pressão na inflação, a seca favorece ainda mais os altos e baixos nos preços dos hortifrutis. Márcio da Silva, produtor de pimentão em Carandaí, na porção Central do Estado, diz que o tempo muito quente queima a planta e compromete a qualidade. Ele estima que neste ano a produtividade caiu 10%. “Tive que reduzir o tempo da irrigação pela metade para economizar água.”

Autorizado concurso para 560 vagas no Corpo de Bombeiros

Salário inicial varia entre R$ 3.050 e R$ 5.015, fora os benefícios. Editais completos ainda serão publicados, mas datas de inscrições já estão definidas

Para quem sonha ser oficial e soldado do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) a oportunidade é esta. Foi autorizado o edital para o Curso de Formação de Oficiais Bombeiros (CFO), com previsão de 30 vagas, e para o Curso de Formação de Soldados (CFSD), com 500 vagas para combatentes e 30 para especialistas.
O aviso do edital foi publicado no diário oficial Minas Gerais desta quarta-feira (4/11). Os editais completos devem sair nos próximos dias. O concurso será coordenado pela Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep). A escolaridade exigida para ambos os concursos será o ensino médio.
Os aprovados terão direito a vencimento, abono fardamento, assistência médico-hospitalar, psicológica e odontológica. Atualmente, um soldado de 2ª Classe recebe salário de R$ 3.506,40 e um cadete do 1º ano, R$ 5.016,89.

Vagas e inscrições
Das vagas oferecidas para o CFO, 27 são para o sexo masculino e três para o sexo feminino. O curso de formação tem duração de três anos, com previsão de início em 6 de fevereiro de 2017 e o valor da inscrição é de R$ 177,49. As inscrições estão previstas para 4 de janeiro a 4 de fevereiro de 2016.
Para o CFSD serão oferecidas 500 vagas para o quadro de soldados combatentes, sendo 450 para o sexo masculino e 50 para o sexo feminino. O curso de formação tem duração de oito meses.
Já para o quadro de soldados especialistas serão oferecidas 30 vagas para as seguintes especialidades: mecânico de motor a diesel (11 vagas), mecânico de motor a gasolina/álcool (2 vagas), eletricista de autos (2 vagas), técnico em informática/rede de computadores (8 vagas), técnico em eletrônica (2 vagas), técnico em eletrotécnica (2 vagas) e técnico em telecomunicações (3 vagas).
O valor da inscrição para o concurso de CFSD é de R$ 81,96 e o curso terá início em 29 de março de 2017. As inscrições estão previstas para o período de 4 de janeiro a 26 de fevereiro de 2016.
De acordo com o capitão Alessandro Fábio Daldegan, chefe da Seção de Concursos do CBMMG, a expectativa é a de que haja um aumento de 50% no número de candidatos a uma vaga na corporação.
“Estamos nos baseando no grande número de inscritos nos últimos concursos públicos, o que não deve ser diferente no Corpo de Bombeiros”, explica Daldegan. O último CFO teve 12.374 inscritos para 30 vagas, média de 412 candidatos por vaga. Já no CFSD foram 23.475 inscritos disputando as 800 vagas, ou 29 candidatos por vaga.
O capitão Daldegan orienta os candidatos que a preparação seja iniciada antes mesmo da publicação dos editais. Ele destaca que os concursos para ingresso nas carreiras militares possuem algumas características que os diferem de outros porque o candidato deve se preocupar também com a preparação física, pelo fato de haver a exigência do Teste de Aptidão Física, de caráter classificatório e eliminatório.


Exigências
Os candidatos devem atender aos seguintes pré-requisitos, dentre outros:
-ser brasileiro nato, para o cargo de oficial, ou nato ou naturalizado para o cargo de soldado;
- possuir idoneidade moral;
- estar quite com as obrigações eleitorais e militares;
- ter no mínimo 18 anos e no máximo 30 anos de idade na data de inclusão (início do curso);
- altura mínima de 1,60 m (um metro e sessenta centímetros);
- ter aptidão física;
- ser considerado indicado em avaliação psicológica;
- ter sanidade física e mental;
- não ser contraindicado em exame toxicológico;
- não apresentar, quando em uso dos diversos uniformes, tatuagem visível que seja, por seu significado, incompatível com o exercício das atividades de bombeiro militar.
Para o preenchimento das vagas do Quadro de Especialistas, além dos requisitos previstos nos itens anteriores, deverá possuir formação técnica referente à vaga a que se candidatar.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: ASCOM Governo de Minas

Jovem invade capela e destrói imagem da padroeira de Taiobeiras

Jovem invade capela e destrói imagem da
padroeira de Taiobeiras – Foto: Folha Regional
Por volta das 21 horas desta quarta-feira, 4 de novembro de 2015, um rapaz identificado como João Carlos Ribeiro Júnior, de 24 anos, natural de Rio Pardo de Minas, retornou à Capela de Nossa Senhora de Fátima, localizada na Avenida do Contorno, em Taiobeiras, e destruiu tudo que encontrou pela frente, inclusive a imagem da santa. 
Os católicos estão revoltados, pois Nossa Senhora de Fátima é a padroeira da cidade e muito amada por todos os fiéis taiobeirenses.
O ataque aconteceu cinco dias após a primeira tentativa, registrada no dia 30/10, quando João havia entrado na Capela para quebrar a imagem, mas foi contido por um mecânico que reside em frente ao local. Na ocasião, o autor foi imobilizado pela Polícia Militar e atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Horas depois foi liberado e retornou à Capelinha, momento em que jogou uma pedra no vidro de proteção da imagem.
Depois de duas tentativas, João não desistiu e na noite desta quarta, arrombou a Capela e conseguiu destruiu tudo que estava no interior, inclusive despedaçou a imagem ao jogá-la no chão, além de golpes com um pedaço de madeira.
O pároco da cidade, Padre Ivan Alckmin, esteve na Capela e não escondeu a sua revolta com a situação, que deixou os católicos que presenciaram a cena em choque. Todos eles não esconderam a revolta com a falta de medidas e providências para impedir a ação do autor, que está em tratamento no CAPS.
Segundo informações, João Carlos foi para Taiobeiras continuar seu tratamento, mas conseguiu fugir do Hospital Santo Antônio e seguiu direto para a Capela, onde causou a destruição. O autor foi contido e levado de volta para o hospital, onde foi medicado e se encontra desacordado.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: Blog do Jornal Folha Regional

Homem de 25 anos é baleado na mão e coxa em Pirapora

(G1) Um homem de 25 anos foi ferido a tiros nesta quarta-feira (4), no Bairro São João, em Pirapora (MG). Segundo as informações da Polícia Militar, ele foi atingido na mão e coxa.
Ainda de acordo com a PM, ele estava em frente de casa, quando dois homens se aproximaram em uma moto. O garupa desceu, sacou um revólver e atirou várias vezes.
Os dois criminosos fugiram e estão sendo procurados. Não há informações sobre a motivação do crime. O homem foi socorrido por terceiros e levado até uma unidade de saúde.

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

40º homicídio em Janaúba: Adolescente de 15 anos é morto com tiro durante assalto

Um adolescente de 15 anos foi morto com um tiro durante um assalto, no Bairro Santo Antônio, em Janaúba (MG), na madrugada desta quarta-feira (4). A ocorrência foi registrada como latrocínio.
Segundo a Polícia Militar, ele e um primo chegavam do trabalho, quando foram abordados por duas pessoas. Eles ordenaram para que os dois entregassem os celulares, o menor abaixou para pegar o telefone e foi atingido por um tiro.
Após o crime, os dois assaltantes fugiram e ainda estão sendo procurados.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: G1

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Janaúba: Homem morre carbonizado em acidente com caminhão na MG-122

Caminhão pega fogo e motorista morre
 carbonizado em Janaúba
(G1) Um homem morreu carbonizado na tarde desta terça-feira (3) em um acidente com um caminhão na MG-122, em Janaúba, no Norte de Minas. Segundo as primeiras informações do Corpo de Bombeiros, o motorista perdeu o controle do veículo e bateu em uma árvore.
Ainda segundo os bombeiros, o caminhão pegou fogo rapidamente. O motorista ficou preso às ferragens e morreu carbonizado. Mais dez pessoas que também estavam no caminhão ficaram feridas.

Janaúba já sente: Falta de água faz prefeitos cortarem serviços públicos

BONITO DE MINAS – Prefeitura é uma das mais
de 120 que decretaram situação de emergência
(Hoje em Dia) A seca em Minas piora a cada dia e já prejudica o funcionamento de escolas e do comércio nos municípios, especialmente no Norte e nos vales do Jequitinhonha e Mucuri. Prefeituras que ainda não haviam cortado o expediente pela metade por causa da crise financeira agora o fizeram porque não há água para trabalhar.
O presidente da Associação dos Municípios da Área da Sudene (Amams), César Emílio Oliveira, conta que nas cidades de Taiobeiras, Francisco Sá, Mamonas e Brasília de Minas a situação é crítica.
“Algumas cidades estão dependendo somente do abastecimento de carros-pipa. Com a falta d’água, as escolas fecham mais cedo e o comércio fica prejudicado, porque 90% dos comerciantes da região dependem de produtos dos agricultores que também estão numa situação muito difícil”, relata Oliveira, que é prefeito de Capitão Enéas.
O município é um dos mais de 120 que decretaram situação de emergência por causa da seca e da estiagem, de acordo com boletim da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil emitido neste mês.
Conforme o presidente da Amams, será feito um diagnóstico da situação em toda a região ainda nesta semana para definir quais medidas poderão ser tomadas. “A arrecadação já está caindo em nível nacional, dia a dia em todos os municípios. Com o agricultor descapitalizado piora ainda mais”.
Pelo menos 80% dos rios e riachos que abastecem o rio São Francisco estão secos, conforme denuncia o deputado estadual Gil Pereira (PP), ex-secretário de Desenvolvimento do Norte. Os demais, ainda de acordo com ele, estão em filetes. Como se não bastasse, a barragem de Juramento, que abastece a cidade, está no volume morto.
Se não chover nos próximos dias, ele acredita que será impossível fugir de um racionamento. “O Norte de Minas enfrenta uma seca extrema há cinco, seis anos. É uma situação insuportável, que não pode continuar”, rechaça.
Segundo o deputado, para sanar o problema é necessário ampliar o investimento em meio ambiente e recuperação nas matas ciliares.
O prefeito de Patis, Vinícius Versiani, afirma que tem se reunido com representantes da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) com o objetivo de buscar alternativas para melhorar o abastecimento da cidade. Até agora, no entanto, não foram encontradas soluções para o problema, que vem se agravando.
“O nível dos reservatórios que abastecem a região está caindo e se continuar neste ritmo o atendimento vai ficar ainda mais comprometido”, lamenta o prefeito.
O Hoje em Dia não conseguiu contato com o secretário estadual do Norte.


Com o clima adverso, homem do campo já mostra desalento
A cidade de São Francisco, no Norte de Minas, pede socorro. Sem água na zona rural, as escolas são abastecidas por carros-pipa do Exército. Sem a mesma “sorte”, o homem do campo começa a entregar os pontos. “O gado de corte está muito magro e as plantações secaram. Os pequenos produtores praticamente não têm mais o que vender para sobreviver”, afirma a presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas da Cidade, Elaine Rodrigues Oliveira Santos.
É comum encontrar no meio rural quem não conseguiu arcar sequer com as contas do supermercado ou de luz do mês, ressalta Elaine. Como reflexo, os comerciantes do município amargam prejuízos jamais vistos.
Dessa forma, o efeito cascata foi devastador. Quem vende produtos agropecuários demitiu em massa, reduzindo o poder de compra de grande parte das famílias da cidade. “Outubro é um mês que não vai deixar saudade. Nunca passamos uma situação dessas”, diz a representante da CDL de São Francisco.
Ainda segundo ela, até mesmo a prefeitura diminuiu o período de atendimento, funcionando seis horas – ante oito no passado –, com o objetivo de economizar. Como era feriado, representantes do Executivo não foram encontrados para confirmar a informação.
Em Janaúba, o comércio também sofre a drástica queda na produção agrícola, que despencou como consequência da intensificação da seca. De acordo com o gerente da Câmara dos Dirigentes Lojistas do município, Edsel Marques, falta produtos agropecuários na cidade. “Muita gente não tem mais o que vender e o caixa sofre”, lamenta.
Apesar disso, ele ressalta que, pelo menos por enquanto, a população é abastecida. O representante da entidade, no entanto, se mostra preocupado com o futuro da cidade. “Se a situação não melhorar não sei como ficaremos. É possível que falte água até mesmo para o consumo humano. Dessa forma, vamos ter sérios problemas”, lamenta.
Em Taiobeiras, moradores informaram que tem faltado água constantemente no período da noite.

Homem foragido da Justiça morre em acidente de moto em Japonvar

(G1) Um homem de 33 anos morreu em um acidente na MGC-135, em Japonvar (MG). Segundo a Polícia Militar, ele pilotava uma moto e não tinha habilitação. Além disso, estava foragido da Justiça. O outro envolvido, que viajava de carro, também não tinha Carteira Nacional de habilitação. Os dois veículos bateram de frente.
O motorista do automóvel contou para a PM que o condutor da moto fez uma ultrapassagem, invadiu a contramão e bateu no carro. Com o impacto, ele foi arremessado às margens da rodovia.
Os dois ocupantes do automóvel tiveram ferimentos leves e foram socorridos pelo Samu.

Homem de 52 anos é preso com CNH falsa na MGC-122, em Espinosa

(G1) Um homem de 52 anos foi preso com uma Carteira Nacional de Habilitação falsa durante uma fiscalização de trânsito na MGC-122, em Espinosa (MG), nesta segunda-feira (2). Ele admitiu ter pagado R$ 2.250 pelo documento.
Segundo as informações da Polícia Militar, ele estava dirigindo um carro com placa da Bahia, quando foi parado. O veículo estava com a documentação irregular e tinha o para-brisa trincado.
Os policiais suspeitaram porque a CNH estava com a data recente, mas a foto parecia ter sido digitalizada, diferente do modo como é feito atualmente, que a imagem é tirada no momento da renovação. Após consultas no banco de dados do Departamento de Trânsito da Bahia, não foi encontrado nenhum registro do documento.
Ao ser questionado, o homem admitiu que a CNH era falsa e que um conhecido dele tinha conseguido que ele tirasse o documento sem passar pelos exames exigidos. Ele foi preso e o carro foi apreendido.

BDMG lança edital de R$ 50 milhões para projetos municipais voltados a questões climáticas

Wagner Arratia Concha
Belo Horizonte, novembro de 2015 – O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) disponibiliza linha de crédito de R$ 50 milhões, por meio de recursos da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), para financiamento de projetos relacionados com questões climáticas e com a universalização de serviços básicos. O edital está aberto a municípios, consórcios intermunicipais e concessionários de serviços públicos. Podem ser financiados projetos de mobilidade urbana, gestão de resíduos urbanos, eficiência energética e adaptações às mudanças climáticas.
Para a seleção das propostas apresentadas serão utilizados indicadores específicos descritos no edital da linha de financiamento. Um dos parâmetros considerados será a posição do município no Índice Mineiro de Vulnerabilidade Climática, da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam).
Além dos critérios técnicos, relacionados ao investimento que se pretende realizar, serão avaliadas a capacidade de endividamento do proponente, conforme limites previstos na Resolução 43 do Senado Federal; a adimplência cadastral e financeira com o BDMG; e a inexistência de pendências em projetos anteriores financiados pelo BDMG. As propostas podem ser preenchidas por meio de formulário específico disponível no site www.bdmg.mg.gov.br até 15 de dezembro de 2015.
Segundo o diretor financeiro e de crédito do BDMG, Rogério Sobreira, muitos municípios encontram dificuldades em formatar projetos. Por isso, haverá uma capacitação técnica para que os gestores públicos possam elaborar as propostas. "Muitas vezes essa dificuldade é o elemento central que faz com que o município não tenha o acesso ao crédito. O BDMG, juntamente com a Cemig, Servas, Feam e Fundação João Pinheiro, fará uma experiência-piloto de capacitação em novembro, e esperamos que essa iniciativa seja implementada de modo perene a partir do ano que vem", ressalta.

Em Janaúba será realizado Fórum para Gestores de Organizações Não Governamentais


Fórum para Gestores de Organizações Não Governamentais será realizado em Janaúba

Fundação Credivag vai habilitar gestores do Terceiro Setor 

A Fundação Credivag realiza no dia 27 de novembro, das 8h às 18h, no Salão do Tattersal de Leilões do Parque de Exposições de Janaúba, Norte de Minas, o 1º Fórum - Capacitação Para Gestores de Organizações Não Governamentais. O objetivo é habilitar líderes de entidades do Terceiro Setor, compreendendo desde os aspectos legais, instrumentos constitutivos, planejamento de trabalho, elaboração de projetos, captação de recursos, prestação de contas, incluindo as regras do Novo Marco Regulatório das Organizações Civil que entra em vigor a partir de Janeiro de 2016 . As inscrições já podem ser feitas nas agências do Sicoob Credivag e na Secretaria Municipal de Promoção Social de Janaúba. Será dada prioridade às instituições filiadas ao Sicoob Credivag.
Não será cobrada taxa de acesso e a previsão é de que 80 pessoas entre gestores, contadores, representantes do poder público, de empresas, estudantes e pessoas interessadas na temática participem do treinamento.
Para Nilde Antunes, Diretora Presidente da Fundação, o Fórum é grande importância na medida em que propõe capacitar, profissionalizar e atualizar os gestores das organizações não governamentais, em relação aos aspectos mais relevantes da sua gestão.
"Acreditamos também que os participantes estarão mais preparados para atuar na captação de recursos junto ao primeiro e segundo setor, bem como, para a gestão mais eficiente das organizações. Nosso trabalho começa na identificação das demandas mais latentes das comunidades carentes, na implementação de projetos ou consolidação de parcerias com entidades já existentes na nossa base de atuação. Para tanto, avaliamos de forma criteriosa, a qualidade dos serviços prestados, a transparência da gestão e os valores institucionais dessas entidades. A nossa percepção é de que não há mais espaço para o amadorismo, o nosso esforço é para que as nossas organizações que lidam sobretudo com pessoas e qualidade de vida possam ser administradas com excelência empresarial. Esse encontro visa também a troca de experiências e a produção de conhecimento", descreve Nilde Antunes.

Parceiros
A Fundação conta com o apoio do Sicoob Credivag, Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba, Secretaria Municipal de Promoção Social de Janaúba, Associação Adolescente Cidadão de Janaúba e Nova Porteirinha e Miranda Marketing.
Júlio Cesar Aguiar Diniz é Presidente do Conselho de Administração do Sicoob Credivag e do Conselho Curador da Fundação. Para ele, capacitar dirigentes e profissionais que atuam nas organizações não governamentais é uma iniciativa que merece ser reconhecida e incentivada, tendo em vista a carência de cursos e treinamentos desta natureza, o que demonstra mais uma vez que a Fundação Credivag tem exercido eficazmente o seu papel de indutora do desenvolvimento sustentável das comunidades em sua área de atuação.
"Temos plena convicção de que o 1º Fórum de Capacitação representa um marco histórico para o terceiro setor da nossa região, no sentido de estimular as melhores práticas de gestão, por meio da informação adequada, capaz de produzir conhecimento e gerar resultado", afirma Júlio Cesar.
Para o Presidente, um dos grandes problemas enfrentados pelas organizações não governamentais está na gestão, que por falta de informação acaba por seguir regras internas, muitas vezes incompatíveis com as normas legais e com os procedimentos recomendáveis, o que dificulta a execução de suas atividades normais, impede a obtenção de recursos financeiros, além de colocar em risco a própria sobrevivência da organização.
"Desta forma, o Fórum de capacitação - uma ação inovadora oportunizada pela Fundação Credivag - vislumbra proporcionar conhecimento suficiente aos gestores, a fim de que implementem melhorias em suas ações e qualidade em suas atividades, o que consequentemente possibilitará a ampliação de horizontes, a excelência na execução de suas atribuições, bem como a consolidação dos objetivos sociais inerentes às respectivas organizações do terceiro setor", conclui.
Tânia de Miranda, diretora da Miranda Marketing, acredita que somente com produção de conhecimento é que resultados positivos são conquistados.
"Esse tipo de capacitação vislumbra novas possibilidades que permitem novos relacionamentos, novas interações", afirma entusiasmada.

Fundação Credivag
Criada no ano de 2008, a Fundação Credivag é uma organização filantrópica cujo propósito é atuar como braço social da Cooperativa de Livre Admissão de Associados do Vale do Gorutuba Ltda, (Sicoob Credivag), que visa contribuir para o desenvolvimento socioeconômico do Norte de Minas.
Atualmente, a Fundação Credivag se projeta como agente indutora das melhores práticas de desenvolvimento sustentável da região e das pessoas, por meio do estímulo à cultura, a prática de esportes, ao aprimoramento profissional e a proteção da vida em todas as suas formas. Sua atuação se dá por meio do fortalecimento de várias frentes de trabalho social, a partir da criação de projetos e da consolidação de parcerias, identificando e provocando lideranças para o empreendedorismo social.

Serviço
1º Fórum - Capacitação Para Gestores de Organizações Não Governamentais
Data de realização: 27/11/2015
Horário: 8h às 18h
Local: Tattersal de Leilões – Parque de Exposições
Cidade: Janaúba
Informações: (38) 3821-2546

39º homicídio em Janaúba: Jovem é assassinado no Ribeirão do Ouro

(ASCOM PM) Na noite desta terça-feira, por volta das 22 horas, a viatura militar se deslocou a Rua Nenzim Martins, no bairro Ribeirão do Ouro, cidade de Janaúba. Segundo relatos de populares, a vítima estava sentada em frente à sua residência, quando um indivíduo, em uma bicicleta escura, passou em frente, retornou e parou onde estava a vítima, efetuando vários disparos e fugindo em seguida. Os disparos atingiram a vítima na região do tórax, na clavícula, na face e perna direita. O perito constatou a existência de cinco perfurações, sendo quatro de entrada e uma de saída. A vítima foi identificada como Deivison Vinícius Alves Martins. Com esse o homicídio Janaúba contabiliza seu 39ª assassinato em 2015.

PC apreende 300 gramas de crack puro em terreno baldio em Pirapora

Droga foi encontrada em terreno baldio
(G1) A Polícia Civil apreendeu 300 de crack no Bairro Aparecida, em Pirapora (MG), na madrugada desta terça-feira (3), em um terreno baldio.
Segundo as informações do delegado Jeferson Leal, a droga renderia cerca de 960 pedras. A PC chegou até o local depois de realizar trabalhos de inteligência.
Ninguém foi preso, mas a polícia está investigando quem é o dono da droga. Ainda foram encontradas uma balança e material para fracionar e embalar o crack. O material foi levado para a delegacia.

Criança de 2 anos morre afogada em poço, em Rio Pardo de Minas

Uma criança de 2 anos morreu afogada em um poço, perto de casa, em Rio Pardo de Minas, no Norte do Estado, nessa segunda-feira (2).
De acordo com o relato da mãe à Polícia Militar (PM), ela teria alimentado o filho e saído, deixando ele com o pai. Cerca de 30 minutos depois, quando voltou para a residência, na zona rural da cidade, perguntou para o marido sobre a criança e ele teria falado que o filho tinha ido atrás da mãe, quando ela saiu.
Os dois procuraram pela criança e a encontraram dentro de um poço, já sem vida.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: O Tempo

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

O Clube ABIP recebeu neste final de semana a etapa Janaúba do circuito Bicho do Mato de enduro a pé

(Por Ivo Júnior) A cidade de Janaúba está entrando cada dia mais no circuito das cidades que promovem esportes que agregam valor a qualidade de vida dos seus participantes. Neste último final de semana véspera de feriado de finados não foi diferente. Foi realizado em Janaúba a 3ª e 4ª Etapa do “Circuito Bicho do Mato de Enduro a Pé”.
A 1ª e 2ª etapa foi disputada no dia 27 de setembro em Montes Claros. A largada e chegada aconteceram no Shopping Ibituruna. O percurso que aconteceu com trechos na Serra do Mel e Sapucaia foi muito bem escolhido pela organização para agradar os participantes, mas sem perder o grau de dificuldade que torna a prova mais interessante entre os competidores.
Em Janaúba a largada foi realizada na Associação Bico da Pedra Bruta (ABIP). O percurso teve um grau de dificuldade bem acentuado com vários trechos onde as equipes tinham que passar por várias vezes no mesmo local, o que é conhecido entre quem participa de provas de enduro como “balaio de gato”.
Mesmo com sol quente que predominou mais uma vez em Janaúba neste domingo, os participantes puderam se refrescar nas águas do Rio Gorutuba. Durante o percurso as equipes tiveram que atravessar o rio por 10 vezes.
Segundo Fáusio Silva organizador do evento, o objetivo foi superado. Houve participantes em todas as categorias, Graduados Pró, Novatos, Empresas e Família. Agora, segundo ele, é preparar a 5ª e 6ª Etapa que ainda não tem data marcada, para então conhecer os campeões do Circuito.
A Equipe 100% Sertaneja, representando a Rádio Onda Norte FM, mesmo cometendo alguns erros no percurso, conseguiu recuperar na fase final da prova e ainda conseguiu um lugar no pódio, ficando em terceiro lugar.

Gradativamente, chuvas chegam ao extremo Norte de Minas

Uma grande mudança nas condições atmosféricas sobre o Brasil começou a ocorrer no final de semana, inclusive no Norte de Minas, onde choveu em alguns municípios, de forma branda em Montes Claros na madrugada e manhã dessa quarta-feira (28/10), Dia de São Judas Tadeu. O forte sistema de alta pressão atmosférica que vinha predominando sobre o País enfraqueceu, o que permitiu a chegada de uma frente fria ao litoral da região Sudeste. Além disso, a mudança na circulação dos ventos permitiu um aumento e distribuição de ar úmido sobre o Sudeste e o Centro-Oeste. Estas mudanças permitiram que nuvens de chuva voltassem a se formar sobre essas regiões do País.
Nesta semana, temporais foram registrados na Capital mineira e na Região Metropolitana de Belo Horizonte, inclusive com muitas inundações, alagamentos, derrubadas de árvores e estragos. Até os primeiros dias de novembro de 2015, de acordo com a meteorologista Josélia Pegorim, do Climatempo, as pancadas de chuva devem ser frequentes em grande parte do País. No período de 29 de outubro a 2 de novembro, a previsão é de que chova mais de 100 mm no sul do Rio Grande do Sul e também em áreas do centro e leste de Minas Gerais. No período de 3 a 7 de novembro de 2015, volumes de chuva de 50 a 100 mm poderão ocorrer em áreas do Norte de Minas, Espírito Santo, oeste da Bahia e em vários estados do Norte.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: JN Montes Claros

Norte de Minas na frente: Entidades se unem para alavancar a produção de frutas

A união faz a força. Esse é um velho ditado que não passa batido pela fruticultura mineira. A organização de agricultores em cooperativas ou associações tem sido a chave para fortalecer a produção de frutas no estado. O esforço coletivo tem contribuído para o melhoramento das técnicas agrícolas e, principalmente, para a formação de preços em um mercado competitivo que oscila com o clima, com a oferta ou, simplesmente, pela preferência do consumidor por uma determinada fruta. A união tem sido a saída também para fruticultores que buscam melhorar a qualidade, criar escala e vender sua produção ao mercado externo, como os produtores de limão taiti no Norte de Minas.
Ao ano, o estado produz cerca de 3 milhões de toneladas de frutas. Parece muito, mas como indica a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), apenas 33% das frutas comercializadas na CeasaMinas são produzidas no estado. Observando o mercado externo, no país não é diferente, apenas 2% da produção é exportada. “O que mostra um grande potencial para a fruticultura”, observa Deny Sanábio, coordenador técnico da área, na Emater-MG.
Em Alfredo Vasconcelos, no Campo das Vertentes, o morango é doce e está abrindo espaço no mercado com preços competitivos, que garantem lucratividade ao produtor. Grande parte das lavouras é plantada por grupos de famílias que se uniram em uma cooperativa. Apesar da forte estiagem que castiga a agricultura e os mananciais, os produtores estão satisfeitos com o resultado da safra.
Na região, são mais de 100 agricultores, sendo que 65 deles fazem parte da Cooperativa Agropecuária de Alfredo Vasconcelos (Cooprav), explica o presidente, Renivaldo Bageto. Segundo ele, além de dar sustentabilidade à produção, negociando o melhor preço possível na compra e na venda da mercadoria, a cooperativa ajuda na assistência técnica e busca a participação dos produtores em programas sociais, como a venda de frutas para a merenda escolar.
Recentemente, agricultores de Alfredo Vasconcelos trocaram o cultivo em canteiros pela hidroponia. A técnica, somada ao manejo eficiente e introdução de novas espécies, tornou o morango mais resistente à estiagem que vem castigando o Sudeste. Este ano, a cooperativa não fechou os números da produção, mas acredita que a colheita vai superar as 2 mil toneladas de 2014. Os principais mercados são Belo Horizonte e Rio de Janeiro. “Este ano, os preços estão variando entre 10% e 15% acima do registrado na safra passada”, calcula Bageto.
Em Minas, a fruticultura envolve um mundo que gira entre o cultivo de espécies tropicais e variedades de clima temperado. As principais lavouras, em volume de produção, são de abacaxi, laranja e banana, que somam 75% da produção. Mas o estado é também o primeiro produtor nacional de morangos. É o segundo produtor de abacate, fruta cheia de sabor, que já foi muito comum nos pomares, mas que vem perdendo espaço na mesa do consumidor. O estado ocupa ainda o segundo lugar no ranking na produção de limão, uma das espécies mais conhecidas do país. Outras frutas que têm relevância no campo mineiro são: figo, goiaba, mamão, manga, caqui, maracujá, pêssego e tangerina.


SEM AZEDUME 
Na região do Jaíba, a Associação dos Produtores de Limão do Norte de Minas (Aslim) foi criada há 10 anos. O produto já tem duas certificações, que conferem seu padrão de qualidade, e a fruta é exportada para a Europa e o Oriente Médio. Como os custos da exportação são elevados e é preciso ter escala, a união de pequenos produtores alavancou as vendas externas, praticamente incipiente na fruticultura nacional. Este ano, surfando na alta do dólar caro, os produtores vão embarcar 20% a mais da fruta do que em 2014.
As exportações de limão vão movimentar perto de R$ 12 milhões este ano. Em 2016, a associação vai investir R$ 600 mil para ampliar o galpão exportador. “Vamos comprar novas máquinas, que lavam e selecionam os frutos. No ano que vem, pretendemos aumentar também a exportação de manga”, observa Rabelo. Segundo ele, a intenção é sair de R$ 600 mil ao ano, alcançando até R$ 2 milhões. A Aslim também vai participar de um nicho importante do mercado exportador, o sistema fair trade, ou de comércio justo, no qual países europeus pagam até 50% a mais pela fruta produzida pela agricultura familiar. “A associação é muito importante também para viabilizar a exportação”.
Saulo Bresinski, presidente da Associação Central dos Fruticultores do Norte de Minas (Abanorte), que reúne cerca de 2,5 mil associados, sendo perto de 2 mil produtores de banana-prata, reforça a importância do associativismo para vencer desafios como a seca e o alto custo da energia para quem investe na lavoura irrigada. Ele destaca ainda trabalhos, como a criação de selos de qualidade, que destacam o produto, além da formação de preço. Hoje, a Abanorte tem participação na definição do preço da fruta que serve como referência para todo o país. “Essa definição é importante para o produtor porque evita grandes oscilações. Temos um preço médio mais estável”, explica. O papel da união de pequenos produtores para exportação de frutas também é destacado por Bresinski. “Quem não exporta fica refém do mercado nacional, que raramente tem preços melhores que o externo.”

Números do pomar

» O Brasil é o terceiro maior produtor de frutas do mundo

» Somente 2% da produção é exportada

» Minas Gerais produz 3 milhões de toneladas de frutas ao ano

» O crescimento da produção tem se mantido entre 1% e 2% ao ano

» 67% das frutas comercializadas na CeasaMinas são produzidas em outros estados

(Fonte: Estado de Minas)

Norte de Minas terá Banco de Sementes

O Ministério do Desenvolvimento Agrário ajudará o Norte de Minas a criar o Banco de Germoplasma de Sementes, como forma de preservar as espécies que estão em risco de extinção. O ministro Patrus Ananias se reuniu na tarde de sexta feira com os Guardiões das Sementes, em evento realizado no histórico Solar dos Sertões, um dos mais antigos de Montes Claros, quando recebeu o pleito e se comprometeu a ajudar nesse projeto. A iniciativa é da Universidade Federal de Minas Gerais, através do Instituto de Ciências Agrárias e do Centro de Agricultura Alternativa.
O assentado Cristovino Ferreira Neto, do Assentamento Americana, mostrou ao ministro Patrus Ananias a relevância de preservação das sementes crioulas e com isso, usando produtos sem agrotóxicos. Ele salientou que ao usar sementes crioulas, os pequenos produtores acabam fugindo do sistema convencional imposto pelo mercado. Citou que na quarta-feira começaram as chuvas na sua área e no outro dia ele plantou as sementes que estavam guardadas, esperando somente que as chuvas continuem para assegurar uma boa safra.
O coordenador do Centro de Agricultura Alternativa, Ângelo Carrara mostrou ao ministro a importância de assegurar a assistência técnica às comunidades tradicionais. Ele apresentou o Plano de Agro-biodiversidade para o Norte de Minas, alertando que não pode haver descontinuidade desse trabalho, precisando sobre a ajuda do Governo.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: Gazeta Norte Mineira

Quase metade dos mineiros precisa de programas sociais

Desafios. Comunidade quilombola do Açude, em Jaboticatubas,
tem dificuldade para acessar serviços
(Por BÁRBARA FERREIRA) Enquanto as questões sociais ganham cada vez mais visibilidade – principalmente com a eclosão de manifestações diversas em todos os cantos do país –, em Minas Gerais quase metade da população depende de algum tipo de política ou programa de assistência social, benefício que garante o acesso a serviços básicos, como educação, saúde e saneamento. Entre eles estão projetos como o Bolsa Família e a Tarifa Social de Energia Elétrica. A situação se torna ainda mais crítica entre a população rural, que luta para alcançar direitos que deveriam ser universais.
O diagnóstico está no “Boletim da Vigilância Socioassistencial”, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), acessado por O TEMPO na última semana. O documento foca a realidade rural de Minas e será usado para nortear futuras ações para esse meio.
Conforme o estudo, dos quase 9 milhões de mineiros (de um total de mais de 19 milhões) dentro do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), do governo federal, 69,08% têm renda abaixo de um quarto de salário mínimo (R$ 197). Para as chamadas “comunidades e povos tradicionais”, como os quilombolas, e a população rural, essa realidade é ainda mais dura, já que 80,3% dessas pessoas recebem menos que um quarto de salário mínimo. Nesse último grupo, 66% dos habitantes precisam de políticas assistencialistas.
A população rural ainda enfrenta outros problemas quando comparada com a urbana. Os índices de analfabetismo e de acesso a serviços como água encanada, saneamento e energia elétrica são piores nesse público.
Para o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, André Quintão, os números mostram que Minas concentra muitas desigualdades regionais e sociais. “É um Estado com potencial econômico imenso. Mas temos ainda uma economia colonial, pouco diversificada e que deixou algumas regiões desprotegidas do ponto de vista social”, disse.
Os problemas estão principalmente no Norte de Minas e nos vales do Jequitinhonha e Mucuri. Para o cientista político da Universidade Federal de Minas Gerais Manuel Santos, a pobreza no Estado ainda é ampla. “As políticas sociais hoje são bem focalizadas e distribuídas de acordo com critérios específicos. O grande problema é que essas políticas são importantes, mas não resolvem o problema”.

Setor receberá nova verba de R$ 25 milhões
Para 2016, os dados do “Boletim da Vigilância Socioassistencial” serão agregados a um recurso de R$ 25 milhões, disponibilizado para a Sedese pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) na última semana. A verba será destinada a programas sociais para áreas rurais, principalmente assentamentos.
Com o dinheiro, será formulada, já a partir do primeiro semestre do ano que vem, uma espécie de política de fomento. O objetivo é pesquisar a demanda de cada região do Estado e criar núcleos de assessoramento e comercialização.

Em MG, roubo de celular com GPS ajuda a PM a encontrar suspeitos

Materiais apreendidos na casa do rapaz de 20 anos
(G1) Dois rapazes, de 17 e 20 anos, foram detidos depois de assaltar várias pessoas, que estavam em uma lanchonete no Centro de Montes Claros (MG), neste domingo (1º). Segundo a Polícia Militar, eles roubaram R$ 1.800, mais de 10 celulares e joias. Um dos telefones tinha rastreador e apontou para casa do maior de idade, no local foram apreendidos alguns aparelhos, dinheiro, maconha e uma arma.
O padrasto do rapaz contou que ele chegou de moto com o comparsa, trocou de roupa, deixou a sacola com os objetos e saiu. De acordo com a PM, os dois foram detidos enquanto "comemoravam" o crime, ingerindo bebidas alcoólicas em um posto de combustíveis. Eles foram reconhecidos pelas vítimas.
Pelo menos mais três roubos, com a mesma moto usada pelos criminosos e cometidos por duas pessoas, foram registrados na cidade. Algumas pessoas assaltadas também reconheceram os dois. Os suspeitos foram encaminhados à delegacia. Segundo a PM, eles já foram detidos por furto e assalto.