Blog com notícias de Janaúba e região!

sábado, 17 de outubro de 2015

32.285 candidatos disputam 2.546 vagas em 18 prefeituras do N. de Minas, neste domingo

Vão ser aplicadas neste domingo, 1º dia do horário de verão, as provas do Polo 2 do Concurso Público Unificado para 18 prefeituras do Norte de Minas. O processo contará com 32.285 candidatos, que vão concorrer a 2.546 vagas. Os candidatos farão as provas nas cidades onde se inscreveram. Há cargos de níveis médio, técnico e superior. Neste Polo 2, as vagas são para Buritizeiro, Capitão Enéas, Coração de Jesus, Ibiaí, Espinosa, Jequitaí, Josenópolis, Lagoa dos Patos, Lassance, Monte Azul, Pai Pedro, Pirapora, Ponto Chique, Porteirinha, Riacho dos Machados, São João da Lagoa, São João do Pacuí e Serranópolis de Minas. Pirapora é o município com o maior número de inscritos no Polo 2: são 9.241 candidatos para 473 vagas em 28 cargos. O candidato deve acessar o site cotec.unimontes.br e verificar no cartão de inscrição o horário e onde fará a prova.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: Site Montes Claros

Provas do concurso da Prefeitura de Porteirinha serão aplicadas neste domingo

Neste domingo (18-10), a Cotec/Unimontes aplicará em Porteirinha o Concurso Público da Prefeitura. As provas acontecerão em 3 (três) locais, na Escola Estadual Alcides Mendes da Silva, Escola Estadual Odilon Coelho e Escola Estadual Miguel José da Cunha. Os candidatos serão distribuídos, por cargo, em três turnos, das 7:30 às 10:30, das 12:30 às 15:30 e das 17 às 20 horas.
O concurso 01/2015 distribuirá 105 vagas para cargos efetivos nos diversos níveis. Os municípios de Serranópolis de Minas e Pai Pedro também irão aplicar as provas neste fim de semana.
Algumas dicas são importantes para os candidatos. O candidato deverá ficar atento para não atrasar, já que os portões irão fechar na hora marcada e não haverá nenhuma tolerância. É bom também ficar atento ao horário de verão, já que neste domingo será o primeiro dia em que os relógios deverão ser adiantados em 1 hora. Roupas leves e muita água neste calor, ajudam a manter a calma durante as provas.
O candidato que ainda não retirou seu cartão de inscrição deverá acessar o site www.porteirinha.mg.gov.br/concurso.



Pablo de Melo
pablo-labs2@hotmail.com

Fonte: Porteirinha Notícias

Em Monte Azul açougueiro é morto dentro de mercado

(G1) Um açougueiro de 48 anos foi morto a tiros na manhã deste sábado (17) em Monte Azul (MG). O crime aconteceu dentro do Mercado Central da cidade, onde a vítima tinha um comércio. O suspeito do homicídio, segundo a PM, também é açougueiro e trabalha no local.
De acordo com as primeiras informações da polícia, o autor cometeu o crime depois de uma discussão com o filho da vítima. Esse não seria o primeiro desentendimento entre eles. A vítima foi socorrida e encaminhada ao hospital, mas não resistiu. O autor ainda não foi preso.

36º homicídio em Janaúba: Homem é assassinado e três são baleados

A Polícia Militar registrou um homicídio e duas tentativas na noite desta sexta-feira (16), em Janaúba.
O primeiro crime ocorreu no Bairro Rio Novo. A vítima de 25 anos estava sentada na porta da casa dele, quando foi abordada por dois criminosos de bicicleta. Eles atiraram várias vezes. O homem tentou fugir, mas caiu ao chão e os autores efetuaram mais disparos.
Após o crime, eles fugiram de bicicleta. A vítima foi socorrida e encaminhada ao hospital, porém não resistiu. Segundo a PM, ele tinha passagem por estupro. Os militares fizeram rastreamento e conseguiram identificar os suspeitos. Eles ainda não foram presos.
No Bairro Gameleira, um adolescente de 13 anos foi atingido por um tiro no braço. De acordo com a PM, ele estava em frente a um bar na Rua Beira Rio, quando um homem chegou armado e encapuzado e atirou várias vezes. Um homem, de 26 anos, que passava pela rua de bicicleta foi atingido por um tiro de raspão na cabeça. As vítimas foram encaminhadas ao hospital e até o momento ninguém foi preso.
E a polícia registrou outra tentativa de homicídio na Rua Pernambuco, também no Bairro Gameleira. Um jovem de 23 anos estava em casa e ao atender um chamado no portão foi surpreendido por um homem armado que atirou contra ele. Ele foi atingido por um tiro na perna. O autor fugiu em um veículo sentido ao Bairro Padre Eustáquio e ainda não foi preso.




Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: G1

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Em 10 anos, índice de vulnerabilidade social cai 28,5% no Norte de Minas

(Créditos: Julio Mendes/Editoria de Arte/G1 GM)
(G1) A qualidade de vida nas cidades do Norte de Minas Gerais melhorou. A constatação é feita com base no Atlas da Vulnerabilidade Social elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), com base nos dados dos últimos censos do IBGE. O G1 fez levantamento entre os 89 municípios da região. Os números revelam que o Índice de Vulnerabilidade Social (IVS) caiu 28,5% em 10 anos. No estado a queda foi de 30%, já a média brasileira foi de 27%.
O IVS varia de 0 a 1, sendo que quanto maior o índice, pior é o nível de vulnerabilidade. Municípios com pontuação de 0,201 a 0,300 são considerados com baixo IVS; com nota de 0,301 a 0,400 o índice é médio; o IVS é alto se ficar entre 0,401 a 0,500; e se a nota for de 501 a 1 o município é considerado com muito alta vulnerabilidade social.
Em 2000, 89% das cidades da região tinham o IVS considerado muito alto; em 2010, a quantidade de municípios nessa categoria caiu para 11%. No primeiro ano tido como base para a pesquisa, não havia nenhuma cidade na categoria de baixa vulnerabilidade; 10 anos depois, duas alcançaram o índice; Pirapora e Montes Claros, sendo que a última conseguiu a melhor nota; 0,220.
O IVS é medido com base em 16 parâmetros dentro das áreas de educação, saúde, infraestrutura, renda e trabalho. Na maior cidade do Norte de Minas, com 394 mil habitantes, segundo o IBGE, a taxa de desemprego (-44%) e de analfabetismo (-37%) caíram. Em Pirapora, com população de 56 mil, o número de pessoas maiores de idade que não estudam ou não trabalham também registrou queda; 34%.
Cícero Gomes Santos tem 27 anos e conseguiu o primeiro emprego aos 17. Até hoje trabalha em uma loja de confecções na cidade ribeirinha como vendedor. Para ele, melhoraram as oportunidades no Comércio. "Mas, como estou cursando Licenciatura em Geografia, pretendo mudar de área em 2017, quando me formar", comenta.

Verdelândia se mantém com 'muito alta vulnerabilidade'

Em Verdelândia, que tem 9 mil moradores, também houve melhora no índice de vulnerabilidade, porém pouco significativa. No município, o IVS passou de 0,761 para 0,526, ou seja, manteve-se na casa das cidades enquadradas com muito alta vulnerabilidade, tendo o pior IVS de toda a região.
De acordo com a secretaria municipal de Assistência Social de Verdelândia, o principal problema do município é a falta de oportunidades de emprego. A prefeitura fez um levantamento com as famílias que vivem na cidade e identificou que a maioria dos adultos trabalha na informalidade ou sobrevive com benefícios sociais do Governo.
"Aqui não tem indústrias, o comércio é fraco e muita gente trabalha em fazendas da região no cultivo de frutas. Porém, por conta da seca, muitas pessoas estão sendo demitidas", explica a secretária de Assistência Social, Rosana Barbosa da Rocha.

O que motiva as desigualdades sociais
Para a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS), a desigualdade social existente entre as cidades da região tem diversos motivos. Um deles é que a população ainda tem dificuldade de acesso às políticas públicas de saúde e educação, principalmente em municípios que têm maior extensão rural.
"Para melhorar, é necessário que haja uma descentralização das políticas, que tenham mais equipes atendendo na roça, melhores condições de deslocamento e até de saneamento", destaca Luiz Lobo, secretário-executivo da AMAMS.

Educação faz a diferença
Gilmar Ribeiro dos Santos, doutor em Educação e Ciências Sociais, também defende a necessidade de políticas mais consistentes para mudar a região de forma mais intensa. No entanto, há motivos para comemorar, especialmente quanto à Educação. "A média de anos de estudo aumentou, e o analfabetismo diminuiu. Isso revela melhoria no nível intelectual da população", destaca.
Em Montes Claros, o Índice de Desenvolvimento Humano, na dimensão Educação, melhorou 34%. Há 21 instituições de Ensino Superior na cidade, que se consolidou como pólo universitário.
Aurelita Serra, aguardou por anos os filhos "conquistarem mais independência e concluírem os estudos", e, aos 46 anos de idade, decidiu fazer o curso que sempre sonhou: Serviço Social. Entrou na faculdade em 2008. "Não foi fácil. Fiquei desempregada, quase tranquei a faculdade, mas não desisti e consegui me formar em 2012", diz.
Assim que se formou, Aurelita conseguiu trabalho na área. Hoje, como assistente social na maior escola municipal da cidade, se sente realizada. "Estou muito, muito feliz por fazer o que eu gosto. Hoje tenho muito mais qualidade de vida".

Técnica contábil é presa suspeita de golpe de R$ 130 mil em empresas no Norte de Minas

Cecília Dias Cardoso foi presa
suspeita de aplicar golpe em empresas.
(R7) Uma técnica contábil foi presa nesta sexta-feira (16) por estelionato durante uma operação da Polícia Civil em Francisco Sá, no norte de Minas Gerais. Cecília Dias Cardoso, de 45 anos, é suspeita de utilizar dados de empresas para criar falsos vínculos trabalhistas para pessoas que, posteriormente, recebiam o auxílio desemprego e o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) sem terem trabalhado.
Ainda conforme as investigações, Cecília teria simulado, inclusive, a sua própria contratação como empregada de algumas das empresas que atendia no escritório de contabilidade, para também ter acesso aos benefícios, indevidamente.
Ela também teria se apropriado indevidamente de valores que os contratantes a repassavam para pagamento do FGTS de seus empregados. Para isso, ela falsificava códigos de barras, gerando comprovantes de pagamentos que não ocorreram. A estimativa é de Cecília tenha chegado a lucrar cerca de R$ 130.000,00 com os golpes.
De acordo com a Polícia Civil, a prisão da mulher é resultado de uma investigação realizada nos últimos seis meses. Diante dos indícios de estelionato, as delegadas Maria Angélica Prado, titular da Delegacia de Grão Mogol, e Áurea Alessandra Pereira, da Delegacia de Francisco Sá, pediram a prisão preventiva da suspeita, que foi cumprido nesta sexta.
Além da prisão, os policiais civis também apreenderam computadores, pen drives, DVDs e CDs, carteiras de trabalho, livros de controle de empregados e demais materiais que comprovaram a fraude que vinha sendo aplicada pela técnica contábil contra empresas que contratavam seus serviços.

Mulher não consegue fazer exames laboratoriais por ter 'nome de homem'

(Por FERNANDA VIEGAS) Uma mulher, de 46 anos, foi impedida de realizar exames laboratoriais por ter "nome de homem". O caso inusitado aconteceu, nessa quinta-feira (15), em Montes Claros, na região Norte de Minas Gerais.
Segundo relatou Ivaney à Polícia Militar (PM), ela foi acompanhada do marido a uma clínica laboratorial, na avenida Coronel Prates, no centro da cidade, para realizar exames ginecológicos. Contudo, a clínica se recusou a realizar o atendimento, afirmando que o nome dela era de homem.
A PM esteve no laboratório e funcionários do local alegaram que os exames não foram autorizados pelo plano de saúde.

Prefeitura de Manga/MG gasta R$ 20 mil em água de coco superfaturada

(Por Fábio Oliva) Contrastando com a falta de recursos que usam como argumento para justificar a quebradeira geral das prefeituras e os atrasos no pagamento de funcionários e fornecedores, alguns prefeitos vêm gastando dinheiro público em despesas não essenciais ou de ínfima prioridade. Na maioria das vezes, os destinatários desses recursos, considerados mal aplicados pela população, são pessoas físicas e empresas de fachada, abertas por parentes, amigos e colaboradores da campanha dos gestores.
Um exemplo dessa situação vem de Manga. Incrustrado nas barrancas da margem esquerda do rio São Francisco, na região Norte do Estado de Minas Gerais, o município de 19,8 mil habitantes vê diminuir o número de moradores, especialmente de jovens, que desiludidos com a falta de oportunidades, deixam a cidade em busca de estudo e trabalho em outras cidades.
Enquanto funcionários que trabalham na obra de revitalização do Parque do Uirapuru, que estavam paralisadas há quase 20 anos e é considerada símbolo de desperdício do dinheiro público (veja aqui) amargam mais de dois meses sem receber os salários, o prefeito Anastácio Guedes Saraiva (PT) gastou, R$ 20.145,00, entre março de 2014 e julho de 2015, em água de coco superfaturada.
Anastácio é irmão do deputado estadual Paulo Guedes (PT), atual secretário de Estado do Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais. Como seu irmão parlamentar, condenado pela Justiça em Montes Claros por dar um bem público em pagamento de dívida particular quando era presidente da Associação dos Vereadores da Área Mineira da Sudene (AVAMS), o prefeito Anastácio Guedes Saraiva está na mira do Ministério Público. Atualmente ele responde a seis ações civis públicas por atos de improbidade administrativa, além de três ações populares movidas por vereadores.
Nas ações populares, os vereadores Gil de Jesus Mendes (PP), Evilásio Amaro Alves (PPS) e Raimundo Mendonça Sobrinho (PTB) alegam a existência de fraudes em licitações e pagamentos indevidos a empresas “fantasmas” e de “fachada”, além de pessoas físicas, sem contraprestação de serviços.
A empresa que forneceria água de coco à Prefeitura de Manga não é tradicional no ramo. Foi aberta em 11 de fevereiro de 2014 e apenas 37 dias depois, em 19 de março de 2014, já recebia o primeiro pagamento, façanha não experimentada por nenhuma outra empresa do município. Com o nome fantasia de Comercial Santos, a empresa é uma firma individual, aberta em nome de Marileide Lopes dos Santos.
Segundo informações da Receita Federal do Brasil, as atividades econômicas da firma seriam “serviços ambulantes de alimentação, fornecimento de alimentos preparados preponderantemente para consumo domiciliar, serviços de alimentação para eventos e recepções, bufê, padaria e confeitaria com predominância de revenda e comércio varejista de bebidas”.
Desde que foi aberta, 90% das vendas da empresa foram para a Prefeitura de Manga. Houve apenas algumas poucas vendas para outros estabelecimentos. Um detalhe que chama a atenção é o fato de que, em toda a sua existência, a empresa não adquiriu nenhum coco para extrair a água vendida à prefeitura. Seus registros contábeis indicam que o único gasto da empresa teria sido de R$ 8.411,00 com a aquisição de 18,5 mil embalagens plásticas de 300 mililitros. Apesar disso, teria vendido impressionantes 7.746 garrafinhas de água de coco à Prefeitura de Manga, média aproximada de uma garrafinha para cada três habitantes.
Outro detalhe que chama a atenção na relação entre a empresa e a Prefeitura de Manga é o fato de que, para um cliente comum, a água de coco é vendida a R$ 1,95 o frasco. Para a Prefeitura, a R$ 2,90.
A empresa tem como endereço (foto) a rua Ailsa Chaves Silva, nº 280, bairro Santo Antônio, uma residência que não satisfaz os mínimos requisitos da Vigilância Sanitária para extrair, processar e embalar a água de coco vendida à Prefeitura de Manga.
A Prefeitura de Manga nega qualquer irregularidade. Diz que a contratação ocorreu “dentro da lei”, e alega que a água de coco adquirida é usada em “atividades de promoção à saúde realizada nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), no asilo e para manutenção de grupo de idosos da zona rural e urbana, além de atividades do serviço de convivência e fortalecimento de vínculos”.

Mato Verde: Polícia Militar estoura ponto de refino de cocaína e prende autores

(ASCOM PM) Na noite desta quinta-feira (15), na cidade de Mato Verde, a Polícia Militar compareceu à Rua A, no Bairro São José, onde um indivíduo estaria comercializando drogas em sua residência.
Os militares fizeram campana nas proximidades da residência e, em dado momento, um suspeito conduzindo uma motocicleta Honda Titan, cor vermelha, se aproximou da casa com o farol apagado. Ao perceber a presença dos policiais, o mesmo saiu correndo e entrou na residência, sendo perseguido e abordado. No local, estava o segundo autor, de 30 anos, que realizava o preparo e embalagem da cocaína. Ao ver os militares, ele tentou dispensar os entorpecentes, jogando certa quantidade pelo muro.
Na cozinha, havia vários papelotes de cocaína espalhados pelo chão, além de uma porção petrificada da substância, semelhante a pasta base de cocaína. Foi encontrada ainda, a quantia de R$1.010,00 (hum mil e dez reais) em dinheiro.
Diante dos fatos, os militares fizeram a apreensão dos 212 papelotes de cocaína e da porção de pasta base (aproximadamente 300 gramas). Os autores foram conduzidos à Delegacia para ratificar o flagrante, juntamente com os objetos e materiais apreendidos.

35º homicídio em Janaúba: Homem mata irmão com golpes de facão e pauladas

A Polícia Militar registrou três homicídios no Norte de Minas nesta quinta-feira (15). Em Janaúba, um homem foi preso suspeito de matar o irmão, de 24 anos, com golpes de facão e pauladas. Quando a PM chegou no local, a vítima estava agonizando, ele foi socorrido e levado para o hospital, mas não resistiu. Na ficha médica consta que o rapaz apresentava várias lesões e traumatismo.
Segundo informações do pai dos dois, eles discutiram dentro de casa, o suspeito pegou o facão e um pedaço de madeira e cometeu as agressões. Depois de ser detido, ele contou que matou o irmão porque ele importunava os pais. Com mais esse homicídio, Janaúba registra seu 35º assassinato em 2015.
Em Porteirinha, a PM recebeu uma denúncia de uma pessoa que afirmou ter ouvido um tiro no cruzamento das Ruas G e Paraná. Um homem de 29 anos foi encontrado no local. Uma equipe do Samu foi acionada, confirmou o óbito e atestou que a vítima tinha cinco perfurações causadas pelos disparos. A motivação do crime é desconhecida e não há informações sobre quem atirou na vítima.
Já em Montes Claros, um rapaz de 20 anos foi assassinado na Rua Marcos Ribeiro, no Bairro Santos Reis. Uma testemunha que estava com ele, contou para a PM que uma moto com duas pessoas passou por eles e retornou. Em seguida, o garupa desceu e atirou várias vezes, atingindo a vítima no abdome.
O rapaz foi socorrido e levado para um hospital, mas não resistiu. Um dos suspeitos foi identificado, a polícia faz buscas.




Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: G1

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Diocese de Janaúba celebra seus 15 anos com missa campal

Já se passaram 15 anos desde a criação da Diocese de Janaúba, data que foi celebrada nesta quinta-feira (15) às 19 horas com uma missa campal na Praça da Catedral Sagrado Coração de Jesus, que foi presidida pelo atual Bispo da diocese, Dom Ricardo. A celebração foi marcada por grande emoção e presença em massa de toda a igreja particular.
Oficialmente a Diocese de Janaúba foi criada em 05 de julho de 2000 pela Bula “Maiori Bono Christifidelieum”, do Papa João Paulo II. O atual Bispo da região é Dom Ricardo Guerrino Brusati.
A Diocese é constituída pelos municípios de Catuti, Espinosa, Gameleira, Ibiracatu, Indaiabira, Jaíba, Janaúba, Mamonas, Matias Cardoso, Mato Verde, Monte Azul, Montezuma, Ninheira, Nova Porteirinha, Pai Pedro, Porteirinha, Riacho dos Machados, Rio Pardo de Minas, Santo Antônio do Retiro, São João do Paraíso, Serranópolis, Vargem Grande, Varzelândia e Verdelândia.
A Diocese de Janaúba pertence à Província Eclesiástica de Montes Claros, que abrange outras duas igrejas particulares sufragâneas, Januária e Paracatu, tendo como sede metropolitana a Arquidiocese de Montes Claros. Consta no cânon 431 do Código de Direito Canônico que “Província Eclesiástica é um agrupamento de Igrejas Particulares (Dioceses) mais próximas para se promover com maior eficácia a ação pastoral e estimular as relações dos bispos diocesanos entre si”. A Diocese de Janaúba é a caçula da província. Foi criada no ano 2000.

1º Bispo de Janaúba Dom José Mauro Pereira Bastos
Depois de ficar 6 anos no comando da Diocese de Janaúba, em 14 de setembro de 2006, três meses depois de ser transferido para a Diocese de Guaxupé, o primeiro bispo de Janaúba, Dom José Mauro Pereira Bastos, de 51 anos, que entrara para o episcopado há apenas seis anos, morreu num grave acidente ocorrido na estrada de Guaxupé a Belo Horizonte, perto de Carmópolis de Minas. A tragédia comoveu boa parte do Brasil.
2º Bispo de Janaúba Dom José Ronaldo Ribeiro
Dom Ronaldo, ficou a frente da diocese de Janaúba por 7 anos. E no dia 24 de setembro, o Papa Francisco nomeou Dom Ronaldo como bispo da diocese de Formosa-GO, deixando a igreja Particular de Janaúba vacante (sem bispo).
3º Bispo de Janaúba Dom Ricardo Guerrino Brusati
No dia 27 de maio deste ano, o papa Francisco transferiu dom Ricardo Guerrino Brusati da sede episcopal de Caetité (BA), nomeando-o como bispo da diocese de Janaúba (MG). Atualmente respondendo pelas 24 cidades que compõe a diocese de Janaúba, Dom Ricardo tem pela frente diversos desafios, como exemplo levar a Boa Nova (Evangelho) de forma mais dinâmica e se aproximar cada vez mais das "ovelhas" (fiéis) que se afastaram da Igreja.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Parabéns a todos os professores

Blog Pablo de Melo Notícias

Minas teve 19,1 homicídios dolosos por 100 mil habitantes em 2014

(AGÊNCIA BRASIL) Minas Gerais é o quinto Estado com o maior número absoluto de homicídios dolosos do país, mostra o diagnóstico divulgado nesta quinta (15) pela Secretaria Nacional de Segurança Pública. Com um número de 3.958, Minas fica atrás apenas de Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo e Ceará.
No critério de assassinatos por 100 mil habitantes realizados em 2014, entretanto, o Estado mineiro é o 21º no ranking nacional, com uma taxa de 19,1 – acima da média da região Sudeste, de 16,91 por 100 mil.
Já na média nacional, Minas se saiu melhor. Segundo levantamento realizado pelo portal "G1" em junho deste ano, a taxa do país foi, em 2014, de 25,81 assassinatos intencionais por 100 mil habitantes.

Nordeste ultrapassa Congo e Colômbia
Os dados do relatório "Diagnóstico dos Homicídios no Brasil: Subsídios para o Pacto Nacional pela Redução de Homicídios" indicam também que Ceará é o Estado com a maior taxa por grupo de 100 mil habitantes com 46,9 homicídios, equivalente a 4.144 mortes, seguido de Sergipe (45 assassinatos por 100 mil habitantes).
Em números absolutos, o Estado que registrou o maior número de assassinatos em 2014 foi a Bahia, com 5.450 (36 por 100 mil habitantes). Em seguida, estão Rio de Janeiro (4.610) e São Paulo (4.294), com taxas de 28 e 9,8 por grupos de 100 mil habitantes. No ranking absoluto, o Ceará aparece em quarto lugar, logo antes de Minas Gerais. Santa Catarina, com 587 mortes, registra a menor taxa do país (8,7 homicídios por 100 mil habitantes).
A região com a maior taxa de homicídios dolosos por 100 mil habitantes do país é o Nordeste (33,76), seguida da Região Norte (31,09) e do Centro-Oeste (26,26). As regiões Sudeste e Sul apresentam taxas menores, 16,91 e 14,36, respectivamente.
“Para se ter uma noção comparativa no âmbito internacional sobre essa taxa, países com históricos de guerra civil, como o Congo (30,8), e com altas taxas de homicídio associadas ao narcotráfico, como a Colômbia (33,4), possuem taxas menores que as do Nordeste brasileiro”, informa o relatório.
Para a Organização Mundial da Saúde, porém, taxas acima de 10 assassinatos por 100 mil habitantes apontam para um "nível de epidemia".

Metodologia
De acordo com o Ministério da Justiça, à qual a Secretaria está vinculada, o diagnóstico fez um recorte com 80 municípios, localizados nas 26 unidades da Federação e a região administrativa de Ceilândia, no Distrito Federal, somando 81 localidades prioritárias de ação, agregando 22.569 registros de homicídios dolosos em 2014, o que representa, aproximadamente, 50% do total de assassinatos registrados no Brasil.
A intenção do ministério é que o estudo sirva de ferramenta de gestão para os Estados no enfrentamento da criminalidade, observando as coincidências entre as altas taxas de homicídio e outros problemas sociais, econômicos e culturais. Os dados são do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp) de 2014.

“Agita Janaúba” marca a reforma e revitalização de Praça no bairro Santo Antônio

O “Agita Janaúba”, evento sucesso de público e de organização, realizado pela Prefeitura Municipal no domingo (04), que culminou com a entrega das obras de reforma e revitalização da Praça Professora Maria José da Silva, na Avenida dos Inconfidentes, bairro Santo Antônio, atraiu expressivo público formado por moradores do bairro e visitantes, além das autoridades, como o prefeito em exercício de Janaúba, Rodrigo Rodrigues, secretários, vereadores, secretário Paulo Guedes, e o superintendente da Codevasf em Minas, Dimas Rodrigues.
Um “bem de uso comum do povo”, a nova praça revitalizada se torna um importante espaço de lazer e entretenimento da comunidade. Ganhou novo sistema de iluminação a LED, com lâmpadas modernas com maior durabilidade e qualidade de iluminação, orçado em R$ 20 mil, e doado pela Assolar Energy. A praça também recebeu quadras de peteca e de vôlei para prática esportiva, bem como, ornamentação com o plantio de 11 tamareiras doadas pela Brasnica. O local também foi contemplado quatro pergolados (estrutura decorativa madeira e videira) que além de deixar o ambiente mais romântico, proporcionará sombra aos frequentadores.
O Agita Janaúba, também proporcionou ao público o acesso a serviços, como a aferição de pressão, práticas esportivas, entre atendimentos. O local ainda serviu de palco para a realização de vários campeonatos, como de vôlei, peteca e também a apresentação musical e dança se tornando um ponto de lazer de centenas de famílias que prestigiaram a iniciativa da Prefeitura, idealizada pelo prefeito Rodrigo Rodrigues.
O secretário Domingos (Duzin) Pereira da Silva, enalteceu o trabalho do prefeito interino, Rodrigo, e toda a sua equipe e os profissionais envolvidos na reforma da citada praça. Duzin afirmou que, mesmo com dificuldades a administração segue a cada dia trabalhando para melhorar a qualidade de vida no município - uma busca constante da administração municipal.
O ex-prefeito e ex-deputado, Dimas Rodrigues, também presente ao Agita Janaúba agradeceu aos organizadores do evento e ao público. Dimas destacando a raça e a coragem do filho, Rodrigo Rodrigues que seguindo seus passos na política, também chegou a ocupar o cargo máximo da política janaubense: o de prefeito, ainda que, por 30 dias. Fez questão de agradecer ao titular do cargo, o prefeito Yuji Yamada, pela oportunidade dada ao filho, permitindo a ele atuar como chefe do executivo.
O prefeito em exercício de Janaúba, Rodrigo Rodrigues, agradeceu a toda equipe da prefeitura, em especial ao secretariado que esteve firme ao seu lado, apoiando suas decisões, destacou ainda o trabalho dos profissionais da área da limpeza, e demais órgãos da municipalidade.

BARRAGENS / LEI HOBIN HOOD
Na oportunidade, o secretário Paulo Guedes, da Secretaria de Desenvolvimento Integrado do Norte e Nordeste de Minas (Sedinor), informou que o governo estará construindo nos próximos dias, no município de Janaúba, o total de 8 pequenas barragens ao custo de R$ 100 mil cada, atendendo à solicitação do prefeito Rodrigo. Paulo Guedes lembrou ainda sobre a revisão do Projeto da Lei Hobin Hood, que já se encontra na Assembleia de Minas para ser votada o que representa mais dinheiro para as prefeituras e a independência financeira dos municípios do Norte de Minas e Vale do Jequitinhonha.


ASCOM Prefeitura de Janaúba

Norte de Minas: Escassez de água já começa a provocar desespero

(Ivo Júnior) Algumas reportagens assombraram a população de Montes Claros e do Norte de Minas, nesta semana. A crise hídrica já beira ao desespero. Matéria do jornal Estado de Minas sob o título “Afluentes do Rio São Francisco secam pela primeira vez” revela o avanço da seca e da desertificação no extremo Norte do Estado. Rios como o Pacuí, Jequitaí, Guavinipã, São Domingos, Juramento e Córrego do Onça estão secando e ameaçando o abastecimento de água nas cidades de Montes Claros, Bocaiuva, Juramento, Guaraciama e Francisco Sá. Na última quarta-feira (7/10), ambientalistas e participantes do II Congresso Universitário Internacional Vidas Áridas foram conferir in loco a dramática situação do Rio Verde Grande, que está cortado em vários trechos.
Outra reportagem assustadora foi produzida pela InterTV/G1 Grande Minas. A Barragem de Juramento, que compõe o Sistema Verde Grande e é responsável por 70% do abastecimento de água de Montes Claros, atingiu 28% da sua capacidade nesta semana. É o pior índice desde 1982, ano do início da operação do reservatório, segundo a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa). Já o jornal O Tempo trouxe em sua edição dessa sexta-feira (9/10) matéria relatando o drama dos municípios com decretos de situação de emergência em vigor na Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais (Cedec/MG) por causa da seca. Apesar disso, alguns prefeitos alegam que não estão recendo apoio do governo para lidar com as adversidades causadas pela anomalia.
Em Janaúba a situação não é diferente, diversos trechos do Rio Gorutuba que alimenta a Barragem Bico da Pedra já está totalmente seco. Por mais que a população tenha a falsa impressão de que ainda existe muita água no lago da barragem, a situação é bem diferente. Vale lembrar que existe o assoreamento natural, que já reduziu muito a capacidade de armazenamento. Ainda é preciso analisar que a barragem libera água para irrigação, para o consumo humano e ainda para manter a alimentação do Rio Gorutuba, sem, portanto estar sendo abastecida pelo rio acima do lago. Nesta terça feira 15 de Outubro o nível atingiu 95 centímetros, quase um metro abaixo do marco inicial do volume considerado morto. Enquanto isso a temperatura continua subindo.
Os mineiros podem se preparar para enfrentar muito calor e baixa umidade do ar nesta semana. Uma massa de ar quente está atuando em Minas Gerais, o que impede a aproximação de frentes frias. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) os termômetros vão marcar temperaturas elevadas que podem superar os 40º C. Nesta quarta-feira, a temperatura ficou em 33º C em Belo Horizonte, porém a capital mineira está em estado de alerta por causa da baixa umidade, que chegou a 20%. A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) emitiu alerta para o tempo seco até a próxima sexta-feira.
Os dias ensolarados devem continuar até a próxima semana. Não há previsão de chuva. “A massa de ar seco está atuando e vem impedindo a chegada de outras frentes. Por isso, teremos o predomínio de dias quentes e baixa umidade do ar. Em algumas cidades, pode chegar até 10%”, explica o meteorologista Cleber Souza, do 5º Distrito do Inmet. Nesta quarta-feira, os termômetros já marcaram temperaturas altas nos municípios mineiros. A maior foi registrada em Ituiutaba, na Região do Triângulo mineiro e em Janaúba e outros municípios do Norte de Minas, os termômetros marcaram 38ºC e a umidade chegou a 25%. Ao longo da semana, municípios do Triângulo, Norte e Noroeste podem ter temperaturas acima de 40 ºC.
Para esta quinta feira a previsão para Janaúba é de 37º C, temperatura essa que foi atingida as 14h00minh, nesse horário a Umidade Relativa do Ar marcava 17%. Para a sexta feira sobe um pouco mais, chegando a atingir 39º C. Porém a previsão pior é para o sábado, que deve ser de 40º C. Além das altas temperaturas, os meteorologistas alertam para o alto índice de radiação solar e a baixa umidade que podem causar danos a pele devido à exposição e problemas cardiorrespiratórios, respectivamente. Para completar só existe uma pequena possibilidade de chuva na quinta feira da próxima semana, porém apenas 2mm de precipitação, o que é quase nada para uma região que necessita urgentemente de chuvas.

Licitação ganha por parentes pode gerar cassação do prefeito de Salinas

O prefeito Joaquim Neres Xavier Dias (PT)
(O Tempo) O prefeito Joaquim Neres Xavier Dias (PT), também conhecido como Kinca da Ciclodias, de Salinas, está sendo investigado pela Câmara Municipal por conta de supostas ilegalidades praticada em uma série de licitações da prefeitura. Segundo a denúncia, grande parte dos certames conduzidos pela prefeitura teve como ganhadoras empresas que pertencem a familiares do prefeito. A Casa legislativa abriu, na semana passada, uma comissão para verificar a denúncia. Os dados também foram encaminhados ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).
Em um pregão realizado no ano passado para a aquisição e a produção de material gráfico para a prefeitura, por exemplo, a microempresa Maria Eni Dias Oliveira saiu vencedora com um contrato de quase R$ 600 mil. A empresa, na verdade, é da própria irmã do prefeito Kinca. Segundo levantamento feito pelos denunciantes, ela foi vencedora de 223 dos 224 itens da licitação. Além desse caso, haveria outras situações semelhantes, em que pessoas ligadas ao chefe do Executivo de Salinas foram beneficiadas.
A sobrinha do prefeito também está sendo investigada, já que, na época, fazia parte da própria Comissão de Licitação e da equipe de Pregão Presencial, colegiados em que todos os concorrentes devem se registrar e apresentar ofertas.
O Jornalismo tentou contato com o prefeito Kinca na Prefeitura de Salinas, mas o expediente na administração tinha acabado às 13h. A Comissão Processante da Câmara deve apresentar, até a próxima semana, relatório que será votado pelos vereadores. Caso seja aprovado, o texto levará o prefeito a julgamento em plenário.

34º homicídio em Janaúba

(ASCOM PM) Na noite desta quarta-feira (14), por volta das 21 horas, segundo informações a Polícia Militar, dois homens entraram em um bar localizado no bairro Rio Novo em Janaúba, e efetuaram disparos de arma de fogo contra a vítima, Anderson Fernando Dias, de 17 anos, e logo em seguida, fugiram tomando rumo ignorado. De imediato foi acionado o SAMU, que constatou a morte da vítima. O perito foi ao local e constatou que a vítima foi alvejada por quatro disparos, sendo dois no tórax, lado esquerdo; um no braço esquerdo, próximo ao cotovelo, e um no braço direito, próximo ao punho. A vítima possuía passagens por furto.
Com mais esse homicídio, a cidade de Janaúba contabiliza seu 34º assassinato em 2015.

PM apreende dinamite em Janaúba

Material apreendido.
(ASCOM PM) No final da tarde desta quarta-feira (14), por volta das 18 horas, a equipe Tático Móvel realizou campana no Beco Olaria, bairro cerâmica, cidade de Janaúba, em local estratégico, a fim de monitorar uma residência, que, segundo informações, seria ponto de comercialização de drogas. Assim, a equipe percebeu que um homem entrou na residência e o morador entregou um objeto. Quando o homem saiu da residência e alcançou o beco, a guarnição o abordou. De imediato, o suspeito se desfez do referido objeto, jogando-o por cima do portão da residência, entretanto, se tratava de dois objetos e um deles bateu no muro e caiu no chão. Diante do flagrante, a guarnição entrou no quintal da casa e encontrou o objeto arremessado: um invólucro de maconha. Os militares abordaram o morador da casa e iniciaram buscas pelo quintal, encontrando embaixo de um tambor, uma banana de dinamite, já com dois cordéis e o iniciador prontos para detonação. Próximo ao fogão a lenha, dentro de um balde, foram encontrados mais três papelotes de maconha, além de vários sacos plásticos utilizados para a dolagem da droga. No interior da casa, com o apoio das equipes de moto patrulhamento Chacal e Giro, foi encontrado um recipiente contendo pólvora; a quantia de R$297,00; uma serra mármore/piso; 06 aparelhos celulares; 01 Playstation II e vários outros produtos de origem duvidosa, pois o autor não soube dizer onde foram adquiridos. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão aos dois autores e ambos foram entregues na Delegacia de Policia Civil, juntamente com o material apreendido.

Vestibular FAVAG

Hoje é o último dia para fazer a inscrição no Vestibular da FAVAG via internet (http://www.vestibularFAVAG.com.br). Amanhã, sexta-feira (16/10), somente na Secretaria Geral da faculdade. As provas acontecem no sábado, 17 de outubro, das 15h às 18h. Investir em você é o melhor negócio!

Bombeiros controlam incêndio que destruiu 80 hectares no Norte de MG

Militares e brigadistas se uniram para apagar
incêndio (Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiros)
(G1) Após mais de cinco horas de combate, o Corpo de Bombeiros conseguiu controlar, por volta das 20h, um incêndio na zona rural de Montes Claros (MG), nesta quarta-feira (14). Os nove militares tiveram a ajuda de 40 brigadistas. Foram destruídos 80 hectares de pasto, cerrado e caatinga. As chamas atingiram dois terrenos, um é de uma empresa do ramo avícola. Também havia alguns focos às margens da MGT-135.
Segundo o Corpo de Bombeiros, quando eles chegaram no local havia uma linha de fogo de dois quilômetros. Foram utilizados dois caminhões, com 22 mil litros de água, além de bombas costais e abafadores. Depois de fazer aceiros, a equipe conseguiu controlar o fogo.

Incêndio no Parque Sapucaia
Bombeiros, voluntários e brigadistas também se mobilizaram para controlar um incêndio que atingiu o Parque Sapucaia. Havia vários focos espalhados pela unidade de conservação ambiental.
As chamas, que atingiram dois hectares, foram contidas parcialmente. Na manhã desta quinta (15), o Corpo de Bombeiros vai retornar ao local.

Incêndio na cidade
Além dos incêndio no entorno na MGT-135 e no Sapucaia, os militares também apagaram as chamas que atingiram um lote na Rua R, no Bairro Belvedere. Dois hectares foram queimados.

Polícia desarticula quadrilha que vendia drogas na região de Salinas

(G1) Quatro pessoas, com idades entre 20 e 30 anos, foram presas nesta quinta-feira (15) durante uma operação realizada pelas Polícias Civil e Militar de Salinas (MG). A operação "Pelicano" cumpriu cinco mandados de prisão preventiva.
Segundo informações da polícia, os envolvidos recebiam ordens de um detento, que de dentro da cadeia controlava a venda de entorpecentes na região. Ele mandava bilhetes e recados por terceiros para os demais integrantes da quadrilha.
As investigações, segundo a polícia, começaram em dezembro deste ano. Todos os envolvidos foram encaminhados para a cadeia de Salinas.

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Arrastão em Espinosa: Indivíduo depois de assaltar 4 estabelecimentos comerciais acaba preso pela PM

(ASCOM PM) Nesta terça-feira, por volta do meio-dia, a Polícia Militar compareceu a um supermercado onde as vítimas relataram que um indivíduo armado e usando uma camisa vermelha encobrindo o rosto, entrou anunciando o assalto. Ele roubou todo o dinheiro do caixa, 02 aparelhos celulares e dinheiro de uma das vítimas, fugindo em seguida. Logo após o fato, a Polícia Militar foi acionada para comparecer a outro Supermercado, onde a vítima informou que um autor com as mesmas características e modus operandi, anunciou o assalto roubando todo o dinheiro do caixa. Uma outra vítima disse que o mesmo autor entrou em seu bar e anunciou o assalto, exigindo que todos se deitassem no chão. Neste momento, a vítima pegou um pedaço de pau e o autor fugiu na direção de um matagal. A guarnição militar, juntamente com a Polícia Rodoviária e Meio Ambiente, realizaram intenso rastreamento pelo matagal, encontrando e prendendo o autor. A arma de fogo também foi localizada e apreendida, sem munições. Foram recuperados os 02 aparelhos celulares e uma 01 sacola contendo o dinheiro, dois brincos, 01 carteira de cigarro e 01 isqueiro. O autor foi encaminhado à Delegacia de plantão de Janaúba.

Verdelândia: Depois de assaltarem dois estabelecimentos e atirarem em comerciante, assaltantes matam trabalhador com um tiro na cabeça

(ASCOM PM) Na noite desta terça-feira (13), por volta das 18 horas, a Polícia Militar de Verdelândia compareceu a uma distribuidora, onde a vítima relatou que se encontrava no caixa do estabelecimento quando um indivíduo negro, alto e magro entrou com uma arma em punho e anunciou o assalto, mandando que todos se deitassem no chão. Em seguida, ele roubou 01 aparelho celular e o dinheiro do caixa, fugindo sentido à cidade de Jaíba. Segundo a vítima, havia outro indivíduo esperando o autor do lado de fora, em uma motocicleta Honda Bros, cor vermelha, sem placa. Diante das informações, a Guarnição saiu em rastreamento, contudo, o telefone da viatura tocou, informando que um supermercado também havia sido assaltado e que o comerciante teria sido alvejado com um tiro. Em contato com um irmão da vítima, o mesmo relatou que quando o comerciante foi pegar o dinheiro, os autores se assustaram e dispararam um tiro, fugindo sem levar nada. Segundo ele, as características dos autores eram as mesmas do outro assalto. Ainda em rastreamento, a viatura recebeu a informação via rádio de que os mesmos indivíduos haviam acabado de roubar uma motocicleta Honda Fan, cor preta e vermelha, placa de São Paulo, na comunidade do Amargoso, Zona Rural de Verdelândia, e que teriam alvejado a vítima (homem, 37 anos) com um tiro na cabeça. Os militares foram até o local, onde se depararam com a vítima caída, a princípio com sinais vitais. Ela foi socorrida e encaminhada à Policlínica de Verdelândia, porém, não resistiu ao ferimento e veio a óbito.

Catuti: Criança morre ao ser atingida acidentalmente por disparo de espingarda

(ASCOM PM) Na noite desta terça-feira (13), acionados via 190, por volta das 22h, a guarnição militar se deslocou até o pronto socorro de Catuti, onde foi informada que uma criança de 08 anos teria sido vítima de disparo de arma de fogo. Segundo o avô da criança, o seu neto, que mora com o pai, teria pegado uma espingarda que estava em cima de um guarda roupas. A arma disparou acidentalmente, acertando seu peito. O menino foi levado pelo pai para o pronto socorro de Catuti, onde veio a falecer devido à gravidade da lesão. O responsável pela criança acompanhou-a até o Hospital, porém, após a noticia do falecimento do filho, o mesmo ficou transtornado e saiu antes da chegada dos policiais, não sendo encontrado.

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Rodovias estaduais de MG e federais delegadas têm 21 mortes no feriado

Motorista fica ferido após capotar carro na MG-170, em Arcos
(G1) A Polícia Militar informou nesta terça-feira (13) que 21 pessoas morreram nas rodovias estaduais e nas federais delegadas durante o feriado de Nossa Senhora Aparecida em Minas Gerais.
O balanço leva em conta ocorrências registradas entre a meia-noite de sexta-feira (9) e às 23h59 desta segunda-feira (12). A polícia contabilizou 306 feridos em 290 acidentes.
O número de mortos, feridos e acidente nas rodovias sob responsabilidade da Polícia Militar Rodoviária foi maior do que os números registrados nas rodovias sob os cuidados da Polícia Rodoviária Federal: 15, 207, 154 respectivamente.
O balanço da PM não comparou os números deste ano com os do ano passado porque em 2014 o dia 12 foi no domingo, não ocorrendo feriado prolongado. A principal causa dos acidentes foi falta de atenção ao volante, segundo a corporação.

Pelo menos sete pessoas morreram afogadas em Minas Gerais durante o feriado prolongado

(EM) O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais divulgou na tarde desta terça-feira o balanço sobre as ocorrências de afogamento durante o feriado de Nossa Senhora Aparecida. Conforme a corporação, sete pessoas morreram e duas ainda não foram encontradas.
As mortes foram registradas em vários pontos do estado. Norte de Minas (duas mulheres), Sul de Minas (um homem de 75 anos), Triângulo (um homem de 31 anos), além de um adolescente em Patos e outro em Araporã e um homem na Região Metropolitana de Belo Horizonte.
Os bombeiros informaram ainda que um homem de 22 anos se afogou em Betim e outro de 18 anos em Santana de Pirapama, mas nenhum foi encontrado até o momento. Em 2014, foram registradas 385 mortes por afogamento em Minas. De janeiro a outubro deste ano, foram 273 mortes, sendo 252 homens e 21 mulheres.

Banana-prata do Jaíba será exportada para Europa

Faemg/ Divulgação (foto: Resultado positivo: fruticultores do
Norte de Minas estudaram processos para a banana
chegar em boas condições do outro lado do mundo )
(Por Luciane Evans) Um mercado aberto, sem concorrentes e interessado em consumir a banana-prata produzida no Brasil. A Europa está de portas abertas para pôr na mesa essa fruta tão popular por aqui. Do outro lado da ponta e com interesses cada vez maiores em suprir essa demanda internacional, Minas Gerais já comprovou que é possível levar a delícia até lá e articula, agora, estratégias para que a exportação seja realidade no país e no estado. Há um ano, produtores mineiros desembarcaram a iguaria em Portugal e comprovaram que, com a tecnologia certa, é possível manter a qualidade do produto quando ele vai para bem longe. Desde então, estratégias estão sendo traçadas no Norte de Minas para que a fruta seja entregue em todo o continente europeu. O primeiro alvo é Alemanha, para onde, em fevereiro de 2016, produtores mineiros vão levar pencas para degustação.
A situação econômica do Brasil e a alta do dólar são dois dos principais fatores que estão impulsionando produtores da Região do Jaíba, no Norte de Minas, a somarem esforços em estratégias para a exportação da banana-prata. Isso, porque, com a retração na economia, muitos locais que revendem a iguaria aqui no território nacional estão comprando menos dos fruticultores e já há perdas de bananas. “Estamos no momento de safra e os comerciantes falam em diminuição de vendas, ou seja, começam as sobras e vira uma bola de neve. Atualmente, um produtor tem recebido R$ 0,50 pela fruta, e, com a alta do dólar, o mercado externo está mais atraente”, comenta o presidente da Associação Central dos Fruticultores do Norte de Minas (Abanorte), Saulo Bresinski Lage.
A Região do Jaíba é composta por sete municípios, e, por causa da combinação entre as condições climáticas, o solo fértil e a irrigação controlada, forma um cenário adequado para a produção de diversas frutas, principalmente da banana-prata. A esperança da região para ingressar no mercado internacional está na Alemanha, onde haverá, na primeira semana de fevereiro do ano que vem, a Fruit Logística – um ponto de encontro da liderança internacional do marketing de frutas e hortaliças. “É a maior feira desse tipo do mundo e ela ocorre em um shopping para a classe A de Berlim. Tudo que é apresentado ali vira tendência. A nossa proposta é apresentar a banana-prata, que não tem lá, como produto exótico”, comenta Saulo Lage. Isso porque, na Europa, os tipos nanica e caturra são conhecidos. “Aqui no mercado interno, a banana-prata tem um valor mais alto, e, lá fora, também será mais valorizada.”
O alto custo se deve ao processo de armazenamento da fruta para a exportação. Durante três anos, por meio do incentivo do governo do estado, em conjunto com o Sebrae e a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg), pesquisadores e especialistas na área estudaram a melhor forma de exportar a banana-prata do Jaíba. O primeiro teste foi feito para Portugal, há um ano. Segundo o superintendente do Instituto Antônio Ernesto de Salvo – braço de pesquisa da Faemg –, Pierre Vilela, nesse período de estudo, foram feitos ajustes na tecnologia de exportação. “Todas as medidas que tínhamos tomado até então tinham sido frustradas. Nunca conseguíamos um resultado efetivo”, comenta Pierre, acrescentando que, no ano passado, um contêiner com 16 toneladas da fruta foi levado a Portugal.
Foram 25 dias de trânsito da banana, da colheita até o destino final. “Conseguimos a manutenção da qualidade da fruta, que chegou em boas condições de consumo à Europa”, comemora Pierre. O orgulho é grande, porque, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o país exporta apenas 1% da banana que produz. O Brasil é o terceiro produtor mundial de banana, com cerca de 7,5 milhões de toneladas, atrás apenas da Índia e da China. Minas Gerais, com 687,3 mil toneladas dessa fatia, é o quarto maior produtor no país, depois de São Paulo (1,2 milhão de toneladas), Bahia (1,1 milhão de toneladas) e Santa Catarina (689,8 mil toneladas).

QUANTIDADE
Sempre voltado ao mercado interno, o externo se torna propício pelas conjunturas econômicas atuais no Brasil e, também, conforme destaca Pierre, pelo interesse lá de fora pela banana-prata. “O grande problema é que, pelos nossos estudos, a exportação deve ser feita com um volume grande da fruta. Um produtor sozinho não dá conta de atender”, comenta Pierre. De acordo com ele, o grande entrave para levar, agora, a fruta para solos europeus está na falta de preparo e estruturas das fazendas mineiras. “Um contêiner tem capacidade para 16 toneladas. Não dá para exportar uma caixa apenas. Por isso, é preciso que haja um processo coletivo entre esses trabalhadores rurais e também uma adaptação nos locais, já que, para manter a qualidade do fruto, é preciso, por exemplo, ter câmaras frias”, cita. Pierre ressalta que demanda há, já que Inglaterra, França e outros países têm interesse em comprar a iguaria daqui.
Para a exportação, o nível de seleção da fruta é mais rigoroso. “Os processos dentro das fazendas têm que ser melhorados. As embalagens, por exemplo, não podem ser caixotes, mas sim caixas de papelão”, diz Pierre. Ele conta que vários compradores estrangeiros têm visitado a Região do Jaíba para conhecer a fruta. “Doze fazendas da região já têm o certificado internacional para a exportação. Tudo é questão de oportunidade, e, para esse mercado, ela existe: os países estão prontos para receber o fruto.”

DESAFIOS
Apesar de haver um mercado pulsante para a exportação da banana-prata, Saulo Lage diz que não são tantos os produtores estimulados. Ele mesmo é produtor na região e conta que os custos para levar a banana-prata para o exterior são altos. “Quando foi feito o primeiro teste e as frutas foram para Portugal, houve um procedimento completamente controlado. Mas é necessário investimento. Caso contrário, não dará certo”, afirma.
Saulo Lage observa que, apenas para o procedimento de limpeza da banana – um processo que deixará a fruta com uma melhor aparência para uma viagem mais longa –, já gastou cerca de R$ 15 mil. “Ainda preciso de mais estruturas, como a câmara fria para o armazenamento”, diz. A preocupação do produtor é de que, depois de todo o esforço da região, uma multinacional entre no mercado. “Por isso, precisamos de um programa maciço do governo que incentive a exportação”, cobra, dizendo ser mais fácil embarcar os alimentos de avião, e não por mar. “Gastamos 25 dias para que as bananas chegassem a Portugal. Por avião, seriam três”, compara.

GARANTIA DE ORIGEM
Enquanto a exportação da banana-prata não é realidade, a Região do Jaíba não deixa de investir no mercado interno. Agora, para que as frutas da região sejam reconhecidas, foi criado um aplicativo para smartphone em que o consumidor, ao comprar um limão, por exemplo, poderá comprovar se ele é do Jaíba ou não. “Há um código de barra que, ao ser lido pelo aplicativo, informa todas as características do produtor. Assim, o consumidor terá certeza da procedência”, comenta Saulo Lage, da Abanorte. A novidade já chegou ao mercado de São Paulo e, em breve, deve chegar a Belo Horizonte.

CAMPEÃ
A banana é a fruta mais consumida no Brasil e a segunda no mundo, atrás apenas da laranja. Ela ocupa a primeira posição no ranking mundial de produção de frutas, com mais de 106 milhões de toneladas. E o Brasil responde por 7 milhões de toneladas, com participação de 6,9% desse total, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O cultivo de banana tem se expandido nos últimos anos e, hoje, mais de 125 países se dedicam a essa cultura. No Brasil, as condições climáticas permitem que a fruta seja cultivada em todos os estados, durante todo o ano, atendendo a demanda do consumo interno. Mas 99% do total da produção da fruta in natura é consumido pelos brasileiros.

FINAL DE SEMANA MARCADO POR ACIDENTES NAS RODOVIAS QUE CORTAM JANAÚBA

Acidente em Jaíba-MG.
(Por Ivo Júnior) O final de semana, com o feriado prolongado está sendo trágico nas rodovias que passam por Janaúba. Na noite deste domingo, dia 11 de outubro, na rodovia MG-122, que liga Janaúba a Montes Claros, por volta das 20h30, próximo a comunidade de “Camarinhas” houve uma colisão entre duas motocicletas que causou a morte de um rapaz de Janaúba. O acidente vitimou fatalmente no local Daniel Pereira da Silva e deixou gravemente ferida a sua noiva Ingredy Caroline de Jesus que inclusive teve fratura exposta na perna e foi encaminhada ao Hospital Universitário em Montes Claros
Não muito distante desse primeiro acidente, um veículo Siena, com placa de Montes Claros, capotou deixando feridas duas pessoas, a condutora Sandra Márcia Soares, 48 anos, e o passageiro Felipe Augusto, 19 anos, ambos tiveram ferimentos e foram tragos ao Hospital Regional de Janaúba. Esse acidente foi próximo ao trevo de entrada da cidade de Capitão Enéas.
Um pouco mais adiante entre Capitão Enéas e Janaúba, mais precisamente próximo ao trevo de acesso a comunidade de Orion, um motociclista, Rodrigo Matias de Araujo, perdeu o controle da direção vindo a cair. Devido à queda ele teve fratura na perna e também foi encaminhado ao Hospital Regional em Janaúba.
No final da manhã desta segunda-feira, 12 de outubro, houve uma colisão entre um caminhão e um automóvel na MG-401, trecho entre Janaúba e Jaíba. Equipes do 6º Pelotão do Corpo de Bombeiros de Janaúba seguiram para a rodovia, próximo à cidade de Verdelândia, onde ocorreu a colisão frontal. O fato foi por volta de 11h30. No carro estariam cinco pessoas, inclusive crianças.
De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a família seguia em direção à Jaíba quando o pai, que dirigia o carro (Ford Fiesta placa de Taiobeiras), precisou passar pela contramão para se afastar da fumaça provocada por uma queimada na vegetação e acabou batendo de frente com um caminhão. Com o impacto, os cinco ocupantes do veículo ficaram feridos. Eles foram socorridos por equipes do Corpo de Bombeiros e do Samu Macro Norte ao Hospital Regional de Janaúba. O motorista do caminhão não se feriu no acidente.

Mudas de maconha são apreendidas dentro de casa em Januária

Mudas foram apreendidas dentro de casa na Rua 4.
(G1) Duas mudas de maconha foram apreendidas dentro de uma casa no Bairro Alameda, em Januária (MG), nesta segunda-feira (12). O local, segundo a Polícia Militar, é utilizado como ponto de venda de drogas.
Os PMs foram até o imóvel, na Rua 4, depois de receber denúncias que várias mudas estavam sendo cultivadas no local. A casa estava fechada, testemunhas disseram que os moradores haviam saído no dia anterior.
As duas mudas foram apreendidas e levadas para a delegacia. Até o momento ninguém foi preso.

Incêndio destrói 1,7 milhão de toras de eucalipto de empresa em MG

Incêndio foi confinado nas toras de madeira,
para evitar que chamas se alastrassem
(G1) O Corpo de Bombeiros monitora nesta terça-feira (13) o local que foi atingido por um incêndio no Distrito Industrial, de Montes Claros (MG), nesta segunda (12). As chamas ameaçavam as áreas de duas empresas. 1,7 milhão de toras de eucalipto, que uma delas utiliza nos fornos, foram queimadas. Testemunhas disseram que o fogo foi colocado em um local onde a vegetação está seca e se alastrou.
Segundo os Bombeiros, havia risco de explosão, já que as chamas poderiam chegar aos tanques de armazenamento de produtos químicos das duas empresas, que atuam nos ramos de produtos veterinários e de alimentos. Para evitar que o incêndio se alastrasse, o fogo foi confinado no local onde estavam as toras de eucalipto e controlado durante a noite.
Foram utilizados 200 mil litros de água. 86 pessoas, entre militares, brigadistas e guardas municipais, participaram dos trabalhos.

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Viva as nossas crianças e a Padroeira do Brasil



Nossa Senhora da Conceição Aparecida abençoe todas as crianças do nosso Brasil!
Amém!

Blog Pablo de Melo Notícias

Dois acidentes na MG-122: Três pessoas ficam feridas

As estradas no Brasil estão matando mais do que o tráfico de drogas, e principalmente em Minas Gerais, estado que detém a maior malha rodoviária.
Na noite deste domingo (11), na MG-122, mais dois acidentes entram para os números estatísticos de tragédias nesta perigosa rodovia estadual. Desta vez foram três pessoas ficaram feridas por envolvimento em acidentes de transito no trecho da MG-122, no acesso a cidade Capitão Enéas. Um rapaz de 24 anos, que conduzia sua motocicleta, próximo a comunidade de Orion, derrapou e caiu da moto. Por conta do acidente o jovem sofreu ferimentos e foi encaminhado para o Hospital Regional de Janaúba.

Em outro acidente, também na MG-122 próximo a Capitão Enéas, duas pessoas ficaram feridas quando o veículo que eles estavam capotou. A condutora Sandra Márcia Soares, 48 anos, e o passageiro Felipe Augusto, 19 anos, tiveram ferimentos e foram levados ao Hospital Regional de Janaúba.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Jovem de Janaúba morre em acidente na MG-122

 Os noivos Daniel Pereira e Ingredy Carolline
Na noite deste domingo (11), por volta das 21 horas, o jovem casal de noivos residentes em Janaúba, Daniel Pereira e Ingredy Carolline se envolveram em um grave acidente na MGC-122, sendo que Daniel veio a óbito no local e Ingredy ficou gravemente ferida. No trecho da MGC-122 próximo a Francisco Sá, os noivos Daniel e Ingredy seguiam de moto sentido a cidade de Montes Claros, quando foram surpreendidos por outro motoqueiro que invadiu a contramão e acabou colidindo frontalmente com o casal. A jovem Ingredy foi encaminhada para o Hospital Universitário Clemente Faria em Montes Claros, já Daniel não resistiu e faleceu no local. O condutor da outra motocicleta foi encaminhado para a Santa Casa de Montes Claros.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Assembleia de Minas Gerais ignora crise e gasta 56% mais com viagens

Grupo. Comissão de Saúde da Assembleia fez 15 audiências públicas no
interior entre fevereiro e setembro deste ano, contra uma em 2014
(Por TÂMARA TEIXEIRA) Os atuais deputados estaduais de Minas não têm poupado esforços e, principalmente, recursos para se fazerem presentes em todo o Estado. De fevereiro a setembro deste ano, os parlamentares aumentaram em 56% os gastos com viagens em relação ao mesmo período de 2014. Nos primeiros oito meses desta legislatura, já foram pagos R$ 3,4 milhões com os deslocamentos contra R$ 2,1 milhões de fevereiro a setembro do ano passado.
Se, por um lado, as despesas com agência de turismo e fretes de voos particulares aumentaram, o número de reuniões das comissões permanentes e extraordinárias fora da capital – principal motivo, em tese, para os deslocamentos – caiu.
Um levantamento da reportagem no site da Assembleia mostra que, entre fevereiro e setembro deste ano foram realizadas 108 audiências e visitas fora da região metropolitana de Belo Horizonte. No ano passado, no mesmo intervalo, foram 117.
O aumento desse tipo de gasto fica ainda mais relevante se acrescentadas duas informações: primeiro, a de que 2014 foi ano eleitoral e, naturalmente, os deputados viajaram mais para suas bases. A segunda é que o incremento desse tipo de gasto acontece em um ano que o país e também Minas passam por uma grave crise financeira. Para este ano, o governo do Estado estima déficit de até R$ 10 bilhões.
De acordo com a execução orçamentária da Assembleia, entre fevereiro e setembro de 2015, foram pagos R$ 1,94 milhão para a agência de turismo que atende o Legislativo e R$ 1,46 milhão para arcar com o frete de aviões particulares. Os lançamentos aparecem na cota institucional do órgão.
Em fevereiro, no início da legislatura, a Assembleia, junto com outros órgãos do Judiciário, recebeu a recomendação do governo de colocar o pé no freio nos gastos e economizar em todas as áreas.
Diárias. Junto com o aumento dos custos para bancar as viagens, cresceram também as faturas de diárias dos deputados: as notas mais que dobraram de valor neste ano, segundo o Portal da Transparência da Assembleia. Entre fevereiro e setembro, os parlamentares foram ressarcidos R$ 2,6 milhões por gastos em diárias. No mesmo período de 2014 foram R$ 1,12 milhão. Com o total deste ano seria possível pagar 3.080 diárias para 108 viagens – ou seja, uma média de 30 diárias por deslocamento, quase a metade dos 77 deputados mineiros.
Outro lado. A Assembleia informou que suspendeu as atividades no interior na última semana de setembro “por decisão conjunta da Mesa, do Colégio de Líderes e de presidentes das comissões” e que “a medida foi tomada justamente com o objetivo de conter gastos”. Foram mantidos os deslocamentos na região metropolitana.
Ainda de acordo com a assessoria, enquanto o orçamento dos principais Poderes e órgãos do Estado cresceu em média 59% entre 2012 e 2015, o da Assembleia aumentou 15,62%. “A ALMG também não solicitou suplementação orçamentária, o que demonstra que vem cumprindo rigorosamente o planejamento, buscando a austeridade cada vez mais”, informou o Legislativo. (Com Fransciny Alves)


Cálculo
Despesa. O valor de cada diária dos deputados equivale a 1/30 do subsídio deles, que, após o reajuste de 2015, saltou para R$ 25.322. O valor do benefício, portanto, agora é de R$ 844.

Em Jequitaí, após acidente com 4 feridos, motorista é preso por embriaguez

(G1) Um motorista embriagado se envolveu em um acidente que deixou quatro pessoas feridas na BR-365, em Jequitaí, no Norte de Minas Gerais, neste domingo (11). Segundo a Polícia Rodoviária Federal, após apresentar sinais de ter ingerido bebida alcoólica, ele fez o teste do bafômetro, que confirmou a suspeita.
Segundo a PRF, ele estava de carro e ultrapassou um automóvel, que seguia pelo acostamento. Depois de ser atingido, o condutor perdeu o controle e capotou, além dele, três pessoas ficaram feridas, duas com gravidade.
As vítimas foram socorridas e levadas para um hospital em Pirapora (MG), o homem também foi levado para a Polícia Civil da mesma cidade.

Em Grão Mogol, adolescentes colocam fogo em mata e chamas atingem carros

(G1) A Polícia Militar apreendeu dois adolescentes, de 15 anos, suspeitos de provocar um incêndio que acabou queimando totalmente um carro e danificando dois neste domingo (11), na Praia do Vau, em Grão Mogol (MG). Eles foram reconhecidos por várias testemunhas. A vegetação do local, que fica às margens do Rio Itacambiruçu, também foi atingida pelas chamas.
Segundo informações da PM, o incêndio, que não foi acidental, começou pela mata e chegou até os automóveis. O carro que ficou destruído tem seguro particular. Para combater o fogo foram acionados 12 brigadistas do Instituto Estadual de Florestas e militares do Corpo de Bombeiros. A Prefeitura também ajudou com um caminhão-pipa.
Ainda de acordo com a PM, um dos menores já foi apreendido 11 vezes, a maioria delas por furto, e o outro já foi detido cinco, todas pelo mesmo crime. A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Civil.

domingo, 11 de outubro de 2015

Fruticultores do Norte de Minas querem energia elétrica mais barata

Produção de banana orgânica no projeto Jaíba – Foto: Abanorte / Divulgação
Desconto na conta de energia elétrica e a criação de uma malha viária específica foram duas das principais reivindicações de produtores de frutas do Norte de Minas durante audiência da Comissão de Política Agropecuária e Agroindustrial da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) nesta quarta-feira (7/10/15).
Os três produtores rurais presentes à reunião foram unânimes em afirmar que a fruticultura da região poderia se beneficiar diretamente de um desconto na conta de luz, tendo em vista que a produção depende da irrigação. “Nossa conta de energia dobrou. A Cemig precisa avaliar o nosso caso, já que a bandeira vermelha está incidindo também sobre a irrigação noturna”, ponderou o presidente da Associação Central dos Fruticultores do Norte de Minas (Abanorte), Saulo Bresinski Lage. A bandeira vermelha implica acréscimo de R$ 0,045 para cada quilowatt-hora (kWh) de energia consumido.
Já o presidente da Associação de Produtores de Limão do Jaíba (Aslim), Randolfo Diniz Rabelo, afirmou que a Cemig possui diversas formas de ajudar os agricultores se assim desejar. “Eles podem escolher liberar a energia no fim de semana ou estabelecer um horário para o custo reduzido, para ajudar o produtor. Depende só deles”, afirmou.
O produtor rural do Distrito de Irrigação de Jaíba, José Olímpio Monteiro de Castro, falou que o agricultor tem sido penalizado duas vezes: com a conta de energia e com a conta de água, já que ambas aumentaram. “O pequeno irrigante está tendo de arcar com custos pesados”, denunciou.
Sobre a malha viária, Rabelo explicou que obras em determinados pontos entre o Projeto Jaíba e o porto de Salvador poderiam encurtar em até 450 quilômetros o trajeto atual, de 1.000 quilômetros. “Isso deixaria a nossa região bem mais competitiva com relação a outras áreas fruticultoras do País”, disse.
O presidente da comissão e autor do requerimento para a reunião, deputado Fabiano Tolentino (PPS), apoiou a ideia e pediu também uma manutenção cuidadosa das estradas rurais por parte dos municípios, já que isso também facilita o escoamento da produção de frutas. “Dependendo da situação da estrada, as frutas podem estragar. As administrações municipais têm de estar atentas a isso”, alertou.
O assessor na Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais (Fetaemg), Rômulo Luiz Campos, argumentou que setores como o de laticínios já possuem uma logística específica e questionou por que não se faz o mesmo com a fruticultura. “O Estado deveria pensar em outros tipos de logística para apoiar o escoamento da produção da agricultura familiar”, defendeu.

Agroindústria - O chefe-geral substituto da Embrapa Milho e Sorgo, Jason de Oliveira Duarte, destacou que se a fruticultura artesanal se aproximar da agroindustrialização, só tem a ganhar, inclusive em termos de logística. “A produção artesanal é repleta de valor agregado, com grande apelo social. Mas também a industrialização, por meio de sucos e doces, traz vantagens, na medida em que as frutas não se perdem no transporte e os rejeitos da colheita são aproveitados”, afirmou.

Governo oferece capacitação a produtores de frutas
Minas Gerais é o terceiro maior produtor de frutas do País, e para apoiar essa produção, o Governo do Estado desenvolve iniciativas como o Frutifica Minas, que já capacitou em torno de 5 mil agricultores nos últimos quatro anos, segundo o coordenador técnico regional da Emater-MG, Wagner dos Santos Fani.
A representante da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mariana Gabriela Moreira, disse que muitas das solicitações feitas na reunião já estão em análise. O superintendente de Desenvolvimento da Produção da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Maxmilian Avelar, também reiterou o apoio da pasta à fruticultura.

Baixo nível de rios do Norte de Minas preocupa deputados
O deputado Carlos Pimenta (PDT) alertou que afluentes importantes do Rio São Francisco, como os rios Jequitaí, Pandeiros e Verde, estão secos. “Quais águas vão ser usadas para irrigação na fruticultura do Norte de Minas se continuarmos assim? O Projeto Jaíba corre risco de paralisar, se o nível das águas abaixar mais”, afirmou.
O deputado Antônio Carlos Arantes (PSDB) criticou o projeto de transposição do São Francisco. “Trouxe grandes gastos quando, na verdade, deveriam ter trabalhado para recuperar o rio. E até o momento não vimos nenhum resultado, nada foi transposto e o rio está secando”, lamentou. Ele também criticou a aprovação do Projeto de Lei 2.817/15, que prevê o aumento de impostos para uma série de produtos e serviços, como a energia elétrica. “O governo quer encher de dinheiro os caixas do Estado”, disse.
O deputado Nozinho (PDT) ressaltou o trabalho que a comissão tem feito em defesa do agronegócio, “uma das poucas áreas que está dando certo no País”, segundo ele.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: ALMG

Rapaz de 18 anos esfaqueia namorada de 12 em Montes Claros

(Hoje em Dia) Uma menina de 12 anos foi esfaqueada pelo ex-namorado de 18 anos por volta das 21h30 desta sexta-feira (9) em Montes Claros, no Norte de Minas. Tainá Pereira de Azevedo teve hemorragia e morreu no local.
O ex-namorado, Daniel Lopes Alves, fugiu, mas se entregou horas depois. Ele disse aos policiais que se descontrolou ao ver a menina beijando outro rapaz.
O corpo de Tainá foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). Daniel foi preso e aguardará julgamento no Presídio Jaraguá 2.

MIAAAAU: Quebrada, Prefeitura de Manga/MG faz “gato” em energia elétrica

Prefeito Anastácio Guedes Saraiva (PT), paga mico fazendo gato.
(Por Fábio Oliva) Que as finanças da Prefeitura de Manga, no Norte de Minas, estão de mal a pior, todos os moradores da cidade já perceberam, ante os atrasos nos pagamentos de fornecedores e servidores. Mas, a ponto de necessitar fazer “gato” na rede elétrica para manter o almoxarifado funcionando, foi uma surpresa até mesmo para o vereador Gil de Jesus Mendes (PP), o “Gil do Conselho Tutelar”.
Quarta-feira, dia 30 de setembro, a Companhia Energética do Estado de Minas Gerais (Cemig) cortou o fornecimento de energia elétrica do estádio de futebol, em pleno andamento do campeonato amador local, e do almoxarifado da Prefeitura de Manga. Foi a forma que a empresa encontrou de pressionar o prefeito Anastácio Guedes Saraiva (PT), a pagar ao menos parte da dívida que o município vem acumulando com a estatal.
O corte aconteceu dois dias depois do prefeito Anastácio Guedes Saraiva (PT) ser condecorado pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais com a “Medalha do Mérito Legislativo”, o que põe em dúvida a seriedade e os critérios que levam à escolha dos agraciados.
Apesar do corte, o vereador percebeu que o almoxarifado continuava com lâmpadas acesas à noite. Hoje, 10, por volta do meio-dia, as suspeitas do vereador se confirmaram. A Prefeitura de Manga havia feito uma ligação elétrica clandestina, mais conhecida como “gato”, para puxar energia elétrica da Casa do Pescador para o almoxarifado, que fica ao lado.
O vereador Gil Mendes acionou a Polícia Militar de Minas Gerais para lavrar boletim de ocorrência, mas foi impedido de entrar no local pelo secretário de Transportes, Jercílio Vieira Lima, o “Cilinho”, ex-presidente do diretório municipal do PT e também cunhado do prefeito.
O cunhado do prefeito também foi notícia na semana passada, quando se descobriu que entre diárias e acertos de exonerações, Jercílio teria recebido mais de R$ 90 mil dos cofres públicos municipais.
O cunhado do prefeito não é o único a se beneficiar da farra com o dinheiro público em Manga. Entre aluguel do próprio carro e diárias, o procurador jurídico Reginaldo Rodrigues Santos Júnior embolsou R$ 28.918,80.
Em menos de dois anos, 2014 até junho de 2015, o prefeito Anastácio Guedes Saraiva (PT) recebeu R$ 287.314,00 em diárias.
Em meio ao pequeno tumulto que se formou no local, Jercílio acionou o eletricista da Prefeitura de Manga, Benedito Dutra, para desfazer o “gato”.

Exemplo em Salinas: Aos 11 anos, menina empreendedora faz artesanato para pagar faculdade

Menina aprendeu a fazer bordados com a tia
(G1) Mariane Pereira de Oliveira tem 11 anos, mora em Ferreirópolis, distrito rural de Salinas (MG), estuda na rede pública e sonha em fazer uma boa faculdade logo que concluir o Ensino Médio. “Ainda não sei qual vai ser o curso, mas estou pensando”, esclarece, em tom de brincadeira.
A menina é bastante estudiosa. Segundo a família, chega a ser 'caxias' quando o assunto são os estudos. Ela segue o caminho certo para ser aprovada no vestibular. Na escola, as notas são sempre acima da média. O problema, que já previu desde pequena, seria ter condições financeiras para custear as mensalidades. “Acho que meus pais não teriam como pagar. Um curso bom é muito caro”, conta.
Mariane mora em uma casa simples com os pais. O que a família conquistou até hoje sempre foi com muito trabalho, superando as dificuldades. Esse contexto de distantes oportunidades e muita determinação despertou o espírito empreendedor da menina.
Há cerca dois anos, ela aprendeu com a tia a fazer bordados à mão em toalhas de mesa, panos de prato e outras peças. Mariane aproveita cada festa ou reunião de família para vender os produtos que faz. A maior parte do dinheiro vai direto para o "caixa dos estudos", mas também usa o recurso para fazer compras programadas.
O primeiro investimento foi em um tablet. Para conseguir comprar o aparelho, juntou a quantia suficiente em apenas seis meses. "Ela chegava da escola e depois que terminava todas as tarefas já começava a bordar", conta o pai de Mariane, Lorisvaldo Pereira de Olivera, incentivador da filha.
Ela também é muito generosa, segundo a mãe. "Se tem alguém passando necessidade, ela pega do dinheiro que guarda e ajuda, por conta própria", conta Nadir Pereira de Oliveira, mãe de Mariane. "Antes, nós tínhamos a preocupação de ela se tornar materialista, mas hoje não temos mais. Ela até pede para dividir a conta quando saímos em família para comer algo".

Fazendo o dinheiro render
A vontade em poder custear os sonhos surgiu desde bem cedo, quando Mariane tinha cinco anos. “Não queria depender exclusivamente dos meus pais. Quando eu queria comprar uma bala ou um salgadinho, ia lá e comprava com meu dinheiro”, explica.
No início, ela guardava as moedinhas que ganhava dos pais ou de algum familiar em um cofrinho. Depois passou a fazer investimentos. Mariane ganhou uma vaca, que dividia com uma tia. Mas em pouco tempo, acabou comprando a parte da tia com o dinheiro que havia guardado e começou a lucrar.
“Meu avô me ajudou, vendendo a vaca. Com a metade do dinheiro, compramos um bezerro, que cresceu e também foi vendido. Hoje tenho duas vacas e um bezerro, e pretendo continuar fazendo o dinheiro render e guardar para a faculdade”, ressalta.
A família já vê como certo o futuro promissor da pequena empreendedora, e já pensa em como vai ser quando ela terminar os ensinos fundamental e médio, passar no vestibular e ter que se mudar do distrito. "Vamos ficar na saudade, mas vai valer a pena. Pela vontade que ela tem de vencer, vai ter um futuro brilhante", completa o pai.