Blog com notícias de Janaúba e região!

sábado, 6 de junho de 2015

Cerca de 40 cabeças de gado são roubadas de fazenda em Francisco Sá

Fazenda Limeira, local onde os animais foram 
roubados Francisco Sá, MG
(G1) Na madrugada desta sexta-feira (5), cerca de 40 cabeças de gado da raça girolando foram roubadas em uma fazenda no município de Francisco Sá, Norte de Minas. Segundo a Policia Militar, o cadeado que dá acesso a entrada da fazenda foi arrombado. Em contato com o G1 a dona da fazenda, Sideny Ferreira Santos, disse que os animais foram levados em um caminhão boiadeiro.
"Todos os dias, meu marido levanta cedo e vai para a fazenda que fica do outro lado da BR- 251, próximo a um depósito de eletrodomésticos. Na manhã de hoje quando ele chegou lá, notou que não tinha bezerros no curral. Então ele foi para a manga e não tinha nenhuma vaca. O cadeado estava arrombado e tinha várias marcas de pneu", conta Sideny.
A proprietária registrou o boletim de ocorrência, mas foi informada que o caso foi encaminhado para a Policia Civil que só irá investigar o fato a partir de segunda-feira (8). "Nós estamos reféns da própria justiça, fomos roubados e nem o direito de tomar as providencias necessárias temos", lamenta. 
Sideny conta que tinha 25 cabeças de gado leiteiro e 19 bezerros, todos pertencentes a Fazenda Limeira. Ela informou que os animais tem uma marca de ferro com as iniciais RS.
"Nós temos suspeitos, mas não podemos falar pois o caso ainda não foi investigado. Acreditamos que são pessoas de Francisco Sá que dão as informações para o roubo dos animais. Não é a primeira vez que isso acontece, um caso parecido já aconteceu há algum tempo numa fazenda próxima", afirma.

Carro com nove ocupantes capota e deixa dois mortos na MGC-122

Alguns passageiros estavam sem o cinto de segurança.
(G1) Um grave acidente deixou duas pessoas mortas e sete feridas nesta sexta-feira (5) na MGC-122, próximo a Capitão Enéas, no Norte de Minas Gerais.
Segundo o Corpo de Bombeiros, todas as vítimas estavam em um veículo EcoSport com placas de Ibirité (MG) que seguia em direção a Janaúba quando capotou no KM 226 da rodovia.
“Até a contagem das vítimas ficou complicada neste acidente. A gente depende do relato das testemunhas, mas o que dá para precisar é a quantidade de vítimas que foram atendidas pelos Bombeiros e pelo Samu. Neste capotamento teve vítimas que não tiveram lesões e parece que não foi repassado o número exato destas vítimas”, explica o aspirante Weyber Silva Neves.
Maria Isabel Pereira conta o que viu do acidente.
O aspirante informou ainda que, aparentemente, a maioria dos ocupantes não usavam o cinto de segurança. No acidente morreram uma menina de quatro anos e o motorista de 50 anos, que foi arremessado do veículo. “Eu estava no banco de trás. Eu vi quando vinha um caminhão no sentido contrário com luz alta. Meu esposo tentou desviar, perdeu o controle da direção e capotou às margens da pista”, explica Maria Isabel Pereira, esposa do condutor do veículo.
Entre os feridos confirmados pelo Samu estão ainda uma criança de 1 ano e 2 meses e um menino de 7 anos.Também estavam no carro outras duas mulheres de 28 e 32 anos, e uma outra mulher que não teve a idade divulgada. As vítimas socorridas foram encaminhadas para hospitais de Francisco Sá e Capitão Enéas.
Durante o encerramento da ocorrência, um homem, que não teve o nome divulgado, confessou aos bombeiros que também estava no veículo na hora do acidente. Ele não precisou de atendimento médico.

Homem é assassinado com três tiros em Várzea da Palma

Um homem foi assassinado com três tiros na madrugada deste sábado (6), no Bairro Jardim América, em Várzea da Palma, Norte de Minas.
Após ouvirem disparos de armas de fogo, os moradores acionaram a Polícia Militar. Ao chegarem no local os militares encontraram o corpo caído ao solo e sem vida.
A vítima tinha passagens na polícia por tráfico de drogas e roubo. A PM fez rastreamento mas nenhum suspeito foi preso.
O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal da cidade.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Rapaz de 25 anos é assassinado com 11 tiros em Pirapora

(G1) Um rapaz de 25 anos foi morto com 11 tiros nesta quinta-feira (4), em Pirapora (MG). Dois homens de moto o abordaram e dispararam várias vezes contra ele. Em seguida, eles fugiram.
Segundo a Polícia Militar, um homem que passava pelo local colocou a vítima dentro de um carro e foi em direção a um hospital. Durante o percurso até a unidade de saúde, o motorista foi perseguido pela dupla de criminosos, que atirou várias vezes contra o veículo. O condutor não ficou ferido. Uma equipe do Samu foi até o local e constatou a morte.
Ainda de acordo com a PM, o rapaz tinha passagens por tráfico de drogas, ameaça, porte ilegal de armas e havia sido preso e solto dois dias antes do crime. A PM continua procurando pelos criminoso.

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Sete pessoas ficam feridas em acidente na BR-251

Todas as vítimas tiveram ferimentos leves.
Sete pessoas ficaram feridas em um acidente na manhã desta quinta-feira (4) na rodovia BR-251, próximo a Montes Claros. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o acidente envolveu dois veículos no KM 502 da rodovia, próximo ao trevo de acesso à Janaúba.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal, um dos veículos seguia em direção à cidade de Francisco Sá, com cinco pessoas, e atingiu outro carro que se dirigia no sentido contrário. O veículo atingido capotou e os dois passageiros ficaram presos às ferragens.
Com uso de aparelhos desencarceradores,os bombeiros retiram as vítimas com ferimentos leves. Elas foram encaminhadas a um hospital de Montes Claros por uma equipe do Samu. Os outros feridos foram socorridos com ferimentos leves.
A pista ficou parcialmente interditada, mas já foi liberada.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Quatro pessoas são presas por tráfico de drogas em S. João da Ponte

(G1) Quatro pessoas foram presas nesta quarta-feira (3) suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas em São João da Ponte, no Norte de Minas. As prisões ocorreram durante uma operação conjunta entre a Polícia Civil e o Ministério Público.
As investigações duraram cerca de seis meses. Segundo a Polícia Civil, os presos, com idades entre 20 e 33 anos, já possuíam passagens por tráfico de drogas na cidade. Na operação foram apreendidas ainda celulares, relógios, televisão e cerca de R$ 1.300.
Após serem ouvidos na Delegacia, os suspeitos foram levados para a Cadeia Pública da cidade.

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Em Janaúba carro capota e deixa cinco mulheres feridas

Na manhã desta quarta-feira (03), cinco pessoas ficaram feridas ao capotarem o carro que as transportava depois de desviarem de um caminhão, entre as comunidades de Jacarezinho e Vila Nova dos Poções, zona rural de Janaúba. Segundo a Polícia Militar, as cinco pessoas eram todas mulheres, e estavam saindo de Janaúba em direção a Vila Nova dos Poções quando sofreram o acidente. As equipes do SAMU e Corpo de Bombeiros socorreram as vítimas e as encaminharam para o Hospital Regional de Janaúba. Ainda segundo a PM, as mulheres sofreram ferimentos leves, e não correm risco de morte.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Duas pessoas são mortas à tiros em Verdelândia

Uma adolescente de 14 anos  e um homem foram assassinados a tiros e dois homens, de 18 e 19 foram baleados, no Bairro Barreiro do Rio Verde, em Verdelândia (MG), nesta terça-feira (2). Eles participavam de uma festa religiosa, quando foram surpreendidos por duas pessoas que chegaram em uma moto e dispararam várias vezes. Segundo as informações da Polícia Militar, os criminosos são de uma facção e atiraram porque as vítimas eram parentes de membros de outra organização.
A menor foi atingida por três tiros, na cabeça e pescoço, o homem de 18 levou um disparo no ombro e não corre risco de morrer, o de 19 foi ferido no peito e o de 33, foi baleado 15 vezes no peito e três no braço, ele está internado em estado gravíssimo.
Testemunhas apontaram quem seriam os dois responsáveis pelos tiros. A PM foi até a casa de um deles, que é menor, onde o pai informou que o adolescente não estava e havia saído há algum tempo. Ao chegar na residência do segundo, chefe de uma facção criminosa, a PM encontrou com um grupo de cinco pessoas que estavam atirando contra o imóvel. Eles fugiram e o suspeito também não foi localizado.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

terça-feira, 2 de junho de 2015

Homem rouba mais de R$ 60 mil de idoso em Januária

(Por FERNANDA VIEGAS) Um idoso de 63 anos perdeu mais de R$ 60 mil, quando saía da empresa onde trabalha, em Januária, no Norte de Minas Gerais, nessa segunda-feira (1º).
A vítima contou à Polícia Militar (PM) que estava com um malote com R$ 20.523 em dinheiro e R$ 40.241 em cheques e, que ao entrar em seu carro, foi abordado por um homem de boné e óculos espelhado, que o ameaçou com uma arma. Assim, entregou o dinheiro e o suspeito fugiu.
Nas câmeras de segurança, contudo, a PM não viu a arma, que estaria com o suspeito. Até o momento, ninguém foi preso.



Polícia localiza mulher que sumiu com as filhas em Rio Pardo de Minas

(Por CAROLINA CAETANO/JOSÉ VÍTOR CAMILO) A mulher de 23 anos que era procurada pela polícia de Rio Pardo de Minas, no Norte de Minas, foi localizada por telefone e contou que estava com um homem que conheceu na internet e bem. A Polícia Militar (PM) fez buscas na manhã desta segunda-feira (1º) depois que o pai da moça acionou a corporação dizendo que ela sumiu com as duas filhas, de 4 e 2 anos. 
De acordo com o boletim de ocorrência da corporação, nesse domingo (31), o pai procurou o quartel para registrar queixa de desaparecimento. Segundo ele, a filha saiu de casa, localizada na rua Salinas, no bairro Esplanada, nesse sábado (30) afirmando que iria à residência de uma amiga.
Nesse domingo, ao perceber que a filha não havia voltado, o idoso foi até o imóvel da amiga da filha, onde ela informou que a dona de casa não tinha aparecido por lá. Assustado, o idoso procurou em imóveis de parentes e amigos, mas a jovem e as crianças não foram localizadas. A filha dele teria saído sem os documentos dela e das meninas.
Já na tarde desta segunda-feira, de acordo com o investigador Elton Reis, graças à uma amiga que mora na mesma rua da desaparecida, os policiais conseguiram fazer contato por telefone com a mãe das meninas. "Ela está bem, conheceu alguém pelo Facebook e este homem veio buscar ela e as filhas no sábado. Ela não contou para o pai e também não quis dizer onde exatamente ela estava", relatou. 
Ainda segundo o investigador, a jovem estava com a voz tranquila, sem qualquer indicativo de que pudesse ter sido levada à força. "O ideal seria vermos ela pessoalmente, mas como a amiga garantiu que a voz era dela e que ela já havia comentado antes mesmo de ligarmos que o homem que conheceu iria buscá-la, acredito que o caso será arquivado", finalizou Reis. 

Caso Emily
O caso do suposto desaparecimento de mães e filhas aconteceu na mesma cidade em que a garotinha Emily Ferrari, que fez 10 anos no dia 17 do último mês, desapareceu há pouco mais de 2 anos atrás. A reportagem de O TEMPO tentou contato com os familiares da menina nesta segunda-feira, porém, nenhum dos telefonemas foram atendidos. 
No mês passado, uma reportagem contou um pouco da situação da família após tanto tempo sem notícias. "Fica na minha cabeça que a gente vai encontrar a minha filha e bem. Eu creio que minha filha está viva", disse na época o pai dela, o corretor de seguros, Leandro Campos, de 30 anos. Emily desapareceu no dia 4 de maio de 2013 enquanto brincava na porta da casa da mãe, em Rio Pardo de Minas, com uma boneca negra que era chamada por ela de Pretinha. 
A Polícia Civil segue até hoje sem nenhuma pista concreta sobre o que possa ter acontecido com a criança. O sumiço dela já foi investigado como sequestro, cárcere privado, tráfico internacional de pessoas, mas nunca se chegou até ela ou ao suposto criminoso.
No primeiro ano, pistas levaram a polícia a procurar pela menina em Montes Claros, na mesma região, na região metropolitana de Belo Horizonte e na própria capital. Cogitou-se que ela poderia ter sido raptada por ciganos, levada para outro Estado e até para fora do Brasil. Um empresário chegou a oferecer R$ 50 mil para quem revelasse alguma pista concreta sobre o seu paradeiro. 

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Em Jaíba sete vereadores são afastados

Noite de dúvidas no plenário da CÂMARA MUNICIPAL de Jaíba.Foi a opinião popular diante da fria sessão plenária da Câmara de Vereadores da cidade de Jaíba no Norte de Minas. Aconteceu que o público já informado dos fatos, além de presenciar as deliberações de ordem da casa, aguardavam ansiosos a leitura da decisão judicial deste dia primeiro de Junho, que determinou a reabertura/desarquivamento do processo de denúncia contra os 7 vereadores, bem como a decisão do afastamento dos mesmos,e a convocação dos vereadores suplentes dos referidos cargos.

ENTENDA O CASO
Depreende-se que, na Sessão última Ordinária nº 194 da Câmara Municipal de Jaíba, foi realizada deliberação acerca do recebimento ou não da denúncia ofertada pelo prefeito de Jaíba, Enoch Vinícius, contra nove edis presentes, sete denunciados participaram da votação, do total de treze vereadores que compõem o Poder Legislativo Municipal. 
Como se viu, estando os sete denunciados,estariam impedidos de votar, seus suplentes deveriam ter sido convocados para assumirem suas cadeiras. Entretanto, a deliberação se deu com a presença dos vereadores denunciados em flagrante ofensa aos princípios da legalidade, moralidade e impessoalidade. Assim, tal fato é suficiente para anular todo o ato.
A Presidência da Câmara,e os demais vereadores não se pronunciaram na tribuna sobre a decisão do Juiz da Comarca de Manga-MG,Dr. Eliseu Silva Leite.
Assim, ante a presença dos requisitos exigidos, defiro a medida liminar requerida, para nulificar o ato ora atacado e determinar o desarquivamento da denúncia subscrita pelo impetrante, protocolada junto à Câmara Municipal de Jaíba/MG.
O Juiz determinou ainda ao presidente, o prazo de trinta dias,para promover a convocação dos suplentes dos vereadores impedidos de deliberar acerca do recebimento ou não da denúncia, observando o disposto no art. 5º do Decreto-lei 201/67. Neste caso, os vereadores estarão afastados dos atos legislativos perante o julgamento legal,e o procedimento correto da denúncia em sua totalidade.

POSSE DE MURILO SILVA E REINGRESSO DE TÊLA AO LEGISLATIVO:
Após o pedido e determinação do licenciamento da vereadora Lena Rocha (PDT) por licença médica, tomou posse pelo período de 60 dias o suplente Anaugêncio Murilo Silva-FOTO(PSB). Reingressou ao cargo também, o vereador Adilson de Freitas David(PRB) "têla" que estava afastado do cargo desde novembro de 2013.

DÚVIDAS DA POPULAÇÃO:
Quem são os vereadores denunciados e os respectivos suplentes dos vereadores?

VEREADORES DENUNCIADOS:
Júnior Leonir Guimarães Freitas(PSDB)
José Geraldo Aguiar (PSDC)
Welton Luiz da Silva(PMDB)
Noelson Costa de Oliveira (PSL)
Fernando Lucas Fernandes (PSDB)
Elias dos Santos Silva (PHS)
Valdemir Soares Oliveira(PDT)

-SUPLENTES À VEREADOR-
Após o prazo de 30 dias, o Presidente da Câmara Valdemir Soarez deverá cumprir a determinação judicial, convocando os suplentes à plenária.

Vereadores Suplentes:
Cesar Luiz da Silva”Cesar Preto”(PRP)
Neudirlan Oliveira (PMDB) 
Adão Antônio de Souza (PHS)
Kléder Nogueira Batista (PSDB)
Antônio Silvestre  (PSDB)
Tácio Dutra (PSDC)
Marcos Roberto Ruas (PSC)

O denunciante Enoch Vinícius Prefeito de Jaíba, disse que todo o procedimento por hora elencado, busca a verdade real dos fatos dentro dos princípios do Direito constitucional,alem de se fazer justiça diante dos desmandos do legislativo municipal.Informou ainda, que vai aguardar o posicionamento da câmara. Os denunciados não se reportaram em plenária. 


Fonte: Blog Junior Oliveira

São João do Paraíso: Cinco pessoas ficam feridas em capotamento na LMG- 602

Motorista afirmou à PM que um pneu traseiro do veículo estourou.
Cinco pessoas ficaram feridas em um capotamento na manhã desta segunda-feira (1º) na rodovia LMG-602, que liga Taiobeiras a São João do Paraíso, no extremo norte de Minas.
Segundo a Polícia Militar, o condutor do veículo relatou que perdeu o controle da direção, próximo a entrada da comunidade de Água Branca, após um pneu traseiro do veículo estourar.
Segundo informações do Samu, todos os ocupantes do carro sofreram ferimentos. O condutor do veículo e duas passageiras foram atendidas e liberadas no local do acidente. Já outras duas passageiras, de 60 e 65 anos, foram encaminhadas ao hospital de São João do Paraíso.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

MP deve entrar com Ação Civil contra Seguradora por fraude em DPVAT

(G1) O Ministério Público de Minas Gerais deve entrar ainda nesta semana com uma Ação Civil Pública (ACP) contra a Seguradora Líder, que administra o DPVAT. Já que órgão acredita que pessoas diretamente ligadas à empresa são coniventes com o pagamento indevido de indenizações. Segundo o MP e a Polícia Federal, as irregularidades causam um prejuízo de R$ 1 bilhão por ano aos cofres públicos.
Em abril, 40 pessoas, entre empresários, advogados, profissionais de saúde e policiais, foram presas durante a operação “Tempo de Despertar”, que investiga fraudes no DPVAT. Os mandados judiciais foram cumpridos em Minas Gerais, Bahia e Rio de Janeiro.
“A investigação demonstra de forma clara que advogados contratados pela empresa fazem acordos quando o próprio juiz se negou a homologá-los, de forma que não resta dúvida do envolvimento direto de pessoas de dentro da seguradora líder nesta gigantesca organização criminosa”, ressalta o promotor Guilherme Roedel Fernandez. 
Para o promotor, “há uma completa ausência de fiscalização no pagamento das indenizações” e “há um interesse deliberado em fazer pagamentos indevidos”.
“A própria empresa que efetua os pagamentos das indenizações é remunerada com o pagamento destas indenizações, ou seja, quanto mais a empresa paga, mais dinheiro ela tem de lucro", fala.
Danilo Campos é um dos juízes que negou vários acordos judiciais para o recebimento do DPVAT após verificar indícios de irregularidades e notar o aumento de ações requerendo o benefício. Pelo menos 20% dos processos que tramitam no Judiciário na Comarca de Montes Claros (MG) tem relação com  o DPVAT.
“Não tive o mérito de descobrir algo que estava escondido, porque a fraude do DPVAT é notória, é monstruosa e está na cara de todo mundo. O meu mérito, se assim posso chamá-lo, porque não fiz mais que cumprir a minha obrigação, foi comunicar os fatos para que as demais autoridades tomassem providências. O que chama a atenção é o volume avassalador de processos, é evidente que isto é uma demanda criada artificialmente”.
O magistrado diz ainda ter notado uma padronização na confecção dos processos. A partir disto, ele convocou algumas pessoas para prestarem depoimento, constatando que quase 100% das ações judiciais são feitas de forma fraudulenta. O juiz também identificou, assim como o MP e a PF, que muitas das vítimas de acidente que receberam o seguro de forma administrativa, acionaram a Justiça para receber uma complementação por via judicial. Para Danilo Campos "esta é uma demanda forjada, criada por advogados para alimentar o mercado da advocacia".

Sobre o esquema
As investigações demonstraram que o grupo criminoso agia de várias formas. As supostas vítimas eram abordadas em casa e dentro de hospitais. Os integrantes do esquema criminoso, tinham segundo o MP e a PF, acesso a informações privilegiadas, de funcionários de unidades de saúde, por exemplo, além de contar com o acesso ao sistema das Polícia Civil e Militar, de uso restrito. A partir disto, os dados delas eram usados para a confecção de boletins de ocorrência e laudos médicos ideologicamente falsos.
As investigações demonstram que entre os que receberam as indenizações, há pessoas que foram vítimas de agressões dos companheiros, que se machucaram jogando bola e andando a cavalo. Mas também há casos nos quais as vítimas tinham os nomes usados e eram indenizados, sem que tivessem conhecimento. Em um deles, um analfabeto, que afirma usar somente a impressão digital como identificação, assinou o nome completo em um documento utilizado para dar entrada no DPVAT.

O que diz a Líder
Por e-mail, a assessoria de imprensa da Líder disse que, desde 2012, denunciou 115 casos com indícios de fraudes para a Polícia Civil na comarca de Montes Claros.
“Somente em 2014, foram comprovadas pela Seguradora 7.076 tentativas de fraude contra o Seguro DPVAT e, nesse mesmo período, foram oferecidas 4.102 novas representações criminais”.
A Líder diz ainda que fica evidente a contradição da acusação, uma vez que a seguradora combate as fraudes em todo país.
“Repudiamos as declarações do delegado federal e do promotor de justiça local que, em entrevistas à imprensa, cometeram a imprudência de apontar, sem provas e sequer indícios, a Seguradora Líder-DPVAT como envolvida no esquema fraudulento.”
A seguradora também esclareceu que os envolvidos não integram os quadros da empresa e aciona as autoridades ao suspeitar de fraudes.

Segundo PF e MP, fraudes do DPVAT podem chegar a R$ 1 bilhão ao ano

(G1) O Fantástico denuncia o golpe do DPVAT, o seguro obrigatório que o motorista que tem carro, moto, qualquer tipo de veículo, tem que pagar todo ano. O DPVAT é usado para indenizar as vítimas do trânsito. Mas tem gente que caiu do cavalo e recebeu:
Em uma noite de São Paulo, ao bater em um carro, o motoqueiro quebrou a perna e ficou em coma. Ele e todos que se machucam com alguma gravidade no trânsito brasileiro têm direito a receber uma indenização. É dinheiro do DPVAT, o seguro obrigatório.
Claro, se você cair do cavalo, se machucar jogando bola ou em uma briga, não tem direito a receber um centavo desse benefício. Só que mesmo nesses casos, o pagamento saiu. Como?
“Nós observamos vários casos absurdos. Nós não temos dúvida alguma de que as fraudes podem chegar a até R$ 1 bilhão ao ano em todo o país”, afirma o delegado da Polícia Federal Marcelo Freitas.
Em 2014, os donos de carros, motos, ônibus e caminhões pagaram quase R$ 8,5 bilhões de seguro obrigatório, o DPVAT. Por lei, 45% têm que ir para o Sistema Único de Saúde (SUS) e 5% para o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). A outra metade é para pagar as vítimas de acidentes.
Quando a polícia diz que as fraudes representam R$ 1 bilhão por ano, significa que 25% do valor destinado às indenizações em 2014 estariam sendo usado indevidamente. “Uma completa ausência de controle, uma absoluta ausência de fiscalização”, diz Freitas.
Bahia, Rio de Janeiro, Minas Gerais. Nesses estados, em uma investigação recente da Polícia Federal e do Ministério Público, foi possível descobrir o caminho da fraude, que começa com uma mentira e termina com o dinheiro no bolso dos golpistas.
Gildemar trabalha em uma fazenda em Janaúba, Minas Gerais. No ano passado, ele caiu do cavalo e quebrou o pé. Diz que uma mulher o procurou e falou para ele mentir que tinha sofrido um acidente de moto.
“Falou pra mim, pra fazer uma ocorrência como tivesse caído de moto. Naquele desespero, já machucado, ela falou: ‘não, nós temos que fazer isso, vai sair um dinheiro pra nós. Vamos fazer isso, vamos fazer’. Eu peguei e fiz”, conta o trabalhador rural Gildemar Bispo de Jesus.
Ele recebeu cerca de R$ 1,7 mil do seguro obrigatório. Desse total, a golpista embolsou R$ 200. “Admito que eu menti também, mas porque eu fiz induzido”, aponta Gildemar.
O homem que caiu do cavalo foi procurado por uma 'atravessadora', uma golpista que se passa por despachante e promete resolver tudo em troca de uma porcentagem do seguro. Os fraudadores costumam ficar em escritórios perto dos hospitais ou mesmo dentro dos setores de emergência médica, à espera de novos clientes.
“Pedimos que a Polícia Federal tomasse essas providências no sentido de inibir ou de encontrar uma saída pra que esse tipo de profissional não tenha acesso”, conta o superintendente da Santa Casa de Montes Claros, Maurício Souza e Silva.
Segundo a Polícia Federal, outro golpe começou em um campinho de futebol. Leomar Miranda Santos é presidente da Câmara de Vereadores de Rubelita (MG), município de sete mil habitantes.

Fantástico: O senhor joga bola?
Leomar: Jogo bola.
Fantástico: Chuta com que perna?
Leomar: Com a direita.
Com autorização da Justiça, os telefonemas dos golpistas foram gravados. Em uma conversa, dois homens falam sobre Leomar.

Suspeito 1: Eu vi Leomar. Na verdade, ele caiu, se machucou jogando bola, né? Comenta nada com ninguém, não. Beleza? Falei: “Não, beleza.”
Fantástico: O senhor caiu de moto ou caiu jogando bola?
Leomar: Me acidentei de moto.
Fantástico: Quando foi isso?
Leomar: Foi dia...
Fantástico: Mês, por exemplo.
Leomar: Mês de maio. Dia 13 de maio. Se eu não me engano, dia 13 de maio.

No Boletim de Ocorrência, o acidente foi em 13 de maio de 2014. A investigação concluiu que as informações do BO são falsas.

Leomar: Eu quebrei o tornozelo direito.
Fantástico: Quanto o senhor recebeu de DPVAT?
Leomar: R$ 7.087, se não me engano.
Fantástico: O senhor agiu de má fé?
Leomar: De forma alguma. Provarei isso, se necessário.

Comprovada a irregularidade, o dinheiro das fraudes tem que ser devolvido.
De acordo com as investigações, policiais civis também faziam parte do esquema. Em uma delegacia de Montes Claros (MG), um único investigador chegou a fazer, em um ano, seis mil boletins de ocorrência. Todos de acidente de trânsito.
Fernando Lopes das Neves, o 'Caveirinha', é policial há 18 anos. Segundo o Ministério Público, o investigador de Montes Claros fazia ele próprio os boletins com informações falsas e também permitia que outros usassem a senha dele para acessar o sistema da polícia.
“Identificamos que a senha desse policial foi utilizada de dentro das diversas empresas que intermediavam o pagamento desse seguro”, conta o promotor de Justiça Guilherme Fernandez Silva.
O investigador foi preso em abril de 2015, acusado de receber R$ 100 de propina a cada boletim forjado. E em maio de 2015, respondia em liberdade. O Fantástico tentou falar com ele, mas nem o policial, nem o advogado responderam.
O último passo do golpe é conseguir um laudo com informações falsas, assinado por um médico. O valor da indenização paga pelo DPVAT varia conforme a lesão, que tem que ser grave e provocar invalidez permanente total ou parcial.
“É a lesão que se perpetua no tempo, ou seja, perda da utilização total daquele membro”, explica o professor de medicina legal da USP Henrique Soares.
Invalidez permanente: a indenização é de até R$ 13,5 mil. Se o acidente não foi tão grave, mas houve despesas com médico e hospital, a pessoa tem direito a até R$ 2,7 mil. Em caso de morte, o valor é R$ 13,5 mil.
Uma mulher, que não quis se identificar, foi procurada por um golpista, que conseguiu liberar o dinheiro do seguro falsificando os atestados, sem fazer nenhuma perícia. “Ele só pegou o documento, entregou para o médico e pediu pra mim ir embora: ‘pode ficar tranquila que vai dar tudo certo’. Eu não vi o médico”, conta ela.
A Seguradora Líder é a responsável pelo pagamento das indenizações. Esta semana, o Ministério Público deve entrar com uma ação civil pública contra a empresa. “A investigação aponta que há sim uma participação de dentro da seguradora Líder pra facilitar os pagamentos de fraude”, afirma Guilherme Fernandez Silva.
A seguradora nega e diz que as fraudes não chegam a R$ 1 bilhão por ano, como afirma a Polícia Federal. “Nós temos um controle de qualidade, nós fazemos auditoria. Poderá haver problema? Poderá haver problema. Afinal de contas é um país grande. Mas nós temos um cuidado muito grande, fiscalizamos com a maior intensidade possível. Fraudes efetivamente não chegam a 1% do que efetivamente acontece”, afirma o presidente da Seguradora Líder, Ricardo Xavier.
Ou seja, para a seguradora, as fraudes não somam R$ 40 milhões por ano. E a empresa recomenda que as pessoas deem entrada no pedido de indenização por conta própria. “Se a pessoa procurar uma da nossa rede autorizada, que tem 7.880 pontos de atendimento em todo Brasil, em todos os municípios, terá o atendimento gratuito”, aponta o presidente da Seguradora Líder.
“As fraudes ao seguro DPVAT estão acontecendo em cidades de Norte a Sul do país de maneira absolutamente impune, razão pela qual os órgãos têm que agir de maneira firme evitando que essas fraudes possam persistir”, alerta Marcelo Freitas.

Dois rapazes são assassinados a tiros em Janaúba e Verdelândia

A Polícia Militar registrou dois homicídios em cidades do Norte de Minas Gerais neste domingo (31). Em Janaúba, um rapaz de 20 anos foi morto a tiros no Bairro Gameleira. Ele andava por uma rua, quando foi surpreendido por um homem, que atirou quatro vezes, atingindo-o nas costas. Segundo a Polícia Militar, o crime pode ter ligação com o tráfico de drogas.
A vítima chegou a ser levada para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.
Já em Verdelândia, outro rapaz, de 24 anos, também foi assassinado a tiros. O crime aconteceu na zona rural. O jovem foi atingido por dois disparos no tórax. Testemunhas disseram que o crime pode ter relação com uma discussão entre a vítima e um homem, morador de outra comunidade.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

domingo, 31 de maio de 2015

Dois caminhoneiros morrem em acidentes no Norte de Minas Gerais

(G1) Duas pessoas morreram em acidentes envolvendo caminhões no Norte de Minas Gerais, neste sábado (30). Durante a madrugada, uma carreta carregada de carvão tombou, depois que o motorista perdeu o controle da direção, em Jequitaí. Segundo o Corpo de Bombeiros, ele não resistiu aos ferimentos e faleceu no local.
A segunda ocorrência foi na LMG-674, em Ibiaí. Uma batida entre dois caminhões deixou um morto e um ferido. De acordo com a Polícia Militar, um dos condutores perdeu o controle da direção em uma curva e tombou deixando parte da carga na rodovia. O motorista que vinha atrás não conseguiu frear, saiu da pista e capotou. A cabine ficou esmagada. O outro envolvido foi levado para um hospital da cidade.
A rodovia ficou interditada, mas o trânsito já foi liberado.