Blog com notícias de Janaúba e região!

sábado, 3 de janeiro de 2015

Agência bancária é assaltada em Várzea da Palma

(G1) Um banco foi assaltado na madrugada desta sexta-feira (02), em Várzea da Palma, Norte de Minas. De acordo com a PM, bandidos invadiram a agência do Banco do Brasil após quebrarem um muro que dava acesso aos fundos da agência.
No local a polícia constatou que os bandidos arrancaram os sensores de presença e os cabos das câmeras de segurança. Usando um maçarico os bandidos abriram as portas dos dois cofres, e grande parte do dinheiro que estava guardado foi levado. Os bandidos roubaram também três revólveres calibre 38 e munições que estavam em um cofre no banheiro masculino. O valor roubado não foi informado.
 Os caixas eletrônicos não foram danificados. As demais salas arrombadas foram reviradas porém os funcionários não notaram a falta de outros objetos e valores.
A polícia realizou rastreamento, mas ate o momento ninguém foi encontrado. Os materiais apreendidos foram entregues à delegacia.

Jovem de 21 anos é baleada pelo ex-namorado em Janaúba

Uma mulher de 20 anos foi baleada no tórax pelo ex-namorado de 21 anos, nessa sexta-feira (2), na Av. Edilson Brandão Guimarães, no bairro São Gonçalo em Janaúba (MG).
Conforme a Polícia Militar, testemunhas informaram que um motociclista teria conversado e logo após efetuado o disparo contra a vítima. A mulher foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) com perfuração no pulmão.
Autoridades policiais procuram pelo suspeito do crime.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Homem é alvo de tentativa de homicídio em Jaíba

Uma tentativa de homicídio foi registrada pela PM, nesta sexta-feira (02), em Jaíba. De acordo com a PM, um homem de 47 anos, transitava em uma motocicleta no povoado de Canudos, zona rural de Jaíba, quando foi alvejado.
Segundo a polícia, a vítima informou que quando parou a motocicleta para abrir uma cancela, foi surpreendido por um homem que estava escondido no mato, e o atingiu com um disparo. Ainda segundo a  PM, a testemunha que estava com a vítima no momento do crime, teria informado que o irmão da vítima já havia o ameaçado antes, e que o crime seria passional.
O tiro atingiu a região lombar e o braço direito da vítima, que foi levada para o hospital de Pronto Socorro de Monte Azul (MG).
A PM está fazendo rastreamento para localizar o suspeito.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Quatro pessoas ficam feridas em capotamentos no Norte de Minas

A Polícia Rodoviária Federal registrou dois capotamentos nas estradas que cortam o Norte de Minas Gerais, nesta quinta-feira (1º).
Perto de Francisco Dumont, na BR-135, um carro com quatro pessoas saiu fora da pista e capotou. Dois ocupantes ficaram feridos, foram socorridos e levados para um hospital em Bocaiúva.
Já em outra rodovia, a BR-251, entre Montes Claros e Francisco Sá, um carro capotou e mãe e filho ficaram feridos. Eles foram socorridos pelo Samu e levados para um hospital em Montes Claros.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Jovem é preso suspeito de atirar em quatro pessoas em Bocaiúva

Município de Bocaiúva
(R7) Um jovem foi preso na última quinta-feira (1º) suspeito de envolvimento em uma tentativa de homicídio em Bocaiúva, no norte de Minas Gerais. Ele estaria em um veículo que teria passado atirando pela rua  Goiás, no bairro Pernambuco.  
De acordo com a PM (Polícia Militar), quatro pessoas foram atingidas pelos disparos, sendo um idoso de 65 anos que estava na garagem de sua residência e uma adolescente de 14 que foi encontrada inconsciente também dentro de sua casa. Uma outra mulher e um homem também foram baleados.   
Após o crime, o veículo evadiu do local. Entretanto, os militares realizaram rastreamento pela região e localizaram um dos envolvidos. Já os demais ocupantes do carro ainda não foram presos e permanecem foragidos da polícia.   
Todas as vítimas foram socorridas a um hospital da região e não correm risco de morte. A motivação da tentativa de homicídio ainda está sendo investigada.

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Feliz 2015



Blog Pablo de Melo Notícias

Fernando Pimentel anuncia secretariado de seu governo

Fernando Pimentel anuncia secretariado
(O Tempo) O governador eleito em Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), anunciou na tarde desta terça-feira (30) o nome dos 28 futuros secretários, que serão empossados, junto ao petista, nesta quinta-feira (1ª). Essa é a primeira vez na história que o PT assume o comando de Minas Gerais.
Ficou definido na tarde desta terça o presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e indicou os nomes do novo Controlador-Geral do Estado, dos presidentes da Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais), Codemig (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais), Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais) e Prodemge (Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais).
Os nomes dos secretários serão publicados em edição extra do Minas Gerais, o diário oficial do Estado, nesta quinta-feira, 1º. de janeiro. As nomeações dos presidentes das estatais dependem de aprovação em assembleia geral, no caso da Copasa e da Cemig, ou dos conselhos de administração, no caso da Prodemge e da Codemig.
O governador eleito anunciou mudanças no organograma da administração, mantendo os mesmos cargos com status de secretaria que existem atualmente. Pastas serão criadas e outras, extintas ou subordinadas a secretarias. As quatro novas pastas serão: “Recursos Humanos”, que vai cuidar das questões relacionadas aos servidores públicos, como parte da política de valorização da categoria, “Desenvolvimento Agrário”, para cuidar da agricultura familiar, e “Direitos e Cidadania”, responsável pelos Direitos Humanos.
O desmembramento da atual Secretária de Estado de Esporte e Turismo vai resultar na quarta secretaria, a de Esportes. Esses quatro secretários serão empossados após a criação das respectivas pastas pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

Novo secretariado

MARCO ANTÔNIO REZENDE TEIXEIRA
Secretaria de Estado de Casa Civil e de Relações Institucionais

Advogado formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). É servidor da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). Foi diretor jurídico e superintendente da Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) e ex-procurador-geral do município de Belo Horizonte.

ODAIR CUNHA
Secretaria de Estado de Governo

Advogado, foi eleito para o quarto mandato consecutivo de deputado federal nas eleições de outubro. Foi assessor jurídico de Prefeituras e Câmaras Municipais.

HELVÉCIO MAGALHÃES
Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão

Médico formado pela UFMG e Doutor em Saúde Pública pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). É servidor concursado da Prefeitura de Belo Horizonte, onde foi secretário municipal de Saúde e secretário de Planejamento e Orçamento. No Ministério da Saúde, foi secretário de Atenção à Saúde no governo Dilma Rousseff.

EDUARDO SERRANO
Secretaria-Geral da Governadoria

Gestor Público formado pela Fundação Getúlio Vargas. Foi chefe de gabinete do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

JOSÉ AFONSO BICALHO
Secretaria de Estado de Fazenda

Economista formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Mestre em Economia pelo Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (Cedeplar), da UFMG. Doutor em Economia pela Universidade de Manchester, Inglaterra. Foi secretário-adjunto e secretário de Fazenda de Minas Gerais (1990-1994). Presidiu os bancos BEMGE e Credireal (1994-1998). Foi secretário de Finanças da prefeitura de Belo Horizonte (2005-2012). Foi assessor econômico do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

MACAÉ EVARISTO
Secretaria de Estado da Educação

Assistente Social formada pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). Mestre em Educação pela UFMG. É secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI) do Ministério da Educação no governo Dilma Rousseff. É professora da rede estadual de ensino desde 1984. Foi Secretária de Educação de Belo Horizonte (MG) e uma das responsáveis pelo programa de Educação Integral da capital mineira. Coordenou o programa de implantação de escolas indígenas de Minas Gerais entre 1997 e 2004.

FAUSTO PEREIRA DOS SANTOS
Secretaria de Estado da Saúde

Médico sanitarista formado pela UFMG. É doutor em Saúde Coletiva pela Unicamp. É secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde. Foi secretário-adjunto de Saúde da Prefeitura de Belo Horizonte. Presidiu a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) por dois mandatos.

BERNARDO SANTANA DE VASCONCELLOS
Secretaria de Estado de Defesa Social

Advogado, foi eleito deputado federal para a atual legislatura (2011-2015). É pós-graduado em Direito de Empresa, pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, e em Direção Estratégica e Marketing, pela Fundação Getúlio Vargas.

MURILO VALADARES
Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas

Engenheiro civil formado pela UFMG. É secretário de Obras de Ribeirão das Neves. Ex-administrador regional da Prefeitura de Belo Horizonte, ex- diretor da SLU, ex-superintendente da Sudecap, ex-secretário de Políticas Urbanas.

ÂNGELO OSWALDO
Secretaria de Estado da Cultura

Jornalista, formado pelo Instituto Francês de Imprensa, e advogado, formado pela UFMG. Presidiu o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), órgão do Ministério da Cultura, no governo Dilma Rousseff. Foi prefeito de Ouro Preto (1993-1996; 2005-2008; 2009-2012) e secretário estadual de Cultura no governo Itamar Franco (1999-2002). Presidiu o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no governo José Sarney. É presidente da Associação Brasileira de Cidades Históricas.

NILMÁRIO MIRANDA
Secretaria de Estado de Direitos e Cidadania

Jornalista. É mestre em Ciências Políticas pela UFMG. Foi deputado estadual (1987-1990), deputado federal (1991-2003) e Secretário Nacional dos Direitos Humanos no governo Luís Inácio Lula da Silva. Voltou à Câmara dos Deputados em 2013. Como deputado federal, presidiu a Comissão Externa para os Mortos e Desaparecidos Políticos da Câmara dos Deputados e foi autor do projeto de lei que criou a Comissão de Direitos Humanos de Minorias, que presidiu em 1995 e em 1999.

JOÃO CRUZ REIS FILHO
Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Engenheiro agrônomo, mestre e doutor em Genética e Melhoramento pela Universidade Federal de Viçosa. É fiscal federal agropecuário do ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, onde chefia a assessoria de gestão estratégica.

GERALDO PIMENTA
Secretaria de Estado de Turismo

Médico formado pela UFMG, é deputado estadual. Foi vereador em Betim e secretário municipal de Assistência Social na gestão da prefeita Maria do Carmo Lara. Assume o cargo nesta quinta-feira.

CARLOS HENRIQUE
Secretaria de Estado de Esportes

Deputado estadual eleito para o segundo mandato consecutivo nas eleições de outubro passado. Foi vereador de Belo Horizonte por três mandatos consecutivos, eleito em 2000, 2004 e 2008. É pastor evangélico. Assumirá o cargo somente após a criação da secretaria.

MIGUEL CORRÊA
Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Formado em História pelo Centro Universitário Uni-BH. Exerce o segundo mandato consecutivo de deputado federal. Foi reeleito em outubro passado. Foi vereador em Belo Horizonte.

PAULO GUEDES
Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais

Exerce o segundo mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Nas últimas eleições, foi o deputado estadual mais votado do Estado. Foi vereador e presidente da Câmara Municipal de Manga, município onde nasceu, no Norte de Minas. Foi coordenador estadual do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs).

ALTAMIR RÔSO
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico

Empresário, engenheiro e economista, preside a regional Vale do Rio Grande da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), em Uberaba.

TADEU LEITE
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Política Urbana e Gestão Metropolitana

Empresário, exerce o primeiro mandato como deputado estadual. Em outubro, foi eleito para o segundo mandato.

SÁVIO SOUZA CRUZ
Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

Engenheiro metalúrgico e especialista em engenharia ambiental formado pela UFMG. Exerce o quarto mandato consecutivo de deputado estadual. Foi reeleito em outubro passado. Foi secretário de Estado de Planejamento e secretário de Estado de Recursos Humanos e Administração no governo Itamar Franco (1999-2002). Foi professor de Química e Física da rede de ensino privado e de Engenharia Ambiental da PUC Minas.

ANDRÉ QUINTÃO
Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social

Assistente social e sociólogo, exerce o terceiro mandato de deputado estadual. Nas últimas eleições, foi eleito para o quarto mandato. Foi secretário de Desenvolvimento Social de Belo Horizonte na gestão Patrus Ananias (1993-1996). Cumpriu dois mandatos de vereador na capital mineira. É servidor concursado da prefeitura de Belo Horizonte.

GAMALIEL HERVAL
Secretaria de Estado de Recursos Humanos

Advogado formado pela PUC Minas. É presidente da Ceasa (Centrais de Abastecimento de Minas Gerais). Foi presidente da Eletrosul e integrou o conselho de administração da Eletrobras. Foi reitor da Universidade Católica de Minas Gerais.

GLÊNIO MARTINS DE LIMA MARIANO
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário

Técnico em Agropecuária e especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental pela UFMG. Foi chefe de gabinete, chefe da Divisão de Desenvolvimento de Assentamento e superintende regional substituto do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) em Minas Gerais.

Outros
Além dos novos secretários, o governador eleito Fernando Pimentel também indicou os seguintes nomes para Cemig, Codemig, Prodemge, Copasa, BDMG e Controladoria-Geral do Estado:

MAURO BORGES LEMOS
Presidente da Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais)

Economista formado pela UFMG. Doutor em Economia pela Universidade de Londres, com pós-doutorado pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, e Universidade de Paris. É professor titular do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG. Foi ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (2014). Foi presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), de 2011 a 2014. Presidiu o Conselho de Administração do BNDES e do BNDESPAR. Possui trabalhos científicos publicados em livros e periódicos especializados no Brasil e no exterior.

MARCO ANTÔNIO CASTELLO BRANCO
Presidente da Codemig (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais)

Engenheiro Metalurgista formado pela UFMG. Especialista e doutor em siderurgia pela Faculdade de Engenharia de Minas, Metalurgia e Mecânica da Universidade Técnica de Clausthal, Alemanha. Fez carreira na iniciativa privada, assumindo a presidência da Mannesmann do Brasil no ano 2000, após fusão da empresa com o grupo francês Vallourec. De 2004 a 2008, integrou a alta administração do grupo na França. Foi diretor-presidente da Usiminas de 2008 a 2010.

PAULO DE MOURA RAMOS
Presidente da Prodemge (Companhia de Tecnologia da Informação do estado de Minas Gerais)

Economista formado pela PUC Minas. Foi coordenador de Relações do Trabalho e secretário de Governo da prefeitura de Belo Horizonte. Foi presidente da Prodabel (Empresa de Informática e Informação do Município de Belo Horizonte). Foi vereador em Contagem-MG (1989-1992).

SINARA MEIRELLES
Presidente da Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais)

Engenheira civil formada pela UFMG. Foi Superintendente de Limpeza Urbana da prefeitura de Belo Horizonte entre 2005 e 2009. Integrou o Conselho Municipal de Meio Ambiente de Belo Horizonte.

MARCO AURÉLIO CROCCO AFONSO
Presidente do BDMG (Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais)

Economista formado pela UFMG. Mestre em Economia Industrial e da Tecnologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Doutor em Economia pela Universidade de Londres. É especialista em economia monetária e desenvolvimento econômico regional. É professor titular do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG e pesquisador nível 1 do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Coordenou a elaboração do programa de governo do então candidato Fernando Pimentel na disputa do governo do Estado. É representante no Brasil da Regional Studies Association (Associação de Estudos Regionais), sediada em Londres.

MÁRIO SPINELLI
Controladoria-Geral do Estado

Engenheiro Civil e Matemático, é mestre em Administração Pública pela Fundação João Pinheiro e pós-graduado em Engenharia de Segurança do Trabalho pela Universidade Federal Fluminense. É Controlador-geral do Município de São Paulo. É servidor concursado da Controladoria-Geral da União (CGU), onde foi secretário de Prevenção da Corrupção e Informações Estratégicas. Integrou o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), órgão do ministério da Fazenda.

Ruy Muniz tenta voltar à base aliada dos governos estadual e federal após adesão à candidatura Aécio

(Por Luís Claudio Guedes) O prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz, anda sem clima para permanecer no seu atual partido, o PRB. É que Muniz tentou boicotar a candidatura da própria irmã, Ariadna Muniz, da mesma sigla, a deputada federal nas últimas eleições por temer que ela canibalizasse votos da primeira-dama de Montes Claros a agora deputada federal eleita Raquel Muniz (PSC). Sem ambiência no PRB, o prefeito de Montes Claros anunciou mais uma mudança de partido: pretende migrar para o PMDB a partir de janeiro. Ele iniciou sua vida pública em 1982 no PT, mas depois transitou pelo PFL e depois Democratas, antes de migrar para o PRB. 
A intenção de abrir o ano filiado com nova filiação não é de todo um incômodo para o prefeito, que está de olho mesmo é no tempo de TV do PMDB, bem maior do que o do nanico PRB. O movimento do prefeito de Montes Claros, contudo, envolve algum risco: o PRB, que é ligado à Igreja Universal do Reino de Deus, pode reivindicar o direito à fidelidade partidária – o que embute a possibilidade, ainda que pequena, de perda do mandato do atual prefeito da maior cidade do Norte de Minas. 
Não há sinais de que Muniz seria bem-vindo ao PMDB, que vê na estratégia apenas uma manobra para voltar a se aproximar da base aliada do governador eleito, o petista Fernando Pimentel, e da presidente Dilma Rousseff. Ruy fez uma arriscada aposta política ao deixar o ninho petista e abrir apoio aos candidatos derrotados do PSDB em Minas e na eleição presidencial, respectivamente Pimenta da Veiga e Aécio Neves. No PMDB, Ruy Muniz teria maior cacique para reivindicar verbas do estado e da União para Montes Claros -- além de reduzir o impacto que a disputa pela reeleição deve ter com a cada vez mais provável (re)entrada do deputado estadual Paulo Guedes em cena.

Pimentel nomeia Tadeuzinho para primeiro escalão e desagrada ‘companheiros’ do Norte

(Por Luís Claudio Guedes) Governo de coalizão é isso aí. O deputado estadual reeleito Tadeu Martins Leite, o Tadeuzinho (PMDB), vai ocupar cargo de destaque na linha de frente do primeiro governo petista em Minas Gerais. O governador Fernando Pimentel anunciou na terça-feira (30) os nomes que vão compor seu secretariado. Tadeu Martins será o titular da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Política Urbana e Gestão Metropolitana (Sedru), pasta que é responsável, entre outras coisas, pelas ações para promover o fortalecimento dos municípios mineiros e a melhoria dos serviços públicos nas áreas de saneamento básico, habitação de interesse social e infraestrutura. 
Tadeuzinho vai comandar investimentos em obras de saneamento básico e a construção de conjuntos habitacionais, além da elaboração do planejamento de risco em municípios que, historicamente, são afetados pelas chuvas. O cargo é estratégico e de grande potencial de colheita de votos em eleições futuras, porque permite interação constante com prefeitos na elaboração de planos para o desenvolvimento das diversas regiões do Estado, além de parcerias com entidades municipalistas e concessionárias de serviços públicos.
Se o pequeno-infante Tadeuzinho tem bagagem para a missão é de somenos, porque o importante é fechar o butim que cabe ao PMDB na aliança vencedora das eleições nas Alterosas. O PT regional tentou vetar a indicação, mas teve que enfiar a vila no saco. Tadeu Martins chegou a ser cotado para assumir a pasta dos Esportes, assunto que lhe seria mais afim – visto que virou deputado ao patrocinar o time de vôlei de Montes Claros, durante o período de triste lembrança [para muitos, também de lambança] em que o pai Luiz Tadeu Leite (PMDB) governou o município pela última vez.

Empresa de “fundo de quintal” de Jaíba/MG ganha mais de R$ 100 mil em licitações em 9 meses de existência

(Por Fábio Oliva) Em apenas nove meses de existência, uma empresa de “fundo de quintal” de Jaíba venceu licitações e celebrou contratos no valor de mais de R$ 100 mil para fornecimento de materiais de higiene e limpeza à prefeitura local. O fato até poderia não chamar tanta atenção, não fosse o fato da firma supostamente pertencer ao secretário de Meio Ambiente, Romero Fernandes Oliva e sua “namorada” Cássia Mirene Pereira dos Anjos, de acordo com denúncia que está sendo investigada pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG).
Além de ter recebido mais dinheiro a título de diárias do que de salários no período de janeiro a julho deste ano e de manter a “namorada” estudando em Montes Claros, mas ganhando da prefeitura cerca de R$ 3 mil por mês e diárias cujo valor podem chegar a  R$ 5,4 mil apenas no primeiro trimestre deste ano, o secretário de Meio Ambiente de Jaíba/MG, Romero Fernandes Oliva, conseguiu transformar parte da prefeitura numa espécie de “condomínio familiar”.
De acordo com denúncias que estão sendo investigadas pela Procuradoria Regional de Defesa do Patrimônio Público, com sede em Montes Claros/MG, em pouco mais de um ano Oliva teria conseguido amealhar patrimônio e ostentar sinais exteriores de riqueza incompatíveis com o ganho de R$ 4,5 mil mensais.
O patrimônio supostamente adquirido por Romero Fernandes Oliva em pouco mais de um ano, de acordo com a denúncia em investigação, incluiria lotes de terreno, veículos e até a construção de casas. Parte dos bens teria sido colocada em nome de terceiros, inclusive de sua “namorada”.
Em 17 julho de 2013, o secretário Romero Fernandes Oliva e Cássia Mirene Pereira dos Anjos teriam aberto uma empresa para fabricar, envazar e vender produtos de higiene e limpeza à Prefeitura de Jaíba. A firma “Limpe Já”, entretanto, está registrada em nome de Jovelita Pereira da Silva, mãe de Cássia Mirene.
Apenas um mês depois de fundada, a empresa venceu sua primeira licitação e em 27 de setembro de 2013 celebrou contrato com a Prefeitura de Jaíba no valor de R$ 22.660,42. Desse total, foram empenhados em seu benefício R$ 16.285,50 e efetivamente pagos R$ 13.706,20.
Os valores dos contratos da firma supostamente pertencente ao casal (foto) para venda de produtos de higiene e limpeza à Prefeitura de Jaíba aumentaram 323% entre 2013 e 2014, passando de R$ 22.660,42 (em 27.09.2013) para R$ 93.648,84 (em 09.04.2014).
Entre janeiro e setembro de deste ano, a Prefeitura de Jaíba já havia empenhado R$ 51.613,59 para pagar à empresa pelo suposto fornecimento de materiais de limpeza e higiene para atender creches, escolas e até o único hospital da cidade. Desse total, até setembro, a empresa já havia efetivamente recebido R$ 25.845,20. A previsão é de que o restante, R$ 25.767,99 seja pago até o final do ano.
Conforme a denúncia sob investigação pelo MPMG, a empresa não está registrada como indústria, apenas como comércio. Por isso, não teria autorização da vigilância sanitária para fabricação de produtos de higiene e limpeza. A empresa também não teria em seus quadros nenhum engenheiro químico responsável pela formulação, controle de qualidade, fabricação e envasamento dos produtos. A produção é “de fundo de quintal”, segundo o depoimento de uma testemunha, para qual o risco para a saúde dos pacientes internados no hospital é enorme, em razão de não haver engenheiro químico responsável pela formulação dos produtos de higiene e limpeza fabricados pela “Limpe Já”.
Sequer as embalagens seriam adequadas. De acordo com a denúncia, os produtos são envazados em garrafas PET. Apesar das vultosas quantias supostamente destinadas à aquisição de materiais de higiene e limpeza, o MPMG foi informado que funcionários do Hospital Municipal de Jaíba precisam juntar garrafas PET vazias para trocá-las por esses produtos junto a um estabelecimento da cidade que se dedica à compra de materiais recicláveis, porque os produtos supostamente adquiridos não são entregues ou, quando entregues, não chegam na quantidade necessária.
O advogado Hudson Aparecido Pena Arruda, secretário de Saúde de Jaíba, não tendeu a ligação feita para o número 8815-04(XX) para se manifestar sobre o assunto.
As informações sobre os contratos estão disponíveis no Portal Minas Transparente, mantido pelo Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais.

Homem esfaqueia rapaz, foge e é preso em um bar em Rio Pardo de Minas

Um rapaz de 23 anos foi preso depois de esfaquear outro de 22, no Bairro JK, em Rio Pardo de Minas (MG), nesta terça-feira (30). O suspeito foi detido em um bar na Avenida Beira Rio.
Segundo as informações da Polícia Militar, a vítima estava na Avenida Sargento Teodomiro Malaquias, quando foi abordada e atingida nos braços, coxa e calcanhar. Após ser socorrida, ela foi encaminhada para um hospital.
Ainda conforme a PM, a tentativa de homicídio aconteceu porque os dois estariam acusando uma ao de outro de cometer crimes na cidade. O suspeito foi levado para a delegacia.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Quatro cidades norte-mineiras podem ter ajuda da União devido a seca

(Por FERNANDA VIEGAS) As cidades mineiras da região Norte do Estado, Montes Claros, Bonito de Minas, Riachinho e São João das Missões tiveram a sua situação de emergência, em relação ao longo período de estiagem e seca, reconhecida pelo Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil. A portaria fi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (29).
A partir desta publicação, as prefeituras poderão conseguir recursos federais para a realização de obras necessárias em reparo, devido aos problemas climáticos enfrentados. As administrações, contudo, precisam elaborar projetos para requerer a verba, segundo a assessoria de imprensa da Ministério.
"Para receber recursos destinados à reconstrução das áreas destruídas por desastres, o governo municipal ou estadual, além do reconhecimento federal, deve apresentar plano de trabalho no prazo de 90 dias da ocorrência do desastre, conforme o disposto na Lei nº 12.608/2012.
As ações de resposta compreendem socorro, assistência às vítimas e restabelecimento de serviços essenciais no cenário de desastre. São recursos voltados à resposta imediata ao desastre, incluindo aquisição de cestas básicas, medicamentos, aluguel social e obras provisórias, entre outras", conforme nota da assessoria. 
Além de Minas, cidades de outros três estados tiveram a situação de emergência reconhecida. No Espírito Santo, foi o município de Montanha, também devido a estiagem. Já em Sergipe, a seca atingiu o município de Gararu.
No Rio Grande do Sul, o município de Pinhal Grande teve o reconhecimento de emergência após ser atingido por granizo.