Blog com notícias de Janaúba e região!

sábado, 5 de julho de 2014

Cancelar serviços da telefonia celular e fixa já será automático a partir de terça-feira

A partir da próxima terça-feira, o consumidor poderá cancelar automaticamente serviços de telefonia fixa, móvel, TV por assinatura e internet, sem falar com nenhum atendente. Esse é um dos benefícios do novo regulamento da Anatel, que finalmente entrará em vigor. A dificuldade para encerrar contratos com empresas de telecomunicações é uma das principais reclamações que os clientes fazem à central de atendimento da Anatel. Agora, ao telefonar para o call center das empresas, o cancelamento será uma das opções a serem digitadas no menu principal. Na internet, o procedimento será semelhante. Outra medida definida é que os créditos para celulares pré-pagos terão validade mínima de 30 dias. Atualmente, não existe prazo mínimo para validade: as empresas são apenas obrigadas a oferecer aos clientes o acesso a créditos com validade para 90 e 180 dias – obrigação que será mantida.

Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Após explodirem caixa eletrônico, 2 homens são mortos em Varzelândia

Caixa eletrônico explodido em Varzelândia
Após explodirem um caixa eletrônico em Varzelândia, no Norte de Minas, dois homens foram mortos em troca de tiros com a polícia, na madrugada deste sábado (5).
Segundo a Polícia Militar, 10 homens que chegaram à cidade em um carro e três motos participaram da explosão que deixou a agência bancária parcialmente destruída.
Em uma operação conjunta entre a Polícia Militar e a Policia Civil no local foram presos seis envolvidos, entre eles um guarda municipal de Varzelândia e um homem preso em Jaíba, que estaria dando suporte à quadrilha. Foram  apreendidos cinco veículos (três motos e 2 carros), quatro armas de fogo (de porte e de grosso calibre), além de munições e outros objetos como touca ninja e bolsas.
Os envolvidos feridos foram encaminhados para o hospital de Brasília de Minas e os demais presos encaminhados para a cidade de Januária.
As buscas por meio de helicópetro e também via terra continuam na região para localizar  o restante da quadrilha.
O valor levado pelos bandidos não foi revelado.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Suspeito de tráfico é preso em Porteirinha por oferecer propina à polícia

(Porteirinha Notícias) Um homem de 37 anos e seu sobrinho de 30 foram presos no distrito de Tocandira, zona rural de Porteirinha, suspeitos de tráfico de drogas e por tentar subornar a polícia.
Após denúncias de que os homens estavam vendendo drogas na região, a PM seguiu até o local e flagrou um homem de 37 anos com sinal de embriaguez. O mesmo arremessou uma sacola com 20 gramas de maconha pela janela e tentou fugir, mas foi preso.
A PM ainda prendeu seu sobrinho com 74 gramas de cocaína que, ao ser comunicado da prisão, o suspeito de 37 anos ofereceu R$ 500 para que eles fossem liberados pelos policiais. Outro homem chegou a fugir do local, mas não foi capturado. O material apreendido e os dois homens foram encaminhados para a delegacia de Porteirinha.

Apreensão de drogas em Janaúba

No final da tarde desta quinta-feira (03) a equipe do Sargento durante rastreamento com intuito de localizar os autores da tentativa de homicídio ocorrido no final da Rua Genésio Cangussu, bairro Rio Novo, a equipe de moto patrulhamento comandada pelo Sargento Alessandro, deparou com dois indivíduos na Rua 106, sendo os dois identificados como adolescentes em conflito com a lei, um de 17 e outro de 16 anos, momento em que foi dado ordem de parada, porem estes desobedeceram e adentraram em uma residência.
De imediato os policiais cercaram o local, porém os suspeitos evadiram pulando vários muros das residências vizinhas não sendo localizados. Nas proximidades do muro onde eles pularam foram encontradas três buchas de maconha e quatro papelotes de cocaína. Foi identificado que a residência para onde os infratores correram era a casa onde eles residiam.
Desta forma com o apoio da equipe do Tático Móvel e da equipe de moto patrulhamento Falcão foi feito busca na residência sendo encontradas duas balanças de precisão uma marca Diamond, outra Western. Em cima de um forro do banheiro foi localizada uma carabina puma calibre.44, carregada com 03 munições.
Continuando as buscas dentro de um colchão, os policiais localizaram uma sacola contendo seis buchas de maconha e onze papelotes de cocaína. Também foi encontrado dentro de uma mochila cinco papelotes e uma porção de cocaína, uma pedra de crack, e 18 sacos plásticos usados para "dolagem" e armazenamento de drogas.
Os material foi apreendido e entregues na Delegacia de Polícia Civil.



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Menor de 16 anos é ferido com tiro na coxa em Janaúba

Um adolescente de 16 anos foi atingido por um tiro na coxa nesta quinta-feira (3) em Janaúba. Segundo a Polícia Militar, ele já foi apreendido por tráfico de drogas e roubo.
Ainda de acordo com a PM, o adolescente andava de bicicleta pela Rua Genésio Cangussu, no Bairro Rio Novo, quando dois homens, de motocicleta, passaram e atiraram contra ele. Foram disparados seis tiros.
A PM informou que os suspeitos já foram identificados e que o crime tem relação com o tráfico de drogas.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Jackson Antunes revela: "Passei um mês dormindo na rua"

Jackson Antunes conta, às gargalhadas, que já levou bronca dos fãs por causa de Saulo, o policial da série O Caçador, que fez com que o filho na trama, André, papel de Cauã Reymond, fosse parar na cadeia injustamente. “O rapaz da portaria do Projac disse: ‘Está cada vez mais malvado’”, diverte-se. Interpretar personagens que mexem com o público é especialidade do ator, que estreou na TV como o peão Damião, de Renascer (1993). “Venho de um lugar onde a única base que a gente tem para viver é a fé”, diz ele, que nasceu em Janaúba, interior de Minas Gerais. Filho de lavradores e violeiro apaixonado pelo sertão, hoje viaja o país com o espetáculo Coração Caipira.
Escalado para a próxima trama das 9 da TV Globo, Falso Brilhante, na qual viverá o dono de um bar, Jackson é casado com a atriz Cristiana Britto, com quem tem José, de 15 anos. Ele também é pai de Camila, de 24, do casamento com Telma, sua primeira mulher, já falecida. Há ainda Talina, de 19, filha de Telma e quem ele cria como pai. No período em que ficou afastado da TV, antes de 2008, foi a filha mais velha que o ajudou com as aulas do supletivo: depois da infância difícil e de ter até morado na rua na adolescência, ele se formou. E diz que é um homem mudado. “Hoje tenho brandura, amor.”

 Saulo traiu o filho. Como é a reação do público?
Como o Cauã é muito querido, as pessoas falam que André não merecia isso, que o pai acabou com a vida do pobre menino. O rapaz da portaria do Projac disse: “O que é isso, está cada vez mais malvado”. (risos)

 Na época de A Favorita (2008), seu personagem, Leonardo, era tão violento que você foi agredido na rua. Tem medo de que isso se repita?
Não. Aquilo até aguçou um pouquinho meu ego. Não sou masoquista, mas sou ator. Achei apropriado, pois aquele homem teve aquela reação porque o personagem era quase real.
Por causa dessa agressão, o problema de trombose que você tinha piorou. Como está hoje?
Hoje não tenho nada. Mas, naquela época, andava de muletas, a perna doía e tinha de tomar morfina. Depois de ser agredido, corria o risco de amputar a perna, mas nunca achei que fosse mesmo acontecer. Isso se chama fé.

 Você tem fé?
Venho de um lugar onde a única base que a gente tem para viver é a fé. E não pode ser um Deus que a gente não vê, você tem de ver. A gente planta e reza para chover, para a roça vingar, e, se não vingar, agradece a Deus, seja feita a Vossa vontade. Mas depois que saí do hospital, tive um período de depressão.

Por quê?
As violências do Léo com a família me afetaram. Também perdi meus pais com um pequeno intervalo de tempo. Foram quatro anos bastante difíceis.

Sua vida toda foi bem difícil. Você quebrou pedras quando criança para ajudar em casa. Quis desistir?
Todo dia (risos). Mas a dificuldade que tive não me permite jogar fora nenhuma chance. Essa era a realidade da época na minha região. As crianças quebravam pedra, trabalhavam em carvoeira.

Como era essa realidade?
Meu pai teve 18 filhos, me deu o primeiro cigarro de palha com 8 anos. “Filho, vamos tomar uma cachaça com papai para você virar homem, vamos na zona para desmamar, pegar uma mulher para virar homem.” Com 7 anos, ele me deixou tomando conta da casa e um jagunço apareceu para ameaçar a gente. Botei ele para correr com um canivete. Aprendi a enfrentar as coisas. Mas fui mudando também. E hoje tenho brandura, amor.

Como saiu de lá?
Com 10 anos me juntei ao circo e, com 13, vim para o Rio tentar fazer escola de teatro. Passei um mês dormindo na rua, na praia, e voltei. Depois fui para Montes Claros, onde trabalhei com o Grupo Tapuia, e para Belo Horizonte, fazer teatro.
E como ia para a escola?
A gente não tinha escola. Era um tempo em que vi um irmão meu arrancar um dente com uma faca de tanta dor, porque não tinha médico. Hoje, quando volto ao sertão, apesar dos pesares, vejo que melhorou muito. Nesse período de férias da TV (antes de 2008), fiz supletivo do ensino fundamental e médio e estou pronto para fazer faculdade de cinema. Tive de rever muitas matérias, e minha filha Camila, de 24 anos, foi minha professora. Quando me formei, fiquei honrado, chorei. Foi uma sensação de vitória.

Algum dia imaginou ser ator de televisão?
Não, achava que isso era só para o cara que tivesse dois metros e meio de altura e fosse lindo. Eu era chamado de galã rústico e virei sex symbol.

Isso chegou a mexer um pouco com a sua cabeça?
É claro que saí em muita capa de revista. Veja bem, o cara matador, que pisava cacau queimado de sol, estoura de repente, pega a Patrícia Pillar, linda, e faz todas aquelas cenas calientes... Você queria o quê?

A mulherada caía em cima?
Claro que sim. Lembro que uma vez, fui a uma loja e juntou tanta gente, mas tanta gente mesmo, que tiveram de chamar os bombeiros para que eu pudesse sair. Aí entendi a força da TV.

Essa força massacrou sua vida pessoal?
Eu estava com 33 anos, vinha do teatro, minha responsabilidade era a arte. Nunca pirei. Mas minha primeira mulher, Telma, era do Vale do Jequitinhonha, na beira do Rio São Francisco, e não entendia. Uma vez, fomos comprar uma revista e juntou um monte de garotas. Uma delas me abraçou e me deu um beijo quase na boca. Telma deu um surdão (tapa) na menina e disse: “Você escolhe, ou a TV ou eu”.

E você escolheu.
Escolhi.

Arrepende-se dessa decisão?
Não me arrependo porque sei que, se tivéssemos continuado juntos, ela estaria sofrendo demais. E não era eu, era o personagem. A verdade é que sou a pessoa mais desinteressante do mundo. Ser ator é isso... Se o José Mayer fosse peão de obra, ninguém olharia para ele. Mas quando ele está no ar, tem uma magia tão grande que todas as mulheres ficam loucas.


Depois que seu casamento acabou, aproveitou essa magia?
Prefiro não responder, para não envergonhar meus filhos.

Com o sucesso, conseguiu ajudar sua família?
Sim, deu para fazer muita coisa. Sou tão grato a tudo que agora não precisava acontecer mais nada na minha vida... Quando a gente nasce em alguns lugares, nasce predestinado a não dar certo. O que eu podia fazer era virar vaqueiro, pedreiro, casar, ter lá uns 50 filhos, ficar tomando cachaça e um dia morrer de cachaça.

Teve problemas com bebida?
Corri o risco de me tornar  alcoólatra, subi na tábua da beirada (expressão que denota uma situação crítica). No sertão se bebe muito. Enterrei muitos amigos meus por causa do álcool, que é uma droga venenosa, silenciosa e permitida.
Eu bebia muito, sim. Parei porque percebi que isso podia prejudicar minha profissão.

As pessoas ainda acham você parecido com Charles Bronson?
Muito, mas eu o achava feio pra caramba (risos).

Você é vaidoso?
Fiz uma plástica no nariz. É maluco você ouvir todo dia das pessoas que o seu nariz é horroroso, desde criança, em todo lugar. Então ao fazer a cirurgia resolvi deixar aquela carga para trás, e não tenho nenhum arrependimento.

Você está bem mais magro. O que fez para se cuidar?
Eu sabia que podia emagrecer. Cheguei aos 130 quilos, hoje estou com 84. Engordei em dois anos, claro que não ia emagrecer em um mês. Então, tive paciência e contei com acompanhamento profissional. Como de tudo, só que pouco. Capinava mandioca, muito café, e não tem coisa melhor que uma esteira.

Fundajan pode fechar as portas

(Por Aldeci Xavier) Se a Fundajan, hospital geral na cidade de Janaúba, não receber suporte do Governo até o final deste mês, fechará suas portas. A denúncia foi feita por uma comissão do município ao Secretário de Saúde do Estado, José Geraldo Oliveira Prado. A situação chegou a tal ponto que várias cirurgias tiveram que ser adiadas em decorrência da falta de material, a começar por luvas. Diante da gravidade do problema o secretário reuniria às 14 horas de ontem, com a comissão formada pela Secretaria de Saúde de Janaúba, Lara Jamilly, o diretor da Fundação, Jurandir Alencar e o vereador Isaildon Mendes, que por três oportunidades esteve à frente da direção do hospital. Este relatou que apesar de ser um hospital regional, há cerca de três anos, a fundação luta para não fechar.

Presidiário foge da Penitenciária de Francisco Sá mas é recapturado

Detento fugiu por volta das 11h30 desta quinta-feira (3).
(G1) Um detento fugiu da Penitenciária de Francisco Sá, no Norte de Minas, na manhã desta quinta-feira (3). O presidiário Carlos Fabrício da Conceição de 37 anos, pulou o muro do local.
Segundo informações da Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi), o detento teria aproveitado a distração de um agente penitenciário, durante atendimento jurídico no parlatório da unidade.
Segundo  a Suapi logo após a fuga, agentes penitenciários da unidade prisional de Francisco Sá e a Polícia Militar localizaram o preso. Ele foi detido por volta das 13h30, duas horas após o ocorrido, nas imediações da unidade.
Um procedimento interno será aberto para apurar as responsabilidades do ocorrido será instaurado, mesmo com a recaptura.
No mesmo presídio, cumpre pena o goleiro Bruno, acusado de matar Eliza Samúdio. Ele foi transferido da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem.

Ex-prefeito é procurado da Justiça por superfaturamento de escola

Serviços foram contratados, mas não prestados
por empreiteira em acordo com ex-prefeito
(R7) A Polícia Civil de Minas Gerais concluiu nesta quinta-feira (3) o inquérito que indicia o médico e ex-prefeito de Bocaiúva, Alberto Eustáquio Caldeira Melo, de 58 anos, e mais cinco homens pela participação em fraude em licitação para a construir a Escola Municipal Terezinha de Jesus Duarte, no norte de Minas. Alberto Eustáquio Caldeira está foragido.
Além do ex-prefeito, foram indiciados o ex-secretário Municipal de Fazenda e Finanças, Eduardo Drumond Menezes, de 64 anos; o engenheiro José Márcio Vieira Dias, de 61; os empresários Evandro Leite Garcia, de 53, e Maria das Graças Leite Garcia, de 50, que são donos da Construtora Norte Vale Ltda.; além de Luiz Eduardo Fonseca Motas, de 63, que agia como lobista, intermediando o contato entre a empresa vencedora e a prefeitura.
A delegada Karen Lopes, que conduziu as investigações, afirma que peritos comprovaram o superfaturamento e o não-cumprimento de serviços que estavam previstos.

Indiciamentos
O ex-prefeito, o ex-secretário e o engenheiro José Márcio foram indicados por conceder vantagem ilegal em favor da empresa responsável pela obra e ainda por desviarem verbas públicas. Já o lobista Luiz Eduardo e os empresários Evandro e Maria das Graças foram indiciados por terem concorrido para a obtenção da vantagem ilegal e por desvio de verbas públicas. O casal está preso em Montes Claros por causa do envolvimento em outras fraudes na região.
As investigações começaram durante a Operação Máscara da Sanidade, da Polícia Federal, em dezembro de 2012, que apreendeu 200 procedimentos licitatórios de prefeituras do Norte de Minas. A Polícia Civil assumiu o inquérito em julho de 2013, por se tratarem de verbas públicas municipais e estaduais.

Em Jaíba homem sai da cadeia e é morto em menos de 24 horas

A Polícia Civil vai investigar a morte de um homem de 34 anos que foi assassinado a facadas, nessa quarta-feira (2), em Jaíba. Ele havia saído da prisão há menos de um dia.
De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o corpo de Gilderson Carolino da Silva, conhecido pelo apelido de “Gil”, foi encontrado em um lote vago na rua Edimir Alves, no bairro Veredas.
Militares foram acionados por moradores da rua. A vítima apresentava várias perfurações nas costas. Autoria e motivação do crime são desconhecidas.
O sepultamento de Silva deve aconteceu nesta quinta-feira (3).


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Homem rouba R$ 2.600 de loja na Praça Doutor Rockert, em Janaúba

Um homem roubou R$ 2.600 de uma loja na Praça Doutor Rockert, em Janaúba (MG), nesta quarta-feira (2).
Segundo a vítima, que é dona do estabelecimento, ela estava fechando as portas quando foi abordada por um homem armado, usando capacete. Ele a ameaçou e trancou dentro de um banheiro.
O criminoso fugiu e ainda está sendo procurado.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

terça-feira, 1 de julho de 2014

Homem de 25 anos e 3 menores são detidos após roubar táxi em Pirapora

Um homem de 25 anos foi preso e três menores de 15,16 e 17 anos foram apreendidos, nesta terça-feira (1º), suspeitos de roubarem um táxi em Pirapora.
De acordo com a Polícia Militar, os quatro se passaram por clientes, pediram uma corrida e anunciaram o roubo no decorrer do trajeto. Ainda de segundo a PM, os criminosos estavam armados, trancaram o taxista no porta malas e seguiram para o um bairro mais distante da cidade, onde o abandonaram.
Logo após que deixaram o taxista, os quatro foram detidos. Eles foram levados para a delegacia e já são conhecidos por praticarem assaltos na cidade.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Menor é apreendido suspeito de homicídio em Bocaiuva

Um menor de 17 anos foi apreendido na tarde desta segunda-feira (30) em Bocaiuva, Norte de Minas, suspeito de ato infracional análogo ao crime de homicídio. Segundo a Polícia Militar, o menor foi detido durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão por suspeita de envolvimento em um assassinato em 2013.
A polícia chegou até o menor após receber informações de que ele estava próximo a BR-135, na entrada da cidade. Com ele foi encontrado um revólver calibre 32 com cinco munições.
Ainda de acordo com PM, o menor já foi detido outras vezes por tráfico, homicídio e assaltos. Ele foi apreendido e encaminhado à delegacia da cidade.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Ex-prefeito de Januária é preso em operação da PF e do Ministério Público

(Por Luiz Ribeiro) O ex-prefeito de Januária (Norte de Minas), Maurílio Arruda (PTC) foi preso, nesta segunda-feira, em operação conjunta da Policia Federal e do Ministério Público Estadual, por suspeita de desvio de verbas do Fundo Nacional de Educação Básica (Fundeb)no município que ele administrou no período de 2009 a 2012. Ele foi detido juntamente com mais três pessoas, que tiveram prisões temporárias decretadas por cinco dias. As investigações apontam fraudes em processos licitatórios, que seriam direcionados para uma empresa, com recursos desviados que pode ultrapassar R$ 579.081,29. A população sofre as consequências diretamente, já que obras de reforma de diversas escolas na zona rural ficaram inacabadas.
Segundo a PF, as investigações começaram em novembro de 2011, quando foram feitas as licitações. Um dos detidos na Operação “Exterminadores do Futuro”, ontem, foi Alexandre de Sá Rego, ex-secretário municipal de Educação de Januária na gestão Maurílio Arruda. Alexandre foi nomeado como assessor técnico da Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão de Montes Claros, conforme ato assinado pelo prefeito Ruy Muniz (PRB) e publicado no Diário Oficial do município, em 6 de novembro de 2013.
Hoje, o assessor de Comunicação de Montes Claros, Márcio Antunes, disse que, quando houve a nomeação, o Executivo não tinha conhecimento de “nada de errado”. “A ordem do nosso prefeito é ter tolerância zero com o errado. Não consta, na época da nomeação em questão, nada que o desabonasse. Diante de qualquer evidência do envolvimento dele com fatos inidôneos, ele será imediatamente afastado da função”, afirmou Antunes.
Também foram detidos na operação da PF e do MPE o engenheiro Pedro Alcântara. e o empresário Fabiano Durães, um dos sócios da empreiteira AF Construções, investigada pela suspeita de irregularidades nas licitações. Segundo o promotor de Januária, Frank Reginato Medeiros, a empresa foi vencedora de 70% das licitações para obras financiadas com recursos do Fundeb e com recursos próprios de Januária. Ele disse que uma das irregularidades observadas foi “a aceitação de títulos da dívida ativa da união como garantia da capacidade financeira das empresas licitantes”.
As investigações também apontam que “diante da inexistência de conferência das medições das obras”, empresas envolvidas “emitiam notas fiscais sobre trabalhos não executados ou sobre serviços executados em completo desacordo com as especificações do projeto”. O engenheiro Pedro Alcântara seria responsável por emitir “laudos’, atestando a “conclusão” dos serviços. Laudo de vistoria realizada pelo Ministério Publico Estadual em escolas na zona rural de Januária aponta irregularidades em diversas obras de reformas de escolas e serviços que teriam sido pagos, mas não executados. 
Na Escola Municipal da comunidade de Araça, não foram feitos diversos serviços como fossa séptica as construções executadas apresentam trincas nas paredes. Os alunos e professores não podem usar o banheiro da escola e, por conta disso são obrigados a fazer as necessidades no “mato” mesmo. Foram pagos R$ 102.862,21 por serviços não concluídos na escola, informa o relatório da vistoria. 
O levantamento do MPE apontou irregularidades em outros locais como na escola da comunidade de Areião, onde foram pagos R$ 164.076,13 à empreiteira.; “Na vistoria foi constatado que alguns serviços não foram executados, tais como: engradamento em estrutura de madeira (apenas parcial), tinta látex acrílica, telha cerâmica colonial (apenas parcial), rodapé em cerâmica (apenas parcial), vidros, luminária fluorescente, lavatório de louça, chapisco, revisão geral das instalações elétricas, fossa séptica, esmalte em esquadrias de ferro, calha de chapa galvanizada, dentre outros. A escola não tem fiação elétrica. As paredes da cozinha e banheiro foram demolidas em função do risco de desabamento”, diz o laudo técnico.
O EM não conseguiu contato com o advogado de Maurílio Arruda. Ao se defender em reportagem sobre as denuncias, divulgada recentemente por uma emissora de TV (afiliada da Rede Globo em Montes Claros), ele alegou inocência, dizendo que transferiu o ordenamento de despesa para seu ex-secretario de Educação. Arruda, que, em setembro do ano passado, também chegou a ser detido na Operação Esopo da PF (que investigou fraudes no Programa Projovem Trabalhador)foi detido em Montes Claros e levado para a cadeia de Januária, na manhã de ontem. Ele tem direito a cela especial, por ser advogado.

Homem é preso depois de roubar caminhão na BR-251, em Grão Mogol

Materiais apreendidos com o assaltante
As Polícias Militar de Grão Mogol e Salinas, no Norte de Minas Gerais, prenderam um homem de 26 anos, natural de Itabaiana (SE), suspeito de roubar um caminhão na BR-251, em Vale das Cancelas. Um criminoso conseguiu fugir.
Logo após a PM receber uma denúncia de que os homens seguiam com um caminhão roubado em direção a Salinas, foi montada uma operação de cerco e bloqueio para interceptar o veículo.
Segundo a PM, quando os assaltantes perceberam que iriam ser abordados, perto de um posto de combustíveis, pararam a carreta e trocaram tiros com a polícia. Nesse momento um deles foi preso e o outro conseguiu fugir por um matagal. 
Duas armas, toucas ninja e cordas foram apreendidas dentro do caminhão. O homem que foi preso disse que estava na região junto com outros dois comparsas e que o grupo faz assaltos a caminhoneiros constantemente. A  polícia suspeita que a intenção deles era roubar os pneus do caminhão. O caminhoneiro foi amarrado pelos criminosos.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

MPF denuncia fazendeiros por manter oito trabalhadores em situação de escravidão em São Romão

O Ministério Público Federal denunciou um engenheiro e um motorista pelo crime de reduzir oito trabalhadores a condições análogas à escravidão em São Romão, no norte de Minas. Giovani de Deus Borges, engenheiro, é o dono da Fazenda Estiva. Fabrício Cardoso Lima, motorista, arrendou a propriedade e era responsável direto pela contratação dos funcionários e recebia 10% da receita da venda de carvão produzida no local.
Em 2011, auditores do Ministério do Trabalho encontraram quatro cortadores de lenha, dois carbonizadores e dois homens que ensacavam carvão em condições precárias. Os alojamentos não tinham banheiro, não havia energia elétrica e o piso era de terra. A estrutura era coberta com palha ou lona sob árvores.
Com isso, os empregados eram obrigados a fazer necessidades no mato. Só se podia tomar banho ao ar livre, com água reaproveitada da produção de carvão. Os oito ainda não tinham um lugar adequado para cozinhar refeições.
O MPF também apontou que, mesmo trabalhando com fogo e ferramentas cortantes, os empregados não recebiam equipamentos de segurança nem material de primeiros socorros. Consta no inquérito que Fabrício Cardoso, durante depoimento, chegou a afirmar que "não sabia que era inadequado" fornecer aquele tipo de alojamento, sem banheiro, água potável e local para armazenar alimento.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Em Janaúba, doméstica chega para trabalhar e é surpreendida por três assaltantes

(G1) Uma empregada doméstica foi abordada por três homens quando chegava para trabalhar em uma casa, em Janaúba (MG), nesta terça-feira (1º). Os criminosos entraram no imóvel no Bairro São Gonçalo, ameaçaram, amarraram e mantiveram reféns todos os moradores.
Segundo a Polícia Militar, os assaltantes levaram joias e aparelhos eletrônicas. Uma equipe que fazia patrulhamento na Rua Bandeirante desconfiou da movimentação no interior do imóvel, mas os criminosos conseguiram fugir.
Ainda de acordo com a polícia, os assaltantes não foram identificados. Eles fugiram em um carro com placa de São Paulo. A PM continua a procura dos suspeitos.

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Pirapora recebe empresa de alimentos com investimento de R$ 12 milhões

Será inaugurada nesta segunda-feira, em Pirapora (Norte de Minas), a nova fábrica da Emifor Indústria de Alimentos S/A, que vai gerar 250 empregos (100 diretos e outros 150 indiretos). O investimento é da ordem de R$ 12 milhões e foi implantado através de incentivos fiscais do Governo Estadual, contando também financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que viabilizou a compra de equipamentos. A inauguração está marcada para as 11 horas e terá a presença do governador Alberto Pinto Coelho.
A Emifor Alimentos já tem uma matriz em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e amplia sua produção e participação no mercado a partir da implantação da unidade em Pirapora. A nova unidade conta com 20 mil metros quadrados e nove mil metros quadrados de área construída. O grupo já tinha adquirido terreno para implantar o empreendimento em Goiás, mas optou pelo Norte de Minas depois de receber propostas de incentivos do Governo Estadual. Além disso,ao optar pelo Norte do estado, passou a contar com os incentivos fiscais da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).
Conforme informações da presidente da empresa, Beatriz Helena Stein Mundim, a fábrica de Pirapora terá oito linhas de produção, destacando achocolatados, produtos lácteos, mistura para bolo, pó para refresco, chocolate em pó "Chocopinho'), amido de milho ("Milhena"), mistura para mingau, gelatina em pó, batata palha, fermento químico e pipoca para microondas. 
Além de atender o mercado varejista, a Emifor é líder nacional na fabricação de marcas próprias para redes de supermercados. Entre outros, a indústria fornece produtos de marcas próprias para as redes Walmart, Pão de Açúcar, Carrefour e Smart.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Em Montes Claros ladrão usa máscara com rosto de Ronaldinho Gaúcho para roubar R$ 6.000

(R7) Uma idosa de 77 anos e uma mulher de 39 viveram momentos de desespero na tarde do último sábado (28), em Montes Claros. De acordo com as vítimas,a casa onde as duas vivem foi invadida por dois assaltantes por volta de 15h. Um deles vestia uma máscara com o rosto do jogador Ronaldinho Gaúcho.
Armados, eles ameaçaram as mulheres e anunciaram o roubo. Os criminosos levaram dois celulares e cerca de R$ 6.000 em jóias, sendo um colar de ouro com esmeralda, um terço de ouro, quatro anéis, uma pulseira e um escapulário. Antes de fugir, os suspeitos trancaram as vítimas no imóvel e fugiram em direção desconhecida.
A Polícia Militar fez contato com moradores do prédio ao lado da residência, para verificar as câmeras de segurança, mas nada concreto foi gravado. Eles ainda não foram identificados.

domingo, 29 de junho de 2014

'Bruno escreverá livro', revela mulher do goleiro

(O Dia) A mulher de Bruno, Ingrid Calheiros, comemora a primeira vitória na Justiça desde que o marido foi condenado a 22 anos e três meses de prisão pela morte de Eliza Samudio. O goleiro foi transferido para o presídio de Francisco Sá, Norte de Minas Gerais, onde vai pleitear o direito de jogar pelo Montes Claros, clube com o qual assinou contrato. Em entrevista exclusiva ao DIA , Ingrid disse que vai se mudar para a região e revelou que perdeu um filho. E também que o ex-camisa 1 do Flamengo escreve livro sobre o crime.

O DIA : Como você encarou a transferência do Bruno para Francisco Sá?
INGRID : No início, me deu medo do novo. Mas é a primeira vez em muito tempo que estou feliz. É a primeira vitória que a gente teve.

Você vai se mudar para Montes Claros?
Há sete meses aluguei um apartamento para ficar mais próximo dele. Fica a 50km do presídio. Eu vou morar e trabalhar lá. Devo ir em meados de julho.

O Bruno assinou contrato com o Montes Claros, mas foi proibido pela Justiça de trabalhar fora. Como você encarou?
Tenho certeza de que o Bruno retomará o trabalho. Transferido, quem vai resolver isso é outra comarca. A pena dele foi calculada erradamente. No levantamento consta que a prisão ocorreu em 2012 e é público que ele foi preso em 2010. Então, todo mundo diz que ele só vai sair ao trabalho em 2020, mas isso não é verdade. O advogado disse que o Bruno terá o direito de trabalhar, após cumprir um sexto da pena.

Você fará uma mudança drástica na sua vida por causa do Bruno?
Muita gente, quando olha para mim, diz: “Lá vai ela, tadinha”, acham que sou iludida. Quero dizer que não tenham pena. Foi escolha minha ficar com o Bruno. É o marido que escolhi para mim. E aonde ele for, eu vou atrás. Na alegria e na tristeza.

O Bruno mudou?
Existiam dois Brunos: o goleiro do Flamengo e o meu. O goleiro, eu particularmente detestava, era uma pessoa com o nariz em pé, cheio de si, dono do bem e do mal. Já o Bruno que eu conheci e por quem me apaixonei é carinhoso, romântico, me completa em todos os sentidos. Só descobrimos o amor de verdade quando a pessoa não tem mais nada para te oferecer e mesmo assim você não consegue viver sem ela.

Do que o Bruno sente mais falta no presídio?
Hoje, ele dá valor a pequenas coisas, valoriza um copo de água gelada. Disse que a primeira coisa que quer fazer quando sair é usar um banheiro digno. Quem diria que ia sentir falta de sentar à mesa para comer com garfo e faca. Teve que cair num lugar daquele para reconhecer quem é, de onde veio e quem são as pessoas que estão do lado dele.

Bruno quer fazer o exame de DNA do Bruninho. Por que mudou de ideia?
Não é que o Bruno tenha mudado de ideia. Ele queria fazer o exame durante a gravidez, e ela (Eliza) recuava. Quando ele reconheceu, foi praticamente impulsionado a fazer isso pelo outro advogado. O Bruno não é contra o Bruninho, não é um monstro. Ele jamais faria alguma coisa contra a criança, porque ele também não teve um pai. Ele reconheceu a criança. A gente só quer saber se é dele, é um direito.

Você estava grávida durante o júri do Bruno?
Foi uma situação muito difícil, doída. Descobri que estava grávida e perdi na época do júri. Trabalho ao lado de um aparelho de raio X, entro no presídio com um raio X de alta potência. Quando descobri já estava com dois meses e meio de gravidez. Fiz a curetagem. Hoje não penso em ter um filho sozinha. 

Nunca chegou a pensar que a versão do Ministério Público é a verdade?
Não, porque eu convivi com algumas pessoas envolvidas e conheço o Bruno muito bem. Sei o que ele é capaz de fazer. A maior prova de que o Bruno não mandou matar a Eliza é que até hoje ele não sabe se o Bruninho é filho dele. O Bruno é um profissional de futebol, não é matador. A maior falha desse processo foi uma delação premiada. O verdadeiro vilão levou uma pena mínima, vai sair primeiro que o Bruno e ficará impune.

O que você achou do livro ‘Indefensável’, que conta a história da morte de Eliza Samudio?
Queria mostrar a minha indignação com esse livro escrito por três jornalistas que cobriram o caso e foi publicado sem o conhecimento de ninguém. Eu não li e nem tenho interesse em ler. Quero dizer que o Bruno escreverá um livro e contará a sua própria história.

O Bruno pensa em fazer alguma coisa em relação a essa obra?
Para o Bruno é mais difícil tentar interditar o livro na Justiça porque se tornou uma história mundial. Mas eu, por exemplo, estou cogitando a possibilidade. Não sou uma pessoa pública ou artista e sou citada no livro.

Em Janaúba motorista perde controle, capota e morre na AMG-900

Foto Facebook
Um motorista, de 28 anos, morreu após perder o controle da direção e capotar o carro, na madrugada deste domingo (29), na AMG-900, em Janaúba. O condutor foi arremessado e teve morte instantânea.
Testemunhas relataram à Polícia Militar (PM) que Marlon Martins Drumond seguia no sentido Bico da Pedra/Janaúba, em um Amarok preto, com placas de Montes Claros, quando, na altura do KM 4, perdeu o controle da direção, capotou às margens da rodovia e foi arremessado do veículo. Drumond não resistiu aos ferimentos e morreu no local.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com