Blog com notícias de Janaúba e região!

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Bandidos explodem caixa eletrônico e levam cerca de R$ 30 mil em Itacambira

A Polícia Militar de Itacambira, no Norte de Minas Gerais, faz buscas pelos criminosos que invadiram uma agência bancária e explodiram um dos caixas na madrugada desta quinta-feira. 
Segundo a PM, testemunhas disseram que quatro homens em duas motos chegaram ao Centro da cidade por volta das 3h30 e arrombaram a porta de aço da entrada do Bradesco. Logo em seguida, eles abriram um dos caixas usando explosivo e fugiram. 
Ainda não é possível contabilizar quanto dinheiro foi levado mas, segundo militares, o gerente acredita que entre R$ 30 mil e R$ 50 mil possam ter sido roubados. Os criminosos teriam fugido em direção à MG-308. Parte da agência foi danificada e o local foi isolado para perícia.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Operação contra tráfico de drogas no Norte de MG prende 34 pessoas

Tráfico se concentrava em uma rua atrás do Batalhão da PM.

Presos foram levados para a Delegacia Regional
de Januária.

Cães farejadores ajudaram nas ações desta quinta-feira.
(G1) Uma operação realizada em conjunto entre as Polícias Civil e Militar prendeu 34 pessoas na manhã desta quinta-feira (15). Todos são suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas no Norte de Minas Gerais. A investigação durou nove meses nas cidades de Januária, Itacarambi, Pedras de Maria da Cruz, Jaíba e Bonito de Minas.
Foram expedidos 36 mandados de prisão e 40 de busca e apreensão. Entre os presos estão quatro pessoas de uma mesma família, que foram presos em São Paulo (SP), mas ainda há um envolvido foragido. A suspeita é de que eles forneciam as drogas para a região.
“Essas quatro pessoas são pai, mãe, filho e nora. Eles ficavam em um ponto base em São Paulo e forneciam a droga para a cidade de Januária, geralmente por meio de ônibus clandestinos”, afirma o delegado Alberto Tenório.
Ainda de acordo com o delegado, durante os trabalhos foi identificada a ação de seis facções na cidade. “Essas facções não tinham rivalidade. Cada uma atuava em seu ponto no mercado. A operação originou a partir do tráfico bastante intensificado na Rua Anísio José da Rocha, local bastante próximo aos órgãos de segurança pública do município;”
Segundo o tenente coronel da Polícia Militar, Geraldo Wellington Gonçalves, outra situação que motivou a investigação foi o número de apreensões de entorpecentes em Januária no último ano.
“Com as apreensões de drogas na cidade, nós sabíamos que o tráfico existia, mas não sabíamos quem eram os responsáveis. Com este acompanhamento, com o trabalho conjunto, foi possível tirar várias dessas pessoas de circulação”, explica.
A operação apreendeu ainda 20 quilos de drogas e duas armas. A ação foi apoiada por equipes de Montes Claros, cães farejadores e helicópteros da PM e da PC. O Ministério Público também apoiou as investigações.
"O trabalho das polícias e do MP objetiva a segurança pública. Então as investigações seguiram de forma muito correta e o que conseguiu delimitar muito bem as organizações criminosas e também a participação de cada um. Podemos assim denunciar todos por tráfico, associação ao tráfico ou outros crimes que possam estar envolvidos", afirma o promotor Lucas Marques Trindade.
Os detidos foram encaminhados para a Delegacia Regional de Januária juntamente com a droga e armas apreendidas.

Em Francisco Sá presos são flagrados com celulares em fundos falsos de chinelos

Dois presos foram flagrados com celulares em fundos falsos de chinelos, nessa semana, em Francisco Sá, Norte de Minas.
Leandro Pereira da Silva, 24, e Marco Aurélio Ribeiro Rocha, 21, detidos no Presídio Regional de Montes Claros, estavam sendo escoltados em uma audiência no fórum de Francisco Sá, quando Silva alegou estar com dor de barriga e pediu para ir ao banheiro.
Desconfiado, um dos agentes penitenciários acompanhou o rapaz e viu pela fechadura da porta que o preso trocou os chinelos que estavam em seu pé por um par igual que estava no cesto de lixo. Um tempo depois, Rocha também pediu para ir ao banheiro, mas não pode trocar de chinelos, porque viu que os agentes já estavam desconfiados.
Foi feita abordagem e foram encontrados dentro dos chinelos quatro celulares, oito chips de telefone e três carregadores para os aparelhos.
Os homens cumprem pena por tráfico de drogas e associação ao tráfico.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Ex-prefeito de São João da Ponte é preso pela Polícia Federal

(Por Luiz Ribeiro) Fraudes em licitações, com o uso de notas fiscais frias para justificar o pagamento de serviços não executados, envolvendo cerca de R$ 1,72 milhão. Este foi o motivo da prisão preventiva do ex-prefeito de São João da Ponte Fábio Luiz Fernandes Cordeiro (PTB), o Fábio Madeiras. Detido em operação da Polícia Federal no último fim de semana, ele foi levado para o Presídio Regional de Montes Claros, onde já se encontravam outros ex-prefeitos do Norte de Minas, também por envolvimento em desvios de recursos públicos e fraudes em licitações: Albertino Moreira (PSDB), de Santa Cruz de Salinas, e Rudimar Barbosa (PMDB), de Itacarambi. 
A ordem de prisão de Fábio Madeiras foi expedida pela juíza da Comarca de São João da Ponte, Solange de Borba Reimberg Remma, com base em investigações do Ministério Público, que apontam o envolvimento do ex-prefeito em organização criminosa que teria desviado recursos públicos do município mediante fraudes em processos licitatórios. A organização era liderada pelo empresário Marcos Vinicius Crispim, o Corbi, que foi preso em maio do ano passado na Operação Sertão Veredas, da Polícia Federal, que investigou esquema de fraudes em concorrências em várias cidades do Norte de Minas. Em dezembro, o empresário foi condenado a 12 anos, por fraude no transporte escolar em Itacarambi, enquanto Rudimar foi condenado a nove anos e seis meses de reclusão.
O ex-prefeito de São João da Ponte foi alvo de outros processos durante o período em que administrou o município (2005 a 2012). A juíza Solange Remma relata que as investigações constaram que ocorreram irregularidades e fraudes em licitações no município nos seguintes valores: R$ 1.386.750,00 na “contratação de empresa para fornecimento de horas/máquina em prestações de serviços”; R$ 148.425,20 na “contratação de empresa de construção para execução de obras de reformas de escolas municipais”; R$ 48,843,00 na “contratação de empresa de construção para execução das obras de recuperação e manutenção de estradas vicinais no município”; e R$ 43.950,00 na locação de oito ônibus para servir ao departamento de educação no transporte escolar. 
Os contratos investigados foram firmados em 2009. O promotor de São João da Ponte, João Paulo Fernandes, justificou que o caso veio à tona somente agora, em função da própria demanda de tempo para a averiguação. A reportagem tentou falar com os advogados de Fábio Madeiras, mas eles não retornaram as ligações.

Em Riachinho, carreta bate em carro e mata seis pessoas da mesma família

Carro ficou prensado contra um barranco

Thaís Magalhães, de 14 anos,
estava entre as vítimas
Um grave acidente entre um carro de passeio e uma carreta deixou os moradores de Riachinho, no Norte de Minas, em choque nessa terça-feira (13). Após a colisão, seis pessoas da mesma família que estavam no veículo menor morreram.
De acordo com o soldado Adriano Ferreira Guimarães, do Corpo DE Bombeiros de Unaí, o acidente aconteceu na altura do KM 34 da MG-181. O caminhoneiro contou que seguia pela via quando o carro saiu de uma estrada vicinal, e não percebeu a aproximação do outro veículo.
O condutor da carreta não conseguiu frear, bateu na traseira do carro, que ainda rodou na pista. Em seguida, o mesmo veículo prensou o Uno contra um barranco. O casal Sebastião Gonçalves de Almeida, de 67, Maria Gonçalves de Almeida, de 62, a filha Elisangela Almeida Queiroz da Cruz, de 38, os netos Camila Almeida Martins, de 16, Marco Antônio Almeida Queiroz da Cruz, de 5, e a sobrinha Thaís Magalhães Queiroz, de 14, morreram na hora, presos às ferragens.
Ainda segundo a corporação, todos os adultos usavam cinto de segurança. Já a criança estava no colo da mãe, Maria Gonçalves, sem qualquer tipo de proteção. A retirada dos corpos demorou cerca de duas horas, tempo em que a rodovia ficou interditada. Segundo a Polícia Militar, o caminhoneiro, que não ficou ferido, não apresentava sinais de embriaguez.
O velório da família aconteceu nesta quarta-feira (14)  na Escola Municipal Diómedes de Araújo. Os sepultamentos foram realizados por volta de 11h.

Comoção
Moradores de Riachinho se concentram na escola da cidade e acompanham o velório das vítimas. A cidade, que tem cerca de 8 mil habitantes, ficou comovida com a tragédia.
De acordo com um morador, que pediu para não ter o nome divulgado, a família voltava de uma visita a um amigo de igreja. Eles chegaram à fazenda na segunda-feira (12) e dormiram no imóvel. “Eram todos evangélicos e sempre faziam essas visitas para alguns moradores do município”, disse.
Ainda segundo o morador, Sebastião, conhecido pelo apelido de Batu, trabalhava vendendo ervas medicinais. Ele e as outras vítimas moravam há muitos anos no município.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Ladrões explodem caixa eletrônico em Francisco Sá

Ontem, por volta das 22 horas, uma agência bancária em Francisco Sá ficou parcialmente destruída após ataque de ladrões. Dois homens chegaram de moto e colocaram explosivos no caixa eletrônico, mas - segundo a PM - não conseguiram levar nenhum dinheiro. É o segundo ataque a banco, esta semana, no Norte de Minas. Na madrugada de segunda-feira, dois homens arrombaram banco em Nova Porteirinha. Usando dinamites e roupas camufladas, arrombaram a porta frontal do banco e colocaram explosivos em um dos caixas. Parte do banco ficou destruída.

Montes Claros.com

Armas e armadilhas são apreendidas em operação contra caça de animais em Coração de Jesus

A Polícia Militar de Coração de Jesus, Norte de Minas Gerais, realizou na tarde desta terça-feira (13) uma operação de combate à caça de animais silvestres na cidade. Segundo a PM, em duas casas foram encontrados seis armas, munições, armadilhas e apitos que eram utilizados para atrair os animais.
Ainda de acordo com a PM, um dos envolvidos não foi r preso porque tem mais de 80 anos. Outro homem de 66 anos, está foragido.
As armas apreendidas foram encaminhadas à delegacia.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Em Porteirinha, enfermeira é sequestrada e agredida por ex-marido e enteado

(Por CAROLINA CAETANO) Uma enfermeira de 32 anos passou por momentos de desespero ao ser sequestrada e agredida pelo ex-marido e o enteado, nessa segunda-feira (12), em Porteirinha, no Norte de Minas. Os autores dos crimes não foram localizados.
A mulher contou à Polícia Militar que chegava de carro para trabalhar em um posto de saúde do Povoado de Bom Jesus, quando Juessi Dias Martins, de 50, e seu filho, Thiago Sanabria Martins, de 26, chegaram em outro carro e a abordaram.
O jovem estava armado e empurrou a mulher para o banco traseiro do veículo da própria vítima. Eles seguiram para a zona rural da cidade e, na versão da enfermeira, ela foi agredida com socos, chutes e puxões de cabelo pelos dois homens. Além disso, Juessi mordeu o nariz e a orelha da ex-companheira.
Em um momento de distração dos agressores, a mulher conseguiu colocar a mão no volante e jogar o carro contra um barranco. Thiago saiu do automóvel e voltou a pé até o Povoado de Bom Jesus para pegar seu Fiesta.
Enquanto isso, a vítima ficou em companhia do ex-marido que pedia para reatar o casamento. Quando o jovem voltou, os três entraram no outro carro e continuaram na zona rural. No meio do caminho, o filho disse ao pai que era para acabar com a vida da enfermeira, mas Juessi hesitou e os homens se desentenderam.
Por fim, Thiago tirou a mulher do carro e disse que a mataria fora do veículo para não sujá-lo. Nesse momento, a enfermeira desmaiou e só acordou no centro da cidade. Para a polícia, ela disse não se lembrar como conseguiu sair do local.
Policiais fizeram rastreamento na região, mas Juessi não foi localizado. Já Thiago conseguiu fugir de um cerco policial. A mulher foi atendida em um hospital da cidade e recebeu alta médica. A investigação do caso ficará a cargo da Polícia Civil.

Janaúba sedia ciclo de seminários sobre emprego formal

A cidade de Janaúba, sedia nesta quinta-feira (15) o I Ciclo de Seminários sobre a geração e os detalhes dos empregos formais na macrorregião norte-mineira. O congresso será realizado pelo Observatório do Trabalho da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), às 19 horas no Centro Cultural do Sindicato Rural.
A região janaubense é caracterizada como o segundo maior município gerador de empregos formais no Norte de Minas, comenta o coordenador do observatório, Roney Versiane Sindeaux. Os setores do comércio e da agropecuária são destaques.
“É importante que essas regiões, como Janaúba, possam prosperar e gerar mais empregos formais, para que o Norte de Minas cresça como um todo. Com isso, as pessoas param de deixar suas regiões para conseguir emprego em outras cidades maiores, como Montes Claros. Resultando na diminuição de problemas nestas cidades maiores, como a superlotação, e propiciando o desenvolvimento nas menores”, aponta.
Segundo Sindeaux, a terceira região norte-mineira na oferta de empregos formais é a região de Pirapora, caracterizada pela forte demanda do setor industrial. Essas e outras características serão debatidas durante o ciclo de seminários.
“Vamos apresentar as características das atividades que mais empregam, como os setores e os subsetores. Nos grandes municípios existe a predominância do comércio varejista e agropecuária, enquanto a administração pública predomina nas cidades de pequeno porte”, completa.

Observatório do Trabalho
Coordenado pelos professores do Grupo de Estudos e Pesquisas em Administração (GEPAD), o "Observatório do Trabalho da Unimontes", tem como principal objetivo a discussão do mercado mineiro, formas de alavancar o emprego formal na região.
“Pretendemos divulgar esses dados para auxiliar as políticas públicas de incentivo do emprego formal na região Norte Mineira”, comenta o professor Roney.
“O seminário também tem como objetivo analisar as políticas públicas e as iniciativas do setor privado para potenciar o crescimento do emprego formal nos municípios norte-mineiros”, completa Sindeaux.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Quatro pessoas da mesma família são encontradas carbonizadas em Rio Pardo de Minas

Os corpos de quatro pessoas da mesma família foram encontrados carbonizados na manhã desta quarta-feira, em Rio Pardo de Minas, na Região Norte do estado. A Polícia Civil está apurando a causa da morte de Antônio José da Silva Neto, da esposa dele, Edna Barbosa da Silva, e das duas filhas do casal de dois e sete anos. 
A família estava na casa onde morava no bairro Jardim Florestal. De acordo com o investigador Eduardo Viana, da Polícia Civil, um homem, que é parente das vítimas e o dono do imóvel, foi quem localizou os corpos em um quarto da residência que não tem janela. 
Ele foi até o local onde ia trabalhar no reparo de um muro. O investigador contou ainda que a família tinha mudado para Rio Pardo há cerca de 15 dias. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Montes Claros.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

terça-feira, 13 de maio de 2014

51º BPM REALIZA SHOW DO PROERD EM JAIBA

(Jaíba) Na manhã de quinta-feira (08) na cidade de Jaíba, o 51º BPM através do NPA (Núcleo de Prevenção Ativa) realizou a formatura de 432 crianças que participaram do PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas). 
As aulas foram ministradas pelo Policial Proerd Cabo Fábio, dezenove turmas distribuídas em nove escolas públicas municipais e estaduais, inclusive na zona rural, foram beneficiadas com o programa institucionalizado pela PMMG. 
A concentração dos alunos aconteceu na Praça do Mercado Municipal da cidade, de onde os alunos saíram em passeata pelas principais Ruas e Avenidas da cidade, direção a Arena Mini Shopping onde ocorreu o show do PROERD, chamando a atenção da sociedade pelo grave problema das drogas. 
Na solenidade estiveram presentes várias autoridades civis e militares dentre elas o Sub Comandante do 51º BPM Major Nascimento, o Exmo Prefeito Municipal Sr. Enock Vinicius Campos de Lima, o presidente do Consep Cesar Luis da Silva e outras. 
As crianças ficaram maravilhadas com o programa e o show do PROERD animadas pelo eclético Sargento Elton, e não se contiveram com tanta felicidade e carinho dispensados pelo Cabo Fábio que ficou bastante emocionado com tamanha demonstração de afeto. 


ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL DO 51º BPM 

Caminhão cai em ribanceira e duas pessoas morrem entre Grão Mogol e Cristália

Duas pessoas morreram na tarde desta segunda-feira (12) em um acidente na rodovia MG-307, entre Grão Mogol e Cristália, no Norte de Minas. Segundo as primeiras informações do Corpo de Bombeiros, um caminhão carregado de tubos caiu em uma ribanceira no km 52 da rodovia.
Ainda de acordo com os bombeiros, as vítimas ficaram presas às ferragens e morreram no local. Uma equipe da corporação foi até o local para desencarcerar os corpos.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Bombeiros capturam jacaré de 2m de comprimento em Montes Claros

Populares tentaram capturar o animal antes da chegada dos Bombeiros
Um jacaré de quase 2m de comprimento foi capturado na noite do último domingo (11), em Montes Claros.
Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o animal foi achado no bairro Cidade Industrial e aparentava cansaço, já que a população da região tentou fazer a captura passando uma corda em seu tórax.
Utilizando técnicas de salvamento terrestre, os militares conseguiram fazer o deslocamento do bicho. Especialista do Ibama e do IEF foram chamados para discutir o destino do jacaré.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Geraldo Magela, o Ceguinho estará neste sábado (17) em Janaúba


Prova com pombos-correio promete movimentar o céu de Porteirinha

Dezenas de criadores no Norte de Minas se preparam para o Campeonato regional de Pombos-Correio. O ponto de partida da prova será em Porteirinha, no domingo (18). A disputa envolvendo os pombos é conhecida como columbofilia.
Segundo um dos organizadores, Milton César Gonçalves Silva Xavier, esta prova terá aproximadamente 120 quilômetros aéreos.
“O pombo-correio sempre volta para o local onde nasceu. Nele é colocado um chip eletrônico que marca quando ele entra no pombal. Vence aquele que fizer o percurso em menor tempo”, explica.
A ave que participa desta competição recebe treinamento especial desde os três meses de idade. “Ela é treinada como atleta. Sempre com alimentação balanceada com mais de 20 tipos de ração”, diz Xavier.
Xavier diz ainda que a atividade ainda é pouco conhecida, mas já ganhou a admiração de adeptos na região.“Somente em Montes Claros já existem três clubes e outro está sendo criado. Se todos se unirem, acredito que a premiação seria melhor”, diz.
Investimento
Para criar e manter os pombos é preciso um certo investimento. Xavier conta que cada ave em condições de competir custa em média R$300 e o dono do pombo ganha cerca de R$1.800 em prêmios quando consegue a primeira colocação. Entusiasmado, Xavier diz que existe pombos competidores que chegam a custar mais de R$300 mil. As aves mais valiosas são importadas da Bélgica, Portugal e Alemanha.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

domingo, 11 de maio de 2014

Projeto estudantil coloca toda a cidade de Bocaiuva para praticar esporte

O programa Agita Bocaiuva ganhou reconhecimento como melhor projeto nacional
(Globo Esporte) O professor Carlos Otávio de Oliveira é idealizador de um projeto que mobiliza os moradores de  Bocaiuva (46 mil habitantes), Norte de Minas Gerais, a praticar atividades físicas. O que ele não esperava era a dimensão e o reconhecimento que sua ideia acabaria ganhando. Desde o dia em que recebeu uma ligação de São Paulo, ele parecia não acreditar que o programa "Agita Bocaiuva" tinha sido reconhecido como melhor projeto do Brasil.
- Inicialmente não acreditava, pois recebi um telefonema dizendo que precisaria estar em São Paulo no dia 1º de abril, ou seja, dia da mentira, e no Rio de Janeiro em 9 de abril, para receber uma premiação, pois o "Agita Bocaiuva" tinha sido eleito em Zurique, na Suíça, o melhor projeto nacional de 2013 - afirma.
Segundo Carlos, o projeto surgiu a partir de um programa federal que avalia a saúde de sete mil estudantes bocaiuvenses, diagnosticando o perfil antropométrico e o índice de massa corporal (IMC).
- O objetivo principal do programa é incentivar toda a população de Bocaiuva a praticar atividades físicas - revela.
O programa consiste em promover diversas atividades esportivas para os moradores da cidade em um só dia. A primeira edição ocorreu em 2013. A segunda edição, realizada na última sexta-feira de abril, foi a mais marcante, segundo o idealizador.
 ** Quer iniciar uma vida saudável na sua cidade também? Siga as dicas do EU ATLETA! **
- Esta premiação foi, para mim, o grande diferencial profissional e pessoal, pois alterou a minha vida por completo - comemora.
Antes do "Agita Bocaiuva", o professor já participou de outros trabalhos, como o “Caminhar com Saúde”, que totaliza 16 núcleos de caminhadas orientadas, e também o projeto de ginástica chamado “Ginástica para Todos”. Mas Carlos revela que o"Agita" se tornou o mais emocionante de todos eles. 
- A premiação motivo de muita emoção profissional e pessoal para mim e também pelos moradores do município. Sem soma de dúvidas, o "Agita Bocaiuva" foi o projeto que mais me proporcionou alegria, satisfação, elogios e até repercussão nacional - diz.
De acordo com Carlos, a alegria se tornou ainda maior quando recebeu o convite do programa Fantástico, da Rede Globo, para comentar a premiação que recebeu.
- Foi uma satisfação imensa, pois uma representante do Fantástico manifestou o interesse em gravar em Bocaiuva no dia 2 de abril. Mas como a minha viagem à São Paulo era no dia 1º de abril, não dava tempo de voltar - lamenta.
Apesar da frustração por não conseguir dar a entrevista, o professor tem muitos motivos para celebrar. Ele planeja tornar o "Agita Bocaiuva" uma programação fixa no calendário escolar e municipal da cidade.
- O meu grande legado com este projeto, além de estimular a prática de atividades físicas pelos moradores bocaiuvenses, é lutar por uma educação física escolar com mais qualidade. Para isto, já estamos transformando o projeto em lei municipal e também lutando para transformá-lo em lei estadual - ressalta.

Contribuinte paga lanche farto para autoridades e merenda escolar deficiente para alunos

(Por Isabella Souto) Todos os dias a cena se repete numa escola pública de Francisco Sá, pequena cidade do Norte de Minas: por volta das 15h30, crianças fazem uma enorme fila para receber a merenda preparada na cantina. Nas panelas, arroz temperado com salsicha ou macarrão sem molho com ovo. Mais ou menos no mesmo horário, em Vitória, Espírito Santo, os 31 deputados estaduais têm à disposição durante as reuniões de plenário frutas da estação, sucos, bolos e sanduíches recheados com queijo branco e peito de peru light, entre outras guloseimas. Os cardápios tão diferentes são apenas um exemplo da disparidade encontrada entre a merenda escolar servida aos estudantes do ensino público de todo o Brasil e o lanche degustado pelas autoridades em diversos órgãos públicos. Se para as crianças o custo per capita de cada refeição varia de R$ 0,30 a R$ 1 – de acordo com a idade e tempo de permanência na escola –, para autoridades pode chegar a valor bem superior, como R$ 22 no caso de cada parlamentar capixaba. 
Do bolso do contribuinte para o prato das autoridades vão milhares de reais a cada mês. No Espírito Santo, pregão lançado no início deste ano prevê um gasto de R$ 81.872,28 para fornecimento de refeições para “suprir as demandas das sessões plenárias ordinárias e eventuais sessões plenárias extraordinárias, principalmente em ocasiões em que os parlamentares, por questões regimentais, permanecem por longo período em plenário sem poder se ausentar”, diz o edital. 
Os 24 deputados de Roraima também não podem se queixar. Ao custo previsto de R$ 24.343,92, em 3 de abril foi lançado edital para o fornecimento diário de biscoitos do tipo waffer, rosquinhas, café, oito tipos de chás, leite e quatro tipos de suco, amendoim japonês, barra de cereal e até goma de mascar – com a possibilidade de optar entre os sabores de menta, hortelã e tutti-fruti –, guloseimas que com certeza fariam a alegria de muitas crianças. 
A boa nutrição recomenda uma alimentação balanceada entre proteínas, lipídios e carboidratos, como as frutas. Mas não é o que comem os alunos de uma escola estadual em Esmeraldas, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Na despensa da escola, arroz, feijão, macarrão, fubá, óleo, biscoitos, açúcar, cebola, abóbora e canjica. E só. “Nós temos que fazer uma ginástica para que o dinheiro dê para comprar a merenda. O governo até passa o cardápio ideal, mas a escola faz o que é possível. Fruta, este ano, ninguém comeu”, lamenta a supervisora da escola. Segundo ela, o orçamento para cada um dos cerca de 600 alunos é de R$ 0,30 diários. No dia em que a reportagem visitou a escola, o lanche foi canjica. E só teve coco no prato porque os professores tiraram dinheiro do próprio bolso para comprar o ingrediente na mercearia da esquina.
A chamada “vaquinha” também foi usada durante muito tempo pelos vereadores de Campinas (SP) para se alimentarem durante as jornadas de trabalho. Eles juntavam uns trocados para comprar pão, mortadela, presunto, queijo e refrigerantes, o que dava um gasto total de cerca de R$ 50, segundo informações dos próprios parlamentares. A partir do ano passado, no entanto, eles deram um jeitinho de economizar e melhorar o cardápio: lançaram um edital para fornecimento de lanche durante as sessões. Ao custo, para os cofres públicos, de R$ 48,7 mil ao ano, eles agora comem croissant, sanduíche de metro, bolos, pães de queijo, três frutas de época, patês, geleia, manteiga e suco de frutas. 
Em Brasília, o longo período das reuniões motivou o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) a licitar, em junho do ano passado, lanches para os seus 14 conselheiros durante 15 reuniões de comissões, 25 sessões plenárias e cinco eventos especiais ao custo estimado de R$ 31.457,25. Há menus para café da manhã, chá, intervalo, coffe break, lanche e brunch, que incluem chá e leite, bolo, granola, iogurte, salada de frutas, cesta de minipães variados, geleias, tábua de queijos e frios, requeijão, biscoitos, salgados “sem frituras”, refrigerantes “de boa qualidade” e massas.
Com validade de um ano, o contrato do CNMP dá sequência a outro assinado em 2012, cuja justificativa dizia que o fornecimento dos alimentos é “essencial” para a realização das reuniões plenárias do CNMP. A alegação é que os conselheiros iniciam o trabalho às 9h e terminam às 20h, muitas vezes com mais de nove horas contínuas de jornada, “imersos em atividades ligadas diretamente às finalidades institucionais e constitucionais” do órgão. 

HORA-EXTRA 
Se a hora-extra é justificativa para a compra de boa parte dos quitutes servidos aos agentes públicos, há crianças que preferem ficar na escola por mais tempo só para ter o que comer. É o que presenciou a diretora de uma escola da periferia de Belo Horizonte. “Tinha meninos que estudavam à tarde e vinham na escola de manhã para lanchar. O que eu ia fazer? Negar comida para o aluno que não tem o que comer em casa porque ele estava fora do horário? Então chamamos os pais e falamos para matriculá-lo no tempo integral”, conta ela, que preferiu não ter o nome identificado. 
A sugestão da educadora tem motivo: aumentar o repasse de verbas para a merenda. É que as escolas de ensino fundamental, médio e educação de jovens e adultos recebem o correspondente a R$ 0,30 para cada aluno. No ensino integral, o valor sobe para R$ 1. Com um orçamento tão apertado, a escola tem se virado como pode para garantir o lanche dos alunos. “Só tem sido suficiente por causa das dicas das cantineiras e porque alguns alunos não comem”, afirma. Entre as “dicas”, rechear o prato de legumes – que são mais baratos – e o uso da carne moída, “que rende mais”. (Colaborou Luiz Ribeiro)

Suspeitos de tráfico de drogas são presos em São João das Missões

Dois homens foram presos nesse sábado (10) suspeitos de tráfico de drogas em São João das Missões, no Norte de Minas Gerais. Segundo a Polícia Militar, as prisões aconteceram em uma fábrica de tijolos durante patrulhamento no bairro Cidade Nova.
Ainda de acordo com a PM, os homens, de 24 e 33 anos, usavam o local como ponto de tráfico de drogas e um dos presos confirmou ser funcionário da fábrica.
Com eles a polícia encontrou 11 pinos de cocaína. Os suspeitos e a droga foram encaminhados à Delegacia em Januária.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com