Blog com notícias de Janaúba e região!

sábado, 26 de abril de 2014

Ônibus desgovernado destrói casa no norte de Minas

Uma casa foi completamente destruída por um ônibus em Montes Claros. A batida foi tão forte que a estrutura da residência caiu. Por sorte, ninguém ficou ferido.
De acordo com moradores, o motorista do ônibus parou o veículo na rua, saiu e, de repente, o veículo desceu uma ladeira e atingiu a residência. O condutor, muito abalado, não quis esclarecer o que aconteceu.
Um representante da empresa responsável pelo ônibus esteve no local, mas também não quis comentar o acidente. Em depoimento ao Corpo de Bombeiros, o motorista afirmou que não estava na direção quando o veículo atingiu a estrutura. Uma perícia vai apurar as causas do ocorrido.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Polícia Civil prende três suspeitos de venda ilegal de anabolizantes

A Polícia Civil prendeu três pessoas e cumpriu 15 mandados de busca e apreensão em estabelecimentos comerciais, academias e residências de suspeitos de venda ilegal de anabolizantes nesta quinta-feira (24).
A ação é resultado da operação Legal Fitness, feita em conjunto com a Vigilância Sanitária e o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) em Belo Horizonte e também em Januária e Montes Claros, na Região Norte de Minas Gerais. 
Segundo a assessoria de imprensa da polícia, as investigações foram iniciadas pelo MPMG, que autuou a polícia. Os suspeitos de comercializar ilegalmente os suplementos alimentares irregulares e anabolizante foram identificados pela Delegacia Antidrogas.
Além dos presos e dos mandados cumpridos, foram apreendidos vários produtos, entre suplementos e anabolizantes, com venda proibida ou suspensa no Brasil. Os detalhes da operação serão divulgados na próxima segunda-feira (28) em coletiva de imprensa.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Alerta contra importação de bananas vindas do Equador

Comércio de banana na Ceasa: exportações equatorianas são dominadas por gigantes dos Estados Unidos
Após a instrução normativa publicada pelo Ministério de Agricultura no mês passado, que abriu as portas do país à importação de bananas, algumas redes supermercadistas já demonstraram interesse em comprar o produto do Equador, maior exportador do mundo do produto.
Apesar de nenhum registro de embarque ter sido concretizado até o momento, entidades que representam os bananicultores brasileiros alertam que, caso as negociações em andamento se concretizem, a importação trará risco de ingresso de pragas já confirmadas no Equador e inexistentes no Brasil.
A safra nacional deste ano é estimada em 7,1 milhões de toneladas, em uma área cultivada de 500 mil hectares. Minas Gerais, o quarto maior produtor nacional e responde por 740 mil toneladas, com o cultivo concentrado no Norte e Vale do Jequitinhonha.

Estrutura
“A entrada de banana importada só não aconteceu porque ainda não estão montadas as estruturas de recebimento e distribuição. Sabemos que algumas redes de supermercado já fizeram cotações de preço”, afirmou Pierre Vilela, coordenador da assessoria técnica da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas gerais (Faemg).
Segundo Vilela, pelas regras vigentes desde a instrução normativa, não existem outras barreiras à entrada do produto equatoriano que não seja a burocracia dos procedimentos e a infraestrutura da operação de importação. “É uma papelada, mas que não impede o desembarque do produto. Uma navio carregado de banana já interfere consideravelmente no mercado interno”, disse. O reflexo se daria em todo o país, já que a banana é o único produto agrícola cultivado em todas as 27 unidades da federação.
Vilela explica que o reuso de embalagens, prática comum no Brasil pela falta de fiscalização, tem potencial para proliferar bactérias e fungos. “No Equador, o incidência de algumas pragas é tão forte que semanalmente se faz aplicação de agrotóxico”, disse.
Estão instalados no Equador os maiores players globais de fruticultura, originários dos Estados Unidos, lembrou o presidente da Confederação Nacional dos Bananicultores (Conaban), Dirceu Colares. “Lá, a mão de obra é barata, a legislação ambiental é mais frágil e o produtor tem mais escala. Isso torna o produto mais barato”, afirmou.
Dirceu Colares informou que apenas Janaúba, cidade polo da produção de banana em Minas, a atividade emprega 15 mil trabalhadores diretamente. Em encontro com o ex-ministro de Relações Exteriores, Antônio Patriota, o argumento oficial seria o de equilibrar a balança comercial com o país, vizinho, hoje deficitária para o Equador, que tem um dos menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do continente.
“Na primeira semana de maio temos encontro com o governo federal, mas com viés mais político. Estamos realizando levantamento fitossanitário para posteriormente apresentar ao Ministério de Agricultura”, disse o presidente da Conaban.

TJMG obriga Prefeitura de Francisco Sá-MG a fornecer documentos à Câmara de Vereadores

(Por Fábio Oliva) A Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, confirmou sentença proferida pelo Juízo de Direito da Comarca de Francisco Sá-MG que determinou à Prefeitura e ao prefeito a entrega à Câmara Municipal de todos os documentos necessários para o exercício do controle relativo à utilização de verbas do FUNDEB – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação. A decisão foi tomada por unanimidade pelos desembargadores Alberto Vilas Boas, Eduardo Andrade e Geraldo Augusto.
O julgamento ocorreu no dia 1º de abril e o acórdão foi publicado no dia 9, no Diário do Judiciário Eletrônico. Atuou pela Câmara Municipal o advogado Thiago Gabriel Bicalho Oliveira e pelo prefeito o advogado Thiago Handerson Souza Silva.
Desde 2010 a Câmara de Vereadores de Francisco luta para ter acesso aos documentos e exercer seu papel de fiscalização. Em 2010, o plenário do Poder Legislativo Municipal aprovou o encaminhamento de ofício ao então prefeito, advogado José Mário Pena (foto), requerendo a documentação, mas não obteve resposta. Acionado judicialmente através de Mandado de Segurança impetrado em 2011, o prefeito justificou a recusa em entregar os documentos alegando a impossibilidade de prestar contas à Câmara de Vereadores antes do encerramento do exercício financeiro, que a competência é do Tribunal de Contas Estadual de fiscalizar as contas, o volume de documentos e o dispêndio com cópias que, segundo ele, estariam disponíveis para os vereadores na sede da Prefeitura.
Todos os argumentos foram rechaçados pela Justiça local e pelo TJMG.
“Apesar de não se desconhecer o princípio da separação dos poderes previsto no art. 2º, Constituição Federal, é certo que o seu art. 31, a Constituição Federal expressamente prevê que "a fiscalização do Município será exercida pelo Poder Legislativo Municipal, mediante controle externo, e pelos sistemas de controle interno do Poder Executivo Municipal, na forma da lei”, observou o desembargador-relator Alberto Vilas Boas.
Vilas Boas concluiu que “a documentação requerida pelo impetrante (Câmara Municipal) ao Município de Francisco Sá atende ao previsto na Constituição da República, pois averiguar sobre a aplicação de recursos repassados pela União para manutenção e aprimoramento da educação local é informação vital para o controle e a fiscalização contábil, financeira, orçamentária e operacional da Administração Pública Municipal, como previsto no art. 70, da Constituição da República”.
A decisão registrou ainda que a recusa em fornecer a documentação violou direito líquido e certo da Câmara Municipal, “porquanto não há dúvida de se tratar de uma forma de se apurar a legalidade, a operacionalidade e a economicidade das despesas realizadas pelo Poder Executivo com o desenvolvimento e aperfeiçoamento da educação”.
Salientou, ainda, que “não há prova de ser a documentação requerida excessiva, nem de serem necessários gastos exacerbados com o fornecimento, não está presente prova de que a providência dessa documentação seja por demais onerosa para o Poder Executivo, o que até mesmo afronta as regras da experiência ordinária, sobretudo porque esses dados, nos dias atuais, costumam estar contidos em documentos eletrônicos, que podem ser repassados virtualmente, sem qualquer custo com fotocópias ou impressão”.

Leia o inteiro teor da decisão clicando aqui.

Processo nº. 1.0267.11.000890-6/002

Presidente do Grupo Minerva visita frigorífico em Janaúba

(Por Luiz Cabrine) Na manhã desta quinta-feira, 24 abril o presidente do Grupo Minerva Foods, Ibar Vilela de Queroz acompanhado de três diretores, Leandro Protezen, Gerente Regional Industrial, Fábio Teles, Diretor Industrial e Wagner Munhoz, Diretor de Compra de gado, e o deputado, Luiz Henrique visitaram a planta frigorífica adquirida pelo grupo por R$ 40 milhões em leilão realizado em São Paulo, no mês de fevereiro.
Depois de serem recebidos no aeroporto local pelo prefeito, Yuji Yamada que se encontrava acompanhado de assessores, o grupo seguiu até a unidade frigorífica instalada no bairro Barbosas. Em seguida, o prefeito com o assessores se reuniu com os representantes do Minerva em seu gabinete na Prefeitura de Janaúba, com a presença de representantes da imprensa local e da ex-deputada e secretária Mineira.
Na oportunidade um dos sócios fundadores do grupo empresarial, Ibar, e os diretores explanaram sobre os planos de atuação do frigorífico. Ele informou que na próxima semana o frigorífico vai iniciar com algumas atividades, inclusive com contratações, e dentro de 60 dias o abate. A expectativa é de que sejam gerados em princípio, cerca de 300 empregos diretos em Janaúba.

PREFEITURA PARCEIRA

O prefeito Yuji Yamada, ressaltou a importância da retomada das atividades do frigorífico para Janaúba e a região. Ele se comprometeu a adotar todas as medidas necessárias via o executivo para facilitar os trâmites burocráticos para a reabertura do frigorífico. Destacou o fato da planta frigorífica agora ter um “dono”, deixando de ser arrendada como em períodos anteriores, que culminaram com o fechamento da empresa na cidade. Por isso, disse que o Município é sim, parceiro do Minerva em Janaúba, que agora passa a ser mais uma fonte geradora de emprego na cidade.
O deputado estadual, Luiz Henrique, afirmou que tem trabalhado muito junto ao governo de Minas, visando tornar mais célere o processo de funcionamento do Minerva em Janaúba. Como exemplo ele cita o processo de licenciamento ambiental, que passa por um convênio com a Copasa para o tratamento do esgoto do frigorífico. O deputado disse também que atua junto ao governo para que a Cemig oferte uma cota maior de energia a unidade janaubense.

VALOR COMPARTILHADO
O parlamentar ressaltou a seriedade do Grupo Minerva que veio para ficar, destacando o sistema de “valor compartilhado” com que o Minerva opera. Isto significa que o foco desse grupo frigorífico é o ser humano. Com isso, o Minerva investe parte do seu lucro em projetos nas áreas: social, cultura e saúde, sem se esquecer do seu compromisso com uma operação de forma sustentável. Ao reivindicar melhoria da via de acesso entre o aeroporto e a unidade frigorífica, o empresário Ibar Vilela, ouviu do secretário de Obras e Serviços Urbanos, Reinaldo Arley Carvalho Dias, que a prefeitura já mantém uma equipe de trabalho na citada via, e que nos próximos dias a operação tapa buracos será concluída. O Grupo Minerva possui, atualmente, 10 instalações sendo oito no Brasil, uma no Paraguai e uma no Uruguai. Mas, admitiu que alguns detalhes precisam ser sanados para que a unidade em Janaúba possa funcionar. É o caso da necessidade de aumento da cota de energia disponibilizada à indústria frigorífica. “Já estivemos na CEMIG, há uns 20 dias atrás. O frigorífico precisa de energia para câmara fria, resfriamento da carne e a desossa”, lembra Vilela.
Inicialmente, a previsão é que serão abatidos em torno de 300 a 400 cabeças de gado, por dia, mas o número poderá dobrar conforme a demanda da exportação. O Grupo Minerva exporta para a Europa, Oriente Médio e Ásia, totalizando cerca de 90 países em 2013. A retomada das atividades do frigorífico em Janaúba possibilitará a geração de mais empregos e renda ao município e à região que passa a ter mais chance de se desenvolver e, consequentemente, um ganho maior para toda a cadeia produtiva do agronegócio, importante segmento que representa expressiva fatia de PIB brasileiro.

Grupo Minerva apresenta plano de atuação para frigorífico em Janaúba

Reunião apresentou o Grupo Minerva para os pecuaristas do Norte de Minas. (Foto: Alexandre Fonseca/G1)
(G1) Durante uma reunião, nesta quinta-feira (24) no centro de convenções do parque de exposições Geraldo Athayde, em Montes Claros, Norte de Minas, o Grupo Minerva apresentou os planos de atuação para o frigorífico Kaiowa localizado em Janaúba. O grupo adquiriu a massa falida do Kaiowa por R$ 40 milhões em leilão realizado em São Paulo, no mês de fevereiro.
O Grupo Minerva possui, atualmente, 10 instalações: oito no Brasil, uma no Paraguai e um no Uruguai. Conforme um dos sócios fundadores, Ibar Vivela, o frigorífico de Janaúba deverá iniciar operações em aproximadamente dois meses, gerando, no mínimo, 300 empregos para a região. Mas alguns detalhes ainda precisam ser acertados para que a unidade em Janaúba possa funcionar.
“Dependemos de uma série de coisas, como a parte de energia, nós estivemos na CEMIG, há uns 20 dias atrás. O frigorífico precisa de energia para câmara fria, resfriamento da carne, desossar. Nós precisamos muito de energia” comenta Vivela.
Ainda conforme Vivela, o abate inicial será em torno de 300 a 400 cabeças de gado, mas o número deverá dobrar conforme a demanda da exportação. O Grupo Minerva exporta para a Europa, Oriente Médio e Ásia, totalizando cerca de 90 países em 2013. “O problema da exportação é um pouco mais complexo. Você depende da aprovação dos países compradores. Às vezes demora um pouco, por causa das aprovações e das particularidades dos países”, fala Ibar Vivela sobre o processo de exportação da carne produzida pelo grupo.

Produção bovina norte-mineira
Para o coordenador regional do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), Marco Túlio Pelaquim, a vinda de uma unidade do Grupo Minerva para o Norte de Minas representa um grande avanço para a região.
“Vamos poder agregar mais valor aos nossos produtos, aonde vamos ter mais empregos e mais chances de poder desenvolver a região e, consequentemente, um ganho maior para todo mundo que trabalha no agronegócio” comenta Pelaquim.
Segundo o diretor da Sociedade Rural de Montes Claros, Rômulo Labatte, os produtores norte-mineiros possuem o potencial necessário para o frigorífico que será instalado em Janaúba. Ainda segundo o diretor, cerca de 12 milhões de cabeças de gado podem ser encontradas em um raio de 500 km de Janaúba.
“Tranquilamente temos condições de atender o frigorífico. o Grupo Minerva vem proporcionar um fechamento de uma lacuna importante que nós temos da falta de um frigorífico regional. Hoje o pecuarista tem mandado os animais para Belo Horizonte, Triângulo Mineiro. Muitas pessoas falam que o Norte de Minas não tem boi. Temos boi e condições de funcionar durante todo o ano”, pontua o diretor.

Rapaz vai buscar irmã na escola e os dois morrem em acidente na MG-122

Dois irmãos, um rapaz de 26 anos e uma menina de oito morreram em um acidente nesta sexta-feira (25) na MG-122 próximo a Capitão Enéas, no Norte de Minas Gerais.
O rapaz conduzia a irmã para escola e ao atravessarem a via foram atingidos por uma carreta. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi ao local mas já encontrou os dois sem vida.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Municípios do Norte de Minas sofrem com a pior estiagem dos últimos anos

Os municípios de Capitão Enéas e Matias Cardoso, no Norte de Minas, tiveram a situação de emergência reconhecida pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério da Integração. As cidades estão entre as que sofrem com uma das piores estiagens dos últimos anos. A medida foi publicada no Diário Oficial União desta quinta-feira (24).
De acordo com as informações da Defesa Civil de Minas Gerais, Capitão Enéas e Matias Cardoso estão entre os 81 municípios que decretaram situação emergência em 2014 no estado, devido à seca.
Em Capitão Enéas, nos meses de janeiro, fevereiro e março, choveu menos e 150 milímetros. Dos 1.500 hectares de milho plantados, 90% foram perdidos, um prejuízo de mais de R$ 1 milhão de reais. A colheita que deveria ser de 2,4 toneladas de milho por hectare, ficou em apenas 240 quilos. Para amenizar as consequências da seca, foram criadas 57 barragens de pequeno porte na região. A produção de leite também foi afetada pela metade; atualmente 10 mil litros de leite são produzidos diariamente.
De acordo com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater), pelo menos 73 agricultores já estão recebendo a Bolsa Estiagem e 347 produtores serão contemplados com o Garantia Safra.
Em Matias Cardoso, apesar da riqueza hídrica, já que o município é banhado pelos rios São Francisco e Verde Grande, o abastecimento em algumas comunidades rurais já estava sendo feito com o uso de caminhões-pipa no fim de 2013.
Segundo moradores, alguns locais por onde córregos e rios passavam, deram lugar à areia e terra. Em um dos lugares por onde um rio Verde Grande passava, é possível andar por mais de três quilômetros sem ver água.


Pablo de Melo 
pablo-labs@hotmail.com

Abastecimento de água no São Francisco pode ser limitado

O município de Pirapora, região Norte de Minas, passa por uma situação singular – pode ter o abastecimento de água prejudicado para que o lago da hidrelétrica de Três Marias não seque antes das chuvas do próximo verão.
O município de Pirapora, região Norte de Minas, passa por uma situação singular – pode ter o abastecimento de água prejudicado para que o lago da hidrelétrica de Três Marias não seque antes das chuvas do próximo verão. A usina é da Cemig, mas quem coordena o volume de água na barragem é o Operador Nacional  do Sistema (ONS), órgão responsável pela gestão do sistema elétrico nacional.
“Nossa situação não faz o menor sentido”, diz Esmeraldo Ferreira Santos, diretor-presidente do Sistema de Abastecimento de Água e Esgoto de Pirapora. “A prioridade do uso da água é o abastecimento humano.” O município precisa construir a toque de caixa um novo sistema de captação de água. O atual, que se abastece no Rio São Francisco, há cerca de 50 anos, só funciona quando o volume de água do Velho Chico corre acima de 250 metros cúbicos por segundo (m³/s).


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Adolescentes de 13 e 16 anos tentam matar menor de 12 em Buritizeiro

Duas menores de 13 e 16 anos foram apreendidas por ato análogo ao crime de tentativa de homicídio contra uma adolescente de 12 anos, em Buritizeiro no Norte de Minas, nesta quarta-feira (23).
Segundo informações da Polícia Militar, o crime aconteceu porque o namorado de uma das suspeitas beijou a vítima. As duas menores estavam armadas com um revólver, uma pistola e uma faca, e perseguiram a menina de 12 anos no Bairro Alto São Francisco.
Ainda de acordo com as informações da PM, elas atiraram por quatro vezes, mas não acertaram a vítima. As suspeitas conseguiram fazer um corte no pulso direito da adolescente, que correu e conseguiu fugir. Uma terceira pessoa ainda não identificada, teria participado do crime.
Na casa de uma das meninas a PM encontrou as armas e várias munições, embaixo de um colchão. O revólver e a pistola seriam do rapaz que deu o beijo na menor de 12 anos. Ele não foi encontrado pela polícia.
As envolvidas foram levadas para a delegacia.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Suspeito de estuprar filha e quatro enteadas em Bocaiúva diz ser inocente

"Não abusava delas não. Não estou lembrando."
(R7) Um homem preso por ser suspeito de abusar da filha de nove anos e das quatro enteadas adolescentes em Bocaiúva, no norte de Minas Gerais, diz ser inocente. Manoel Henrique, de 54 anos, fingiu não saber porque foi detido em frente às câmeras.
— Não abusava delas não. Não estou lembrando.
Mas para a polícia, ele confessou: abusava das quatro enteadas, garotas com 17, 16, 14 e 13 anos, além da própria filha dele, uma criança de apenas nove anos. O depoimento está anexado ao inquérito de mais de 80 páginas elaborado pela investigação. No documento o homem dá detalhes de como eram os abusos.
Segundo as vítimas, os estupros começavam quando elas completavam dez anos e há menos de cinco meses começou a manter relações forçadas com a filha biológica. O caso só chegou ao conhecimento da polícia depois de uma das vítimas tomou coragem e escreveu uma carta contando todo o sofrimento.
A Polícia Civil investiga ainda a omissão da mãe das meninas. Segundo o delegado responsável, Leonardo Diniz, a mulher agredia as filhas e e não acreditava nelas quando pediam ajuda.
— Ela dizia que aquilo era um absurdo e que o padrasto jamais faria esse tipo de coisa.
Henrique também chegou a confirmar que a mulher confiava mais nele que nas garotas. De acordo com as vítimas, ele dizia não ter medo da cadeia e que a prisão seria como um hotel, mas o padrasto alega que estava bêbado.
— É que de vez eu quando eu tomo uma pinguinha à noite.
Manoel Henrique está em prisão preventiva por 30 dias, mas a Polícia Civil vai solicitar que o suspeito responda todo o processo preso.

Homem é preso com arma e drogas no Bairro Santa Cruz em Janaúba

Objetos apreendidos
A Polícia Militar prendeu em Janaúba (MG) um homem de 22 anos suspeito de tráfico de drogas e porte ilegal de arma. A prisão foi feita na Rua Vicente Meira, no Bairro Santa Cruz, após denúncias anônimas.
Segundo a PM, a mãe do suspeito permitiu a entrada dos policiais na casa onde eles moram. Na sala do imóvel foi apreendida um espingarda polveira, e no quarto do rapaz os militares encontraram pedras de crack, um cartão de banco, uma carteira de habitação e o documento de um veículo.
De acordo com a PM, o jovem assumiu que a droga era dele e disse também que os documentos foram recebidos para garantir que ele recebesse um dinheiro referente a venda de crack.
A mãe do suspeito, que é cadeirante, disse para a polícia que nunca concordou que o filho vendesse drogas e que sofre ameaças de morte constantes por parte do rapaz.
O homem de 22 anos foi levado para a delegacia.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Procurador alerta para riscos de mineroduto em Rio Pardo de Minas

(Por Ana Paula Pedrosa) Nos próximos anos, Minas Gerais pode ter mais quatro minerodutos – sistemas de tubulação para transportar minério de ferro, ligando a mina ao porto – de grande porte cortando dezenas de seus municípios. Juntos, eles cortarão 98 municípios em quatro Estados (Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia), sendo que 70 dessas cidades são mineiras. Por sua extensão – todos com mais de 400 Km –, pelo número de municípios atingidos, pelo potencial de danos sócio-ambientais que causarão e pelo grande consumo de água necessário para colocar essas estruturas em funcionamento, os projetos já preocupam os Ministérios Públicos Estadual (MPMG) e Federal (MPF-MG).
“A perspectiva de mais quatro minerodutos em Minas Gerais está me deixando de cabelo em pé pelas inquietações sociais e ambientais que esse tipo de obra provoca”, diz o procurador da República do Ministério Público Federal em Minas Gerais (MPF-MG), José Adércio Leite Sampaio. Três projetos ainda não têm sequer a licença prévia (LP) – que atesta a viabilidade do projeto – e outro, o da Anglo American, já aguarda a licença de operação. Contra esse, o procurador já ajuizou uma ação na Justiça, e assinou um Termo de Ajustamento de Conduta pedindo que a empresa repare os danos causados aos moradores e ao meio ambiente antes de começar a operar.
Juntos, os quatro novos minerodutos terão capacidade para transportar cerca de 100 milhões de toneladas de minério por ano. Eles irão se somar aos três minerodutos já operados pela Samarco. O mais recente entrou em operação no início deste mês e tem cerca de 400 Km entre Mariana (MG) e Anchieta (ES), com capacidade para 20 milhões de toneladas anuais.

Rio Pardo. Depois do projeto Minas-Rio, da Anglo American, previsto para entrar em operação no fim do ano, o mais adiantado é o do Vale do Rio Pardo, da Sul Americana de Metais (SAM). A empresa já entrou com o pedido de licenciamento no Ibama e a expectativa é obter a LP ainda neste ano e colocar a tubulação para funcionar em 2017. O projeto liga a mina em Grão Mogol, no Norte de Minas Gerais, ao porto em Ilhéus (BA). O mineroduto tem autorização para captar 6.200 m³ de água por hora em uma região que tradicionalmente sofre com secas e tem dificuldades para manter até o abastecimento regular à população.

terça-feira, 22 de abril de 2014

Homem é encontrado morto próximo ao Rio Verde Grande em Verdelândia

Um homem de 24 anos foi encontrado morto nesta segunda-feira (21) em Verdelândia, Norte de Minas Gerais.
Segundo a Polícia Militar, uma testemunha foi até o quartel e informou que havia uma suposta vítima de homicídio próximo a uma ponte no Rio Verde Grande.
A polícia foi até o local e encontrou a vítima que foi atingida por quatro tiros: um na cabeça, dois nas costas e um na perna esquerda.
A Polícia Militar investigará agora para identificar o autor e a motivação do crime.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Em Januária menino de sete anos morre afogado em piscina de clube

Um menino de sete anos morreu afogado na piscina de um clube em Januária, no norte de Minas Gerais. O acidente ocorreu no Praia Clube, no centro da cidade, nesse sábado (20).
Segundo informações do Corpo de Bombeiros, ao perceberem que a criança estava se afogando, pessoas que estavam no local a retiraram da água.
Quando os militares chegaram ao clube, o garoto já estava inconsciente. Eles tentaram reanimar a criança até a chegada da viatura do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas o menino não resistiu.
O corpo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal). O acidente vai ser investigado pela Polícia Civil.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Homem atinge a própria mão ao manusear arma em Bocaiuva

Em Bocaiuva, no Norte de Minas, um homem atingiu a própria mão quando manuseava uma arma de fogo, na Rua da Paz, no Bairro Jardim América, nesta segunda-feira (21).
Segundo a Polícia Militar, ele chegou a dizer no hospital que havia sido vítima de uma tentativa de homicídio, mas depois ficou comprovado que o tiro foi dado por ele mesmo.
Ainda de acordo com a PM, a arma utilizada foi apreendida na casa da avó do homem. Ele foi atendido em um hospital e levado para a delegacia.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Tentativa de homicídio em Janaúba e Porteirinha

Porteirinha
Em Porteirinha (MG), um homem foi esfaqueado, na Rua Venceslau Bráz, no Centro. Ele estava caído, quando os militares chegaram. A vítima foi socorrida pelo Samu e levada para um hospital, onde a médica constatou nove perfurações por faca.
Ao consultar os dados do homem, a polícia descobriu que ele tinha várias passagens e cumpria prisão domiciliar em Janaúba. Ele não soube dizer quem o esfaqueou e nem a motivação do crime.

Janaúba

Outra tentativa de assassinato foi registrada em Janaúba (MG). A vítima de 32 anos estava na Rua Bom Jesus, no Bairro Cerâmica, quando foi surpreendido por um homem armado.
Segundo a PM, a vítima foi atingida com dois tiros na coxa e um no pé. O Samu prestou atendimento e a levou para um hospital.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Suspeitos de tentativas de homicídio são procurados em Janaúba

A Polícia Militar procura pelos suspeitos de duas tentativas de homicídio em Janaúba (MG), na noite deste domingo (20). Por volta das 19h, a PM foi chamada em um hospital da cidade, onde um homem de 24 anos deu entrada com uma lesão grave no tórax, causada por uma facada.
Uma testemunha disse para os militares que o rapaz estava em um bar, quando o criminoso de 31 anos entrou no local junto com um comparsa. Eles roubaram um capacete da vítima e fugiram sentido Bairro Rio Novo.
Após o roubo, a vítima, que conhecia o suspeito, foi atrás dele em casa. Na residência ele encontrou os dois criminosos. De acordo com a PM, o rapaz pediu para que lhe entregassem o capacete, e como recebeu uma resposta negativa começou a discutir com um dos suspeitos, quando o outro então pegou uma faca e o atingiu no tórax. 
O rapaz de 24 anos foi socorrido por populares e permanece em estado grave no hospital.
A outra tentativa de homicídio ocorreu na comunidade Vila Nova dos Poções. Um adolescente de 17 anos disse que estava passando pela Avenida Julião mendes, quando dois homens passaram de moto e atiraram várias vezes.
O menor foi socorrido pelo Samu e levado para um hospital, com duas perfurações, no braço e no tórax. Ele não soube dizer quem seriam os homens de moto e qual é a motivação do crime.

Prisão de suspeito 
Ainda neste domingo, a PM de Janaúba conseguiu prender um homem de 19 anos suspeito de tentar matar um adolescente. O comparsa dele, de 20, ainda está sendo procurado.
O crime ocorreu na Rua Antônio Parrela no Bairro Dente Grande. O menor estava em frente de casa quando os dois passaram de moto, atiraram e acertaram o adolescente no braço.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

domingo, 20 de abril de 2014

Jovem de 16 anos morre ao bater moto em Coração de Jesus

Um adolescente de 16 anos morreu em um acidente com uma motocicleta, por volta das 3h deste domingo (20), no trevo que liga Coração de Jesus a São João do Pacuí, na MG-900, no Norte de Minas.
De acordo com as informações da polícia militar (PM) de Coração de Jesus, o jovem bateu em uma árvore.
Ele estava com uma pessoa na garupa, que ficou levemente ferida.
Segundo a polícia militar (PM), o adolescente não conseguiu fazer a curva no trevo e entrou na contra mão da pista, batendo na árvore que estava no acostamento.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com