Blog com notícias de Janaúba e região!

sábado, 7 de dezembro de 2013

Motociclista é preso por pilotar sob efeito de álcool em Nova Porteirinha

Um homem de 32 anos foi preso nessa sexta-feira (6) em Nova Porteirinha, Norte de Minas, conduzindo uma motocicleta sob efeito de álcool. Segundo a Polícia Militar, a prisão foi realizada em uma fiscalização na rodovia MGC 122.
Ainda segundo a polícia, o homem não possui habilitação e a moto estava com a documentação atrasada. Ele teria confessado aos policias ter ingerido cerveja. No teste de etilômetro foi registrada uma concentração superior à permitida.
O condutor foi preso e encaminhado à delegacia de Janaúba. A motocicleta foi apreendida.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Bando explode caixas eletrônicos e foge com cerca de R$70 mil em Jaíba



(O Tempo) Seis homens armados explodiram dois caixas eletrônicos de uma agência bancária em Jaíba, no Norte de Minas Gerais, e fugiram com cerca de R$ 70 mil reais em dinheiro, na madrugada desta sexta-feira (6).
De acordo com a Polícia Militar (PM), a ação aconteceu por volta das 4h e foi vista uma testemunha. De acordo com o denunciante, seis homens chegaram à agência do Banco do Brasil, na avenida Coronel Moacir, no centro da cidade, em três motocicletas. Cinco deles estavam armados com pistola e um com arma longa. O grupo teria utilizado um pé de cabra para arrombar a porta do banco e depois de entrar, os homens colocaram explosivos em dois equipamentos. A PM chegou logo após a fuga. 
A gerência do banco ainda não informou ao certo quanto de dinheiro teria sido levado pelo grupo, mas disse que cada caixa eletrônico é abastecido com no máximo R$ 36 mil. Como eles podem ter levado todo o dinheiro, calcula que sejam pelo menos R$ 70 mil roubados. Os homens fugiram sentido à uma estrada de terra, que dá acesso ao Estado da Bahia. 
A agência ficou totalmente destruída com danos nos móveis e até na estrutura. No local, há câmeras de segurança. As imagens serão encaminhadas para análise da Polícia Civil, para ajudar na identificação dos suspeitos. 
No banco, o grupo deixou uma lanterna e pé de cabra para trás. A PM continua a realizar rastreamento na busca pelos homens.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Nove pessoas ficam feridas em queda de ônibus na cidade de Monte Azul

Nove pessoas ficaram feridas, duas delas em estado grave, em um acidente de ônibus, na MG-122, próximo a Monte Azul, no Norte de Minas, na madrugada desta sexta-feira (6).
O ônibus transportava 50 passageiros, da Bahia para o Estado de São Paulo e, por volta das 3h30, capotou em uma ladeira. Unidades do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Monte Azul, Espinosa, Mato Verde e Porteirinha socorreram as vítimas, entre elas, duas em estado mais grave: A.C.B.S., de 2 meses, e Ana Maria Gonçalves da Silva, de 60 anos. A idosa apresentava uma fratura exposta no braço esquerdo e foi encaminhada Hospital Regional de Janaúba. A criança foi levada para o Hospital Municipal de Monte Azul. O estado de saúde das duas é estável. 
Outras sete pessoas tiveram ferimentos leves e, após receberem os primeiros atendimentos no local, foram encaminhadas pelo Samu também para o Hospital Municipal de Monte Azul. Chovia na hora do acidente e, de acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), isso pode ter contribuído para a queda do ônibus.

Relação das vítimas
Raimunda Jeane Silva de Jesus - 23 anos
Antônio Pinheiro da Silva - 62 anos
José Roberto Matos da Gama - 39 anos
José Marcelino Alves - 48 anos
José Carlos Celestino Ramos - 43 anos
Eva Maria de Almeida Ribeiro - 65 anos
Arleide Ferreira da Silva - 44 anos
Ana Maria Gonçalves da Silva - 60 anos
A.C.B.S - 2 meses



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Árvore cai, atinge muro e danifica veículo em Janaúba

Árvore danificou veículo e rede de energia Divulgação/Corpo de Bombeiros
As chuvas que vêm atingindo o norte do Estado deixaram estragos em Janaúba. Segundo informações do Corpo de Bombeiros da cidade, uma rede de energia e um veículo foram danificados por uma queda de árvore. 
Foram necessários cinco militares e oito horas de trabalho para retirar a árvore, que ainda bateu no muro de uma residência. 
Na última quarta-feira (4), foram atendidas quatro ocorrências sobre perigo de desabamento e vistoria em árvore com risco de queda. 
Já ontem (5), dois imóveis com riscos de desabamentos foram inspecionados pelos militares, que tomaram as medidas necessárias.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Irmãos morrem em acidente entre moto e caminhão na MG-122, em Janaúba

Dois irmãos morreram em uma batida entre uma motocicleta e um caminhão, na madrugada desta sexta-feira (6), na MG-122, em Janaúba.
De acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), o caminhão seguia de Mato Verde para Porteirinha e, na altura do km 88, quando foi realizar uma curva, chocou-se de frente com uma motocicleta, que seguia no sentido contrário e invadia a contramão de direção. 
Com a colisão, os irmãos Antônio Filho Lopes de Melo, de 33 anos, e Nilson Lopes de Melo, de 37 anos, que estavam na moto, ficaram presos às ferragens e morreram no local. O caminhoneiro nada sofreu. 
A rodovia ficou encharcada com óleo e um outro caminhão que vinha logo atrás, derrapou e se chocou com a proteção da via. O veículo acabou fechando a estrada. Depois do socorro às vítimas, a pista foi liberada.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Bebê nasce em ambulância do SAMU em Januária

MG – Bebê nasce em ambulância do SAMU em Januária
A equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), em Januária, realizou um parto dentro da ambulância, na tarde desta quarta-feira (04/12). Ione Lopes Faria, de 31 anos, ligou para o serviço informando que estava em sentindo as dores do parto.
Assim que a unidade chegou a casa da gestante, no bairro Vila Verde, região central da cidade, os socorristas perceberam que ela já havia entrado em trabalho de parto e não havia tempo de chegar ao hospital. Por volta das 13h30, a pequena Maria Sofia nasceu dentro da ambulância. 
Este foi o terceiro filho de Ione, que relata que só sentiu as dores do parto quando a criança começou a nascer, não dando tempo ir ao hospital. O técnico em enfermagem, Gerson dos Santos Lima, conta que quando chegaram a casa de Ione o bebê já estava coroando. “É sempre uma emoção realizar um parto”, ressalta. 
Mãe e filho foram levados para hospital Municipal de Januária e passam bem.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Homem é assassinado em Taiobeiras

Um homem foi assassinado na noite dessa quarta-feira (4) em Taiobeiras. 
De acordo com a Polícia Militar (PM), após denúncia anônima, a polícia chegou até o bairro Bom Jardim, mas o rapaz já estava morto.
Ainda segundo a PM, a denúncia informou ainda que teria ocorrido disparos de arma de fogo em uma residência próxima ao local onde o rapaz foi encontrado. Na casa, foi encontrada uma mulher também baleada. Ela foi socorrida e encaminhada ao hospital da cidade. Nenhuma testemunha foi encontrada para falar sobre o ocorrido.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Ex-prefeito de Jaíba, preso durante a “Operação Agosto” da Polícia Federal, paga fiança e é solto

Ex-prefeito de Jaíba, preso durante a “Operação Agosto” da Polícia Federal, paga fiança e é solto
(O Tempo) O ex-prefeito de Jaíba, no Norte de Minas, Jimmy Diogo Silva, já está em liberdade. Ele foi preso nessa terça-feira (3), durante a “Operação Agosto” da Polícia Federal (PF), mas foi solto horas depois após pagar fiança. Segundo a corporação, Jimmy vai responder ao processo em liberdade. Ele e outros políticos da cidade são suspeitos de fraudar processos licitatórios destinados ao transporte escolar. Um vereador, o secretário de administração e o pregoeiro do município foram detidos para prestar depoimento e liberados.
De acordo com a Polícia Federal, Jimmy foi levado para a sede da Polícia Federal em Montes Claros, no Norte de Minas. Apesar de ser conduzido apenas para prestar esclarecimentos, ele chegou a ficar algumas horas preso. Segundo a PF, durante cumprindo de mandado de busca e apreensão eles encontraram uma arma na casa ex-prefeito. Além dos crimes contra a administração pública, formação de quadrilha, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro, ele também responderá inquérito por porte ilegal de arma. 
O esquema foi descoberto após denúncias de corrupção em duas licitações. Conforme as investigações, que duraram quatro meses, o dinheiro desviado pela quadrilha era imediatamente aplicado em bens, móveis e imóveis em nome outros empresários e “laranjas”. Com a descoberta do esquema, eles tentaram subornar vereadores, com ofertas que chegariam a milhares de reais, para que o prefeito de Jaíba não fosse cassado. 
A partir daí, a Polícia Federal identificou uma evolução patrimonial absurda do ex-prefeito de Jaíba, Sildete Rodrigues, que comandava a cidade em 2009. Ao assumir a prefeitura, o então prefeito declarou que não havia nenhum bem. Já em 2012 quando renunciou ao cargo, uma semana antes da eleição para beneficiar o prefeito deposto, Jimmy Diogo, o patrimônio dele chegava a pelo menos R$ 5 milhões. 
A Polícia Federal identificou, ainda, que um dos integrantes da quadrilha havia arquitetado um plano para executar um promotor de Justiça que atua na região. Ele ia receber R$ 5 mil pelo serviço. 


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Polícia Federal prende ex-prefeitos de Jaíba, no Norte de Minas

Viatura da Polícia Federal no pátio da prefeitura: grupo teria comprado até decisões judiciais
(Por Luiz Ribeiro) Uma operação conjunta da Polícia Federal e Ministério Público para investigar fraudes em licitação para transporte escolar em Jaíba, Norte de Minas, descobriu a existência de uma partilha dos recursos públicos entre grupos políticos, em sucessivas administrações da cidade de 30,9 mil habitantes. Segundo a PF, o grupo criminoso tem entre seus integrantes o prefeito cassado Jimmy Diogo Silva (PCdoB), seu antecessor Sildete Rodrigues Araújo (PMN), além do vereador Adilson de Freitas (PRB), o Têla, presos ontem, durante a Operação Agosto. 
Com o cerco das investigações, o chefe do esquema, Silvano Araújo – irmão de Sildete e que atuava como se fosse funcionário da prefeitura –, planejou o assassinato de um promotor, responsável pela apuração, mediante o pagamento de R$ 5 mil a integrantes da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), nascida em presídios paulistas. Para se manter no poder, o grupo contratou até mesmo uma advogada, que teria um “esquema” para compra de decisões judiciais, de acordo com testemunhas. Silvano, que foi candidato a deputado federal em 2010, também foi preso nessa terça-feira.
Segundo a Polícia Federal, outras quatro pessoas que colaboravam para o esquema de fraudes foram levadas para a delegacia de Montes Claros, também no Norte do estado, para prestar esclarecimentos. São eles: Anderson Pachedo, presidente da Comissão de Licitação da prefeitura; Nilton Nunes de Oliveira, secretário municipal de Administração; a empresária Beatriz Gonçalves de Araújo, além do vice-prefeito Enoch Vinicius Campos Lima (PDT). Desde que Jimmy deixou o cargo, Enoch assumiu o comando do município, mas foi afastado ontem por determinação da Justiça, por suspeita de envolvimento com o esquema criminoso. Sem prefeito ou vice, quem assume a prefeitura hoje é o presidente da Câmara Municipal, vereador Júnior Leonir Guimarães (PSDB).

Fatia
O esquema de desvio de recursos públicos montado pela organização veio à tona a partir de interceptações telefônicas que flagram, não só o plano de assassinar o promotor, como a tentativa de compra de votos de vereadores para evitar a cassação de Jimmy, alvo de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) instaurada pelo Legislativo municipal. Para tentar obter votos favoráveis, os valores oferecidos aos opositores chegariam a R$ 300 mil.
As investigações mostraram ainda que, para não haver problemas na distribuição dos recursos desviados dos cofres da prefeitura, os políticos fizeram uma distribuição de pastas que seriam controladas pelo então prefeito Jimmy e pelo seu colaborador Silvano. Com o objetivo de dificultar a identificação do “dono” da fatia, o administrador era identificado apenas com o número 12 e o grupo de Silvano como 33. A divisão funcionou perfeitamente durante distribuição das 22 rotas de transporte escolar. Foram convocados a participar somente os escolhidos de 12 e 33, em reunião na casa de Silvano, que, para evitar vazamento, recolheu os celulares de todos os possíveis beneficiários.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Prefeito perde mandato após ser investigado por fraude em licitação

(O Tempo) A Polícia Federal (PF), em conjunto com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), desarticulou na manhã desta terça-feira (3) uma quadrilha formada por empresários, servidores públicos e até o prefeito e vice de Jaíba, no Norte de Minas. Jimmy Murça e o vice dele, Enoque Vinícius, foram afastados do cargo após serem suspeitos de fraudar processos licitatórios destinados ao transporte escolar, direcionando as contratações às empresas e/ou pessoas ligadas à quadrilha. Um vereador, o secretário de administração e o pregoeiro do município também foram afastados. Outras quatro pessoas foram presas.
De acordo com as investigações, que duraram quatro meses, o dinheiro desviado pela quadrilha era imediatamente aplicado em bens, móveis e imóveis em nome outros empresários e “laranjas”. Com a descoberta do esquema, eles tentaram subornar vereadores, com ofertas que chegariam a milhares de reais, para que o prefeito de Jaíba não fosse cassado.
O esquema foi descoberto após denúncias de corrupção em duas licitações. A partir daí, a Polícia Federal identificou uma evolução patrimonial absurda do ex-prefeito de Jaíba. Ao assumir a prefeitura, em 2009, o então prefeito declarou que não havia nenhum bem. Já em 2012 quando renunciou ao cargo, uma semana antes da eleição para beneficiar o atual prefeito, o patrimônio dele chega a pelo menos R$ 5 milhões.
A Polícia Federal identificou, ainda, que um dos integrantes da quadrilha havia arquitetado um plano para executar um promotor de Justiça que atua na região. Ele ia receber R$ 5 mil pelo serviço.

Operação 
Durante a ação - batizada de "Operação Agosto" - foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão, 23 de sequestro de valores, além de quatro mandados de prisão temporária, três de conduções coercitivas, além do afastamento do prefeito, vice-prefeito, vereador, secretário de administração e do pregoeiro oficial do município Ainda foram determinados a quebra do sigilo bancário e fiscal dos investigados.
A reportagem de O TEMPO entrou em contato com a assessoria de Jimmy Murça, mas ninguém foi encontrado para falar sobre o caso. Uma secretária disse apenas que todos os integrantes da prefeitura estavam na Câmara Municipal da cidade para acompanhar a posse do novo prefeito. A reportagem também tentou contato com a Casa, mas ninguém foi encontrado. 

Processo
Os presos vão responder por crimes contra a administração pública, formação de quadrilha, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. Se condenados, os envolvidos podem pegar até 30 anos de prisão.

PF e MPMG realiza ação para desarticular organização criminosa em Jaíba

A operação consiste no cumprimento simultâneo de 43 mandados judiciais, sendo 13 Mandados de Busca e Apreensão, 23 Mandados de Sequestro de Valores, Bens Móveis e Imóveis, 04 Mandados de Prisão Temporária, 03 conduções coercitivas, além do afastamento cautelar das funções do prefeito municipal, do vice-prefeito, de um vereador, do secretário de administração e do pregoeiro oficial do município.


(Por Gissele Niza) A Polícia Federal, em conjunto com o Ministério Público de Minas Gerais, deflagrou na manhã de hoje, 03 de dezembro, a OPERAÇÃO AGOSTO[1], com o objetivo de desarticular organização criminosa que desviava recursos públicos do município de Jaíba/MG, no Norte de Minas, bem como ocultava a origem e propriedade dos bens adquiridos com as verbas desviadas.
A operação consiste no cumprimento simultâneo de 43 mandados judiciais, sendo 13 Mandados de Busca e Apreensão, 23 Mandados de Sequestro de Valores, Bens Móveis e Imóveis, 04 Mandados de Prisão Temporária, 03 conduções coercitivas, além do afastamento cautelar das funções do prefeito municipal, do vice-prefeito, de um vereador, do secretário de administração e do pregoeiro oficial do município. Ainda foram determinados o afastamento do sigilo bancário e fiscal dos investigados, bem como a indisponibilidade dos bens das pessoas físicas e jurídicas envolvidas.
A quadrilha, formada por empresários, servidores públicos e agentes políticos, atuantes principalmente no município de Jaíba/MG, fraudava processos licitatórios destinados ao transporte escolar, direcionando as contratações às empresas e/ou pessoas ligadas à organização criminosa. Com a descoberta do esquema criminoso, sucessivas foram as tentativas de cooptação de vereadores do município de Jaíba/MG, com ofertas que chegariam a milhares de reais, a fim de se evitar o processo de cassação do prefeito municipal.
As verbas irregularmente desviadas eram imediatamente aplicadas em bens, móveis e imóveis, cujas propriedades eram ocultadas com participação de outros empresários e “laranjas” ligados aos principais membros da organização criminosa.
Os presos responderão, na medida de suas participações, por crimes contra a administração pública, formação de quadrilha, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro, dentre outros. Se condenados, as penas máximas aplicadas aos crimes ultrapassam 30 anos.
[1] Agosto é referência a um livro de Rubem Fonseca publicado em 1990 no Brasil. O romance caracteriza-se principalmente por se tratar de uma narrativa de cunho policial, de contar com um grande número de personagens que possuem ligações entre si, além do clima de mistério e investigação presente do início ao final da obra. Os trabalhos iniciaram em Agosto/2013 mês que, sabidamente, assola a vida sofrida do sertanejo com o calor intenso e a seca estafante. Agrava-se, no caso concreto, com a corrupção pública que, de modo incessante, ainda teima em persistir no Norte de Minas Gerais, não obstante as inúmeras ações realizadas.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Dr Ivo é eleito prefeito de Montezuma nas eleições suplementares

O município de Montezuma, Norte de Minas Gerais, elegeu nesse domingo (1) Ivo Alves Pereira, o Doutor Ivo (PP), como novo prefeito da cidade. Ele e a vice, Beroniza Cordeiro de Sá (PV), tiveram 2.082 (51,60%) dos votos válidos.
As novas eleições foram determinadas em setembro de 2013, após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) expedir a cassação dos mandatos do prefeito Erival José Martins (PSDB) e da vice Maristane Vieira de Sá (PR), eleitos em 2012.
O ex-prefeito Erival José Martins (PSDB) e a vice Maristane Vieira de Sá (PR) foram cassados por captação ilícita de votos e conduta vedada a agente público, conforme sentença expedida no dia 25 de junho. Nas eleições para prefeito em 2012, Erival Martins obteve 2.194 votos (50,92%).


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

CONTAS DO EX-PREFEITO JURACY FREIRE SÃO REJEITADAS PELO TCE-MG E CÂMARA MUNICIPAL

As contas do ex-prefeito de Porteirinha, Juracy Freire (PP), referentes ao exercício de 2011, que haviam sido reprovadas por unanimidade pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) de Minas Gerais foram reprovadas também pela Câmara Municipal. O resultado foi decidido na manhã desta segunda-feira (02), em reunião extraordinária realizada na Casa Legislativa Municipal. Para alterar o parecer do TCE, seria necessária a maioria absoluta, ou seja, 2/3 dos vereadores (9 votos dos 13 vereadores). A votação ficou de 7 votos a 5, prevalecendo o parecer do Tribunal.
Segundo análise do TCE-MG, a Prefeitura de Porteirinha realizou no ano de 2011 atos ilegais quando procedeu a abertura de créditos suplementares sem a devida autorização prévia. O Tribunal considerou irregular e de responsabilidade do gestor a abertura de créditos suplementares no valor de R$ 10.835.309,14, dos quais pelo menos R$ 9.955.018,59 foram executados, o que constitui grave infração à norma legal.
Votaram contra o parecer unânime do Tribunal de Contas os vereadores Adelício Antunes da Silva (PP), Allan Farley Rocha (PTN), Jose Carlos Santos (PTB), Antônio Didi Santana (PRB), Antônio Antunes Silveira (PRB), Etelvino José da Silva (PSDC) e Robson Antunes Silva (PR). Já os vereadores, Pedro Alves Antunes (PSB), Agenor Mendes Sobrinho (PSC), Antônio de Oliveira Brito (PT), João José da Costa, da Cidade Alta (PT), e Dilermando Santana Santos (PTC), seguiram o parecer do TCE, reprovando as contas do exercício financeiro 2011, não tendo a necessidade do Presidente Hermínio Martins (PMDB) manifestar seu voto.
Recentemente, o ex-prefeito Juracy Freire Martins ficou inelegível em ação do Ministério Público Federal, que apurava ilegalidades nas licitações, mas ele recorreu e aguarda julgamento.
HISTÓRICO– Além de ser réu em investigações que apuram irregularidades nas licitações, o latifundiário e empresário, Juracy Freire já teve contas de sua administração municipal rejeitadas no ano de 2010.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Jovem de 19 anos é preso suspeito de tráfico de drogas em Taiobeiras

Um jovem de 19 anos foi preso por suspeita de tráfico de drogas em Taiobeiras, Norte de Minas Gerais. Segundo a PM, o suspeito estava em uma festa na Rua Santa Rita, no bairro Bom Jardim.
A polícia informou que chegou até o jovem através de denúncia anônima. No local da prisão, a PM encontrou cocaína e maconha.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Homem é assassinado a facadas na zona rural de Januária

Um homem de 41 anos foi morto a facadas nesse domingo (1), durante festa na zona rural de Januária, Norte de Minas.
Segundo informações da polícia, a vítima conversava com o suspeito, quando levou as facadas. A vítima ainda tentou fugir, mas continuou sendo esfaqueada pelo criminoso, que só parou quando foi impedido por testemunhas.
O homem morreu no local e a polícia procura pelo suspeito, que está foragido.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

domingo, 1 de dezembro de 2013

"Rei da cachaça" leva vida de milionário excêntrico em Salinas

Antônio Rodrigues não consegue andar nas ruas de Salinas, no norte de Minas, sem ser reconhecido pelos moradores. Alguns o chamam de Toni, o homem que sempre anda com um galho de louro na cabeça. Entre os salinenses, no entanto, ele foi apelidado de o "Rei da Cachaça". Rodrigues é um dos maiores milionários do ramo de bebidas e não economiza dinheiro para ostentar suas extravagâncias.
Com 40 mil habitantes, Salinas seria só outra município do interior mineiro, se não fosse famosa por ser a capital mundial da cachaça. Só nos comércios locais, são vendidas cerca de 60 marcas da bebida. O ramo é tão elementar que as principais praças do cidade são decoradas com um engenho de cana e até garrafas gigantes de cachaça.
Rodrigues administra três das marcas mais vendidas de cachaça do País: Seleta, Saliboa e Boazinha. Com os lucros na faixa dos milhões de reais, ele gosta de investir nos seus hábitos peculiares e em pequenos luxos. Quem pensa que o homem tem um sorriso engraçado precisa ver de perto que são, na verdade, 25 dentes de puro ouro.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com