Blog com notícias de Janaúba e região!

sábado, 26 de outubro de 2013

SENADOR DEFENDE CEASA PARA JANAÚBA

O senador Clésio Andrade, do PMDB, requereu do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antonio Andrade, que sejam adotadas as medidas necessárias à criação da Central de Abastecimento (CEASA) de Janaúba.
Na comunicação oficial encaminhada ao ministro, o senador salienta que a obra “visa atender necessidade logística de distribuição e abastecimento de hortifrutigranjeiros dos produtores da região Norte de Minas Gerais, alcançando 25 municípios e mais de 500 mil usuários”.
O parlamentar tem defendido investimentos de porte em cidades polo de Minas Gerais, assim como a regionalização do crescimento, para impulsionar de forma mais rápida e equilibrada o desenvolvimento do estado.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

1ª Jornada Diocesana da Juventude em Janaúba


Mulher que roubou armas de delegacia em Buritizeiro com ajuda de crianças é presa

Thalita Pereira dos Santos, que teria participado do roubo de 12 armas e vários celulares da delegacia de Buritizeiro, no Norte de Minas, foi presa pela Polícia Civil nesta sexta-feira (25). Para cometer o crime, a mulher teria contado com a ajuda de dois adolescentes e de uma criança de 10 anos.
O roubo a delegacia ocorreu na última quarta-feira (23). Após investigações, a policia de Pirapora, Buritizeiro e Várzea da Palma chegou até a mulher. Com ela foi recuperado todo o armamento roubado, dentre eles uma escopeta calibre 12 e três celulares.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Recém-nascida é encontrada morta dentro de fossa em Grão Mogol

(G1) Uma criança recém-nascida foi encontrada morta dentro de uma fossa na comunidade de Barrocão, município de Grão Mogol, Norte de Minas, na manhã desta sexta-feira (25). 
De acordo com os militares, era por voltadas 6h da manhã quando uma vizinha, que divide o banheiro com outra mulher, viu a criança dentro da fossa.
Ainda segundo os militares, o Samu, a polícia e os bombeiros foram acionados, mas quando o resgate foi feito a recém-nascida já estava morta. Em cima do corpo da recém-nascida foram jogados cadernos e roupas.
A mãe da criança, uma jovem de 23 anos, escondeu a gravidez da família, e afirmou que não sabia que estava ganhando a bebê. Ela será encaminhada para o hospital de Francisco Sá (MG) e depois para a delegacia da cidade. A perícia ainda não esteve no local.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Bombeiros procuram adolescente desaparecido em Várzea da Palma

O Corpo de Bombeiros continua a procura de um adolescente de 14 anos que desapareceu no Rio das Velhas, em Várzea da Palma, Norte de Minas. As buscas começaram nesta quarta-feira (23).
Segundo a família, o adolescente teria tentado atravessar o Rio a nado juntamente com o irmão de 16 anos, mas os dois começaram a se afogar. Um homem que tirava areia às margens do rio viu a situação e prestou socorro aos dois, mas conseguiu retirar apenas o irmão mais velho.
Equipes dos Bombeiros  percorrem o rio em busca do adolescente.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Em Pai Pedro homem morre depois de trocar tiros com policial militar dentro de quartel

Um homem morreu depois de trocar tiros com um policial militar em Pai Pedro, cidade do Norte de Minas Gerais. Segundo informações da PM, o homem teria invadido o quartel da polícia na madrugada desta sexta-feira (25) e atirado contra um dos policiais, que ao se defender atingiu o homem, que acabou morrendo no local.
Ainda de acordo com a PM, o militar também foi atingido por um tiro no pulso e encaminhado ao hospital. A ocorrência ainda está em andamento.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Ex-prefeito de Januária prefere ficar na cadeia a sair para depor

Warmillon Fonseca Braga depõe em Pirapora, mas se incomoda com viagens
(Hoje em Dia) Preso desde o dia 2 de julho por envolvimento em fraudes e desvio de dinheiro público, o ex-prefeito de Pirapora e Lagoa dos Patos, no Norte de Minas, Warmillon Fonseca Braga (DEM), não quer deixar a Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, para comparecer às audiências em Pirapora. Uma delas está marcada para esta quarta-feira (23).
 Um dos motivos, classificado como “estranho” até mesmo pelo desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), Flávio Batista Leite, na decisão monocrática que negou o habeas corpus do ex-prefeito, é o “prejuízo” que a viagem traz para a “rotina” que Warmillon adquiriu na penitenciária da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ele foi condenado pela Justiça Federal em Montes Claros em 26 de junho. 
“A condução de um preso o retira da própria rotina da prisão. Prejudica a sua alimentação, higiene e o direito ao descanso. Sobretudo em caso como esse, em que o paciente terá que dormir fora do presídio, em trânsito, acarretando ainda mais sofrimento”, alega a defesa de Warmillon, na peça impetrada no dia 14 de outubro. Era uma tentativa de evitar que Warmillon tivesse que se deslocar até esse município na audiência de 16 de outubro, o que foi rejeitado pelo magistrado.
Outra razão apresentada pelos advogados para evitar a viagem de Warmillon é a eventual “falta de pretensão” do ex-gestor em se defender no interrogatório. 
Segundo o desembargador, a autodefesa é um direito, mas o ex-prefeito “não é obrigado a fazê-lo”. “A condução até a comarca, repito, não implica obrigação de depor”, destaca Flávio Leite. 
O Hoje em Dia entrou em contato com o advogado Sânzio Baioneta, mas as ligações não foram atendidas até o fechamento da edição. 

Recepção calorosa espera o detido
Embora resista a sair da prisão, Warmillon Fonseca Braga deve ser muito bem recebido quando chegar hoje para depor em Pirapora. Funcionários da administração municipal, sobretudo os comissionados, ligados ao grupo do ex-prefeito, têm relatado pedidos para que compareçam até a porta do fórum, para prestar solidariedade e apoio a ele.
O ex-prefeito, conhecido como “itinerante”, foi preso em Pirapora, na operação “Violência Invisível”. Ele é suspeito de fraude em licitações dos precatórios, na coleta de lixo e por desvios em contratos de combustível.

4 pessoas são presas suspeitas de garimpo ilegal em Bocaiuva

Quatro pessoas foram presas suspeitas de extrair cristais de forma ilegal na zona rural de Bocaiuva, no Norte de Minas Gerais. Com o grupo, a Polícia Militar de Meio Ambiente apreendeu 400 bananas de dinamite, detonadores, pólvora, além de um revólver e munição.
De acordo com o sargento Souza Júnior, a preocupação também é que esse material possa ser utilizado em assaltos a bancos.
A apreensão faz parte da operação "Rico Solo" e ocorreu em um garimpo que funcionaria de forma ilegal da região de Bocaiuva.
"Durante a operação nos deparamos com um garimpo ilegal de quartzo. Havia cerca de 200 pessoas que trabalhavam de maneira ilegal, sem nenhuma segurança e utilizando vários materiais proibidos", diz Souza Júnior.
O quatro responsáveis pelo garimpo foram presos e encaminhados a delegacia de Montes Claros (MG). Eles responderão pelos crimes de extração ilegal de minério e porte ilegal de arma de fogo.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Mulher é morta com mãos e pés amarrados em Carmo do Paranaíba

Dois homens foram presos em Carmo do Paranaíba, no Alto Paranaíba, suspeitos de matarem brutalmente uma mulher de 41 anos no sábado (19). A vítima foi encontrada dentro da casa onde morava com um dos homens e estava com os pés e mãos amarrados. Segundo a Polícia Militar, ela foi atingida por cerca de 14 facadas no pescoço e tórax.
O crime aconteceu em uma residência no Bairro Santa Cruz. A vítima foi encontrada por um rapaz de 36 anos, com quem dividia a casa. Ele foi preso como suspeito do crime, mas disse à polícia que o autor seria o namorado da vítima. Após rastreamento, o segundo suspeito foi encontrado em Pirapora, no Norte de Minas. Os dois foram conduzidos para a delegacia e negam o crime. Segundo a PM, o amigo da vítima tem várias passagens pela polícia.


Pablo de Mel
pablo-labs@hotmail.com

Sem fiscalização, frota de carros cresce 123% no interior de Minas

Só 52 cidades têm agentes de trânsito, o que sobrecarrega trabalho da PM
Municípios do interior de Minas enfrentam dificuldades para controlar um trânsito cada vez mais engarrafado e perigoso. A disparada na frota de veículos – o número cresceu 123% em 10 anos, percentual superior ao registrado em Belo Horizonte, de 96% – provoca gargalos típicos de metrópoles e evidencia a falta de estrutura para lidar com o problema. Segundo o Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), o total de veículos registrados no estado, excluindo a capital, subiu de 3,1 milhões em 2003 para pouco mais de 7 milhões até julho deste ano. Em contrapartida, houve pouca evolução no efetivo para fiscalizar motoristas. Apenas 52 das 853 cidades mineiras contam com agentes municipais de trânsito e mesmo prefeituras que dispõem do serviço reconhecem que há pouco pessoal.
O resultado é uma sobrecarga no trabalho de policiais militares de tentar coibir excessos. “Em muitas cidades o policial acaba sendo a autoridade, às vezes única, do trânsito”, reconhece o tenente-coronel Alberto Luiz, chefe da Comunicação da PM. No caso de policiais militares, o efetivo até aumentou, de 37,6 mil em 2004 para 44,7 mil este ano, segundo o Ministério da Justiça. Mas a corporação diz que o incremento não ocorreu para cuidar do trânsito. “O aumento do efetivo é para o enfrentamento da criminalidade”, disse o tenente-coronel Alberto Luiz.
Em cidades que registraram grande crescimento de frota, a fiscalização falha é uma das principais reclamações de motoristas. “Todos os dias fico 40 minutos parada no trânsito da Avenida João César de Oliveira e não tem fiscalização nenhuma. Não tem ninguém para organizar o trânsito”, reclama a dona de casa Eliane Amaral, de 40, moradora de Contagem, na Grande BH. Segundo o Detran-MG, a cidade tinha 130 mil veículos em 2003 e chegou a 289 mil em julho deste ano. Em Montes Claros, no Norte do estado, as queixas também se multiplicam. “No fim de tarde fico mais de meia hora parado no engarrafamento”, diz o entregador de gás Lucas Santos Gonçalves, referindo-se à Avenida João XXIII, um das vias mais movimentadas da cidade.
Em Montes Claros, a frota cresceu 8,2% em um ano: de 160.082 mil para 173.269, média de um veículos por 2,1 habitantes. O rápido crescimento da frota, combinado com ruas estreitas, falta de educação de motoristas e de fiscalização, contribui para acidentes. Segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), são registrados na cidade em média 19 acidentes por dia. A maioria, segundo o Samu, envolve motocicletas, que respondem por mais de 40% da frota do município. Em todo o estado, o número de mortes por acidentes de trânsito cresceu: entre 2003 e 2011, por exemplo, os óbitos registrados em hospitais conveniados ao Sistema Único de Saúde (SUS) passaram de 3.072 para 4.691, alta de 52,7%. A estatística exclui mortes em hospitais não ligados ao SUS e óbitos ocorridos no local do acidente.
A Empresa Municipal de Trânsito de Montes Claros (Mctrans) conta hoje com 30 agentes para a fiscalização do trânsito em toda a área urbana. A presidente da MCtrans, Ivana Colen, reconhece que o número é “insuficiente”. “Como qualquer outra cidade de médio e grande porte, Montes Claros tem vários problemas no trânsito”, diz Ivana. “Por ser polo regional e estudantil, nossa cidade tem a situação agravada por receber muitos veículos de outros municípios do Norte de Minas, trazendo pessoas que vêm em busca de tratamento de saúde e outros serviços”, acrescenta. Para tentar minimizar o problema, a MCtrans promete fazer concurso para dobrar o número de agentes até o início do ano que vem. “Vamos preencher 30 vagas de imediato, mas serão classificados 90. Os outros 60 serão chamados posteriormente”, diz a presidente da empresa.

Acidentes
Em Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas, o número de agentes subiu de 20 para 36 entre 2009 e 2013, mas autoridades reconhecem que o número não é o ideal para coibir infrações e reduzir ocorrências. Há uma semana, um acidente chocou a cidade: um jovem de 17 anos atropelou e matou uma mulher de 33. Ela estava no passeio, com o filho de 15, e teve que pular na frente do veículo para salvar o garoto. Este ano, 2.719 acidentes foram registrados, com 729 vítimas e 12 mortes. A cidade tem 116 mil veículos, quase o dobro dos 65 mil registrados há cinco anos.
“Nem todo município tem ruas largas, preparadas para receber esse fluxo de veículos. Divinópolis é uma cidade que tem o traçado razoável, e ainda assim sofremos”, diz o secretário de Trânsito e Transporte, Simoniades Quadros. “As facilidades para adquirir um automóvel cresceram muito e as pessoas aproveitaram. Estamos sofrendo as consequências disso”, completa. Um dos indicativos de que o trânsito precisa de reforço na fiscalização é a quantidade de infrações cometidas pelos motoristas. Entre 2011 e 2012, as multas passaram de 23.788 para quase 45 mil. A maior parte dos condutores é multada por falar ao celular, estacionar em desacordo com a regulamentação e não usar o cinto de segurança.
Simoniades Quadros acredita que somente uma mudança de comportamento, com incentivo ao transporte coletivo, bicicletas e caminhadas, poderá melhorar a situação. “Enquanto isso não acontece, fazemos obras e alterações no trânsito”, diz.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Acidente na LMG-629, em Rio Pardo de Minas, deixa um morto e um ferido

Um homem de 31 anos morreu em um acidente nesta segunda-feira (21), na rodovia LMG-629, em Rio Pardo de Minas, Norte de Minas Gerais. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, um veículo de passeio seguia de Taiobeiras para Rio Pardo de Minas e, no Km 05, bateu de frente com uma caminhonete que seguia em sentido contrário.
Equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) prestaram socorro às vitimas, mas o motorista do carro de passeio morreu no local. O condutor da caminhonete, um homem de 60 anos, sofreu alguns ferimentos. Ele foi socorrido e encaminhado ao hospital de Taiobeiras.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Atolada em dívidas, Prefeitura de Francisco Sá fechou as portas

Prefeituras fazem pressão com greve e demissão por dívida com a União
Prefeitos do Norte de Minas ameaçam fechar as portas das repartições municipais e cortar servidores se União não aceitar renegociar dívidas com INSS e compensar perdas do FPM
Atolada em dívidas, Prefeitura de Francisco Sá fechou as portas em janeiro
Menos de um ano depois de tomarem posse, prefeitos das pequenas cidades do Norte de Minas ameaçam paralisar serviços municipais e demitir pessoal se o governo federal não socorrê-los financeiramente. Eles reclamam, principalmente, da queda do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e de dívidas com o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) que teriam sido deixadas por seus antecessores. Se eles decidirem pelo fechamento das prefeituras, será a segunda vez neste ano que moradores da região não poderão contar com atendimento nas repartições municipais. Em janeiro, algumas prefeituras fecharam as portas, mantendo somente os serviços essenciais.
A redução do horário de expediente municipal e o cancelamento de festas tradicionais são outras estratégias de pressão que serão discutidas hoje em reunião na seda da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams), em Montes Claros. Até o fim da tarde de ontem, 78 dos 93 chefes de executivos municipais da região já haviam confirmado presença. Depois da reunião, eles pretendem sair em carreata pelas ruas da cidade. O presidente da Amams, Carlúcio Mendes Leite (PSB), reclama das dívidas previdenciárias herdadas pelos prefeitos. “Não estamos nos negando a pagar os débitos com o INSS, apesar de acharmos que eles deveriam ser pagos dentro da gestão de cada prefeito e não ficar como herança para os seus sucessores”, afirmou.
Segundo ele, a entidade acompanha mobilização da Associação Mineira de Municípios (AMM) e da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) em defesa de um encontro de contas entre prefeituras e Receita Federal, visando a renegociar dívidas previdenciárias. “Só não pode ser da maneira como vem ocorrendo, com resgates sem que os prefeitos fiquem sabendo quanto e como serão, comprometendo sistematicamente as finanças e os planejamentos”, acrescentou o presidente da Amams.
Mendes Leite diz que várias prefeituras foram obrigadas a dispensar servidores e adotar medidas de economia, citando a cidade que administra, Mirabela, de 12,7 mil habitantes, onde foram demitidos cerca de 100 contratados e suspensos shows e barraquinhas da tradicional Festa de Agosto. Já em Ibiracatu, de 5,9 mil habitantes, o chefe de Gabinete da prefeitura, Valdenuz de Jesus Fereira, informou que foram dispensados 100 dos 140 servidores contratados.
Segundo a Amams, várias prefeituras do Norte sofreram bloqueios do FPM este mês, devido as dívidas com o INSS. Uma delas foi Porteirinha (37,6 mil habitantes), que recebeu R$ 623.162,77 e teve um bloqueio de R$ 546.063,56, sobrando apenas R$ 77.099,21 para quitar a folha do funcionalismo. Em Gameleiras (5,13 mil habitantes), a prefeitura deveria ter recebido R$ 207.720,93 de FPM, mas depois de uma retenção do INSS de R$ 200.155,96, sobraram R$ 7.564,97. Em Capitão Enéas (14,2 mil habitantes), segundo a associação, a situação foi ainda pior. Toda a na primeira parcela do FPM de outubro, de R$ 346.201,54, foi retida para quitar os débitos com a Previdência Social.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Cinco pessoas morrem em acidentes no Norte de Minas

Cinco pessoas morreram em acidentes no Norte de Minas Gerais neste fim semana. Na BR-365, no fim da noite deste domingo (20), um caminhão e um carro bateram de frente, próximo a Coração de Jesus (MG). Segundo as informações da Polícia Rodoviária Federal, a carreta estava carregada com 15 toneladas de gesso. O condutor do carro faleceu no local do acidente, a passageira, esposa do motorista, foi encaminhada em estado grave para Montes Claros (MG). 
O motorista do caminhão, que não teve ferimentos, disse para a PRF que tentou desviar do carro que vinha na contramão e jogou a carreta para o lado, porém, o outro motorista fez o mesmo e eles acabaram batendo.
Um acidente na MGC-122, deixou um morto, neste domingo (20). O motorista de um caminhão tentou desviar de uma moto caída no asfalto, quando capotou. Ele seguia de Capitão Enéas para Janaúba (MG). O passageiro morreu na hora e o condutor foi levado para um hospital de Janaúba.
Acidentes com motociclistas
Um motociclista morreu neste domingo (20), na Avenida João XXIII, em Montes Claros (MG). Segundo as informações da Polícia Militar, ele teria batido em um carro em um cruzamento, onde o semáforo não estaria funcionando. Ele chegou a ser socorrido pelo Samu, mas não resistiu aos ferimentos.
Ainda no domingo (20), outro motociclista morreu na LMG-657, perto de São Pedro da Garça, distrito de Montes Claros. De acordo com a PM, o rapaz, de 19 anos, seria inabilitado e teria perdido o controle da moto e batido em uma cerca. Em outra rodovia estadual, no sábado (19), na MG-135, próximo a Mirabela (MG), um motociclista também inabilitado, faleceu após bater em uma canaleta. Ele morreu no local do acidente.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

domingo, 20 de outubro de 2013

Mulher é esfaqueada pelo irmão em São Francisco por causa de herança

Uma mulher de 42 anos ficou gravemente ferida após se esfaqueada pelo próprio irmão, nesse sábado (19), na zona rural de São Francisco, no Norte de Minas. O motivo do crime é a partilha de uma herança familiar.
De acordo com a Polícia Militar, José Barbosa dos Santos Neto, de 43, esperou a vítima passar por uma estrada de terra no povoado de Croá e a abordou. Após uma rápida discussão, ele desferiu vários golpes que atingiram o pescoço, tórax, rosto, barriga e mão da  irmã.
A mulher foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), levada para o hospital do município, mas, devido à gravidade dos ferimentos, foi encaminhada para Brasília de Minas, na mesma região.
Militares fizeram rastreamento na cidade, mas Neto não foi localizado. A Polícia Civil vai investigar o caso.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com