Blog com notícias de Janaúba e região!

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Homem mata inimigo após ser flagrado pela namorada em orgia regada a mulheres e bebidas em Bocaiúva

Dois homens foram presos e um adolescente apreendido suspeitos de envolvimento na morte de um rapaz em Bocaiúva, no Norte de Minas. A vítima foi assassinada na porta de casa com cinco tiros, nessa terça-feira (20), depois de levar a namorada de um dos suspeitos a uma orgia regada a mulheres e bebidas, promovida pelo próprio mandante do crime. Como o homem perdeu a namorada após o flagra, se revoltou e tramou a morte do inimigo.
Segundo o delegado Leonardo Diniz, o suposto mandante é Washington Silva Rodrigues, de 21 anos, preso no dia do crime. Apesar de os comparsas confessarem o assassinato e o apontarem como mandante, Washington nega participação.
Segundo o delegado, Paulo Henrique Silva, de 22 anos, conhecido na cidade como Paulinho, foi morto no domingo (18) por vingança. "O Paulo teria levado a namorada do Washington para que ela o flagrasse na festa com outras mulheres. A namorada terminou com ele por causa disso e ele foi se vingar". 
Na segunda-feira (19), Washington teria pedido ajuda a um adolescente de 17 anos e a Edvaldo Marques Fernandes Junior, de 19, para executar Paulo. "Eles já se conheciam e pactuaram para matar o rapaz", afirma o delegado. No dia seguinte, o suspeito teria dado um revólver calibre 38 aos comparsas, que foram até a casa da vítima, no bairro Nossa Senhora Aparecida, juntamente com ele.
Paulo foi morto na porta de casa com cinco tiros. O crime ocorreu por volta do meio dia e várias pessoas presenciaram a execução. "Ainda não está claro quem atirou. Certo é que eles foram vistos correndo da cena do crime e reconhecidos por várias testemunhas. O Washington, inclusive, fugiu de bicicleta".
A vítima foi atingida nas costas, cabeça, peito e braço direito e morreu na hora. O quinto tiro pegou no chão, segundo os peritos.
Nesta manhã, foram localizados Edvaldo e o adolescente. "Eles confessaram o crime e contaram toda a dinâmica dos fatos", afirma Leonardo.
Washington foi preso em flagrante e levado para o presídio da cidade, juntamente com Edvaldo. Já o adolescente vai cumprir media socioeducativa em um centro de internação em Montes Claros, na mesma região.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

terça-feira, 20 de agosto de 2013

PREFEITO FAZ ABAIXO-ASSINADO PARA PEDIR AGÊNCIA EM PORTEIRINHA

PORTEIRINHA (Luis Claudio Guedes) – O prefeito de Porteirinha, Silvanei Batista (PSB) encabeça movimento para pedir a reabertura de agência da Caixa Econômica Federal na cidade. O banco estatal deixou o município há 17 anos, durante o arrocho enfrentado pelo setor com o fim da inflação – ainda nos idos do governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (1995/2002).
A Prefeitura de Porteirinha realizou mobilização no centro da cidade no último sábado, 17, para coletar assinaturas ao abaixo assinado que pede a instalação de agência da CEF na cidade. “Agora estamos em um novo momento, de grandes conquistas e queremos juntar nossas forças para trazer a Caixa de volta”, diz o texto que conclama os moradores a aderir à causa.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

MULHER MORRE: MOTORISTA PROVOCA ACIDENTE E FOGE SEM PRESTAR SOCORRO

Uma mulher de 21 anos morreu em um acidente automobilístico no último sábado (17) na LMG-626, próximo à cidade de Taiobeiras. A jovem, que morava no povoado de Tapeinha, município de Berizal, pilotava uma moto na via quando foi atingida por uma caminhonete conduzida por um homem de 43 anos. Após o acidente o motorista fugiu sem prestar socorro. Segundo a Polícia Militar o motorista que provocou o acidente não tem habilitação.
Antes de fugir, o condutor disse que o motivo do acidente foi porque o capô do carro se levantou e ele perdeu o controle da direção, invadiu a contramão e atingiu a moto conduzida pela mulher. Ainda segundo a Polícia, um homem que ajudou o motorista a fugir foi preso. O veículo estava com documentação irregular e foi removido para o pátio do Detran em Taiobeiras.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

FATURAMENTO INDUSTRIAL: NORTE DE MINAS TEM MAIOR RETRAÇÃO ENTRE CIDADES DO INTERIOR

Enquanto a indústria mineira, como um todo, apresentou alta de 4,3% no faturamento do primeiro semestre deste ano frente ao mesmo período de 2012, no interior do Estado foi observada tendência de retração na atividade. Das seis regiões pesquisadas, quatro apresentaram resultados negativos, enquanto duas registraram crescimento. O destaque negativo ficou por conta do Norte de Minas, onde a receita caiu 14,7% na mesma base de comparação. Na contramão, o Centro-Oeste teve o melhor desempenho, com expansão de 16,6% no mesmo período.
Os dados fazem parte da Pesquisa Indicadores Industriais Regionais (Index), divulgada pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). Na avaliação da economista da entidade, Annelise Rodrigues Fonseca, as diferenças entre as regiões podem ser justificadas pela diversificação do parque mineiro.
“Apesar das características bastante peculiares da indústria mineira, de maneira geral, o setor já vem perdendo intensidade há algum tempo. Os indicadores regionais mostram isso. Uns com mais intensidade, outros com menos. Foi por este motivo que a Fiemg já reviu para baixo as expectativas para 2013 duas vezes”, explica.
No começo do ano, as projeções eram de expansão de 4,5% para o faturamento de 2013 frente a 2012. No fim do primeiro trimestre, a Fiemg reduziu suas projeções para 3,3%. Agora, baixou ainda mais e a alta estimada para a receita deste exercício é de 1,7%.
Assim, conforme a economista, tanto para o Estado todo como para o interior, mesmo que haja recuperação de alguns segmentos ao longo do segundo semestre, o resultado para o acumulado do ano, na melhor das hipóteses, será moderado.
Na divisão por regiões, a maior retração ocorreu no Norte, onde o faturamento caiu 14,7% no primeiro semestre ante os seis primeiros meses de 2012. A maior contribuição negativa veio do setor de produtos alimentícios, que recuou 10,38%. Por outro lado, a área de produtos têxteis evitou que a queda fosse ainda maior, já que apresentou alta de 16,51%. O nível de emprego caiu 10,22% e a massa salarial 4,78%. Já a ocupação da capacidade instalada (Nuci) passou de 83,24% nos seis primeiros meses de 2012 para 72,02% no primeiro semestre deste ano.
No Leste, a queda no faturamento foi de 4,43% no acumulado de 2013 até junho, com destaque para os produtos de metal, cujo recuo chegou a 46,87%. Por outro lado, as atividades de produtos alimentícios tiveram alta de 20,53%. O número de empregos baixou em 2,8% e massa salarial 1,21%. Já as horas trabalhadas aumentaram 0,11% e a Nuci chegou a 87,68%, contra 87,39%.
A Zona da Mata apresentou queda de 4,35% na receita na primeira metade de 2013 ante igual período do ano anterior. O setor de produtos têxteis puxou a queda, com recuo de 4,82%. Com isso, as horas trabalhadas tiveram queda de 0,42%. O emprego aumentou em 1,76% e a massa salarial em 5,86%. Já a utilização da capacidade instalada média no período foi de 85,87%, enquanto que na mesma época de 2012 foi de 85,89%.
O Sul, por sua vez, apresentou diminuição de 3,14% no faturamento. A maior queda (4,27%) foi observada no segmento de máquinas, aparelhos e materiais elétricos. Na região, o nível de emprego subiu 2,64% nos seis primeiros meses de 2013 e as horas trabalhadas 4,08%. As remunerações diminuíram em 1,85%. A Nuci média foi de 74,3%, contra 75,87% registrada no mesmo período de 2012.
Por outro lado, o Centro-Oeste registrou aumento de 16,6%. Somente a metalurgia básica avançou 2,56% e os produtos têxteis 1,99%. O emprego cresceu 8,21%, as horas trabalhadas 9,87% e os salários 8,03%, todos em relação a igual período de 2012. A utilização da capacidade instalada no acumulado chegou a 65,17%, contra 64% em 2012.
No Triângulo o faturamento da indústria cresceu 2,73% no primeiro semestre, com destaque para produtos alimentícios, com alta de 3,13% na receita. Já o nível de emprego subiu 0,75%, as horas trabalhadas 5,97% e a massa salarial cresceu 2,44%. A utilização da capacidade instalada chegou 83,06%. (Diário do Comércio)


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Dois homens são presos em tentativa de assalto a posto de combustíveis

Dois homens foram presos e dois menores apreendidos na madrugada desta segunda-feira (19), suspeitos de envolvimento em uma tentativa de assalto a um posto de combustíveis próximo à BR-365, em Pirapora, Norte de Minas Gerais. Segundo a PM,, os policiais chegaram até os suspeitos após uma denúncia anônima.
Os indivíduos fugiram e durante a perseguição houve troca de tiros. O veículo que os bandidos estavam capotou, mas ninguém ficou ferido. Eles foram presos em flagrante encaminhados à delegacia.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Estiagem prolongada afeta produção de banana em Janaúba

Bananeira de área abandonada por falta de irrigação (Foto: Michelly Oda / G1)
(G1) A pior seca dos últimos 40 anos está afetando a fruticultura no Norte de Minas Gerais. No projeto de irrigação Gorutuba, na região de Nova Porteirinha (MG) e Janaúba (MG), são produzidas cerca de 90 mil toneladas de frutas anualmente, com destaque para a banana, que representa 70% desse total.
O faturamento com a atividade chega a R$ 65 milhões, 12 mil postos de trabalho são gerados. A água, que abastece os 134 quilômetros de canais, vem da barragem Bico da Pedra, que está com apenas 28% da capacidade, menor nível já registrado.
Canal, próximo a um bananal que foi abandonado,
por onde a água passava (Foto: Michelly Oda / G1)
O técnico agrícola Luiz Mendes trabalha em uma propriedade que teve 100 hectares de banana abandonados devido ao racionamento. O prejuízo estimado vai ser de 140 mil caixas de bananas a menos em um ano.
“Optamos em deixar de lado a área que tinha menor produtividade. Dos 200 funcionários, restam 100. A chuva é a única solução”, afirma o técnico.
Luiz Mendes diz que também está preocupado em relação ao futuro do bananal que está sem água. “Temos medo de que a falta de irrigação por um longo tempo no local abandonado leve a morte da plantação. O custo médio do replantio chega a R$ 10 mil o hectare, sem levar em conta os gastos com a estrutura de irrigação”.

Sistema de bombeamento que está sendo testado
no Bico da Pedra (Foto: Michelly Oda / G1)
Situação da barragem Bico da Pedra
A barragem Bico da Pedra foi construída em 1978, com término no mesmo ano, já o projeto, começou na mesma época, mas foi totalmente concluído em 1979. O perímetro irrigado corresponde a cinco mil hectares, mas com a estiagem, algumas áreas tiveram que ser abandonadas. Dois racionamentos permanentes foram realizados, um em maio de 2012 e outro em fevereiro de 2013.
O gerente operacional do Distrito de Irrigação do Perímetro Gorutuba (DIG), Alécio da Roz, explica que, somente em 1988, houve uma situação semelhante quanto ao nível da barragem Bico da Pedra.
Segundo o gerente operacional, nos últimos cinco anos o volume de chuvas caiu. “No último período chuvoso, o reservatório subiu dois metros, sendo que o consumo chega a quatro, ou seja, tivemos uma recarga de menos da metade do que precisamos”, diz.
Para garantir que a água seja levada até os canais de irrigação, um sistema de bombeamento está sendo instalado. “A utilização do sistema vai depender da diminuição da vazão da barragem, mas a partir da segundo quinzena de agosto é provável que iremos utilizá-lo”, explica Alécio. 
Alécio da Roz diz que dois racionamentos
permanentes para a irrigação já foram feitos
(Foto: Michelly Oda / G1)
Alécio da Roz explica que a barragem tem que suprir três funções, consumo humano, irrigação e vazão ecológica do rio Gorutuba. Ele destaca que o rio não está conseguindo desaguar no Verde Grande já está começando a secar 10 quilômetros depois do reservatório, e está sendo mantido pela barragem. 
“Caso as chuvas não venham até mesmo a irrigação corre o risco de ser suspensa, já que a barragem tem como prioridade o consumo humano”, afirma.

Cachos tiveram redução nos enchimentos dos
frutos. (Foto: Michelly Oda / G1)
Queda na qualidade
Além da produtividade, a qualidade das bananas também está sendo alterada. “Um cacho que pesava 26 quilos de frutos, agora tem 17 quilos”, conta Édson Quirino, responsável por supervisionar um bananal em Nova Porteirinha (MG).
A queda na produtividade na plantação da propriedade chega a 30%. Após serem colhidas, as bananas são separadas, conforme o tamanho, característica que também determina o valor de mercado.
“Como o fruto está pequeno e sem enchimento, chegamos a ter uma desvalorização de 60%”, afirma.
No local, foram abandonados cerca de 30 hectares. O supervisor diz que cabe ao proprietário decidir, se com o volume de água fornecido irá reduzir o abastecimento e manter todo o bananal, ou irá deixar uma área sem irrigação. Cada banana precisa de 30 litros de água por dia nesta época do ano.
“Nosso bananal tem 18 anos, nunca passamos por esta situação. A única esperança é mesmo a chuva", afirma ainda Quirino.

Domingos foi demitido do bananal no qual
trabalhava e está procurando emprego.
(Foto: Michelly Oda / G1)
Desemprego
“Não há números que estimem a quantidade de pessoas que foram demitidas com a redução das áreas produtivas de banana, mas como a atividade movimenta a economia local um problema social está sendo criado com a redução dos empregos gerados”, diz Alécio da Roz.
Domingos Joaquim Santana trabalhava em um bananal e foi demitido. Além dele, a esposa também está desempregada. Pai de cinco filhos, Domingo se diz preocupado. “Procurei emprego em várias propriedades e ainda não encontrei, mas tenho que continuar. Fui demitido devido à falta de água e por esse mesmo motivo ninguém está contratando.”


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Em Olhos D'Água mulher é encontrada morta e ex-marido é o principal suspeito

A Polícia Militar de Olhos D'Água, no Norte de Minas, procura por um homem que é o principal suspeito da morte da ex-mulher, de 18 anos. Segundo informações da PM, a vítima foi encontrada com várias perfurações, nesta segunda-feira (19).
De acordo com o atual namorado da mulher, ele estava na casa dela, quando o ex-companheiro chegou e o agrediu. O rapaz fugiu e no dia seguinte teria ficado sabendo da morte da namorada.
O corpo da vítima foi levado para o IML.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

domingo, 18 de agosto de 2013

Tentativa de fuga na cadeia de Espinosa

A tentativa de fuga dos detentos da cadeia de Espinosa, região Norte do Estado, terminou frustrada na madrugada de sexta-feira (16). Utilizando uma engenhoca montada com a base do motor de um ventilador, os detentos fizeram um buraco em uma das celas e tentaram fugir pelo corredor principal.
A manobra só não deu certo porque o barulho da hélice triturando o concreto chamou a atenção do agente penitenciário que trancou as portas de segurança e acionou reforço. “O agente desconfiou do barulho e trancou a porta de aço. As polícias Civil e Militar foram acionadas e conseguimos evitar a fuga em massa”, contou o escrivão Geraldo Ronny dos Fernandes.
A cadeia, que é de responsabilidade da Polícia Civil, abriga 40 detentos, o dobro da capacidade. Os presos ficam sob a vigilância de apenas um agente penitenciário por turno. No local com apenas três celas, há pessoas em cumprimento de pena e outras aguardando julgamento. “Estamos aguardando vagas em outras unidades prisionais”, completou o escrivão.
Após a fuga impedida, uma revista foi realizada na cela. Apenas a furadeira improvisada foi apreendida. A área foi isolada e os detentos remanejados para as outras duas celas. Na sexta, os agentes penitenciários tamparam o rombo na parede.
Conforme informações da Polícia Civil nenhum detento fugiu e a situação está sob controle. Ainda de acordo com o órgão, a expectativa é de que a unidade passe para responsabilidade da Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) até o fim do ano.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Norte de Minas receberá 10 médicos através do programa Mais Médicos

Das 495 prefeituras de Minas Gerais que se inscreveram no programa Mais Médicos, lançado em julho pelo governo federal, apenas 37 cidades foram contempladas com 64 profissionais.
Nas regiões norte e noroeste do estado, onde a falta de profissionais é grande, apenas 10 médicos irão atender em sete cidades. A lista final da primeira seleção do programa Mais Médicos foi apresentada pelo Ministério da Saúde nessa terça-feira (6).
De acordo com informações do portal da saúde do governo federal,  a cidade de Januária irá receber  maior número de profissionais é com três médicos, seguida de São Francisco com dois. Em seguida vem as cidades de Bonito de Minas, Buritis, Ibiaí, Ibiracatu e Unaí  que receberão um médico cada.
Os médicos irão receber um salário mensal de R$ 10 mil para atuar na atenção básica à saúde.
O ministro Alexandre Padilha informou, durante a apresentação da lista final, que os médicos selecionados começarão a trabalhar a partir do dia 1º de setembro.
O Ministério da Saúde dará mais uma oportunidade aos médicos brasileiros que chegaram a selecionar municípios, mas que não homologaram sua participação. Este grupo terá até esta quinta-feira (8) para novamente indicar as seis opções de cidades que desejam atuar, em ordem de preferência e de acordo com as regiões prioritárias do programa. A nova lista será publicada no sábado (10). A próxima chamada de médicos e municípios começa no dia 15 de agosto.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com