Blog com notícias de Janaúba e região!

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Liga Camponesa interdita e faz protesto em Jaíba

Manifestantes ocupam a MG 401 e exigem o comparecimento de autoridades no local. (Foto: Reprodução/ Romero Oliva)
Dezenas de militantes da Liga Camponesa fizeram na manhã desta quarta-feira (7) uma caminhada do centro de Eventos de Jaíba, Norte de Minas, em direção a MG 401, saída para as cidades de Verdelândia e Janaúba. Os militantes atearam fogo em pneus e galhos de árvores e interditarem totalmente a pista. 
Segundo os líderes do movimento, Libeny e o senhor Manoel Sarapião, o tráfego da pista será liberado somente quando os representantes da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Instituto Mineiro Agropecuário (IMA), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) e da Fundação Rural Mineira (RURALMINAS) estiverem presentes no local para cumprirem as reivindicações.
A Polícia Militar acompanha toda a manifestação que está sendo feita de forma pacífica. Os manifestantes pedem a partilha e legalizações (escrituras) de terras de fazendas já ocupadas; desarquivamento de processo de regularização das terras da fazenda Xodó Paranaense; liberação de terras da RL 3; suspensão de taxas do K-2 do Projeto Jaíba, entre outras.
A assessoria de comunicação do INCRA afirma que a instituição irá se reunir com os manifestantes nesta quinta-feira (8) pela manhã, em Jaíba. O prefeito de Jaíba, Jimmy Murça, em tentativa de liberar a pista, cedeu um veículo para que os líderes do movimento possam deslocar até a capital mineira para conversarem com os representantes das instituições, porém os mesmos querem conversar com os representantes no local da manifestação.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Polícia ainda procura pela mãe do bebê deixado em terreno de Janaúba

(G1) A Polícia Civil de Janaúba ainda procura pela mãe do bebê de três dias, que foi deixado no terreno da antiga estação ferroviária de Janaúba, no dia 18 de julho. O menino foi encontrado pelo vigia Markbianno Paulo da Silva, que fazia um ronda noturna no local, e ouviu o choro do recém-nascido.
A delegada responsável pelo caso, Luciana Costa Moura, informou ao G1 que várias pessoas foram ouvidas e que a polícia verificou se havia imagens de câmeras nas proximidades do local onde o bebê foi deixado, mas como o terreno é grande e ermo, nenhuma câmera foi encontrada.
Luciana Costa Moura, afirmou ainda que a PC investiga se quem deixou a criança teve ajuda de alguém, já que há um muro no local. A principal pista que está sendo investigada é a cor do clampping (espécie de prendedor), que foi encontrado no cordão umbilical do menino. Os utilizados na maternidade de Janaúba são brancos, o que foi colocado no recém-nascido é laranjado.
Uma intimação foi enviada para o hospital da cidade para que o diretor do local preste depoimento. Segundo a delegada, esse é um procedimento padrão e pode ajudar nas investigações, já que ter a ajuda da direção do hospital, para descobrir a instituição onde o menino nasceu, é o primeiro passo para entender os motivos pelos quais ele foi deixado no terreno da estação. 
Entenda o caso
Após ser encontrado pelo vigia, o bebê foi levado para o hospital de Janaúba e ficou em observação por um dia, até que o juiz determinou que ele ficasse provisoriamente com um casal, inscrito no Cadastro Nacional de Adoção. O menino recebeu o nome de Davi e ainda está sob os cuidados dessa família.
De acordo com o pediatra Heberth Amaral, quando Davi chegou ao hospital ele apresentava temperatura corporal baixa e estava com fome. Como o menino é saudável, não havia risco dele ficar com nenhuma sequela. Na semana seguinte, o recém-nascido tomou vacinas e fez exames.
Markbianno Paulo da Silva, o vigia que encontrou Davi, estava trabalhando no serviço há três dias e é natural de Solidão, em Pernambuco.
“No início achei que fosse um gato. Mas quando cheguei perto vi um bebê chorando. Ele usava uma roupa e um pano, mas estava deitado no chão, ao relento. Quando olhei para ele, tão pequenininho, lembrei do meu filho que tem pouco mais de dois meses.”


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

domingo, 4 de agosto de 2013

Ônibus clandestino é apreendido na BR-365, no Norte de Minas Gerais

Ônibus clandestino foi aprendido pela Polícia Rodoviária perto de Coração de Jesus

Nenhum dos 45 passageiros ficou ferido no
acidente com um ônibus clandestino
A Polícia Rodoviária Federal apreendeu na manhã deste sábado (3) um ônibus clandestino de passageiros na BR-365, perto da cidade de Coração de Jesus, Norte de Minas Gerais.
De acordo com a PRF, o veículo que seguia viagem de São Paulo (SP) para o Rio Grande do Norte (RN) não possui autorização para fazer o transporte desses passageiros. Ao tentar ultrapassar um caminhão, o ônibus perdeu o controle ao retornar e saiu da pista, atingindo uma árvore às margens da rodovia. Nenhum dos 45 passageiros ficou ferido.
Ainda segundo a Polícia Rodoviária, a empresa responsável pelo veículo será multada em cerca de R$ 5 mil. Os passageiros seguiram viagem em outro ônibus que saiu de Montes Claros (MG).


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com