Blog com notícias de Janaúba e região!

sábado, 2 de março de 2013

Provas do concurso do SAMU serão realizadas neste domingo

Neste domingo, dia 03 de março, serão realizadas as provas de múltipla escolha do concurso público para provimento de cargos efetivos do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência e Emergência do Norte de Minas (Cisrun). A oferta é de 570 vagas para as funções de médico, enfermeiro (nível superior), técnicos em Enfermagem, condutores socorristas e servidores técnico-administrativos, que atuarão no Serviço Móvel de Urgência e Emergência - Samu Macro Norte.
Os candidatos aprovados e nomeados exercerão suas atividades nas 37 bases instaladas nos municípios integrados ao Consórcio.
As provas de múltipla escolha serão aplicadas nas cidades de Brasília de Minas, Janaúba, Manga, Montes Claros, Pirapora e Taiobeiras. 
A partir do dia 25 de fevereiro, os candidatos poderão fazer a consulta do cartão de inscrição pelo portal www.cotec.unimontes.br. O resultado definitivo será divulgado no dia 24 de maio próximo.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Nove cidades brasileiras voltam às urnas para eleger prefeitos neste domingo

BRASÍLIA - Eleitores de nove municípios brasileiros voltarão às urnas neste domingo (3) para eleger prefeitos. Estão na lista as cidades de Eugênio de Castro (RS), Novo Hamburgo (RS), Sidrolândia (MS), Camamu (BA), Balneário Rincão (SC), Campo Erê (SC), Criciúma (SC), Tangará (SC) e Bonito (MS). Nesses municípios – atualmente comandados pelos presidentes das respectivas câmaras de Vereadores – as eleições de outubro foram anuladas porque os candidatos que obtiveram mais de 50% dos votos válidos tiveram os registros de candidatura rejeitados pela Justiça Eleitoral, em julgamento posterior ao pleito. Inicialmente, a cidade gaúcha de Erechim também estava na lista, mas em decisão liminar no último dia 14, a ministra Luciana Lóssio, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou o retorno imediato de Paulo Alfredo Polis e Ana Lúcia Silveira de Oliveira aos cargos de prefeito reeleito e vice-prefeita de Erechim. Em novembro do ano passado, os juízes do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS) confirmaram a sentença, de primeiro grau, que resultou na cassação do registro de candidatura da chapa vencedora. Paulo Alfredo e Ana Lúcia são acusados de uso indevido de meios de comunicação e de abuso de autoridade por terem publicado em um jornal da cidade, três meses antes das eleições, um anuário da prefeitura. A ministra Luciana Lóssio disse que, “em princípio”, não vê "gravidade suficiente” nas condutas investigadas. Na decisão, ela cita regra incluída na Lei das Inelegibilidades pela Lei da Ficha Limpa segundo a qual, para a configuração do ato abusivo, não será considerada a possibilidade de o fato alterar o resultado da eleição, mas apenas a gravidade das circunstâncias que o caracterizam. “Em exame superficial, [esse elemento] não me parece devidamente evidenciado, sobretudo quando o próprio TRE-RS assenta se tratar de distribuição de anuário municipal contendo propaganda política subliminar”, diz um trecho. Apesar de estarem nos cargos, o prefeito Paulo Alfredo Polis e a vice Ana Lúcia Silveira de Oliveira ainda aguardam decisão definitiva do plenário do TSE sobre a cassação dos seus diplomas.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Polícia Federal tem dificuldade com inquéritos sobre a pesca ilegal no Norte de Minas

A retirada da carteira de pescador artesanal somente com o objetivo de receber o seguro-desemprego durante o período da piracema está sob investigação da Polícia Federal em Minas, mas a instituição admite dificuldades em apurar os casos. Já foram abertos cinco inquéritos para analisar problemas nas colônias de pescadores de municípios banhados pelo Rio São Francisco em Pirapora, Ibiaí, São Francisco e Januária, no Norte do estado. As investigações foram instauradas a partir de denúncias anônimas e de pedidos do próprio Ministério do Trabalho, que faz os pagamentos. 
O delegado federal João da Mata, de Montes Claros, reconhece que há complicadores para que os inquéritos avancem. O grande número de carteiras expedidas pelas colônias de pescadores, a necessidade de ouvir os próprios associados das colônias de pescadores, o que exige deslocamento dos intimados, e resistência de testemunhas a “entregar” quem recebe pagamento irregular são alguns dos problemas enfrentados pela PF. Apesar disso, o delegado diz que trabalha para reunir provas. 
“Estamos intensificando os trabalhos, no sentido de conseguir provas, indiciar fraudadores e encaminhar processos à Justiça para a aplicação das penas cabíveis”, diz. “Há casos em que as pessoas recebem o pagamento sem ter direito a ele por simplicidade ou pela falta de conhecimento. Mas existem casos em que as pessoas recebem os benefícios mesmo sabendo que não têm direito ao pagamento. Isso constitui fraude”, acrescenta.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Denúncias de pagamento indevido do seguro-desemprego que deveria ser exclusivo para pescadores artesanais são alvo de investigações da Polícia Federal no Norte de Minas

Ministério Público e Polícia Civil apuram desvio do seguro-desemprego exclusivo para pescadores artesanais. EM mostrou que até fazendeiros e políticos recebem benefício em Minas 
Pirapora, São Francisco e São Gonçalo do Abaeté – Denúncias de pagamento indevido do seguro-desemprego que deveria ser exclusivo para pescadores artesanais são alvo de investigações da Polícia Federal no Triângulo e no Norte de Minas. As fraudes têm sido expostas pelo Estado de Minas desde quinta-feira. Fazendeiros, políticos, carvoeiros, comerciantes e até um pastor dono de clínica de reabilitação em Belo Horizonte recebem a bolsa idealizada para pescadores de subsistência e que consiste em um salário mínimo mensal, de novembro a fevereiro. O objetivo é que esses trabalhadores não exerçam suas atividades durante o período de reprodução dos peixes. A reportagem mostrou ainda que pescadores fantasmas, desconhecidos das colônias de pescadores, recebem benefícios em Pirapora e Buritizeiro, o que também será apurado. 
Em Uberaba, no Triângulo, a Procuradoria da República investiga as colônias pesqueiras da região por suspeitas de recebimento irregular do seguro. Um processo civil público foi aberto e as últimas diligências foram realizadas nos municípios de Fronteira, Frutal e Planura, todos banhados pelo Rio Grande. Mais denúncias são apuradas pela Polícia Federal e o Ministério Público Federal na região de Santa Vitória, também no Triângulo, mais especificamente na colônia do distrito de Chaveslândia, às margens do Rio Paranaíba. “Na região do Pontal do Triângulo foi pedido inclusive apoio para localizar os fraudadores, pois há indícios de que as colônias estejam favorecendo as irregularidades em troca de parcelas dos recursos e de favores políticos”, conta o delegado-chefe da Polícia Civil de Uberaba, Carlos Henrique Cotta D’Angelo. Os inquéritos podem se transformar em processos por estelionato. Em todos os casos, o principal trabalho de promotores e policiais é a conferência das listagens de pescadores artesanais cadastrados nas colônias e nos ministérios da Pesca e Aquicultura e do Trabalho e Emprego. 
Para quem realmente precisa do benefício, e que já considera o valor baixo, as notícias de fraudes no seguro-desemprego são recebidas com indignação. “É um absurdo a gente não poder trabalhar e só ganhar um salário mínimo por mês para deixar de pescar. E piora saber que tem por aí quem ganha sem precisar”, reclama a pescadora Maria Rosilene de Souza, de 40 anos, de São Gonçalo do Abaeté, na Região Central. “Quem sabe se essas pessoas não estivessem recebendo a gente podia ter um aumento (do valor do seguro)?”, pergunta. Há ainda casos de pescadores que não recebem o benefício e muitas vezes continuam pescando por não ter alternativa de renda. “É pouco dinheiro (o do seguro) e não se pode arrumar mais nada para fazer”, justifica Salvador Álvares de Souza, de 63 anos, que continua a pescar mesmo com a proibição da piracema. “Tem uns guardas aí que aparecem, tomam nossa rede, mas a gente que é barranqueiro tem de viver do peixe”, diz.

Atrasos 

Apesar das reclamações sobre o valor, a contribuição do seguro-desemprego é essencial em comunidades pesqueiras mais afastadas e humildes, onde deixar de ser pescador não é uma opção. No vilarejo de Tapera, também em São Francisco, mas a duas horas de barco a motor da zona urbana, moradores já dizem notar que problemas ambientais e a pescaria na época da desova interferem na quantidade e tamanho do pescado. “Os surubins, os dourados, as matrinchãs estão sumindo. Há 20 anos, era normal pegar peixes de 40 quilos. Hoje, se achar de 20 quilos, a gente comemora”, diz o pescador Raimundo Nonato Rodrigues de Souza, de 44 anos. O vilarejo de casas de pau a pique sobrevive da união dos pescadores, que aproveitam para criar patos e cultivar hortas. 
Outro problema, segundo pescadores, é o atraso no pagamento do seguro-desemprego. “A gente fica na mão dos armazéns, pedindo fiado para não morrer de fome nem de doença quando precisa de algum remédio. No ano passado (o benefício) ficou mais de dois meses parado, sem pagar. A gente precisando, fazendo dívida e sem poder pescar”, critica Antônio Raimundo Mendes dos Santos, 43, pescador de São Francisco, no Norte de Minas. Segundo ele, os atrasos têm levado muita gente a pescar na época de proibição.

Desrespeito à piracema  

A vulnerabilidade de peixes do Rio São Francisco e afluentes na época mais crítica de seu ciclo reprodutivo, a piracema, é tema de reportagens do Estado de Minas desde quinta-feira. Na primeira reportagem, o EM expôs o escândalo dos desvios de seguro-desemprego destinado a pescadores artesanais. Políticos, fazendeiros, comerciantes e até religiosos recebem os recursos previstos para garantir sustento a pescadores durante a piracema e tentar inibir a atividade no período de reprodução dos peixes. Outra reportagem mostrou como pescadores burlam o período da piracema diante da falta de fiscalização para barrar a captura em massa e a venda dos peixes.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

sexta-feira, 1 de março de 2013

Acadêmico de Medicina tentava atuar de modo irregular em hospital de Jaíba

O graduando em medicina Francisco Júnior, 24 anos, aluno do 7º período do curso ministrado pela UFMG – Belo Horizonte (foto), que se encontrava de férias, foi convidado por funcionários da diretoria do Hospital Municipal de Jaíba a se retirar das dependências do mesmo logo após ter sido flagrado ora acompanhando um médico, ora até prescrevendo receituário. Tudo indica que dos sete dos doze períodos necessários para a formação do aluno,  Francisco ainda não possui conhecimentos aprofundados e específicos para lhe dá com o salvamento ou tratamento da vida humana. Lado outro, ele também estava desprovido das devidas documentações necessárias ao exercício da função, tais como convênio firmado entre hospital e faculdade, autorização da diretoria e termo de responsabilidade médica que geralmente é assinado por um médico com CRM o qual o aluno esteja acompanhando. Ao perceber que poderia ser abordado e até preso em flagrante delito por exercício irregular da profissão, o acadêmico passou a se comportar como um mero visitante, deixando o local logo após o convite de retirada. Francisco só não foi detido pela PM devido a intervenção de uma funcionária que evitou o acionamento da mesma. Os médicos presentes naquele momento, a direção do hospital e o Secretário de saúde de Jaíba negaram que tivessem dado qualquer tipo de autorização para o acadêmico atuar naquele órgão de saúde.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: Jaíba em Dia

Vendaval provoca destruição em Jaíba


No final da tarde de quarta-feira (27), o município de Jaíba foi surpreendido com um vendaval seguido de uma fraca chuva que culminou em muitos prejuízos aos populares. A forte ventania que perdurou por quase 40 minutos, interrompeu o fornecimento de energia elétrica em toda a cidade, arrancou árvores, destelhou várias casas e trouxe ainda muitos transtornos a transeuntes e condutores de veículos que tiveram que interromper seus percursos por conta da intempérie. A cobertura de telha de zinco que abrange parte da praça do mercado onde os feirantes costumeiramente comercializam seus produtos nas manhãs de sábado, acabou indo ao solo após os pilares de ferro que a sustentam ceder com o forte vento. De acordo proprietários de bares localizados ao lado da área, o telhado começou a deslanchar paulatinamente possibilitando que veículos e pessoas que se encontravam em baixo da cobertura se retirassem rapidamente. Contudo, os mesmos disseram ainda que uma tragédia maior poderia ter ocorrido caso o desabamento ocorresse de uma vez. Edificado aproximadamente há 13 anos, após a queda foi possível constatar que as bases dos pilares se encontravam todos enferrujados. Moradores enfatizaram que resíduos de sal e sangue oriundos de açougues ali existentes podem ser apontados como uma das causas que corroeram as bases ao longo dos anos, sem contar ainda que em muitas vezes é possível presenciar pessoas, principalmente embriagadas e a noite, vertendo água (urinando) nos mencionados pilares. Um dos proprietários de um dos açougues, relatou que há dois anos atrás, levou ao conhecimento do prefeito municipal à época a situação crítica das bases. O reparo foi prometido, mas não aconteceu. Na manhã seguinte ao infortúnio, operários da prefeitura começaram uma verdadeira limpeza pelas ruas da cidade e a remover o telhado. Com isso, a feira pode até mesmo não acontecer no próximo sábado dia 02 naquele local. Outro fato por conta do forte vento que por pouco também não acabou em vítimas, ocorreu quando uma torre de Internet caiu sobre a casa onde funciona o Conselho Tutelar de Jaíba. No momento não havia ninguém no local e embora parte do telhado ficasse destruído, móveis e outros objetos não chegaram a ser atingidos. O prefeito de Jaíba Jimmy Murça e uma equipe de técnicos, percorreu toda a cidade avaliando os prejuízos para dar início as providências.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Fonte: Jaíba em Dia

Mais dois distritos são criados no norte de Minas

Após estudo feito pelo Instituto de Geociências Aplicadas (IGA), o município de Grão-Mogol, no Norte de Minas, passa a possuir mais dois distritos: os antigos povoados de Vila Sítio e Vale das Cancelas. Com isso, o Estado passa a ser composto de 789 distritos, que somados as 853 sedes de municípios, resultam em 1.642 objetos geográficos.
De acordo com a Lei Complementar 37, de 18 de janeiro de 1995, para a criação de distritos é necessário seguir alguns requisitos: ao menos 200 eleitores, mínimo de 50 moradias e escola pública.
Para a população local, há algumas vantagens na criação dos distritos, como o incremento na infraestrutura da localidade, a abertura de serviços antes restritos à sede do município, como cartório de registro e agências bancárias, além de equipamentos públicos encontrados nas áreas urbanas.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Homem é preso por abusar sexualmente de uma menina de 13 anos em Bocaiúva

Um homem de 52 anos foi preso nessa quinta-feira (28) suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 13 anos. O crime foi na cidade de Bocaiúva, no Norte de Minas. O acusado nega o crime.
Segundo informações da Polícia Militar (PM), Arnaldo da Silva Siqueira abordou a vítima na porta de uma escola e a obrigou a seguir em direção à casa dele. De acordo com relatos da garota, o suspeito tocou em seus órgãos e, sob ameaças, exigiu que ela fizesse sexo oral nele.
Após o crime, suspeito e vítima foram para um posto de combustível, onde a menor foi abandonada por Arnaldo. No caminho ela foi vista pela tia, que conhecia o homem, e chamou a polícia. A menina retornou chorando para casa e, em conversa com a PM, confirmou os abusos.
O suspeito foi localizado próximo a uma rodovia, onde possui um imóvel. Na casa foram apreendido vários cigarros supostamente contrabandeados. Ele foi preso acusado de pedofilia e levado para a delegacia.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Norte de Minas envergonhado

Mais uma vez, a desunião e a falta de compromisso de prefeitos e o oportunismo de falsas lideranças foi a marca de um processo eleitoral no norte de Minas. Assim como na eleição da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS), a eleição para a diretoria do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência do Norte de Minas (Cisrun) foi comandada por alguns deputados estaduais e não pelos prefeitos da região.
Como já é costume na região, os prefeitos cederam o seu direito, legítimo, de serem agentes dos processos definidores dos rumos do desenvolvimento do norte de Minas, em prol de deputados ou outros agentes políticos, que não se interessam pela região, mas possuem interesses meramente pessoais e promovem a partidarização do processo.

Governo de Minas X Governo Federal
Durante a eleição, na manhã de quinta-feira (28), mais uma vez o fato ficou evidenciado. Os prefeitos se submeteram a negociatas e foram omissos, desrespeitando não apenas o processo, mas, sobretudo aqueles que os elegeram como gestores para os 86 municípios que compõem o Cisrun. Mostrando total desinteresse, os prefeitos aceitaram um pseudo-consenso para composição de chapa única. O acordo garantiu a presidência do Cisrun ao prefeito de Bocaiuva, Ricardo Veloso para a gestão 2013/2014, e em troca, o também candidato Kinca Dias, prefeito de Salinas, ganhou o direito de ser o presidente no próximo biênio. O primeiro tinha o apoio do Governo de Minas e o segundo, do Governo Federal.

Voz destoante
Manipulados por interesses externos, os prefeito foram, como muitos eleitores do norte de Minas ainda são, eleitores de cabresto. Voz destoante, o prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz, protestou contra a forma como o processo foi conduzido e mostrou toda a sua insatisfação ao chamar os colegas à responsabilidade.
- Os prefeitos somos nós! Nós é quem devemos votar, escolher o melhor para a nossa região. Não podemos deixar que os deputados decidam por nós. Fomos eleitos para sermos gestores. Precisamos assumir as nossas responsabilidades. Precisamos valer a nossa opinião.
Para Muniz, não basta fazer um discurso bonito, é preciso praticar, o que segundo ele, não tem sido a marca, de muitos dos gestores municipais, que têm se mostrado vacilantes e indecisos.
- Este é o caso, por exemplo, do prefeito de Bocaiuva, Ricardo Veloso, eleito para comandar o Cisrun. Nos dois processos AMAMS e agora Cisrun, ele não foi firme em sua posição, acabando por ceder ao interesses de quem não respeita o processo e o povo norte-mineiro.
Mais um vez, ele não garantiu sua posição, lembrou Muniz, que mesmo sem concordar com a forma como a eleição foi realizada, reconheceu  a importância da iniciativa de implantação do SAMU regional, enfatizando que o consórcio é uma grande ideia e que pode ser exemplo na gestão de saúde  no Brasil.
- O consórcio regional pode ser uma excelente alternativa para a saúde em pequenos municípios e embora, ainda no início, o SAMU Macro Norte já é se destaca no país, por isso não podemos deixar que seja desvirtuado, com a partidarização da administração”.

Nova diretoria
Após duas chamadas, já que a primeira realizada às 9h30 não apresentou quórum, foi eleita a nova diretoria do Cisrun, que passa a ser composta por presidente do Conselho Diretor, Ricardo Veloso (Bocaiuva) e vice- presidente, Joaquim Neres (Salinas). Jovelino Pinheiro (Rio Pardo Minas) é o 2º vice-presidente e o 1º secretário, João Bosco (Vargem Grande) e 2º secretário, Erival José Martins (Montezuma); OS conselheiros eleitos foram: Cesar Emílio (Capitão Eneas); Vinícius Versiani (Patis); Jefferson Augusto (Grão Mogol); Idson Fernandes (Lassance); Manoel Jorge (Januária), Evandro Gonçalves (Lontra).
Já o Conselho Fiscal tem como presidente Hércules Vandy (Lagoa dos Patos) e vice, Maria das Dores Duarte (Claro dos Poções). O secretário-geral é Silvanei Batista (Porteirinha) e os conselheiros: Anastácio Guedes (Manga); Jimmy Diogo (Jaíba); Luis Rocha Neto (São Francisco); Leonardo Vasconcelos (São Romão); Danilo Mendes (Taiobeiras); Luis Carneiro (Buritizeiro).

Cisrun
O Cisrun foi o primeiro consórcio público desta natureza constituído no país, por iniciativa da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, e além de possibilitar mais agilidade nos procedimentos burocráticos e democratizar o gerenciamento do SAMU, viabiliza o repasse de recursos, já que tanto a União quanto o Estado restringiram seus investimentos para os consórcios públicos.
O funcionamento do SAMU Macro Norte depende diretamente do Cisrun, que é responsável pelo gerenciamento dos recursos de custeio do serviço, cuja contribuição é de 30% da União, 60% do Estado, e 10% dos municípios, que contribuem com 0,13% per capita.
Também é competência do Cisrun dar suporte infraestrutural às 36 bases descentralizadas do SAMU e ao Complexo Regulador Macrorregional, em Montes Claros, onde funciona a central de regulação de urgência do SAMU.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Governo de Minas apresenta soluções para combater a seca no Estado

Compondo a mesa, José Aparecido presidente do Sindicato Rural de Janaúba

Representantes de dezenas de entidades rurais do Norte e Nordeste do Estado, cuja área de atuação abrange mais de 80 municípios, incluindo Montes Claros, Januária e Janaúba, foram recebidos nesta semana para uma série de reuniões realizadas na Secretaria de Estado de Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri e do Norte de Minas (Sedvan), sob a coordenação de Gil Pereira.
Também participaram o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Elmiro Nascimento, acompanhado do seu adjunto, Paulo Afonso Romano, e do secretário-adjunto da Secretaria de Estado da Fazenda, Pedro Meneguetti. O grupo foi ainda recebido pelo secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Adriano Magalhães.
A pauta dos encontros incluiu os vários problemas econômicos e sociais provocados por um dos períodos de estiagem mais severos e prolongados das últimas décadas, que se estende desde 2012. Entre as principais reivindicações, além das questões relacionadas à comercialização e à alimentação do rebanho, também foi debatida a infraestrutura hídrica, especialmente para a construção de barramentos ao longo dos rios, buscando a sua perenização.
Gil Pereira citou várias iniciativas que trarão soluções estruturantes para a questão da falta de chuva e de água na região, principalmente durante os períodos de seca, como o projeto de irrigação Jequitaí e as barragens dos rios Congonhas e Vacaria, além das cisternas para captação de água da chuva.
- São parcerias entre os Governos do Estado e Federal, relacionadas ao Programa Água para Todos, incluindo em certos casos a iniciativa privada. Buscaremos também viabilizar os barramentos ao longo dos rios e os outros pedidos dos produtores, disse o secretário.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Adolescente é apreendido em Janaúba

Na tarde da última quarta-feira (27) na Rua Aleixo Borges, bairro Rio Novo, cidade de Janaúba, a PM através da equipe do Tático Móvel, evitou um crime de assalto, desarmou e apreendeu um adolescente em conflito com a lei de 15 anos.
Os policiais efetuavam o patrulhamento ostensivo e preventivo pelo local, quando depararam com duas pessoas em bicicletas em atitudes suspeitas, estes ao perceberem a presença da viatura policial, saíram em desabalada carreira sendo perseguidos. T F S foi dominado e detido, durante a busca pessoal os policiais encontraram em seu poder uma pistola bereta calibre 22 municiada, o seu comparsa identificado conseguiu fugir, e estava armado com um revólver calibre 32.
O adolescente confessou que iriam cometer um delito naquele instante, mas a PM apareceu, disse ainda que juntamente com seu comparsa cometeram as ações delituosas nos supermercados Minas, Bolão e Carretão nos últimos dias. O infrator foi apreendido e conduzido para a Delegacia de Polícia Civil, onde ficou a disposição da justiça.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Homem é preso em Porteirinha

Na manhã desta quinta-feira (28) na Rua Santos Reis, Centro da cidade de Porteirinha/MG, a PM prendeu acusado de crime de roubo a transeunte o cidadão infrator Marcos Paulo Miranda, 25 anos, vulgo “Marquim”.
A vítima, o senhor Sebastião Alves dos Santos, acionou a PM relatando que estava em uma padaria, onde comprou um pacote de bolachas e no momento em que ia realizar o pagamento, foi abordado pelo infrator, o qual de posse de um arco de serra anunciou o assalto, vindo em seguida a empurrá-lo e arrancar a quantia de R$ 2,00 de suas mãos. A vítima relatou ainda que o infrator arremessou em sua direção um martelo com o intuito de apressar a entrega do dinheiro, porém não o atingiu.
Após o crime, o infrator tomou rumo a Rua Bela Vista, imediatamente, as guarnições comandadas pelo Sargento Josdag e Soldado Anderson, respectivamente, realizaram intenso rastreamento a procura do acusado. No decorrer do rastreamento, a Sala de Operações recebeu outra denuncia via 190 da senhora Valquíria Soares, a qual disse ter sido também vítima de uma ação delituosa do infrator que tentou arrombar o seu comércio.
Os policiais militares localizaram o acusado no Mercado Panelão, o qual portava várias ferramentas: três alicates, um arco de serra com a lâmina, uma turquesa, uma marreta, além uma extensão elétrica de aproximadamente vinte metros. O cidadão infrator foi preso em flagrante e conduzido para a Delegacia de Polícia Civil em Porteirinha onde ficou a disposição da justiça.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

PM prende infratores em Nova Porteirinha

No inicio da noite da última quarta-feira (26) na Rua Dalmo Pereira dos Santos, bairro Renascer II, cidade de Porteirinha/MG, a PM recebeu uma denuncia de um crime de assalto de veículo.
Conforme relato da vítima Edilson Ramos, que transitava pelo local mencionado conduzindo sua motocicleta marca Yamaha/Lander, Placa HII-2704, município de emplacamento Pai Pedro/MG, quando foi abordado por dois infratores em uma motocicleta marca Honda, Fan, cor preta, o passageiro armado com um revólver, anunciou o assalto, roubando sua motocicleta e fugiram tomando rumo ignorado.
A PM de posse das características do veículo e dos infratores realizou uma operação de cerco e bloqueio na região. Na área rural de Nova Porteirinha, próximo a Colonização Banavit, a equipe do Sargento Loredo localizou e abordou os suspeitos Jonatha Costa Soares, 19 anos, e Fernando Moreira Santos, 21 anos, com a motocicleta roubada, sendo esta conduzida por Fernando e na garupa estava o Jonatha, que portava a arma de fogo usada no crime.
Após as prisões, os infratores levaram os policiais ate um matagal nas margens da MGC 122, em Porteirinha, onde haviam abandonado a motocicleta marca Honda/Fan, placa HMA-4244, município de emplacamento Janaúba/MG, que também era produto de roubo, e havia sido roubada no período do carnaval em data 12/02/2013, na cidade de Janaúba. Assim os cidadãos infratores presos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil, onde ficaram a disposição da justiça. As duas motocicletas foram recuperadas e serão restituídas aos seus proprietários.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Ladrões invadem fazenda em Janaúba

No inicio da tarde da última quarta-feira (27) na região de Pajeú, zona rural do município de Janaúba/MG, a PM esteve à procura de três cidadãos infratores já identificados que durante a madrugada da última terça-feira, invadiram uma residência rural que fica em uma fazenda na comunidade.
Os policiais apuraram no local que por volta das 03hs00min os meliantes armados com uma espingarda usando camisas no rosto e capuzes, com uso de força física arrombaram a porta da casa e renderam às vítimas, um casal, roubando dois aparelhos celulares marca Nokia. E conseqüentemente passaram a fazer ameaças para que as vítimas entregassem as chaves e o controle do alarme e cerca elétrica da casa sede, e não acionasse a PM, não tendo êxito fugiram, na fuga, foram até um depósito que fica ao lado da sede e após arrombar a porta furtaram varias ferramentas entre elas facões e podões.
E na madrugada de quarta-feira os mesmos meliantes armados com espingardas retornaram a fazenda, abordando o vaqueiro quando este deslocava para o curral exigindo que este entregasse a chave da sede e controle do alarme da cerca elétrica, porem ele informou que não estava em seu poder, em seguida os meliantes evadiram adentrando em um matagal próximo, não sendo localizados, mas identificados.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Homem é preso suspeito de pedofilia em Bocaiuva

Um Homem foi preso na tarde desta quinta-feira (28) suspeito de pedofilia em Bocaiuva, no Norte de Minas. Segundo informações da Polícia Militar, Arnaldo da Silva Siqueira, de 52 anos, foi visto em um posto de combustível com uma menina de 13 anos. Uma tia da criança foi quem fez a denúncia à polícia.
Em seguida a menina retornou chorando para sua casa. Em conversa com um policial ela afirmou que Arnaldo pedia para que ela tocasse em seus órgãos genitais.
O suspeito foi encaminhado para delegacia. Em dezembro de 2012, ele foi preso por contrabando de cigarros.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Quatro pessoas morrem em acidente na BR-251, em Salinas

Quatro pessoas morreram e uma ficou ferida
Quatro pessoas morreram e uma ficou ferida em um acidente envolvendo três veículos na BR-251, na manhã desta quinta-feira (28). A colisão aconteceu na altura de Padre Carvalho, distrito da cidade de Salinas, na região Norte do Estado.Um Gol com placa de Ilhabela (SP) que ia no sentido Montes Claros/Bahia bateu de frente com uma carreta baú que trafegava no sentido contrário da rodovia. Após a colisão, mais um veículo se envolveu no acidente. Um caminhão boiadeiro com placa de Itapetinga (BA) que seguia pela pista não conseguiu frear e também bateu na carreta.
José Nilson Moreira, de 45 anos, Maria Ribeiro Soares Souto, 53, Alexandra Ferreira dos Santos Andrade, 40, e Cirzo Pereira Andrade, 47, todos ocupantes do Gol, morreram na hora. Uma mulher que também estava no carro e não foi identificada, ficou ferida e foi levada pelo Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (SAMU) para o Hospital de Salinas. Os motoristas da carreta e do caminhão não tiveram ferimentos. A pista ficou interditada por nove horas, nos dois sentidos, e foi liberada após o resgate das vítimas.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Curso ministrado por Sidy Simões Make Up é sucesso em Janaúba


Turma do sábado
Turma do domingo

Entre os dias 23 e 24 de fevereiro no auditório da Acijan em Janaúba, ocorreu mais um evento de sucesso promovido pela PHD Produções e Eventos, o curso de maquiagem Make UP, ministrado pela maquiadora profissional Sidy Simões. Durante o curso as alunas tiveram a oportunidade de conhecer desde a teoria ate a pratica, de uma simples maquiagem  para o dia a dia a uma aprimorada e detalhada maquiagem para uma festa. Para finalizar o curso com chave de ouro, as alunas tiveram a oportunidade de fazer a auto maquiagem em um ambiente climatizado e agradável, na nacionalmente conhecida e consagrada Água de Cheiro.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Paulinho Gogó em Janaúba

            

No Gogó do Paulinho, com esse show Mauricio Manfrini, mais conhecido como Paulinho Gogó, irá se apresentar em Janaúba no dia 14 de abril no Centro Cultural a partir das 21 horas. Você é nosso convidado.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Paulo Guedes e Lipa Xavier podem ficar inelegíveis até 2015

Paulo Guedes, Lipa Xavier e Farley
(Por Fábio Oliva) Acusados de abuso de poder econômico e político, consistentes em troca de combustível por votos e uso irregular da sede de uma entidade sindical para como extensão de seu comitê eleitoral, o deputado estadual Paulo Guedes (PT) e o ex-vereador Eurípedes (Lipa) Xavier Souto, se condenados, poderão ficar inelegíveis até 2015.
As denúncias estão sendo apuradas através de Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) nº. 813705, proposta perante a Justiça Eleitoral de Montes Claros pelo Partido Democratas (DEM).
De acordo com a AIJE, Paulo Guedes e Lipa Xaver, candidatos a prefeito e vice de Montes Claros/MG nas eleições de 2012, teriam usado o prédio da entidade sindical FETAEMG – Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais para alojar dezenas de cabos eleitorais. O fato ficou registrado em um Boletim de Ocorrência feito pela Polícia Militar de Minas Gerais no dia 26 de outubro de 2012. No local também havia vários veículos adesivados com propaganda política dos dois candidatos. Uma gravação também foi anexada como prova ao processo.
Narra a denúncia também que no dia 27 de outubro os dois candidatos favoreceram grande número de pessoas com abastecimento gratuito de combustíveis, a ponto de se formar longa fila de automóveis no Posto Três Poderes, em Montes Claros. Boletim de Ocorrência da Polícia Militar de Minas Gerais sobre esse fato também foi anexado ao processo.
“Outra forma de distribuição de combustíveis muito utilizada pelos investigados durante o pleito eleitoral e que tinha nítido caráter de enganar as autoridades, consistia na emissão de requisição de combustível para um dos veículos que já se encontrava cadastrado no TRE (Tribunal Regional Eleitoral), porém, a requisição era entregue para todo e qualquer proprietário de veículo em troca de voto”, dizem os advogados Menezes Consultores e Advogados Associados que subscrevem a ação.
Conforme o processo, um militante chegou a ser preso em flagrante, entregando à Polícia Militar uma requisição de combustível contendo os dados de um veículo cadastrado no TRE (placa JGF-6624), mas que fora utilizada para abastecer um Fiesta (placa GUR-5911) que não estava cadastrado.
“Os investigados (Paulo Guedes e Lipa Xavier) apoiaram suas campanhas sobre a influência de abuso de poder econômico, transformando o pleito em negócios com contraprestações pecuniárias e de abuso de poder político, ao invés de disputar a confiança dos eleitores através de propostas condizentes com a vida pública pregressa ou por meio de demonstração de suas convicções partidárias”, finalizam os advogados.

JORNAL

Para o advogado Farley Menezes, foi esta Ação de Investigação Judicial Eleitoral que amedrontou e atiçou a ira do deputado Paulo Guedes contra sua banca de advogados. Há duas semanas, um jornal a serviço do parlamentar acusou a Menezes Consultores e Advogados Associados de ter recebido R$ 38 mil da Prefeitura de Manga apenas alguns minutos no final de 2012.
Segundo Farley Menezes “o jornal mentiu. Divulgou informação inverídica ao afirmar que a empresa teria recebido R$ 38 mil em menos de 25 minutos de trabalho e isso não é verdade, pois a Menezes advogados prestou serviços durante todo o ano de 2012, realizamos várias palestras em Manga, emitimos vários pareceres, cuidamos da defesa do Município em importantes ações judiciais e o valor cobrado é muito inferior ao que geralmente se cobra no mercado para se realizar serviço similar”.

NOTA

Leia abaixo trechos da nota divulgada pela Menezes Consultores e Advogados Associados:

NÃO É R$ 38.500,00, E SIM R$ 42.500,00
 A empresa Menezes Advogados é coordenada pelo Dr. Farley Soares Menezes, um dos maiores especialistas em Direito Administrativo Municipal e que além de ser mestre em Direito Público é o atual Presidente da Associação Mineira de Direito do Estado – AMIDE, entidade que reúne os principais profissionais do Estado no setor.
A Menezes Advogados se notabilizou pelo sucesso na assessoria a importantes municípios do ESTADO DE MINAS, e ate fora do estado.
A empresa Menezes Advogados que também assessorou a Administração do Prefeito Quinquinha na elaboração de leis tributárias, urbanísticas, orçamentário-financeiras, bem como legislação de pessoal. A empresa também realizou importantes defesas da Prefeitura em ações movidas contra a União Federal, medidas que geraram muita economia para o Município de Manga.

PREFEITURA ECONOMIZOU COM A CONTRATAÇÃO DA MENEZES ADVOGADOS
Uma das grandes vantagens experimentadas pelo Governo do Prefeito Quinquinha foi à economia na contratação na empresa Menezes Advogados e Consultores Associados, pois a prefeitura pagou para contar com assessoria jurídica durante todo o ano de 2012 apenas a quantia de R$ 42.500,00 (quarenta e dois mil e quinhentos reais), o que equivale a cerca de R$ 3.500 reais por mês, valor bem inferior ao que é pago pela maioria dos municípios norte-mineiros para contar com o mesmo serviço.
O Município desembolsou dez pagamentos para contar com a Assessora Jurídica da Menezes Advogados durante todo o ano de 2012, isso em virtude de contrato firmado com base na Lei e Licitações e Contratos, a lei 8.666/93.

MENEZES ADVOGADOS DECIDE PROCESSAR JORNAL QUE DIVULGOU FATOS MENTIROSOS
O Diretor-Presidente da Menezes Consultores e Advogados Associados, após tomar conhecimento de matéria veiculada pelo jornal O VALE decidiu processar o órgão de comunicação, inclusive com o pedido de indenização por danos morais.
Segundo Farley Menezes “o jornal mentiu. Divulgou informação inverídica ao afirmar que a empresa teria recebido trinta e oito mil reais em menos de 25 minutos de trabalho e isso não é verdade, pois a Menezes advogados prestou serviços durante todo o ano de 2012, realizamos várias palestras em Manga, emitimos vários pareceres, cuidamos da defesa do Município em importantes ações judiciais e o valor cobrado é muito inferior ao que geralmente se cobra no mercado para se realizar serviço similar".
A Menezes também esclareceu porque o município de Manga pagou a maior parte das parcelas somente no mês de dezembro de 2012: “Na Administração do Prefeito Quinquinha a Prefeitura era muito rigorosa, os pagamentos sempre foram feitos após criteriosa conferência dos serviços executados. Ocorre que a Secretaria de Administração terminou a conferência de nossos serviços apenas no dia 11 de dezembro, data na qual foi possível à empresa emitir as notas fiscais das últimas parcelas do contrato e assim permitir o pagamento por parte da Prefeitura”.
Farley Menezes também completou: “o Jornal maliciosamente procura confundir a população, ao informar que todas as notas foram emitidas em menos de vinte e cinco minutos. Ora trata-se de nota fiscal eletrônica que é emitida via internet. Ocorre que para cada mês de trabalho deve-se emitir uma nota específica. Como a aprovação final de nossos serviços aconteceu na mesma data, isso é, 11 de dezembro, todas as notas foram emitidas no mesmo dia, conforme permite a legislação. Assim, vamos processar o Jornal em virtude das mentirosas informações divulgadas”.
           
PROCESSO MOVIDO PELA MENEZES CONTRA PAULO GUEDES É A CAUSA DA MATÉRIA CONTRA A MENEZES ADVOGADOS
 A matéria veiculada contra a empresa Menezes no jornal O VALE, tem uma causa. Os advogados da empresa estão processando o Deputado Paulo Guedes, que é irmão do atual prefeito de Manga em virtude de abuso de poder politico e poder econômico nas últimas eleições em Montes Claros.
Segundo Farley Menezes o processo que tramita em Montes Claros pode levar à condenação do Deputado Paulo Guedes à perda dos direitos políticos por três anos por abuso de poder político e econômico.”

Em Francisco Sá, 2 caminhões batem de frente, um dos motoristas morreu no local

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, um dos motoristas estava fazendo uma ultrapassagem quando bateu no outro veículo. Um dos condutores, que não teve o nome divulgado, morreu no local.
Ainda de acordo com a PRF, a pista ficou totalmente interditada das 20h até as 4h. Após este horário, o trânsito foi liberado em uma das faixas. Ainda não há previsão de liberação total, já que um dos veículos está carregado com um produto químico ainda não identificado. Uma empresa está sendo aguardada para fazer a retirada da carga.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Homem morre em acidente entre carro e caminhão em Grão Mogol

Um homem morreu em um acidente entre um carro e um caminhão no final da tarde desta quarta-feira (27), na BR-251, próximo a cidade de Grão Mogol.
A PRF tem suspeita que o motorista do carro de passeio tenha perdido o controle do veículo, invadido a pista contrária e batido de frente com o caminhão. Ele sofreu ferimentos graves e morreu no local.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Estranha bola azul é vista no céu de Janaúba

Na madrugada desta quinta-feira (28), por volta de 00:15, uma espécie de meteoro de cor azul foi visto cortando o céu da cidade de Janaúba. Alguns afirmam que não parecia ser um meteoro, e sim um objeto não identificado de cor azul, ou seja um disco voador. 
O Meteoro, chamado popularmente de estrela cadente, designa-se o fenômeno luminoso observado quando da passagem de um meteoroide pela atmosfera terrestre. Este fenômeno que pode apresentar várias cores, que são dependentes da velocidade e da composição do meteoróide, um rastro, que pode ser designado por persistente, se tiver duração apreciável no tempo, e pode apresentar também registro de sons. A aparição dos meteoros pode-se dar sob duas formas: uma delas são as designadas "chuvas de meteoros" ou "chuva de estrelas cadentes" ou simplesmente "chuva de estrelas", em que os meteoros parecem provir do mesmo ponto do céu noturno, denominado de radiante. Outra forma é a de "meteoros esporádicos".



Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Minas Gerais se preocupa com perdas na produção de frutas

O ano que começou promissor já é de muita preocupação para os produtores de fruta do Norte de Minas. Em menos de um mês, o entusiasmo pelo lançamento da Marca do Jaíba, a participação na maior feira europeia do setor, a conquista de certificação internacional para a banana e o fechamento de grandes acordos de exportação deram lugar ao temor pelos efeitos desta que já é considerada a pior estiagem dos últimos 40 anos.
A falta de chuvas tem efeito drástico nas reservas hídricas da região, enquanto as altas temperaturas têm afetado a fisiologia das plantas com significativo impacto na qualidade dos frutos. A barragem do Bico da Pedra, em Nova Porteirinha, está 11 metros abaixo do nível normal. Com racionamento já implementado, o volume de água disponibilizado hoje corresponde a 56% da demanda do perímetro. Ainda assim, a água disponível para irrigação por gravidade - característica do projeto – só será suficiente até maio.
O quadro é considerado gravíssimo, segundo a Associação Central dos Fruticultores do Norte de Minas (Abanorte), e terá grandes impactos em toda a economia regional. “Dependendo do que acontecer daqui para frente, pode-se chegar a um estado de calamidade pública. Estamos falando de 12 mil empregos e renda acima de 70 milhões somente em Janaúba e Nova Porteirinha”, alerta o diretor presidente da Associação, Jorge Luis Raymundo de Souza.
REUNIÃO - Preocupados com o cenário, os parceiros do projeto Jaíba (FAEMG, Sebrae, FIEMG e Governo Estadual) se reuniram em Janaúba, na noite de segunda-feira (25/2) para definição de uma estratégia de crise e a continuidade do trabalho. 
Principal medida, a instalação de bombas na barragem de Gorutuba pelo Governo Estadual deverá ser agilizada para manter a produção de frutas – ainda que com racionamento – pelo menos até o próximo período de chuvas. Outros paliativos serão a abertura de poços artesianos na área de entorno (apesar de já constatada a escassez de água no subsolo) e a opção por privilegiar, com irrigação, apenas as melhores áreas de produção.
Antes do encontro, o coordenador do Instituto Antonio Ernesto de Salvo (INAES), entidade de planejamento e desenvolvimento para o agronegócio da FAEMG, Pierre Vilela percorreu toda a região nesta segunda-feira para conhecer melhor a situação. Ele explicou que apesar das secas serem bastante comuns na região, a deste ano preocupa pela severidade: “Estamos em pleno período chuvoso e os índices estão muito abaixo da média para a região. A chuva não foi suficiente para repor os reservatórios e água do solo. Quem depende de água profunda também está desabastecido. Todos os produtores com quem conversamos são enfáticos ao dizer que esta é a pior seca dos últimos 40 anos”, aponta.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Estádio de Montes Claros é apenas uma promessa há 40 anos

Local onde começou a ser construído o Estádio Municipal de Montes Claros: prefeito atual faz nova promessa para tirar a obra do papel
Em meados da década de 1970, foi anunciada a construção do Estádio Municipal de Montes Claros. Passados quase 40 anos, a única “jogada” que houve no local foi a presença de equipes de filmagens da propaganda política de diversos candidatos a prefeito, que repetiram a promessa de tocar a obra. Até hoje, o Mocão se resume a um amontoado de terra ao redor de um buraco no Bairro Santo Antônio, num desperdício de quase R$ 4 milhões, em valores atualizados. Esse é mais um dos 326 exemplos de obras inacabadas em 187 municípios de Minas Gerais, segundo mostrou o Estado de Minas em reportagens publicadas domingo e segunda-feira. O levantamento foi feito em 2005 Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG) e a Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), e nesses oito anos nenhum político foi punido por desperdiçar dinheiro público. 
O atual prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz (PRB), que também prometeu o novo estádio, durante a campanha eleitoral de 2012, anuncia que agora a obra vai finalmente sair do papel. Um acordo com a Caixa Econômica Federal vai garantir recursos para que as os serviços possam ser reiniciados nos próximos dias, com previsão de inauguração em julho do ano que vem, época da Copa do Mundo no Brasil.
Em 2001, no segundo mandato do ex-prefeito Jairo Ataíde (DEM), o governo federal liberou R$ 1,5 milhão para a construção de uma vila olímpica em substituição ao projeto do estádio. Porém, foram executados somente os serviços de terraplanagem e drenagem e comprada toda a ferragem que seria usada no empreendimento. “O que ocorreu foi que quando as obras estavam em andamento, houve a necessidade de mudar o projeto por causa da entrada em vigor do Estatuto do Torcedor. Por isso, não foi possível concluir a vila olímpica e o estádio”, afirma Ataíde.
Logo após deixar a prefeitura, o ex-prefeito foi alvo de uma comissão legislativa de inquérito (CLI) que teve como objetivo apurar suspeitas de desvio de verbas destinadas ao Mocão. “Nenhuma irregularidade foi comprovada. O dinheiro que não gastamos foi devolvido para a Caixa e a ferragem ficou guardada nos depósitos da prefeitura”, sustenta Ataíde. Na gestão passada, a prefeitura, comandada pelo ex-prefeito Luiz Tadeu Leite, recebeu recursos de emenda federal para investimentos em um estádio municipal, mas aplicou o dinheiro na construção de um outro campo de futebol, no Bairro João Botelho. O Tribunal de Contas do Estado (TCE) informou que a obra do Mocão é alvo de auditoria técnica do órgão, que ainda está em andamento. 
O prefeito Ruy Muniz informou que um entendimento com a Caixa vai permitir a retomada da obra nos próximos dias e inaugurar a primeira etapa – campo, drenagem, alambrado, iluminação e arquibancadas com capacidade para 10 mil ou 12 mil pessoas em 3 de julho de 2014. De acordo com Muniz, pelo acordo com a Caixa, a prefeitura vai devolver R$ 448 mil recebidos durante a gestão do ex-prefeito Jairo Ataíde. O valor corrigido está hoje em torno de R$ 1,7 milhão. Outra parte do antigo convênio que não foi usado está em torno de R$ 2,2 milhões em valores atualizados. O estádio com capacidade para até 12 mil pessoas custará R$ 30 milhões.

'CEMITÉRIO'

Quinta maior cidade do estado, com 370 mil habitantes, Montes Claros virou nos últimos anos um “cemitério” de obras inacabadas ou abandonadas. Uma das construções abandonadas há mais de 10 anos na cidade é o Parque Florestal da Sapucaia, onde um teleférico, que seria atração turística, hoje apodrece no meio da vegetação. O secretário-adjunto de Meio Ambiente de Montes Claros, Edvaldo Marques, disse que a prefeitura vai tentar retomar o contrato com a empresa vencedora da licitação realizada na administração anterior para reestruturar o local, aplicando R$ 240 mil recebidos do governo federal. “O dinheiro é pouco, mas dá para começar a recuperar o parque”, afirmou Marques. Ele informou que a prefeitura pretende recuperar o teleférico, mas ainda não sabe se terá como colocar o equipamento para funcionar e estuda possibilidade de terceirizá-lo.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Furta pen drive e é morto por primo

Veloso disse que "ladrão tem que morrer"
O furto de um pen drive com músicas de funk e forró terminou em um crime bárbaro, descoberto anteontem, na zona rural de Coração de Jesus, no Norte de Minas. Segundo a Polícia Civil, depois de ter o dispositivo de armazenamento de dados furtado por um primo, Osvaldo Veloso Silva, de 29 anos, não aceitou o pedido de desculpas, mesmo após reaver o pen drive que havia sumido dias antes. Veloso atacou Junior Seabra Silva, de 22 anos, em casa, e, após matá-lo com mais de dez golpes de facão, incendiou o corpo e o enterrou no quintal do imóvel.
O caso impressionou pela crueldade e pelo motivo fútil. De acordo com a Polícia Civil, Seabra estava desaparecido desde a última sexta-feira, quando havia saído para ir à casa do primo. Desde então, a família já desconfiava de Veloso, uma vez que os dois jovens já estavam se desentendendo há alguns dias por causa do pen drive furtado.
Durante a semana passada, Veloso teria até feito ameaças ao primo. O corpo de Seabra foi encontrado no quintal por vizinhos, que desconfiaram de uma pilha de capim, que era regada pelo autor. "Os vizinhos retiraram o mato e viram a terra remexida. Eles começaram a desenterrar e localizaram um dos pés da vítima", informou o investigador Aílton Nassau Junior.
A Polícia Militar (PM) foi chamada e, durante a realização da perícia, prendeu Osvaldo Veloso. O suspeito acompanhava o trabalho dos peritos com a multidão que se reuniu na porta da casa. 
"Ele logo confessou o crime e disse que já havia alertado o primo durante a semana. Após uma primeira ameaça, o pen drive reapareceu no quintal da casa dele. Na sexta-feira, Seabra teria ido lá para fazer as pazes com o parente, mas acabou assassinado", contou Ailton Junior.
A Polícia Civil informou que Veloso demonstrou frieza e teria dito que planejou a morte do primo porque "ladrão tem que morrer". Ele foi preso e levado para o Presídio Regional de Montes Claros, também no Norte do Estado, mas, ontem, foi transferido para a Cadeia Pública de Coração de Jesus.
Assassino gostava das músicas
Enterrado em outro ponto do quintal da casa de Osvaldo Veloso, a polícia encontrou uma espingarda. A arma de fogo e o facão – usado no homicídio – foram apreendidos. O pen drive com hits de funk e forró que teria gerado a discórdia também foi recolhido pelos policiais.
Na Companhia da Polícia Militar (PM), o suspeito chegou a declarar que gostava muito das músicas gravadas no dispositivo e, por isso, teria ficado revoltado com o furto. Veloso confessou ainda que antes de enterrar o corpo de Junior Seabra, ele o arrastou por cerca de 50 metros, jogou dois litros de gasolina e ateou fogo para evitar que o cadáver fosse encontrado.
Moradores de Coração de Jesus contaram que a família dos jovens está muito abalada com o desfecho trágico da amizade dos dois primos, que foram criados juntos desde a infância.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Grupo Interinstitucional sugere audiência pública sobre humanização da saúde

O Grupo Interinstitucional da Política de Humanização (GIPH-Norte) formalizará nos próximos dias um pedido junto à Câmara Municipal de audiência pública para debater com a comunidade regional a ampliação e melhoria das ações relacionadas à área. O assunto marcou a primeira reunião de trabalho do GIPH-Norte em 2013, realizada na última quinta-feira (21/02), no Centro Ambulatorial de Especialidades Tancredo Neves (Caetan). A Universidade Estadual de Montes Claros faz parte do Grupo, através do Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF).
- A decisão unânime em sugerir aos vereadores uma audiência pública dá a exata dimensão de como a humanização é importante para o funcionamento das casas de saúde em nossa região, disse o professor Amaro Sérgio Marques, coordenador do Grupo de Trabalho e Humanização do HUCF e integrante do GIPH-Norte.
Estiveram presentes à primeira reunião do ano os representantes do Hospital Universitário, Santa Casa de Montes Claros, Hospital Santana, de Brasília de Minas, e do Hospital Regional de Janaúba. O secretário municipal de Saúde de Montes Claros, Geraldo Edson de Souza Guerra, e o vereador Eduardo Madureira, também acompanharam os trabalhos.
- Acreditamos que esses momentos de ampliação dos contatos com a comunidade e a visibilidade das ações de humanização no setor de saúde se constituem em fórmula para se alcançar a melhoria nos referidos serviços, completou Amaro.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Bombeiros combatem incêndio subterrâneo em Rio Pardo de Minas



O 1º pelotão de Bombeiros Militar de Montes Claros, região Norte do Estado, combateu, na última sexta-feira (22), um incêndio subterrâneo, no município de Rio Pardo de Minas. Foram usados 60 mil litros de água.
A ocorrência foi em uma fazenda na comunidade de Nova Aurora, município de Rio Pardo de Minas. Neste tipo de incêndio as chamas se formam pela decomposição de materiais orgânicos e durante o processo, o solo entra em combustão e as chamas se alastram consumindo a vegetação pela raiz. Segundo informações da equipe de combate, o solo da propriedade contém um combustível similar ao carvão mineral, com alto poder calorífico. Moradores afirmam que o local está incandescente há quatro meses, mas, os bombeiros não foram acionados. O fogo já estava a três metros do poste da rede elétrica que fornece energia para a comunidade e foi preciso construir uma vala para interromper o alastramento das chamas.
No combate às chamas foram utilizados uma retroescavadeira, dois caminhões pipas e equipamentos cedidos pela prefeitura municipal. A operação teve o apoio da Polícia Militar de Meio Ambiente e da Cemig.


Pablo de Melo
palo-labs@hotmail.com

Policial fica ferido após tentar impedir assalto no norte de MG

Um cabo da Polícia Militar (PM) ficou ferido após tentar impedir a fuga de dois criminosos em Montes Claros, no norte de Minas. A vítima se machucou após tentar lutar com um dos assaltantes.
Djalma Barbosa estava de folga quando suspeitou de um homem que estava em uma moto com o alarme acionado. Durante a abordagem, o ladrão reagiu e começou a brigar com o cabo e conseguiu fugir, junto com um comparsa.
Segundo a polícia, que chegou alguns minutos depois do crime, os suspeitos, um deles armado, abordaram duas vítimas que estavam na porta de casa. Após ameaças, os rapazes foram obrigados a entregar a moto, mas foram surpreendidos por um sistema de segurança que travou o veículo.
O helicóptero da corporação foi acionado para auxiliar nas buscas. Um dos suspeitos chegou a ser identificado, mas os dois continuam foragidos.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

JAÍBA VAI INVESTIGAR EX-PREFEITO

A Câmara de Vereadores de Jaíba, no extremo Norte de Minas, vai investigar a segunda metade do governo do ex-prefeito Sildete Rodrigues de Araújo, o Detinho (PMN), durante os anos de 2011 e 2012. O presidente da Casa, vereador Júnior Leonir (PSDB), instalou, na reunião do mensal do dia 6 de fevereiro, a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar gastos suspeitos da administração no período delimitado. O pedido de instalação da CPI foi motivado por um quinto dos membros do legislativo local.
A missão da CPI é realizar operação pente-fino na tentativa de descobrir se houve improbidade administrativa ou não do ex-prefeito nos episódios de atraso pagamento de vencimento dos servidores, o não recolhimento das contribuições patronais e dos servidores para a conta do INSS, além do sucateamento da frota de veículos, inclusive transporte escolar. Os serviços essenciais prestados à população foram suspensos (caso da limpeza pública) ou contingenciados durante o último mês da administração Detinho, quando o município teria recebido mais de R$ 4 milhões de recursos via transferências constitucionais.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Em Coração de Jesus, homem é preso após matar, queimar e enterrar primo de cabeça para baixo por causa de pen drive

Um homem de 29 anos foi preso nessa segunda-feira (25) suspeito de matar o primo, de 22 anos, a golpes de facão. Depois de morto, o jovem foi queimado e enterrado de cabeça para baixo no quintal da casa do autor. O crime foi no distrito de Alvação, na cidade de Coração de Jesus, no norte de Minas, e teria sido motivado após o furto de um pen drive.
De acordo com a soldado Fernanda Machado, da 210ª Companhia do 2º Pelotão do 10º Batalhão de Polícia Militar (PM), Junio Seabra Silva estava desaparecido desde a última sexta-feira (22), quando foi morto por Osvaldo Veloso Silva. Parentes e amigos desconfiaram do sumiço do rapaz, já que os dois já haviam trocado ameaças antes, e resolveram fazer buscas na casa de Osvaldo. "Moradores viram a terra do quintal molhada e quando foram mexer viram um pé. Aí chamaram a polícia".
Os militares foram à casa do suspeito e, ao cavarem a terra, localizaram o corpo. Em um primeiro momento, o autor tentou negou o crime. Ao ser pressionado, acabou confessando. Ele afirmou à polícia que queimou o corpo, o enterrou no quintal, de cabeça para baixo, e cobriu a cova com capim. Para que o mato crescesse, jogava água todos os dias. 
"Ele contou para os policiais que o primo tinha furtado o pen drive dele, há mais ou menos um mês, mas já tinha devolvido. Ele chamou o primo para passar uns dias na casa dele e premeditou o crime. Ele disse que tratou a vítima bem, sem demonstrar raiva, para poder se vingar. Ele aproveitou que Junio estava de costas e cortou o pescoço dele com facão. Depois jogou dois litros de gasolina e enterrou no quintal, de cabeça para baixo", conta Fernanda.
Após o crime, o autor cobriu a cova com capim, lavou o facão e removeu a terra suja de sangue. Ao ser preso, demonstrando bastante frieza, Osvaldo disse que não estava arrependido. "Ele disse que fez o que fez e, se possível, faria tudo de novo. Disse que não admite que ninguém roube nada dele. Ele contou que tinha muitas músicas de forró e funk no pen drive".
O acusado foi encaminhado para o presídio de Montes Claros. Na casa dele foram apreendidos o facão usado no crime, uma espingarda, um celular e o pen drive causador do homicídio.
Osvaldo deve responder por homicídio, com requintes de crueldade, e ocultação de cadáver.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Casal de Januária receberá indenização por ser insultado por vizinho

Um casal de Januária, no norte de Minas, vai receber reparação de R$ 5.450 pelos danos morais sofridos quando o motorista C.C.S. insultou-os na frente da sua casa, diante de várias pessoas, em voz alta e com palavras de baixo calão. A 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) confirmou sentença do juiz Ronaldo Souza Borges, da 2ª Vara Cível, Criminal e da Infância e da Juventude da comarca.
As vítimas H.A.A. e S.C.G.S. alegam que, na tarde de 20 de novembro de 2008, C., seu vizinho, dirigiu-se à casa deles e, proferindo xingamentos, comprometeu seu conceito social e sua reputação. Além de abrir uma ação de representação criminal contra C., eles buscaram a Justiça em dezembro de 2008, exigindo indenização pelos danos morais.
C.C.S.  sustentou que tudo não passava de um mal-entendido e que a causa, devido ao baixo valor, deveria ter sido julgada em um juizado especial. Ele defendeu, ainda, que havia contradições no boletim de ocorrência. Segundo o motorista, a ação criminal contra ele foi suspensa, pois dizia respeito a um problema na rede de esgoto que veio a ser solucionado. Por fim, C. pediu que os dois fossem condenados a lhe pagar uma indenização por danos morais, pois eles o acusavam de ter gênio conflituoso e de continuamente causar desavenças em seu bairro e no seu trabalho.
Na sentença de junho de 2011, o juiz Ronaldo Souza Borges esclareceu que, mesmo tratando-se de uma causa de baixo valor, o cidadão pode optar pela Justiça comum, portanto a ação não precisaria ser julgada pelos juizados especiais. O magistrado também rejeitou a argumentação de que a situação envolvia apenas um mal-entendido: “Foram proferidas ofensas verbais contra o casal e isso caracteriza lesão à honra e à imagem subjetiva, configurando dano moral”.
O juiz fixou a indenização em R$ 5.450. Quanto ao pedido do motorista para também ser compensado porque o casal o acusou de ter mau gênio, Ronaldo Borges concluiu que o fato em si não poderia causar abalo duradouro ao ânimo de C.
Examinando o recurso do motorista, os desembargadores José Flávio de Almeida (relator), Nilo Lacerda (revisor) e Alvimar de Ávila (vogal), da 12ª Câmara Cível, mantiveram a sentença. De acordo com o relator, há provas de que C. ofendeu H. e S. gratuitamente, ferindo-lhes o direito de personalidade com impropérios.
“Educação e civilidade não são uma extravagância, mas linha balizadora da convivência social. O tratamento descortês não faz parte de nenhuma cultura humana dotada de racionalidade. Logo, é inadmissível que uma pessoa trate outra com palavras ofensivas ou que cultive raiva bastante para achar que pode se comportar dessa forma impunemente”, concluiu José Flávio de Almeida.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

No Norte de Minas, 5 Pessoas são presas por roubo, tráfico, e embriaguez

Duas pessoas foram presas neste sábado (23), em Mirabela (MG), suspeitas de prática de vários crimes na cidade. Segundo informações da Polícia Civil da cidade, entre os crimes está um arrastão ocorrido no último sábado (16), em um sítio nas proximidades de cidade
Foram presos Joaquim Soares dos Reis Neto e José da Silva. Junto com eles foram recuperadas joias e outros objetos do roubo no sítio. Ainda segundo a PM, ambos já tem passagem pela polícia, e Joaquim responde por sete inquéritos, dentre eles tráfico de drogas e roubo.
E em Janaúba, também no Norte de Minas Gerais, duas pessoas foram presas no fim da tarde desta sexta-feira (22), depois de denúncia anônima da comunidade, suspeitas de tráfico de drogas. De acordo com a PM, José Luiz Fernandes, ao ser revistado, jogou fora um papelote de cocaína, e correu para dentro de sua casa.
Após buscas no interior da residência, foram encontradas mais 26 papelotes, R$145 e uma bucha de maconha. No local também foi presa Lucimara Dias. Ela estava com um papelote de cocaína na bolsa e uma caderneta, que registrava a movimentação de compra e venda de drogas. Os dois foram presos.
E um motociclista foi preso, com sinais de embriaguez, na BR-135, perto de Bocaiúva. O homem foi abordado durante uma fiscalização, e segundo os policiais federais, foi feito o teste do bafômetro, que constatou percentual de 0,42 decigramas, considerado crime segundo a nova Lei Seca, de tolerância zero para consumo de álcool ao volante. O condutor foi preso.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Adolescente é assassinado com quatro tiros em Janaúba

Um adolescente de 16 anos foi assassinado na madrugada desta segunda-feira (25), em Janaúba ( MG). Através de denúncia, a Polícia Militar encontrou o corpo do menor que estava em uma lote vago na rua Jair Gonzaga Cruz, no bairro Ribeirão do Ouro.
De acordo com a Polícia, ele foi atingido por quatro tiros, um deles atingiu o peito. Ainda segundo a PM, o menor tinha várias passagens pela polícia por furto e uso de drogas.
A PM acredita que a morte do garoto pode ter sido motivada por envolvimento com o crime. Ainda não há pistas de quem possa ter cometido o crime.


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com

Emater-MG é parceira da Marca Jaíba com o Projeto de Certificação do Limão Tahiti

Os fruticultores do Jaíba, no Norte de Minas Gerais, ganharam um selo de identificação que servirá como certificado de qualidade no mercado interno e externo. A criação do selo Jaíba foi ideia de um pequeno grupo de produtores de manga da região que, apoiados por parceiros estratégicos (Sebra-MG, Fiemg, Faemg, BID, Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais e Abanorte), criaram a marca. 
A iniciativa conta com o incentivo da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), que atua no Programa de Certificação do Limão Tahiti, com objetivo de aumentar áreas produtoras da lima ácida e, consequentemente, aumentar a produção de alimentos.
O Projeto de Certificação da Emater-MG foi iniciado em 2012, com diversas reuniões envolvendo técnicos e produtores, no sentido de mostrar os propósitos e resultados esperados. "Tivemos como princípio motivador uma viagem a Petrolina, em Pernambuco, para que eles pudessem ver a realidade de como é preciso ter comprometimento com as atividades rurais, organizações coletivas e resultados positivos de uma cooperativa", explica o extensionista Gildete Bispo.
Atualmente, o projeto de certificação do limão atende a 12 produtores locais. Entre as ações desenvolvidas pela Emater-MG em 2012 estão diversos cursos, como o 5S (metodologia para alcançar a qualidade total na empresa) e o Seminário Itinerante de Fruticultura, com enfoque em manejo integrado de pragas. Em 2013, foi ministrado o curso para aplicadores de agrotóxicos.
Segundo a gerente executiva da Associação Central dos Produtores do Norte de Minas (Abanorte), Ivanete Santos, para usar a marca Jaíba o produtor precisa ter, além da certificação do produto, condições plenas de rastreabilidade de sua produção, estar produzindo na Região do Jaíba por no mínimo um ano e ser associado à Abanorte. Conforme informa a gerente, o produtor precisa estar, ainda, adimplente e atendendo a toda a legislação ambiental, trabalhista e social.
Ainda de acordo com Ivanete, os produtores de frutas instalados nos municípios de Porteirinha, Nova Porteirinha, Jaíba, Janaúba, Matias Cardoso, Verdelândia e Itacarambi têm direito à adesão e uso da Marca Região do Jaíba, desde que cumpram na íntegra as regras do uso da marca.

Lançamento da marca
O lançamento da marca Jaíba foi realizado no município de Jaíba, por meio de uma ação do Programa de Apoio a Competitividade dos Arranjos Produtivos Locais (PPLs) do Estado de Minas Gerais.
A novidade é que a marca também foi lançada no exterior, no dia 8 de fevereiro de 2013, na Fruit Logística, a maior feira internacional de fruticultura, realizada em Berlim, na Alemanha. Na ocasião, contou com a participação de cerca de 40 pessoas consideradas chaves dentro de seus segmentos profissionais de atuação, principalmente por já conhecerem o Brasil. A iniciativa provocou a apresentação de matérias sobre o tema na imprensa especializada, como a Fruit News.
"A marca da região do Jaíba é muito mais que um selo ou identificação geográfica. A ideia básica é comunicar para o consumidor de frutas de todo o Brasil e também do exterior para onde exportamos a história regional dos projetos irrigados, nossa cultura, nossos valores e como nos relacionamos com as frutas no dia a dia de nossas atividades", explica Ivanete Santos. 
"O selo na verdade será a autenticação de todo esse processo e vai refletir uma qualidade superior de fruta, no aspecto e no sabor, e será principalmente um compromisso com a sustentabilidade e os valores regionais. Assim, esperamos ter, pelo menos, a preferência do consumidor na hora da compra no primeiro momento e, no futuro, agregar valor a esse produto", completa.
Dando sequência ao lançamento da marca, estão programados para este ano [2013] outros dois eventos no Brasil, um a ser realizado em Belo Horizonte (Superminas) e outro em São Paulo, na Feira da Associação Paulista de Supermercados (Apas).


Pablo de Melo
pablo-labs@hotmail.com